02 junho 2008

Vai pimenta aí?

Longe de mim correr atrás de argumentos em defesa da PM na confusão dos Aflitos. Vi tudo meio de relance, uma vez só. Pareceu-me uma ação bastante exagerada por parte do policiamento - o que não deixa de ser rotineiro. Mas é também verdade que o jogador do Botafogo merecia tomar umas porradas por tudo o que fez. Vejamos o que diz o meu amigo Craudio, o siciliano:

Imagine que você está em sua casa e entra um imbecil descontrolado, chuta a garrafa de cerveja na sua cara, te xinga e manda dedo pra você - acredito ainda que ele deva ter desfiado todo seu preconceito contra os nordestinos, já que se trata de um ariano puro... Tem mais é que apanhar mesmo. E apanhou pouco.

Peço ao amigo palmeirense que se submeta ao velho exercício de se imaginar no lugar do outro. Sugiro que volte a 2003, ano em que um tal Nunes, do Santo André júnior, resolveu fazer palhaçada na nossa frente, depois de converter o pênaltis que tirou de nós o título da Copa SP daquele ano.

Se quiser, pode voltar ainda a 2000, quando Pena, um atacante que poderia ter sido razoável se tivesse cérebro, resolveu atirar no chão a camisa do Palmeiras, clube que ele defendia, após ser substituído contra o Inter/RS (1 a 4).

Qual foi a sua reação na época?

Eu digo qual foi a minha em ambos os casos:


1. Fui um dos muitos palmeirenses a derrubar a grade próxima ao portão principal do Pacaembu, na tentativa de acabar com aquele imbecil que hoje pasta por campos bragantinos.

2. Como todo o restante da Mancha, passei alguns minutos xingando o ignóbil camisa 9, e depois fui expulso do estádio por querer invadir o vestiário.

Assim, de forma exagerada, a PM do Recife fez o que gostariam de ter feito os torcedores do time da casa. Portanto, se fosse no Palestra e se tivéssemos sido nós os desrespeitados, seria diferente a visão dos fatos. Por tudo o que defende este blog, tenho a dizer que é justo que a vontade do torcedor tenha prevalecido.

Mas era outro o assunto do post. A ele:

Vocês notaram que a PM, e não só a daqui, tem agora um fetiche por essa porra de gás de pimenta? Em todo lugar tem isso agora. Na venda de ingressos para a final, na arquibancada do Palestra, na Turiassu, na praça em frente ao tobogã do Pacaembu, até dentro do campo.

Nos estádios paulistas, o pessoal do Choque perdeu a noção de tudo. Ao menor sinal de confusão, tome gás de pimenta na cara de quem estiver pela frente. E aí, além do alvo, sofre todo tipo de gente inocente, pois o gás não poupa ninguém.

Domingo retrasado, na praça que fica próxima à entrada do tobogã, tivemos um bom exemplo. Para prender um torcedor - não sei o motivo -, não tiveram sequer a dignidade de chegar pela frente. Vieram por trás e, com o sujeito desatento, enfiaram o gás na cara dele. Sobrou para todo mundo, até para uma criança.

Arde que é uma beleza.


Parece faltar criatividade aos homens da lei. Ou combatividade mesmo. Se antes era tudo na base do cassetete, agora é só pimenta, que virou arma de fracos, de uma autoridade que não sabe mais se impor, a não ser pelo uso da força desmedida e mal calculada.

Bons tempos aqueles do "Tira a farda e sai na mão..."

***

E mais um detalhe: se os caras fazem aquilo com jogadores de futebol, dentro do campo e com TV aberta, o que não fazem com nós, torcedores organizados?

20 comentários:

rodnei t.t.i jiu jitsu....encare se puder...a guerra spo termina quando o ultimo de nós cair disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rodollfo 'SppyX' disse...

Cara, nada justifica a violência.

Os policiais não tinham nada que ter metido a mão nele. Os policiais não, A POLICIAL. Ela que começou toda a merda (e não estou fazendo discriminação sexual aqui). Ele ia sair puto, mas ia sair. Se ele começasse a agredir o 4º árbitro, alguem aí sim! Mas ele estava só resmungando.

