05 outubro 2009

CHUPA, SANTOS!

Este blog, os senhores sabem, não costuma abrir seus posts com expressões como este categórico "CHUPA, SANTOS!", tampouco faz uso de letras garrafais sem razão aparente. Isso acontece apenas em situações atípicas, e eis que estamos agora diante de uma delas. O mais correto talvez fosse um "Chupa, Teixeira", em referência ao desonesto presidente do clube da Baixada, mas aí a coisa perderia um pouco do impacto. Portanto, CHUPA, SANTOS!

Vejam os senhores que a torcida do Palmeiras ficou confinada no jogo deste domingo a um pequeno lance da arquibancada de fundo
daquele amontoado de lajes que chamam de Vila Belmiro. É o mesmo espaço que nos tem sido destinado desde 2006, em decisão que, ainda sem a devida reciprocidade, afetou as torcidas dos três grandes clubes paulistanos - notem a tentativa de preservar a história do Santos FC.

Observem, por favor, a foto abaixo:


Crédito da foto: Parmerista!

Lá no canto direito, é possível enxergar a torcida do Palmeiras. Foram 700 ou 800 torcedores, não mais do que isso. Por favor, não me digam que temos ali 1.256, porque é impossível caber tanta gente em tão reduzido espaço. Há sete ou oito centenas, e é provavelmente este o total de ingressos destinado à torcida visitante, o que evidencia o desrespeito ao que determina a legislação - e seria assim mesmo se tivéssemos os 1.256 alardeados pelos amadores dirigentes do Santos.

À esquerda, temos alguns poucos torcedores santistas, com destaque para os funkeiros da torcida Sangue Jovem.

Para os que nunca foram à Vila Belmiro, cumpre esclarecer que as torcidas dos grandes clubes da capital sempre tiveram à sua disposição todo este espaço atrás do gol, o que inclui a "ampla" área ocupada hoje pela Sangue Jovem. Somando isso e os dois setores inferiores, chegávamos aos dois mil lugares que sempre foram destinados às torcidas da capital.

Mas aí Teixeira resolveu mudar as coisas, enfiou uma grade no meio deste lance de arquibancada, espremeu os visitantes e viu-se então obrigado a criar toda esta celeuma na distribuição dos ingressos para camuflar a redução no número de bilhetes.
Isso explica a polêmica desta semana, cujos detalhes estão aqui.

Considerando a palhaçada orquestrada pelo senhor Marcelo Teixeira, ficamos sem os ingresoss habituais muitos daqueles que vamos a todos os jogos do Palmeiras. Não nos restou alternativa a não ser ocupar uma cadeira do Setor Visa, exclusivo da torcida mandante.

Fizemos isso já sabendo dos riscos, assistimos ao jogo em um canto esquecido das antigas cadeiras térreas da Vila Belmiro, em um lugar que não permite ficar de pé sob o risco de bater a cabeça no teto, e acabamos por ser expulsos do estádio depois de extrapolarmos na comemoração do terceiro gol do Palestra. Mas já tínhamos visto o suficiente e e
stávamos prontos para isso e até para coisa pior.

Espero nunca mais ter de voltar a dividir o mesmo espaço com uma torcida inimiga, mas desta vez foi necessário. E este blog vai ficar na cobrança: as diretorias de Palmeiras, SCCP e SPFW devem adotar o mecanismo da reciprocidade, dedicando à torcida do Santos FC o mesmo tratamento que as grandes torcidas da capital recebem naquele amontoado de laje. Chega de desrespeito!

CHUPA, SANTOS!
CHUPA, TEIXEIRA!

AQUI É PALMEIRAS!

***

Uma coisa é certa: os leonores sabem utilizar bem os muitos espaços que têm na mídia vendida. É o
caso desta notinha mau-caráter e oportunista do Painel Leonor de hoje, na FSP:

Suspeita. Causou revolta no São Paulo a escalação de Sálvio Spinola hoje. Cartolas dizem que sempre que há um clássico regional importante do Palmeiras ele é quem apita.

