28 maio 2010

A geração vitrine

Republique-se:

A geração vitrine (20.01.2009)



Sim, o título é repetido e o conceito de “geração vitrine” já foi desenvolvido em outros posts ao longo dos sete anos de blog. Acontece que hoje é um bom dia para retomar o tema.

Tivemos lá atrás a geração composta por moleques alienados que “mudaram de time” após as conquistas do SPFW do início da década passada. Coloco entre aspas mesmo, pois “mudar de time” é algo incompatível com o que se entende por “torcedor”. Talvez seja possível para simpatizantes e oportunistas, mas não para torcedores.

Se estes pobres coitados “mudaram de time”, foi só porque preferiram tomar o caminho que parecia mais fácil, em uma evidente demonstração de oportunismo.

Já dizia Milton Neves que “Torcer para o SPFW é uma grande moleza”, certo? Foi nessa direção que seguiram os alienados sem alma. Como se o ato de “torcer” tivesse algo a ver com “moleza”... E lá se foram muitos moleques da minha geração (eu tinha de 10 para 11 anos quando o SPFW pensou ter deixado de ser a nulidade que sempre foi).

Vieram anos de seca até que a sorte voltou a sorrir para a gentalha do Jd. Leonor. O ano é 2005, e temos então o início da geração vitrine.

Faço agora o aparte necessário para um pequeno ato de poluição visual. Esta é a notícia:



Conseguiram chegar até o final?

Pois bem, o conceito de “geração vitrine” está aí. Ele já foi bastante debatido neste blog, mas a audiência é rotativa, a alienação é crescente e a notícia acima pede uma seção Remember.

Creio que não seja necessário fazer comentários mais aprofundados sobre a tal loja de grife, pois ela é auto-explicativa. Há referências à Oscar Freire (o que já depõe contra) e à tal “grife do clube”, nas palavras do próprio marqueteiro do mal. Tudo isso no intervalo entre os eventos de moda do Rio e de São Paulo. A corja leonor já poupou parte do meu trabalho com essa piada pronta.

Fato é que “grife”, “marca” e “Oscar Freire” remetem a “moda”. Que remete a “SPFW”, a sigla que usamos para designar essa instituição abjeta. Fica explícito, portanto, o porquê de nos referirmos à gentalha leonor como “torcida de modinha”.

Trata-se, meus caros, de uma geração que se guia não pelo amor a um clube, mas pelo apego interesseiro a uma grife que se diz vencedora. São pessoas que agem pelo instinto único do oportunismo barato, de estar ao lado de quem está por cima.

É este mesmo o objetivo daquela diretoria de velhos farsantes, que não têm vergonha de propor o que eu chamo de estelionato bambi, ao prometer a ilusão do futebol como um produto, capaz de oferecer conquistas sem esforço.

“Libertadores, eu nunca vou te abandonar”? Notaram o pseudo-orgulho babaca, a tentativa de provocar um rival direto e a promessa de algo que não pode ser cumprido?

É assim, e sempre com o apoio midiático, que os dirigentes bambis armam estratégias de cooptação entre os mais jovens, pois o que importa não é o “torcedor”, mas sim o “consumidor”. Notem que o discurso marqueteiro nunca fala em “amor”, mas em “grife”.

Para essa categoria de consumidores, o que importa é vencer a qualquer custo para então disparar um discurso prepotente, de quem nada fez, mas pensa poder se sentir vencedor.

Os torcedores do SPFW não vão ao estádio para empurrar o time à vitória; vão para assistir e depois se proclamarem campeões. É por isso que somem durante as temporadas regulares para surgirem nas fases agudas, quando se aproxima a decisão. Não querem saber de esforço, sofrimento ou entrega, e isso explica a apatia da massa alienada.

O que temos é uma relação de consumo, a mesma que é proposta pelo marqueteiro do mal e por alguns vendedores da agenda pública leonor. Se o produto é bom, os consumidores compram; se não é, vão ao cinema, ao teatro ou ao circo.

