20 fevereiro 2009

Dos oportunistas aos incoerentes

O que não falta é gente entrando para a categoria dos oportunistas. Da Folha de S.Paulo de ontem:

“No momento atual, talvez a melhor solução seja, em clássicos na capital, só o mandante ocupar as arquibancadas”.

É o que pensa Orlando Silva Jr., ministro do Esporte. Claro, o figura diz besteira atrás de besteira e, a seu modo, toca dois projetos malfadados, o da Copa-2014 e o dos Jogos Olímpicos-2016, mas bem poderia ter se calado desta vez.

Pois eu duvido que Orlando Silva Jr. tenha o costume de freqüentar estádios de futebol como nós fazemos. Ele pode até ir a um ou outro jogo, mas o faz por obrigação protocolar e certamente não passa pela catraca como nós fazemos. E aí se põe a dizer bobagens, tanto quanto o bando de idiotas que não pisa na arquibancada, mas acha que pode palpitar sobre o assunto.

O bando de idiotas, registre-se, é bem eclético. Inclui desde aquele otário que trabalha com você e resolve abrir a boca para falar do que não entende até 90% da classe dos jornalistas esportivos, uma categoria que deveria, mas não conhece o que se passa no cimento da arquibancada. E aí só sai merda, uma atrás da outra.

O caso é que isso normalmente ocorre por ignorância. Mas há também aqueles que agem com má intenção, e aí a história é mais séria.

Lembram-se do post de ontem? Então, eu procurei mostrar como se deu a ascensão do tal Paulo Castilho. Destaquei o fato de ele ser simpatizante do clube do Jd. Leonor e de aparecer sempre e exclusivamente para atacar a nossa casa. Bom, vejam o que diz o sujeito na mesma matéria linkada acima:


“Lembre-se de que um dos piores confrontos entre torcedores na história recente em São Paulo foi entre Mancha Verde e TUP. E as duas torcidas são organizadas são da mesma equipe, o Palmeiras”.

É contra essa gente desse tipo que estamos em guerra...

***

O texto abaixo – sem qualquer edição – foi publicado pelo Mario nos comentários do post anterior. É a mesma análise feita por este blog. E é também uma questão que ainda não foi respondida por qualquer dos contundentes e incoerentes cronistas esportivos que culpam o Palmeiras e absolvem o SPFW.

Veja esse trecho de um post do digno, ético e culto Alberto Helena:

"21/04/2008 - 16:31
INTERDIÇÃO INEVITÁVEL

Não resta a menor sombra de dúvida de que o Palestra Itália deva ser interditado pelo tribunal. O episódio do gás espargido no vestiário do São Paulo é inaceitável e condenável sob qualquer aspecto.

Cabe, é verdade, à polícia investigar o caso e caçar o(s) culpado(s) pela ação. Mas, qualquer que seja o desfecho dessas investigações, uma coisa é certa: a segurança, dentro do estádio, é de responsabilidade do Palmeiras. Ponto.

Até mesmo se comprovada a mirabolante hipótese aventada por Luxemburgo de que poderia ser alguém do próprio São Paulo o autor do ato imbecil, ainda assim a responsabilidade pela vigilância interna é do Palmeiras. Nesse caso, prende-se o tricolor insano e se interdita o estádio do mesmo jeito...."

Não preciso grifar os trechos e substituí-los pelo que aconteceu no privadão. Eles estão ali muito claros, como está bem clara e escancarada a posição do homem que tem um livro contanto a história do nosso time: "... a segurança, dentro do estádio, é de responsabilidade do mandante. Ponto."

"Interdição!", bradou a voz da ética, junto com todos superamigos na sala da justiça.

Incomodado com a contradição, deixei um comentário, bastante educado aliás, pedindo que ele se posicionasse a esse respeito.

E o que fez o digníssimo jornalista? Silêncio.

Nem uma palavra a respeito. Nada contra, tivesse ele silenciado também no caso do gás.

Não se trata de dizer que o Palmeiras é inocente naquele caso, podemos até debater o assunto, mas o ponto é como a imprensa toda (Helena é o exemplo mais drástico, por sua alta credibilidade) rasgou o que escreveu à época sem a menor cerimônia.


***

Perguntas sem resposta

1. Por que o Palmeiras tem de garantir a segurança dos clubes que visitam o Palestra Itália e o SPFW não precisa fazer o mesmo com os torcedores que pisam no Jd. Leonor?

2. Por que Del Nero joga para o interior todos os clássicos com mando do Palmeiras, mas nem cogita mexer no mando dos bichas?

3. Quem foi o arquiteto que projetou o indecente muro do setor vermelho do estádio do Jd. Leonor? Foi o mesmo engraçadinho que recentemente fez as vezes de porta-voz da alienação bambi lá no Painel Leonor?

