13 outubro 2011

Terra arrasada



Fico mais desolado a cada vez que passo pela Turiassu. É inevitável parar e deixar o olhar se perder por entre os portões. Aquela era a nossa casa, e ela nos foi tomada. Não sei quanto a vocês, mas o que me deixa mais atordoado é observar toda a curva ainda de pé, quase intacta. Porque ao mesmo tempo que ela nos traz a lembrança do lugar em que mais amamos no mundo, ela evidencia o fato de que, mais de um ano desde o último jogo por lá, nada ainda foi construído. Nada. A imagem é de terra arrasada, e a obra, para quem tem pressa de voltar para casa, parece não avançar.

Mas a coisa pode piorar.

Sei que os leitores deste blog provavelmente não têm o hábito de ler determinadas colunas sociais, mas eu devo fazer isso por dever de ofício, e então me deparo por vezes com coisas abjetas. Tipo o que saiu na coluna da Mônica Bergamo (Folha de S.Paulo) da última sexta-feira, 07.10. Eis aqui:

"COMES E BEBES
A nova Arena Palestra Itália, estádio do Palmeiras, terá um restaurante de alto padrão e um clube de baladas com capacidade para cerca de 3.000 pessoas. A WTorre quer vender os direitos de exploração do nome do lounge por até R$ 2 milhões ao ano. DIA E

NOITE
O complexo da arena poderá abrigar até 192 eventos por ano -60 no anfiteatro, 12 no estádio e 120 no centro de convenções."

É humilhação demais para a SE Palmeiras...

###


Alguém aí pode ter pensado: porra, a casa está caindo para o nosso lado, há um clima de desordem institucional, a balbúrdia assumiu proporções poucas vezes vista em um clube de futebol, e o sujeito escreve um post deslocado como este?

Pois então digo aos senhores que, a começar pelo título, este post tem muito a ver com o momento pelo qual passamos. Porque, a rigor, é tudo uma questão de perda de comando a partir das esferas mais elevadas (leia-se Arnaldo Tirone e Roberto Frizzo).

Não esperem deste blog qualquer tipo de informação privilegiada. Em primeiro lugar porque não é o foco desta página, mas essencialmente porque procuro dedicar aos jogadores de futebol o tratamento que a eles devem ser dispensado: o de vagabundos profissionais.

Se quiserem informações sobre o caso, sugiro a cobertura do Conrado lá no Verdazzo. Por aqui, breves comentários:

_O camisa 30 é um pobre coitado influenciado por um imbecil que se diz empresário. Os dois terão o fim que merecem.

_A dedicação mostrada pelo time ontem foi acima de qualquer expectativa. Há de ser sinal de alguma coisa.

_Toda essa crise começou por causa do Flamengo lá no turno. Bem que poderia terminar agora, novamente contra esse time maldito.

_Terror. Às vezes é só isso que resolve.

_A imprensa esportiva é nojenta.

_A maldita emissora que manda e desmanda no futebol brasileiro passou dos limites ontem – mais uma vez. Porque o jogo entre Flamengo e Palmeiras aconteceu às 21h50 apenas e tão somente por interesse dela própria, impedindo que gente como eu, por exemplo, pudesse ir ao Rio de Janeiro. E aí, no dia do jogo, os engravatados filhos da puta simplesmente resolvem mudar o jogo a ser transmitido para SP, em um claro sinal de desrespeito contra o palmeirense. Vejam a incoerência: o palmeirense de SP não pôde ver um Flamengo x Palmeiras que estava programado nem na TV aberta nem na TV a cabo; mas poderia ver um Independiente-LDU no mesmo horário.

_O Palmeiras foi roubado no Rio, confere? E aí, qual é a novidade? Frizzo: você vai elogiar o juiz de novo?

20 comentários:

turiassu disse...

"Jogador de futebol é tudo vagabundo!" Assino embaixo (exceto São Marcos).

Ódio mortal à emissora câncer. Essa desgraçada filha da puta ainda vai conseguir o que ela tanto quer: acabar com o futebol brasileiro.

Valter Jr disse...

No Palmeiras, só tem duas pessoas que merecem o meu respeito: Marcos e Felipão.

Força ae Barneschi, dias melhores virão!

Emerson Machado disse...

Mais uma vez, nem uma linha a acrescentar. É triste ver nosso Palmeiras como está e um filha da puta de um judas fazendo joguinho.

Lucio disse...

como sempre, perfeito...é o sentimento q tenho e q vc tão bem sabe externar.

Anônimo disse...

é o famoso Cifrão Esporte Clube.
Tinha que deixar o vagabundo jogando no Palmeiras-B até acabar o contrato.