Torcer pressupõe sofrer, à medida que pede dedicação incondicional. Quem torce por um clube não está preocupado com relações de consumo. O torcedor veste a camisa do time não por um interesse momentâneo, mas por identificação com tudo o que ela representa.

Observem que “camisa” não deve ser vista aqui como um simples uniforme ou peça de vestuário, do tipo que se compra em qualquer loja de esportes. O que está em jogo é o manto sagrado, a “segunda pele”. É tudo uma questão de amor.

Vestir a camisa não deve ser interpretado sob o ponto de vista literal, mas sim como simbologia. Trata-se de apoiar o time em todos os momentos, conhecer a história, defender o seu amor. É assim que as coisas acontecem sob a ótica do torcedor.

Há, no entanto, os que não se prendem a um símbolo, preferindo o conceito de “grife”. Atuam como consumidores e vêem o futebol como um produto que deve trazer satisfação garantida.

Não à toa, os 'torcedores' da geração vitrine fazem pouco da exaltação à história. Desconhecem o hino do clube, a data de fundação, as origens, os primeiros ídolos (?). E, claro, não se importam com a maneira como se ergueu aquele lugar que chamam de estádio. Pelo contrário: dizem ter orgulho do antro em que se depositou o dinheiro do povo.

Deve ser o mesmo orgulho idiota da madame que faz compras na Oscar Freire ou almoça nos restaurantes da rua Amauri sem se dar conta que a zona leste está mais perto do que a Champs-Élysées.

Temos assim a constituição de uma geração vitrine, que usa a camisa do time não como símbolo, mas como “grife”. Não há simbologia alguma, a não ser a frivolidade dos leonores.

A camisa do SPFW é como um tênis adidas, um agasalho Puma ou um boné Nike. Serve como adorno, como mero instrumento de ostentação, desses tantos que encontramos nas vitrines de um shopping center qualquer. Ou, vá lá, da Oscar Freire.

O que importa não é se identificar com a história do clube, mas sim se associar a uma marca vencedora, que garanta status. Na mentalidade doentia destes fracos, alienados e acéfalos, vale o que está na moda.

Eis aí a geração vitrine, uma corja sem alma que representa à altura os nossos inimigos desde 1942. Eu faço questão de estar do lado oposto, pois o futebol é tudo, menos isso que eles apregoam.

É como eu costumo dizer: “O Palmeiras cresce a cada vez que declara guerra a esta sub-raça alienada”.

EU SOU PALESTRA!

***

Mais alguns links relevantes sobre a escória leonor:

Amor de vitrine (05/10/2006)

Aliciamento de menores (08/11/2007)

Jorge, Gennaro e o menino sem alma (17/11/2007)

O marketing purpurina (10/12/2007)

História? Pra quê? (17/12/2007)

Sobre oportunismo barato (25/11/2008)

32 comentários:

Administrador disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Alex disse...

Esse post deveria ser distribuído nos livros escolares. Mas caráter a gente tem ou não tem. Na minha época de escola vi muitos colegas mudarem para o "time que tem mais torcida" ou o "time do Raí". Bom, como disse caráter a gente tem ou não tem. Eu tenho.

Palmeiras TaTToo disse...

eu tb tenho. e tenho muito orgulho disto !!!

PARABÉNS !!! Texto perfeito !!!
porcocareca

Caio disse...

http://www.gazetaesportiva.net/nota/2010/05/27/637937.html

E depois de tudo que essa corja já fez pra gente vem nossa diretoria perdoando elas.

Baresi1981 disse...

SÃO-PAULINO COM ORGULHO DESDE 1981.
VOU AOS ESTÁDIOS NA BOA E NA RUIM, SER TRICOLOR É SER ACIMA DE TUDO UM PAULISTA, UM REPRESENTANTE DE NOSSA TERRA, COM NOSSAS CORES E NOSSA TRADIÇÃO BANDEIRANTE! VOCÊS FORAM OS ÚLTIMOS A ACEITAREM NEGROS NOS SEUS QUADROS, E QUEREM DAR UMA DE MORALISTAS??
Vocês deveriam ir todos à merda! Mas a merda já está no time de vocês, que decai ano após ano!
Cuide do time e das mulheres de vocês, antes que os dois desapareçam!
CABAÇOS

Forza Palestra disse...