4. O trouxa Juquinha ainda não conseguiu mamar no bezerrão?


10 comentários:

Craudio disse...

O Orlando, apesar de ser um grande sujeito, falou bobagem. Talvez motivado pela onda modernizadora e em campanha pela Copa. No papel de ministro, deveria ter é visto que aquele lixo só serve para ser implodido...

Craudio disse...

Ah, sobre o arquiteto: sim, foi ele.

Elver disse...

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Campeonato_Paulista/0,,MUL1011380-9839,00.html

Não posso admitir e não gostaria de ver isso acontecendo nem fodendo !

Rafael disse...

Que cara de pau esse MAC.

Xadrezderua disse...

ELVER....

O MARCÃO É TÃO GENTE BOA, QUE É CAPAZ ATÉ DE TOPAR ESSA ESTUPIDEZ.

MAS É PRECISO DEIXAR CLARO QUE NÃO HÁ ACORDO, ACERTO, PACTO E O CARALHO COM O SPFW.... O QUE EXISTE É GUERRA... E ENQUANTO EXISTIR ESSE CLUBE NO FUTEBOL BRASILEIRO, O QUE HAVERÁ É A GUERRA...

COMO JÁ SE DISSE AQUI... DELENDA SPFC..

Forza Palestra disse...

Tudo o que vem deste sujeitinho é desprezível. Tudo.

Voltando ao assunto do post, vejam só o que traz o Painel Leonor de hoje:

TV. O promotor Arnaldo Rossepian Jr., que entrou na apuração do caos no Morumbi, diz não frequentar estádio. Diferentemente do colega Paulo Castilho, que cuida de violência entre torcidas e vai a vestiários e ganha camisas.

Aí eu pergunto: como é que um sujeito que não vai a estádios vai apurar uma situação dessas?

E mais: o correto é Rossepian, como informado pelo Perrone, ou Hossepian, como consta da reportagem publicada também hoje na FSP?

Renato disse...

Vi no jornal do SBT (ou redetv?) que pegaram o "tal" torcedor que jogou a bomba do estacionamento bambi.

Disse a reportagem que prenderam um rapaz, deram o nome e disseram que ele já era um conhecido fabricante de bombas caseiras e que foi pego nas imediações do privadão no dia do jogo com bolas de sinuca no bolso, que são usadas na fabricação....

Agora o que vcs acham? Plantada ou não ???

marketing do mal só pode ser

cruzdesavoia disse...

Juro por Dios,

tô afim demeter um post recorrente entitulado 'Perguntas de Barneschi', com essas 4 aí, e ficar repetindo ele todo santo dia.

Nicola disse...

BLOG DO "TORCEDOR" DO SPFW:

sáb, 21/02/09por daniel perrone |categoria Paulistinha 2009

Estou em Salvador.

Não vi o jogo e vou replicar a notícia do Globoesporte.com para vocês comentarem.

Sei apenas que Muricy mexeu bem no time, o Borges (matador) fez dois e o Muricy deu mais uma vez um show na entrevista.

E o rodízio no Paulistinha continua!


BLOG DO TORCEDOR DO PALMEIRAS:

sáb, 21/02/09por roberto galluzzi |categoria 1

Foooi num sabadão de carnavaaal;
O palmeirense na geraaaal
Para o seu time apoiar;

O treinador, com todo esplendor;
Não quis saber de dor
Meteu-lhe o time titulaaar..

A vitória, parecia clara;
E os gols, uma questão de tempo
K9, Willians e Armero, correndo mais que o próprio vento

Mesmo assim, o time adversário;
Aquele com cara de Mario
Não facilitava nosso intento

Foi só, lá no 2º tempo
Que após muito lamento
Conseguimos um golzinho

K9 artilheiro,
Moleque maneiro
Pôs o seu lá no cantinho

A partida ficou na mão,
O Mário, perdidão
E pela esquerda, o jogo fluía

Não demorou muito, o 2º gol aconteceu
Numa tabela caprichada
K9 fez nossa alegria!

Mas alegria de véspera não existe;
E se o adversário insiste;
Ele acaba chegando lá.

Seja em pênalti, bola parada ou bola aérea
Por mais que a história seja velha
Dá até vontade de chorar

Os 3 pontos, um resultado certo
Se não ficar esperto
Pelos dedos vimos escoar

Pra finalizar esse enredo
Ainda que seja cedo
É preciso avisar

O time é bom, talentoso e companheiro
Mas se quer chegar em primeiro
AINDA TEM MUITO A MELHORAR!!!


Generalizando é claro (o que tratando-se de torcidas define muita coisa), eis a diferença entre uma torcida (sendo nesse exemplo a do Palmeiras), e a sub-raça oportunista.

CHUPA BICHARADA!

Forza Palestra disse...

Valeu, Rapha! Estamos aí!

Renato:
Tem cara de ser coisa plantada mesmo. Os caras não têm limites...