Anônimo disse...

opa, o comentario de cima é meu, Raphael PH, esqueci de assinar

Anônimo disse...

Meu caro Barneschi,
Você expressa exatamente os sentimentos que passam pela minha alma!
Forte abraço!
Paixão eterna pelo Palmeiras!

Guilherme disse...

Apesar da saudade que nos dá ao ver as ruínas do Palestra, penso que essa obra é o que ainda pode nos salvar.

Sem ela, com essa corja no comando, certamente estaríamos fadados ao esquecimento das conquistas.

Ivan disse...

É impressionante! Como pode alguém de arquibancada estar feliz com essa maldita arena? Como pode alguém que frequenta estádio e tem um apego sem tamanho ao NOSSO estádio, construído com NOSSO suor, ficar contente com notícias como esta? Isso é um estupro ao Palmeiras, um estupro ao torcedor.
Derrubaram nossa casa e venderam ela pra engravatados judeus que nunca pisaram numa cancha, que nunca sofreram naquele lugar, e que de futebol e de Palmeiras não entendem.
Alma não possuem. Os que assinaram esse maldito contrato e os que dele estão mamando felizes.

Eu não quero restaurante, danceteria, banheiro limpo com privada de ouro, não quero poltrona...
Queria apenas um estádio (pode ser velho - desde que seja nosso, não ha problema). Quero um lugar pro MEU time jogar e PRA minha gente ficar. Onde ficarão minha gente com essas malditas modernices gayzolas? No bar alviverde, com saudosismo relembrando o quanto era bom o NOSSO antigo Parque Antártica.
Quem é contra,foi chamado de anti palmeirense pelo Beloser...
Quem é contra, com certeza irá fazer de tudo para manter a frequência; quem é a favor, não sabe o que os aguarda e com toda certeza, estarão pra fora relembrando os velhos tempos.

PORRA DE ARENA! Que tenha show todo fim de semana nessa merda pra jogarmos no Pacaembu!

Ivan disse...

O balada Assunção forjou contusão e o terceiro amarelo ou foi impressão minha?

João Vitor apanhou de cabaço, quis ser malandro e se fodeu. Que nem ele, tem vários ali escapando.

Felipão e Kleber são dois idiotas marketeiros... ninguém tá certo.

Alguém me explica por favor, porque o Santo não tá sendo nem relacionado?

O verdazzo tá com belos posts também.

Ivan disse...

Não entendo como alguém que frequenta estádio e que é de arquibancada pode ser a favor dessa merda. Isso é um estupro ao Palmeiras, um estupro ao torcedor.
Venderam NOSSO estádio pra um engravatado judeu que nunca no Palestra Itália pisou, que nunca alí sofreu e comemorou, que de futebol só entende o $ e que de Palmeiras só entende $. Vermes! Os que assinaram esse maldito contrato e os que dele vão mamar felizes.

Quem é contra vai fazer de tudo para tentar continuar a frequência no estádio; quem é a favor, não sabe o que os esperam e com toda certeza, ficarão pra fora lamentando com saudosismo os velhos tempos.

Eu não quero poltronas reclináveis, não quero danceteria, não quero teatro, não quero restaurante, não quero banheiro limpo com privada de ouro...
Tudo o que um torcedor pode querer é um ESTÁDIO (não uma arena), onde o SEU time possa jogar e onde a SUA gente possa ficar.
Não ligo do Parque Antártica ser velho e ultrapassado. Ele era o MEU estádio e agora está no chão e vai dar lugar pra mais um shopping-center construído por pessoas sem interesse em futebol e para pessoas sem interesse em Palmeiras.
Vai a merda!

Que tenha shows nessa grande sucata modernista todos fins de semana para jogarmos no Pacaembu.

turiassu disse...

Ivan

Sem querer ser chato, mas já sendo: Parque Antarctica não, pelo amor de Deus. Palestra Itália.

Ivan disse...

Nem Parque Antártica e nem Palestra Itália. Arena multiuso W Torre.

Grande merda, minha Nossa Senhora! Até o nome vai ser fresco e sãopaulinizado.

Leonardo disse...

Como sempre, tudo errado no Palmeiras.

Este ano poderia terminar logo.

Brunno disse...

Eu acredito que dias melhores virão, acredito que a Arena pode ser a salvação no nosso time, pq de ultrapassado já bastam diretoria e conselheiros que usurpam da nossa paixão a tantos anos.
Se alguem merece apanhar la dentro são os vampiros verdes que sugam do nosso $ e da nossa paixão sem limites.
SALVADOR HUGO PALAIA (INUTIL), BERLLUZO (QUE NOS AFUNDOU NA DIVIDA), MUSTAFA (SERIE B), FRIZZO (ZERO A ESQUERDA), TIRONE (CASA DA MÃE JOANA).