Ridícula atuação da PM.

Nada justifica a agressão e ponto.

Abraços!

www.blogdoro.net

ClaudioYidaJr disse...

Como disse lá, o gás é tão ou mais covarde que um revólver...

Ah, em tempo: não dá pra deixar de mencionar, sempre, a arrogância da polícia. Em qualquer lugar do país.

Felipe Giocondo disse...

Mas Barnechi, imagina só que o mesmo sujeito chega na sua casa e ta todo mundo xingando ele, antes de qq coisa.

E outra, a policial babaca que tentou prende-la por ofensa moral deveria ter feito o mesmo com todo e qualquer torcedor que tivesse feito gestos, pq na justiça comum, não desportiva, jogadores e torcedores são iguais.

Imbecilidade, também, arrastar o elemento pra fora do estádio pelas arquibancadas, utilizando o argumento que os seguranças do clube tentavam tira-lo da polícia. Imagine só os policiais, em qtdd mais do que suficiente temer 4 ou 5 segurancas de clube.

Eu não suporto o Botafogo, nunca gostei, mas isso que fizeram foi tipico do Pernambuco, há tempos se ve isso por lá.

Eu concordo, porém, que o jogador tem que se controlar e até merecia ser repreendido pela atitude. Mas daí pros policiais tentarem algema-lo tem um longo caminho.

[]s

Coruja disse...

Barneschi, deixe-me acrescentar aí alguns pontos a essa discussão, ainda que não lhe agrade, você que tanto respeito:

1. O Pernambucano é um povo ressentido, com certa razão. Foi a primeira grande metrópole a se desenvolver, principalmente como pólo cultural, na época de Maurício de Nassau. Com sua expulsão, o estado foi abandonado financeiramente, deixando de sero centro de desenvolvimento intelectual e potência progressista desse país então em expansão.

2. O povo lá é educado, e muito culto: sabe disso tudo em detalhes e te dá aula de História, com o português mais perfeito que você já ouviu por esse Brasil afora.

3. Esse povo se ressente de sua sorte... Há muito tempo. E trata a nós, paulistas, com uma desconfiança exagerada, como quem só vê petulância e nenhum mérito na maioria de nós: mas com os cariocas, naturais da Capital do Brasil que lhes sucedeu, esse rancor é imenso.

4. Quando Lula se elegeu Presidente da República, esse país melhorou, e muito. Perceba que escrevo como um dado - e não opinião - porque contra provas não há argumento: nosso povo ganhou poder aquisitivo e reergueu sua cabeça pela primeira vez em muitas décadas. Lula é de Garanhuns. Sertão de Pernambuco.

5. A coisa começou timidamente, lá atrás, quando ensaiaram a expressão de seu nojo pelas coisas do resto do Brasil, proibindo aquele pavoroso ritmo de Axé. Achei bom na época, era uma coisa que estava invadindo e maculando uma cultura muito mais rica...

6. Aí prenderam Lori Sandri, num jogo contra o Ispót, quando ele era técnico do América-RN, dentro do vestiário, e desfilaram com ele algemado para fora do estádio. O povo delirou.

7. Aí eles chegaram onde chegaram, não sei como, perdi um belo pedaço da história, confesso... Sei que o Palmeiras foi jogar lá e era um clima de guerra: diziam que desprezamos eles, que fazíamos pouco caso. Apedrejaram nosso ônibus, zoaram nosso vestiário, jogaram a diretoria para cima do nosso técnico. O locutor do megafone incentivava a galera: "Ah! É Pernambuco!", e todos iam ao delírio. O locutor queria reforçar o recado: aqui não, não nos sentimos inferior a eles, vamos mostrar do que somos feitos.

8. Depois fizeram a mesma coisa com Inter e Vasco. Um inferno. Agora prenderam um jogador carioca, o presidente de clube e ainda jogaram gás de pimenta em outro... Essa é outra história, mas como um time com a história do Botafogo se presta a voltar a campo?

