28 agosto 2009

É GUERRA!


De agora em diante, não é hora de falar mais nada. É concentração total e absoluta, é guerra, é ódio. É Palestra! É a nossa história, é tudo que nos diferencia desta corja oportunista. Pra cima delas!

Até domingo no Jd. Leonor!

32 comentários:

Forza Verde disse...

Palmeiras, não se esqueça que em guerra não se fazem prisioneiros, capisci?

miguelares disse...

Então esteja preparado para sair de lá como em nosso último confronto no Morumbi, devidamente derrotado.
Lixos, terão o que merecem

Binóculo Verde disse...

Tem coisas na vida que acho muito engraçado.

Nunca entrei em sites ou blogs das frutinhas, mas percebo que elas ficam sempre nos rodeando?

Será paixão recolhida ou tesão pelos palestrinos?

Nem quero saber, mas tenho a satisfação em ver que eles gostam de ler coisas boas pela nossa mídia.

Roberto Kamarad disse...

Domingo é dia de arrancar a cabeça, pisar em cima e, por fim, cuspir na cara desses fdp!

Avanti, Palestra!

Saulo disse...

Esse jogo vai pegar fogo!

Nicola disse...

Dessa escória vagabunda não basta ganhar, tem que pisar e cuspir em cima...

VAMO PALMEIRAS!!

Marcos Ribas disse...

Vão apanhar feio, e não adianta na segunda-feira vir com dossies, acusações ou desculpinhas, o que começa no campo nele se encerra.

Até domingo, seus italianinhos de merda

Forza Palestra disse...

"... o que começa no campo nele se encerra"

Vejam, senhores, que isso foi dito por um bambi. Logo por um bambi...

Nicola disse...

Mas elas já estão descontroladas, que coisa...

alemão disse...

as vezes acho que vcs dao muita importancia pros bambi....classico so existe um..PALMEIRAS X CORINTHIANS...
eles sao apenas mais um jogo....

Danilo disse...

mera coincidencia??? quem apita o jogo é o Roman... pq será???

Aviso está dado...

Abs,

Danilo sao Lucas

Nicola disse...

Danilo, não é o Roman não, será o Heber Roberto Lopes.

Danilo disse...

nicola,

pesquisei e há divergencias. Uns dizem q o heber o foi suspenso pelo jogo dos gays mineiros x bostafogo... e por isso escalaram o roman, que seria o outro arbitro no sorteio.. no blog do pvc inclusive, ele diz q sera o roman.. esperar pra ver...

Danilo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Danilo disse...

Considerando o histórico dos italianos em guerras, não há o que temer. Das duas uma: ou são massacrados ou mudam de lado. Só não correm o risco de ganhar.

Outro Danilo

Forza Verde disse...

E a ESCÓRIA CANALHA segue mostrando o evidente DESPEITO e INVEJA que possuem dos HONRADOS ITALIANOS, através das SANDICES vomitadas aqui por suas mentes ALIENADAS, dotadas de um grave NANISMO, bem característico dessa CORJA IMUNDA de SIMPATIZANTES MODINHAS OPORTUNISTAS.

Provam que são mais INÚTEIS que um monte de bosta. Afinal com bosta se faz esterco, mas com BAMBI não se faz nada além de cuspir na cara...

Mosqueteiro disse...

Palestrino, nada tenho a ver com o porco, muito pelo contrário, e você sabe disso.
Mas não pude deixar de expressar aqui o que segue.

A linha fina da reportagem da trolha esporte de hoje, sobre o porco:
"(...) clube planeja Taça Libertadores antes mesmo de se classificar".

Ora, porque o enfoque negativo às vésperas do jogo contra o puteiro?

E, claro, inevitável dizer que, quando é por lá o "planejamento", não é "antes mesmo" de porra nenhuma.
É sempre o ideal.

E no estadão ficou assim: "Love chega com salário de Ronaldo", um dia depois de inverterem uma notícia inteira, querendo dizer que ele pedirá aumento, quando na verdade os valores de patrocínio aumentarão, dando a ele também automaticamente um aumento...

E depois somos paranóicos...

A sugestão da segunda parte está de pé.

Forza Verde, você tem toda a razão. A bosta faz parte de um ciclo da natureza, ciclo orgânico das coisas vivas.
Coisa viva tem alma.
E bambi não tem alma.

Forza Verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Verde disse...