Baresi,
A julgar pelo mau uso do sobrenome, você é mais um daqueles pobres diabos que desvirtuaram e preferiram seguir o caminho fácil de muitos outros moleques babacas da geração aborto. Conheço muitos outros como você: santistas, palmeirenses ou gambás que resolveram virar bambis entre 1992 e 1993 porque era legal falar em “bimundial” (como se vocês tivessem feito algo para se gabar disso!). Mas aí você se supera na alienação e vem aqui evocar uma certa “tradição bandeirante”. PQP! Você só pode estar de brincadeira, né? Não tem a menor ideia do que está falando, tampouco de quem eram os seus antepassados de clube. Você desconhece a história, e essa afirmação sobre os negros é de uma cretinice completa, a começar pelo fato de ser mentirosa (ou, no seu caso, desinformada mesmo).
Você e os seus são a escória do futebol.
Escória. Lixo. Parasita. Sub-raça.

Baresi1981 disse...

Subraça são vocês, que tentam esconder a seqüência de fracassos de vocês às expensas do São Paulo, só por que este tem obtido sucesso.
Torço pra este time desde 1981, sou descendente de italianos, mas não tenho vocação pra torcer para time pequeno.

Baresi1981 disse...

P.S. Tenho vários amigos palmeirenses, que não são imbecis como vocês, são esportistas e orgulhosos, sim, do time que torcem, sem que para isso necessitem suscitar acusações criminosas, infundadas e sem provas feitas por imundos como vocês, o cruz (que soa parecido com algo a ver com a índole de vcs) de savoia, etc. E eu sei muito bem quais são os antepassados do SPFC, foram responsáveis por erguer este clube maravilhoso e que, com justiça, carrega o nome de nossa terra, por ser sua estrela maior.
Seria saudável que a SEP se reerguesse, para deixar de ser a quarta força do estado de SP, um futebol forte se faz com times fortes. Porém com esta mentalidade proviciana e recalcada de alguns de seus membros, a tendência é uma só: decadência. Basta ver qual a torcida que mais cai nos últimos anos...

Forza Palestra disse...

Obrigado, caro alienado oportunista, por confirmar em tão poucas palavras aquilo tudo que eu escrevo neste blog. Vocês, bambis, não conseguem nunca expor argumentos contrários ao que é dito por aqui. Quando aparecem, é só para comprovar o que eu digo. Escória: isso é o que vocês são.

Forza Palestra disse...

"E eu sei muito bem quais são os antepassados do SPFC, foram responsáveis por erguer este clube maravilhoso e que, com justiça, carrega o nome de nossa terra, por ser sua estrela maior."

A alienação é um mal incurável. Você torce para a instituição mais podres e corrompida do futebol brasileira e ainda manda um comentário desses? É, logo se vê que nem todos os descendentes de italianos estão aptos a defender o Campeão do Século XX. Gente oportunista como você tem mais é que debandar para os lados do Jd. Leonor.

Baresi1981 disse...

Quem se alia a parmaladra não tem moral para falar de nada! Vocês não são os donos da verdade! Falsos poetas! Falsos moralistas! Enganadores! Enganadores!

Corinthiano disse...

Barneschi, uma observação simples, porém, remete a intenção de cada um:
- Um "clube" abre uma lj que parece uma joalheira, enqto o outro tem lojas nas periferias com produtos oficiais a preços acessiveis (mesmo sendo um assunto mercadológico, mas mostra quem está de qual lado);
- Um clube tem um tal de batizado e um buffett para alienar as crinaças o outro tem um projeto social que dá a cahance das crianças carentes conhecerem uma história GLORIOSA e depois ir ao estádio para ver o jogo....

Um outro breve comentário: Qual a improtância de ser o último ou o primeiro clube a aceitar negros? Pó-de-arroz vem de onde?