Sinto, amigo, mas vejo aí uma expressão de xenofobia muito perigosa... Náutico e Ispót não são o mesmo time, mas aquela gente ousou mandar o Estado interferir na esfera da bola, como nos nossos piores tempos... Tendo razão ou não, eu não sei onde isso vai dar.

Como o Grêmio é grande, não?... Rezo para ver esse time no purgatório de onde não deveria ter voltado, e ouso te dizer que torcerei contra o Ispot esses dias.... CONTRA O ISPÓT.
Pelo bem de tudo que preservamos aqui, meu caro.

Anônimo disse...

Ae...
Mais um joguinho pq a policia decidiu BATER sem motivos na torcida do Palmeiras!! Ta uma beleza!!

Esse é o grande problema do futebol...Querem ser sérios e não cuidam dos principais problemas!!

1) Policia Despreparada;
2) Leis imbecis;
3) Procuradores corruptos;

Barneschi, discordo de vc!! A policia quis aparecer, como fizeram conosco, e isso é ESCROTO, NOJENTO, PODRE!!

Sinceramente, pega aquele merda e da uma surra la embaixo...não precisa mostrar pra todos e tirar o cara de campo como fizeram... De quem é o espetáculo (joguinho ridiculo)?? da policia ou dos times??

Abs!!

Ulisses disse...

Anonimo o caralho...
O comentário acima é meu!!

Ulisses

Barda verde disse...

Amigos, enquanto nós divertíamos falando mal da policia, das picuinhas do time de
Recife, o tribunal nos atacava de novo e pior, de novo perdemos...

http://www.gazetaesportiva.net/ge_noticias/bin/noticia.php?chid=122&nwid=22198

AINDA VÃO TIRAR O TITULO DO PAULISTA DE 2008 DO PALMEIRAS... SÓ FALTA ISSO.... ABRAÇO A TODOS

Vitor mv disse...

Só sei que isso foi um episódio medonho da policia(pra variar), e se tivesse sido no palestra amigos?? Com ctz a primeira providência tomada pelos abutres teria sido interditar nosso estádio, como já estão tentando fazer de qualquer forma!!
E nosso amigo ai de cima falou bem, nos atacaram e perdemos denovo, por causa novamente da maldita PULICIA que quis estragar a festa, e fez com que muitos torcedores fossem embora mais cedo e consequentemente eles tbm!!

Voltando ao caso do Bostafogo; apesar de odiar este time, desta vez tenho que concordar com o presidente deles que não se omitiu, e vai enfrentar a policia e o tribunal..
Fazendo o papel de um presidente defendendo seus atletas ao contrário do nosso presidente BANANA!!!

Forza Palestra disse...

Caros,

Eu não fiz - nem pretendi fazer - a defesa da PM local. Eu jamais farei isso, até porque tenho motivos de sobra para não compactuar com essa gente. Creio que os argumentos todos aqui são pertinentes. O que eu quis fazer foi jogar uma outra luz à discussão: não sei o que fizeram antes com o jogador do Botafogo, mas é fato que nenhum atleta tem o direito de ofender uma torcida como ele fez. Nós todos sabemos qual é o potencial de uma provocação daquele tipo no meio de uma massa inflamada. Assim, o que quis dizer é que ele é também culpado.

De resto, a PM local é a maior culpada. Agiu, uma vez mais, com total desprepraro e com uma arrogância a cada dia mais injustificável - ou seriam ecos do Tropa de Elite?

Também não quero fazer discriminação sexual - e está um saco essa patrulha de não poder mais criticar ninguém -, mas é fato que a tal coxinha que comandava o policiamento agiu com enorme truculência e prepotência. Deveria nunca mais voltar a um estádio de futebol, pois não tem preparo para isso.

Agora, alguns comentários - e respostas - pontuais:

Giocondo:
Mas veja também, cara, que isso acontece em todos os estádios. Jogadores vêm ao Palestra e são xingados do início ao fim. Já imaginou se todos resolvessem mostrar o dedo do meio e jogar objetos contra nós? O que aconteceria? De resto, concordo com grande parte das suas opiniões. Valeu o debate!