"A bosta faz parte de um ciclo da natureza, ciclo orgânico das coisas vivas.
Coisa viva tem alma.
E bambi não tem alma."

Extamente Mosqueteiro. Aliás "elas" não fazem nem um mínimo de idéia do que isso significa.

Abs meu caro.

Danilo disse...

Além de péssimos guerreiros, os italianos são hidrófobos tambem. Mas é cachorro que late e não morde.

Danilo disse...

O que são 100 mil italianos com os braços levantados? O Exército italiano...

Forza Palestra disse...

É, a conduta dos teus antepassados sujos fala por você...

Ah, eles não torciam pro seu time, né? Aliás, pra quem você torcia, bambi imundo?

Nicola disse...

E eu lá me importo com o desempenho do exército italiano em guerras? Aqui se fala sobre FUTEBOL, seu estúpido. Coisa da qual seu time representa o que há de mais podre.

Danilo disse...

Barneschi, meus antepassados nada têm a ver com os fundadores do SPFC, com certeza. São pessoas simples, da roça, que não teriam a menor condição de participar de um clube de futebol paulistano.

A não ser que por "seus antepassados" você queira dizer todos aqueles que não são descendentes diretos de europeus, que podem ser tanto os quatrocentões fundadores do São Paulo quanto um camponês do interior. Aí, meu caro, isso só reforçaria minha percepção de que há, no Palmeiras, uma ala racista que prega a supremacia européia.

Nicola disse...

"É a nossa história, é tudo que nos diferencia desta corja oportunista."

Cadê a pregação de "supremacia européia" nisso? Você é burro (pra caralho!), ou mal intencionado mesmo?

Danilo disse...

Raça e origem geográfica fazem parte da história, senhor Nicola.

Acho que a alusão obsessiva ao termo "sub-raça" é sintomática.

Nicola disse...

Acredito que quando o Barneschi escreveu "história", se referia a história dos clubes (Palmeiras e SPFW) e a relação entre eles, concorda? Quanto a "origem geográfica", tanto os fundadores do Palmeiras quanto do SPFW, são descendentes de europeus. Ou seu time tem origens indígenas?

Só porque o Palmeiras foi fundado por italianos e se orgulha disso, e diga-se de passagem, muito desse orgulho em função da luta contra uma corja vagabunda que não os tolerava, quer dizer que somos racistas? Vocês que são recalcados mesmo, e como já disseram aqui, sem alma também.

Forza Verde disse...

Meu caro Barneschi, qual será a resposta da ESCÓRIA BAMBI pra isso aqui?
___

A imprensa sofre no Morumbi
Agosto 31, 2009

Estive ontem no Estádio do Morumbi acompanhando a equipe do Mídia sem Média, que realizou a cobertura da partida entre São Paulo e Palmeiras.

Pude constatar a precariedade das instalações que são destinadas aos profissionais da imprensa.

Muita coisa precisa mudar se o Tricolor pretende sediar a abertura de uma Copa do Mundo.

A cabine de nº 30, onde a equipe se postou, próxima do UOL e da Globo.com, além de ter uma visão muito ruim do gramado, possui alguns pontos cegos, que realmente dificultam a boa execução do trabalho.

Por mais irônico que possa parecer, no local onde estão localizadas as equipes de sites, a internet não estava funcionando.

Nas cabines que tiveram mais sorte, havia uma irritante oscilação de sinal.

Foi necessário o deslocamento de um profissional do MSM até a Sala de Imprensa, próxima ao portão principal, para que a conexão pudesse ser realizada.

Outro fato que me chamou a atenção é a absoluta escasez de locais para que os jornalistas consigam, no mínimo, fazer um lanche.

O único disponível, o Habibs, cobra preços mais de 5 vezes acima do que suas lojas de rua.

Um verdadeiro absurdo.

Em alguns locais, onde as credenciais precisavam ser mostradas para que o profissional circulasse por ambientes restritos, alguns “filhinhos de papai” faziam escândalos para entrar de graça. “Meu pai é fulano de tal”, “ Conheço o diretor X”, “Você não sabe com quem está falando”.

Muitos deles conseguiram entrar, mesmo sem carteirinha.

Os repórteres que ficam no térreo, à espera de escalações, e outras notícias, trabalham em condições ainda piores.

Sala apertada, sem estrutura adequada, e o mínimo de conforto.