As palavras são bem colocadas, não? "Suspeita" e "revolta", tudo junto. Aí eu peço aos senhores, jornalistas ou não, que confiram aqui a relação dos serviços prestados por nosso amigo Sálvio e me respondam: perceberam como funciona a manipulação bambi?

10 comentários:

Fernando Kamers disse...

É isso aí!

CHUPA SANTOS!
CHUPA TEIXEIRA!
CHUPA LUXA!
CHUPA!

Claudio Yida Jr disse...

O único esquema sempre foi o do bambi. Conta até com assessoria de imprensa. Ao que parece, esse ano furou...

E o Santos, eu sempre disse, é médio, quase pequeno. Além de ter se tornado, nos últimos anos, a filial da escória.

Lauro Bernardino Coelho Junior disse...

É a desculpa agora delas para tentar botar pressão na gente, haha, o verdão rumo ao penta, chupa bambizada podre, e junto estas bostas de jornalistas medíocres!
Parabéns pelo blog e excelente informação.

Lauro - Goiânia

Forza Palestra disse...

Em matéria da Folha de S.Paulo, Antonio Mello, preparador físico do Madureira, hoje no Santos e até pouco tempo atrás no Palmeiras, tenta explicar as seguidas lesões de jogadores do time da Baixada:

O preparador físico do Santos, Antônio Mello, disse que a série de lesões aconteceu "porque alguma coisa está errada", mas não identificou a origem do problema. "Pode ser por excesso de treinamento, falta de treinamento, excesso de jogos ou falta de jogos", afirmou.

Que beleza, não?

Giovanna Concilio disse...

Queridíssimo! Pensei muito em você, pois já imaginava que você teria a dura e triste tarefa de assistir ao jogo da peixaria daquela latrina. Mas tudo bem, o resultado foi incrível e pelo menos você viu os gols. Eu só conseguia enxergar o goleiro lá de cima da laje visitante quando ele estava um pouco adiantado...
E nem é necessário gastar tempo para falar da ridícula torcida jovem, né? Sem palavras...

Giovanna Concilio disse...

A propósito, comprei hoje minha passagem para Porto Alegre. Estaremos lá, certo?!

João Medeiros disse...

Barneschi,

1º - É revoltante mesmo. Aquele pardieiro tem a capacidade anunciada de 20 mil, mais ou menos. TEM que ser uns 2 mil ingressos para o visitante. Mas o Verdão tá passando por cima, meu velho.

2º - Essa corja Bambi é nojenta demais. Ô clube escroto!!!!!!!!!!!
É a cara e a síntese dessa elite despeitada e amarga de São Paulo. Brother, me amarro em Sampa (tenho uma tia que mora em Atibaia, to sempre lá) e tenho vários amigos paulistas. Não tenho esse ranço de rivalidade regional mesmo. Mas o que tem de gente despeitada por aí é uma festa.

3º - Vendo ontem o fla-flu, nao pude deixar de sonhar: Palmeiras e Corínthians aqui seria o máximo !!!
Uma festa linda e oportunidade de mostrar que, pra quem tem alma, não tem essa de rivalidade regional idiota. Tamo junto.

4º - Aguardei, e ainda aguardo, suas impressões olímpicas.

Abraços.

Roberto Kamarad disse...

Chupem Todos, mas principalmente os vagabundos: Marcelo Teixeira e Vanderlei Luxemburgo.

abs, mano!

Roberto Kamarad disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Palestra disse...

Gi
Porto Alegre confirmado!

João
Cara, eu tenho lá minhas dúvidas quanto aos gastos de dinheiro público, mas o Rio merece. Espero que isso se reverta em benefícios permanentes para esta cidade tão maravilhosa. Aproveito para registrar que penso como você: pobres dos paulistas e dos cariocas que desconhecem as belezas de uma e de outra cidade.