Coruja:
A sua explanação faz enorme sentido. Serve como reflexão. Reitero que não estou aqui fazendo uma defesa do Estado do PE - estive lá uma vez, gostei do que vi, mas não tenho procuração nenhuma para defendê-los -, mas sim jogando um outro item para o debate. Se está todo mundo batendo na PM local - com razão -, é bom lembrar também que o jogador do Botafogo merecia sofrer um pouco também. Não como foi, e não pelas mãos de quem foi... mas merecia.

De resto, concordo também que há uma xenofobia muito forte. É como um racismo às avessas, o mesmo que é propagado por camisetas 100% Negro ou pelos raps de Mano Brown e que tais, que faz apologia ao preconceito contra os brancos.

Por fim, não entendi a referência ao Grêmio. Tem a ver com a Batalha dos Aflitos? Se for isso, concordo plenamente. Torci muito pelo Grêmio naquele dia. Como se fosse pelo Palmeiras. Por tudo o que defendo aqui.

Não chegarei ao cúmulo de tocer pelo Ispór, mas entendo que eles vão parar nos gambás. E será bom para o futebol, coisa que muitos palmeirenses não entendem por aqui, pois falta este senso maior de entendimento histórico.

Ulisses:
Sim, Ulisses. A PM quis aparecer. E apareceu, como sempre. É bom que todos estejam contra ela. Eu também. O que eu fiz aqui foi apenas tentar me colocar no lugar de um sujeito que porventura estivesse de frente para o jogador do Botafogo quando este mostrou o dedo do meio.

Abraços a todos

Forza Palestra disse...

Vi só depois o comentário do Vitor MV, logo acima do meu. 2 pontos:

1. Tem razão, meu caro. Fosse no Palestra e pediriam a interdição do Palestra. Como fazem agora com o estádio dos Aflitos. Lá ou aqui, é inaceitável e inadmissível.

2. Concordo também. Bebeto de Freitas é um presidente diferenciado. Tô cansado do nosso presidente banana.

mancha z/s disse...

PM DE MERDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!

luigi sep 1914 disse...

Não acho que o André Luiz teve culpa...
O cara foi expulso sem sequer ter feito falta. Aí chuta uma garrafa pro alto a não na cara de alguém. (O tiozinho que depois foi falar que levou a garrafada na cara, estava xingando o zagueiro alguns segundos depois atrás do gol do outro lado do estádio. Como pode ter ido parar lá, se tinha acabado de levar uma garrafada no meio de campo?). E, depois de ser xingado, responde mostrando o dedo (pra mim o único erro dele).
Aí, enquanto saia de campo a coxinha obesa quis aparecer e fizeram toda a merda...
Os coxinhas estão sempre errados!
E o maior culpado foi o juiz... Outra raça de merda, por sinal...

Luiz disse...

Rodrigo,

Vou discordar em termos de você.

1º O Botafogo pode não ser grande coisa, mas o Náutico e os demais times de lá são no mínimo 5 milhões de vezes menor, portanto devem agir como tal e respeitar os maiores.

2º O jogador do Botafogo, não fez falta, muito menos atingiu alguém com a garrafa, somente no auge de sua esteria respondeu aos xingamentos que recebeu.

3º Portanto, considero normal e de jogo, tudo que aconteceu até o momento em que a PM interviu.

4º A PM, esta sim culpada, mais uma vez agiu de forma tosca, patética e incompetente. A imbecil da PM do Choque de lá, não tinha nenhum fundamento para prendê-lo por ter respondido ou mesmo ofendido a torcida na arquibancada, pois a ação do estado para esta modalidade de crime é condicionada a representação do ofendido à autoridade policial, o que dúvido que tenha ocorrido.

5º Não é de hoje que temos presenciado abusos imotivados por parte da PM de TODOS os estados do Brasil. Acho que está na hora dos clubes, dirigentes, federações e CBF abrirem os olhos para este problema.