Visitei ainda as cabines da CBN, onde conversei com Deva Paschovith e Vitor Birner, da rádo Globo, onde encontrei Oscar Ulisses, Zé Elias e Oswaldo Paschoal, e da Rádio Bandeirantes, onde cumprimentei rapidamente o José Silvério e o Mauro Beting.

É um local apertado, pior do que o Pacaembu.

Para finalizar, subi até o último andar, e entrei na cabine da BAND, onde conversei rapidamente com o Neto, sob o olhar incrédulo de Luciano do Valle.

É, sem dúvida, o local menos ruim de trabalho.

Com mais espaço, além de banheiros e lanchonetes mais próximos, embora, nem por isto, de melhor qualidade.

Fui embora antes da partida começar.

Tinha um compromisso inadiável.

A equipe ficou por lá, e mesmo com as dificuldades relatadas, conseguiu se virar bem.

O resultado você confere mais tarde.
___

Será que teremos algum ALIENADO DE MERDA pra responder?

Forza Verde disse...

Sobre ontem, digo o seguinte, no meu modo de ver, ontem ocorreu o mesmo do primeiro turno.

Penalti pró Palmeiras não marcado.

No 1º turno foi no DS, ontem no Obina.

Só contra a ESCÓRIA fomos roubados em 4 pontos.

Por isso pergunto, pq os ALIENADOS DE MERDA não comentam sobre isso aqui?

Pontos roubados do Palmeiras: 18 pts.
2 contra a escória;
2 contra o Patético/PR;
2 contra os lambaris;
3 contra o verdinho do serrado;
2 contra o gaymio;
2 contra o Patético/MG;
2 contra o Bostafogo/RJ;
1 contra o Ruinritiba; e novamente,
2 contra a escória.

PS.: Que fique claro que alguns erros técnicos do Palmeiras, que poderiam ter nos dado a vitória de qq maneira em alguns jogos, NÃO justifica o fato de o Palmeiras ser roubado pela arbitragem constantemente. Cada coisa é uma coisa.

Forza Verde disse...

Devo esperar alguma coisa da impren$inha referente a isso aqui?
___

Torcedores do São Paulo tentam agredir palmeirense em ônibus
30/08/2009 12:49:00

Agressores utilizavam camisa da Torcida Independente

Mais um lamentável incidente antes de um clássico de futebol.

Há torcedores que confundem futebol com guerra.

São eles que fazem cada vez mais as pessoas de bem se afastarem dos campos.

O repórter do MSM, Cesar Borges, dirigia-se à redação, e estava dentro do ônibus “Cidade Tiradentes – Terminal Princesa Isabel”, quando foi testemunha de mais um ato de barbaridade.

“Estava no ônibus e cinco integrantes da Torcida Independente, localizados nos bancos traseiros do veículo, conversavam sobre a partida. De repente, após a parada do ônibus no ponto, entrou um torcedor com a camisa oficial do Palmeiras. Foi o suficiente para que os organizados passassem a hostilizá-lo, ameaçá-lo e quase agredi-lo.”

“ A ação corajosa do motorista impediu o pior. Ele abriu a porta para que o palmeirense conseguisse escapar, e fechou a de trás, onde localizavam-se os sãopaulinos”

“Os torcedores vibraram com a “vitória”, na batalha”
___

Pq a impren$inha não divulga isso e nem diz que o anti-estádio em ruínas, vulgo Panetone é um barril de pólvora?

Nicola disse...

Pq a impren$inha não divulga isso e nem diz que o anti-estádio em ruínas, vulgo Panetone é um barril de pólvora?

Pois é cara, qualquer um que já foi em clássicos no Panetone e no Palestra, sabe que no Panetone é muito mais complicado separar as torcidas.

Forza Verde disse...

Essa é pra fechar (por hora) com chave de ouro.

Qse que totalmente abafado pela impren$inha (não sei como a Gambazeta publicou). Imaginem se fosse lá pelos lados de Perdizes ou Pacaembu que isso acontecesse...

“Se a Fifa visse...

A área em frente ao setor de imprensa escrita do Morumbi, normalmente ocupada por são-paulinos, está em obras e não deveria receber nenhum torcedor. Mas não foi o que aconteceu nesse clássico. Durante a partida, vários torcedores que estavam nas sociais migraram para o local e até tiraram fotos em meio a pedras e entulhos. Ruim para a imagem de um estádio que quer abrir a Copa do Mundo de 2014.”

Fonte: Gambazeta.

Pergunta: será que aparecerá algum ALIENADO DE MERDA pra responder?