01 fevereiro 2007

A pergunta que nunca cala

Sempre que eu entro naquele estádio ridículo, fico a procurar uma resposta para esta pergunta:

Para que serve um clube cujo maior feito em 106 anos de história é exatamente ter completado 106 anos sem ganhar um título sequer?

11 comentários:

Craudio disse...

A coisa mais importante deles foi ter sido o time que a gente bateu no fim do jejum...

Barneschi disse...

O que comprova a minha tese...

Zoinho centro/sul disse...

E o q é aqueles caipiras gritando mais um !!
Vai se foder porra , se naum fosse aquela loira que passou na Mancha diria que todo caipira tem que se foder , mas ela era gostosa viu !!!
Agora achei que na medida do possivel estava até que organizado, uma rua só para nós, barracas, bilheteria aberta, e tirando os proprios manchas naum vi nenhum cambista !!
Espero que seja assim em ITU !!

Abraços

Barneschi disse...

Zoinho,

Era morena. De resto, você tem razão.

E em Itu é tudo tranqüilo. O Ituano não tem torcida.

vitor disse...

zoinho, em campinas sempre foi uma rua só pra nós, bilheteria aberta (apesar de nunca venderem meia entrada)...ontem só teve uma carro d dog e mais nd.

loira??? c tá louco??? acho q qdo a mina passava c fechava os olhos. era uma puta duma morena peituda, c ali num desse 10 litros de leite (de cada lado) eu chuto o balde.

agora a caipirinha da juju merece um bjo aqui no blog.

Zoinho centro/sul disse...

Vitor , sempre foi assim no Moises , pq no Brinco a ultima vez passamos um perrengue eu o rodrigo e o irmão dele para arrumar ingresso , agora a morena ( com mechas loiras) era realmente muito boa !!
E tinha barraquinha de breja , estadio tem que ter cerveja , quer comer vai pro MC. HAhHaHAh

Abraços e até dumingo !!

Barneschi disse...

Que mechas loiras, Zoinho? Tá louco?

luiz - uberlândia disse...

Rodrigo, bom dia. terias tempo para avaliar as minhas avaliações (conf. posts anteriores)? um a um? gostaria de saber também a sua opinião (bem como a do vítor, luigi e outros amigos que assistem aos jogos no estádio).
abs,
luiz.

Barneschi disse...

Fala, Luiz.

Vou tentar. Vamos lá:

Marcos: insubstituível. Acidentes acontecem.

Amaral: lixo.

Dininho: melhorou agora.

Edmílson: ainda preciso de mais alguns jogos para avaliar.

Pierre: aquele segundo gol foi de foder...

Wendel e Francis: os moleques têm futuro.

Marcelo Costa: não dá!

Valdivia: precisa parar de firula e de cavar cartões amarelos.

Michael: tá jogando bem.

Caio: sabe jogar, mas irrita pelas firulas.

Cristiano: tava na cara que é uma negação.

Osmar: seria banco do Enilton e do Washington.

Edmundo: todos sabem o que eu penso.

Sobre o time do SCCP, não concordo. Acho que jogamos de igual para igual.

Abraços

Filipe disse...

Palestrino,
Com tantos anos assim, eles ao menos conservam a alma - e isso não se pode negar.
Mas a função histórica dele foi bem dita pelo irmão calabrês de Okinawa. E isso por si só já basta para que tenham a mais feliz das vidas possível.

luiz - uberlândia disse...

Vejo que concordamos quanto ao Edmundo, Dininho e Caio (positivos); Edmílson (de certa forma) e também estamos acordes quanto ao Amaral, Pierre, Cristiano e Marcelo Costa.

quanto ao Marcos, revi meu pensamento e me rendo ao seu raciocínio.

quanto a Wendel e Francis debito seu apoio ao fato de que são pratas da casa (confere?), daí o seu sub-consciente, incondicionamente, os defende. Mas que são bosta são... Aliás, não são tão desmeceredores, MAS NÃO SERVEM PARA VESTIR A CAMISA DO PALMEIRAS...

quanto ao Valdívia, repito: ouvi nas arquibancadas do PA por diversas vezes que ele era bom, era uma promessa.. que iria engrenar.. blá blá blá. Na verdade o cara não joga nada. tá enganando. fica arrumando o cabelinho como um verdadeiro bambi. só de ter um cabelinho daquele com tiarinha e tudo já não poderia ser atleta do Palmeiras, quanto mais não jogando nada e só cavando cartão. FDP!!!!

quanto aos lixo: respeito demais sua opinião. Mas ví os caras jogando e sei muito bem que você faz questão de não ver... e com razão!! Nunca me sentí tão mal num estádio de futebol na minha vida como naquele dia.. VTC! como eu fui parar naquele pardieiro?!?!

abraços!!!

luiz.