Na minha opinião, a segurança dos eventos deve ser realizadas da mesma forma que os shows de grande porte, por segurança privada com CNPJ e Razão Social, e o principal, com responsabilidade solidária perante o mandante do jogo.

Deixe para a PM a segurança externa, que esta sim é sua função. Este é um motivo pelo qual, isento os policiais de culpa, uma vez que ao entrar para o Choque, o próprio nome já diz, ele é treinado para o Choque, confusão e batalha, nunca para organizar fila, ouvidoria, banco de informações, muito menos para dar exemplos de cordialidade e etiqueta.

Sabe aqueles touros de rodeio ou tourada? Então eles são iguais, basta abrir a porta que sai pulando e tentando atingir o primeiro que aparecer, não adianta, tá no sangue deles.

Por fim, que o isporti vença a mundiça e no fim do ano caia para série b junto com o náutcu, assim acaba de uma vez esses jogos no outro lado do planeta.

Agora, quanto ao que o Coruja disse, tenho a acrescentar duas coisas: estão ressentidos? então que busquem a independência. Lula é de lá, mas seu antecessor que o deixou com a faca e o queijo na mão não é. O nosso ex-terrorista e hoje presidente deve é agradecer ao seu antecessor e muito a sorte de encontrar o mundo num momento tão favorável.

Abraço

Forza Palestra disse...

Notem que a minha idéia inicial era apenas falar sobre o gás de pimenta. De toda forma, concordo com muito do que foi dito pelo Luiz. E vejam só: eu sou contra a polícia sempre. Eles fizeram por merecer isso.

ClaudioYidaJr disse...

Pessoal, acho que vocês estão comovidos com o constante choro do clube da estrela solitária.

Barneschi, discordo de quem defenda o Bebeto. Um cara que fez um papelão daqueles na Taça Guanabara não merece respeito.

No mais, minha opinião é exatamente igual a sua. Se nego tá na minha casa e eu quiser cagar no chão da sala, ele tem mais é que achar bonito. Reiterando que a PM é despreparada sempre.

alexandre disse...

vão trabalhar seus vagabundos....ficam ae perdendo tempo em discussões descabiveis.....vão trabalhar seus antros cleovásicos,pm,jogadores,procuradores e cia ltda nao vão dar um tostão a voces.........nem sabem que voces existem.....~vão procurar alguma coisa pra fazer de bom,pq voces naum tentam melhorar o brasil protestando contra o sapo barbudo que contrata a mulher de um dos chefes das farc entre outras coisas........

Coruja disse...

Barneschi, a referência ao Grêmio foi sim pela Batalha dos Aflitos: ali eles mostraram o que um time grande faz com um time pequeno quando esse tenta sabotá-lo - que foi o inverso do que fez o Botafogo.

Era o caso de todo mundo ali sair dando voadora com os dois pés na PM ao mesmo tempo: jogadores, comissão técnica e dirigentes. No meio do campo, pra todo mundo ver. Mas voltar pro jogo???...

Ficou confuso mesmo, já reli... Quando disse que queria ver esse time voltar para o purgatório de onde nunca deveria ter saído, falava do Náutico e da segunda divisão.

Forza Palestra disse...

Também sou a favor da queda de Náutico, Sport e todas essas trolhas pequenas.

vitor mv disse...

Claudio, não estamos comovidos com o choro deles.
Sobre o Bebeto não acho que ele tenha feito papelão se ele chorou, foi por que percebeu o que estão fazendo com o time, e domingo no aflitos foi muito "homem" de não ter feito acordo nenhum e decidido enfrentar a justiça!!

Agrediram o atleta dele ele não gostou..

E quando esse tribunal de merda puni o Palmeiras toda hora o que o presidente banana faz??
-NADA

Quando os bambis forjam um gás de pimenta atirado por eles mesmos no Palestra, o que o presidente do palmeiras e os dirigentes fazem??

-Almoçam com os inimigos e fazem acordo de paz, enquanto o Palmeiras se fode na justiça!!

Por isso falo do Bebeto.