Na boa esse moleque subiu da base, tinha que ter mais respeito com nosso manto sagrado, mas não, quis se achar o malandro e levar uma com o torcedor que já está com o saco cheio dessa palhaçada, na emi do paulistinha esse mesmo arrombado bateu o penalti com a maior displicência do mundo e a torcida não se manifestou contra o mesmo, pois até então todos já sabiam que o sr. grandissíssímo filho da puta do PCO já estava arranjado com o cara furada mobrau d marginal sem número, certamente com participação do filho da puta mór do Ricardo Teixera.
Agora me vem o cancêr do Mustafá aproveitar da crise para aprovar um projeto de DIRETAS TOTALMENTE MASCARADO POR TRÁS DE DISTRIBUIÇÃO DE PODER (e de $) e nímguem faz nada nem sequer se mobliza.
TIREM ESSA MÚMIA CANCÊRIGINA DO MEU AMADO TIME PELO AMOR DE DEUS!

Anônimo disse...

Po eu tb odeio o futebol moderno e sou contra issu, mas querer q o Palmeiras passa a vida interia jogando no Palestra antigo e querer q o time se torne uma Portuguesa ne!!!
Na Europa quase todos os estádios são moderno, neste fim de semana teremos um dos maiores classicos do mundo em Roma entra a Lazio x Roma , eles vão jogar num estádio Olimpico e todo moderno e nem por issu os Ultas vão deixar de fazer td o q sempre fizeram.
Quer sentar no cimento e só ir ver jogo do Juventus no fds q sabemos ser um templo contra o futebol negocio...
Agora querer q o nosso Palmeiras fica parada no tempo é um pouco de egoismo até pq, qualquer torcedor q a mesma coisa, seja ele de bancada ou de sofá, q é ver ot ime campeão issu td mundo concorda.

@batista_mv

Gustavo Moraes disse...

@batista_mv

Apesar do Olipico de Roma ser moderno, ele mantem mtas caracteristicas tradicionais e é isto que espero encontrar no novo Palestra Italia.

Concorco com vc na questão que precisamos caminhar e evoluir no aspecto de estrutura, como vem acontecendo. Por outro lado isto não nos favorecerá da forma devida, se o modelo amador da direção do Palmeiras continuar. A indignação do torcedor com tudo isto já existe, agora devemos lutar para exigir mudanças na gestão do clube, com voto direto e renovação das pessoas do Palmeiras!

abraço

Anônimo disse...

Gustavo Moraes

Perfeitamente, ñ vai adiantar estádio sem diretoria e time pra jogar lá, mas q nem o Ivan tava falando ñ da pra aceitar, o cara queria q o Palestra fica-se do jeito q é por td a vida...nd haver po...
Concordo com o q vc falou, mas parece q toda essa crise ta fazendo um efeito positivo, estão falando em contratar um profissional agora, sei q vamos voltar ao bom e velho Palmeiras campeão e respeitado, e com a MV fazendo a festa q sempre fez nos estádios do Brasil e do Mundo

@batista_mv

Gustavo Moraes disse...

@batista_mv

O Ivan é bem radical mesmo. Ele é um grande parceiro meu de estádio, mas tem ponto de vista diferente do nosso.
O importante é que de forma mais radical ou um pouco mais cautelosa, todos nós pensamos no bem do Palmeiras. O duro são aqueles que comandam o clube e que deveriam ser como nós, mas só pensam em troca de favores e surrupiar os cofres da SEP. Por isto que a coisa não anda!

Abraço!

Forza Palestra disse...

Obrigado a todos pelos comentários! É bom saber que a maior parte da torcida entendeu o que de fato aconteceu em toda essa palhaçada envolvendo o tal volante safado.

Quero aproveitar aqui para fazer um breve aparte na discussão relacionada ao Stadio Olimpico de Roma: ele pode ter passado por uma série de reformas e modernizações, mas é na essência o mesmo estádio de sempre (em termos de estrutura) e, ao menos nas curvas atrás do gol, mantém características como as que gostaríamos de ver em qualquer estádio decente: torcedores de pé, nada de ingressos numerados e outras coisas assim.

Deixo com vocês um post meu de 2006 sobre um Roma-Lazio no Olimpico: http://forzapalestra.blogspot.com/2006/12/um-clssico-na-europa_28.html

Abraços