Abraços,

Clayton

Baresi1981 disse...

Corintiano defensor do palestra.
acesse o site do spfc.net.
Existe a são paulo social, que presta assistência a crianças carentes da Favela de Paraisópolis.
Informe-se melhor.

Forza Palestra disse...

Olha lá o Baresi perdendo a linha: "Vocês não são os donos da verdade! Falsos poetas! Falsos moralistas! Enganadores! Enganadores!"

"Falsos poetas", vejam os senhores!!!

AH, QUE É ISSO, ELAS ESTÃO DESCONTROLADAS!!!

Rafael Perobeli disse...

Boa tarde,

Apesar de ser Tricolor, comento com extrema tranquilidade esse post de um palmeirense que admiro muito, principalmente por seus belos textos quando o assunto não é o meu time de coração. E faço isso porque a "carapuça" não serve pra mim neste caso. Nasci em 1982, minha primeira vez no estádio (eu não lembro mas tenho fotos com meu pai) foi em 1985. Estava no Morumbi no fatídico dia 16/12/1989 quando Sorato acabou com o meu sonho de comemorar meu primeiro título na arquibancada. 1991, 92 e 93 são anos importantíssimos pra mim e que nunca vou esquecer. Foram conquistas maravilhosas. Mas estão longe de serem responsáveis pelo amor que sinto pelo SPFC. Mas muito longe mesmo!
Também tenho total desprezo por torcedores sem alma, que querem ostentar o fato de torcerem para um clube que ganha muito! Preferia que esse tipo de "torcedor" não existisse.

Clayton,

Não sou a favor dessas lojas para consumidores e não torcedores, mas é fato que os clubes precisam de receitas. "Prefiro" (talvez essa nem seja a palavra correta) consegui-las com essas lojas para "torcedores/consumidores sem alma" do que com parcerias com crápulas como Kia Joorabchian ou a tal Ricks Muse...

Abraços!

(Peço até desculpas pela invasão, Sei que aqui não é espaço para torcedores do SP, mas queria apenas expor meu ponto de vista, de um Tricolor que não se encaixa no Perfil descrito neste post)

blog do palestra disse...

ACESSEM O BLOG DO PALESTRA E CONFIRAM NOTÍCIAS SOBRE O VERDÃO.
http://wwwblogdopalestra.blogspot.com/

Adhemar Juan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Adhemar Juan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Adhemar Juan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Forza Palestra disse...

Rafa, meu amigo,
Sinta-se em casa. O que eu escrevo aqui não se aplica a você.
Abraços e obrigado

Adhemar Juan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Forza Palestra disse...

Eu nem li as merdas que você escreveu. Apaguei de imediato.

Anônimo disse...

É só isso o que você faz..é apagar quando falam a verdade nesse lixo. Você não tem moral para deixar os comentários, que te humilham perante a esse bando de alienados. Sim, vocês são os verdadeiros alienados. Se julgam superiores. Só o fato de ter um blog, para falar mau de outro time e não do próprio já é uma prova de arrogância e prepotência!
O que você me diz de torcedores que viraram palmeirenses na década de 90?! E existem..por que conheço!
Tenha um pouco de coerência, não generalize.
Só o fato de uma inauguração de uma loja na Oscar Freire (e tudo o que isso inclui), ser assunto já mostra o grau de sua alienação. Saber história?! Você fica decorando textos da internet? Saber hino? Você entra no site do seu time e decora a letra? Alienado de merda! Isso é obrigação, mas não é parâmetro. Ser torcedor vai muito além disso!

E ao Corinthiano, sempre tem que ter um no meio.
- 'Lojas nas periferias com produtos oficiais a preços acessiveis'?!? Por favor, se informe melhor, acho que nunca deve ter entrado em uma loja Todo Poderoso, no Butantã, ou Tatuapé para ver os preços 'acessíveis'!
- 'outro tem um projeto social que dá a cahance das crianças carentes conhecerem uma história GLORIOSA e depois ir ao estádio para ver o jogo'?!? Se informe melhor, Projetos sociais não consistem em apenas mostrar a história do clube e assistir jogos. Se informa dos projetos do SPFC!
- 'Pó-de-arroz vem de onde?'?!? POR FAVOR, SE INFORME MELHOR de qual clube vem esse termo!

E como o São Paulino disse acima, o clube precisa de renda. Grifes associadas a clubes é uma das melhores saídas. Onde você usa uma roupa com o símbolo de seu clube, e não paga o preço abusivo de uma camisa oficial de jogo, e com um patrocinador que muda de mês em mês! Quero ver quando o seu Palestra se der conta disso e abrir a sua própria loja!

Anônimo disse...

É só isso o que você faz..é apagar quando falam a verdade nesse lixo. Você não tem moral para deixar os comentários, que te humilham perante a esse bando de alienados. Sim, vocês são os verdadeiros alienados. Se julgam superiores. Só o fato de ter um blog, para falar mau de outro time e não do próprio já é uma prova de arrogância e prepotência!
O que você me diz de torcedores que viraram palmeirenses na década de 90?! E existem..por que conheço!
Tenha um pouco de coerência, não generalize.
Só o fato de uma inauguração de uma loja na Oscar Freire (e tudo o que isso inclui), ser assunto já mostra o grau de sua alienação. Saber história?! Você fica decorando textos da internet? Saber hino? Você entra no site do seu time e decora a letra? Alienado de merda! Isso é obrigação, mas não é parâmetro. Ser torcedor vai muito além disso!

E ao Corinthiano, sempre tem que ter um no meio.
- 'Lojas nas periferias com produtos oficiais a preços acessiveis'?!? Por favor, se informe melhor, acho que nunca deve ter entrado em uma loja Todo Poderoso, no Butantã, ou Tatuapé para ver os preços 'acessíveis'!
- 'outro tem um projeto social que dá a cahance das crianças carentes conhecerem uma história GLORIOSA e depois ir ao estádio para ver o jogo'?!? Se informe melhor, Projetos sociais não consistem em apenas mostrar a história do clube e assistir jogos. Se informa dos projetos do SPFC!
- 'Pó-de-arroz vem de onde?'?!? POR FAVOR, SE INFORME MELHOR de qual clube vem esse termo!

E como o São Paulino disse acima, o clube precisa de renda. Grifes associadas a clubes é uma das melhores saídas. Onde você usa uma roupa com o símbolo de seu clube, e não paga o preço abusivo de uma camisa oficial de jogo, e com um patrocinador que muda de mês em mês! Quero ver quando o seu Palestra se der conta disso e abrir a sua própria loja!

Forza Palestra disse...

Seu comentário ficou aí, bambi alienado. Adiantou alguma coisa?

Eu insisto: primeiro vá aprender a cantar o hino do time e também qual é a data de fundação e aí começamos a conversar. Aliás, por que os leonores não têm uma rede de blogs? Por que vocês não produzem um conteúdo próprio, por que não exaltam a história de vocês, por que não preservam isso tudo?

Não, não precisa responder. Todos nós já sabemos a resposta.

Este blog existe por uma série de motivos, e destruir o inimigo é um deles. Sinta-se à vontade para rebater os argumentos todos que eu exponho aí. Aí seus comentários serão preservados e poderemos iniciar um debate. Do contrário, se você não tiver nada a dizer, eu me permito não perder tempo com as suas alienações.

Baresi1981 disse...

Inimigo? Isso é uma guerra por acaso? Por causa de pessoas como o senhor existe tanta violência e mortes nos estádios, seja por parte da independente, da gaviões ou mancha verde (que teve que mudar o nome pra alviverde...)
O SPFC, e seus torcedores, assim como os da SEP e do SCCP, possuem redes de blogs.
Nós nascemos em 16/12/1935, existe até um site chamado spfc1935.com.br
Lá temos acervos de tudo o que diz respeito à história do SPFC.
Os inimigos aqui são os senhores, só que SÃO DO PRÓPRIO PALMEIRAS! AO INVÉS DE ABRIREM OS OLHOS PARA A PETIÇÃO DE MISÉRIA EM QUE SE ENCONTRAM, preferem pôr a culpa nos outros por seus insucessos...
O sonho do palmeiras é ser SPFC, mas isso jamais acontecerá, são provincianos demais... ALIENADOS SÃO VOCÊS, PENSAM QUE SÃO ITALIANOS MAS SÃO BRASILEIROS COMO TODOS NÓS!

Adhemar Juan disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Forza Palestra disse...

O comentário do Adhemar Juan foi deletado por um motivo bem simples: qualquer tipo de desrespeito à Sociedade Esportiva Palmeiras não será tolerado por aqui. Só isso.

Já o Baresi, o bastardo, tem o seu comentário preservado para que uma coisa fique clara: sim, vocês são inimigos. Inimigo se trata na base do ódio e da guerra. E bastardos como você devem ser tratados como tal.

Baresi1981 disse...

Vocês, falsos poetas, são dignos de pena. São pessoas doentes, símbolo de uma sociedade em ruínas!
Atenham-se à mediocridade e a pequenez de vocês.

Forza Palestra disse...

Putz, o cara se descontrolou de vez.

E eu gostei do "falsos poetas". Muito bom, cara.

Adhemar Juan disse...

Parabéns por esse comentário

"sim, vocês são inimigos. Inimigo se trata na base do ódio e da guerra"


Um cidadão que fala um negócio desses não deve ser levado a sério.


Devia falar isso pras mães que já perderam filhos por brigas estúpidas de torcidas

Cesar disse...

Como os bambis são ridículos, vem ateh um blog de Palmeirenses falar besteiras e querem ser "bem tratados"....
Nós não queremos ser como vcs seus otários, pois quando o clube de vcs nasceu a gente jah era TUDO O QUE SOMOS!! E por mais que vcs tenham lutado pelo nosso fim a nossa História e a nossa Força prevaleceu e eh por isso QUE VCS SÃO NOSSOS INIMIGOS!! Não tem nd a ver com inveja, com a fase do Time ou os Títulos que o Time conquistou ou vem conquistando, o contexto eh outro, o contexto eh o peso de uma CAMISA e não do desempenho de uma equipe de Futebol....
Boas e más fases acontecem com qualquer time e a gente sabe mto bem reconhecer isso, e se vc prestar atenção as críticas ao futebol do PALMEIRAS, a sua Diretoria e a td que influencia nos maus resultados do PALMEIRAS sao ditas não soh aqui como em qualquer outro Blog Palmeirense, e isso não diminui o nosso Amor pelo PALMEIRAS, não eh o bom resultado que move a gente, a gente não esconde ou tenta esconder o mal Futebol do PALMEIRAS com medo de que isso vá diminuir o peso da Nossa Camisa, e justamente pq isso eh indiferente, SOMOS NÓS QUE MANTEMOS A HONRA DA NOSSA CAMISA!! Nós Torcedores eh que SOMOS O PALMEIRAS, estando ele bem ou mal....
Esse pensamento praticamente não existe na torcida bambi, eu diria que no máximo 2% da torcida se encaixaria nisso, o resto vc soh vê na rua com camisa do são paulo quando o time ganha e isso não são apenas os Palmeirenses que dizem, pergunte a qualquer torcedor de qualquer time que eles vão te afirmar a msm coisa, isso eh um FATO!! Não adianta vcs ficarem "descontroladas" pois ngm aqui diz isso para esconder a fase do PALMEIRAS ou por inveja, dizemos isso pq vcs são nossos inimigos e essa eh a verdade....
Não se trata de uma "disputa" de qual eh a melhor torcida ou qual eh o melhor time, de quem faz as coisas melhores entendem?? Se trata de uma realidade que incomoda vcs, e que cabe a nós jogar nas vossas caras para que vcs saibam realmente quem são, e lavem a boca antes de falar qualquer merda do PALMEIRAS ou de sua Torcida....