04 abril 2011

O país do futebol? (10)

Italia. Voltamos à pátria-mãe. Longe de mim gostar da Lazio, uma instituição abjeta por definição, mas é inegável que pelo menos um episódio envolvendo os ultras laziali merece destaque, porque capaz de reunir em torno de uma única causa muitas das principais torcidas italianas. Este capítulo da série "O país do futebol?" vai tratar do caso Gabriele Sandri, além de trazer mais dois vídeos de manifestações da torcida da Juventus. Desta vez, vocês vão perceber, não temos festa na arquibancada, pirotecnia ou qualquer coisa do tipo; é uma edição atípica, mas que serve para mostrar a diferença de mentalidade dos aficionados de outros países. Por fim, lembro aos que tiverem interessem que todas as nove edições anteriores encontram-se linkadas aí na barra lateral.

Vídeo 1: 2007, novembro. Internazionale e Lazio jogariam em Milano. Torcedores do time romano seguem para a Lombardia. Ainda antes de chegar à metade do caminho, em um posto de estrada em Arezzo, na Toscana, acontece o encontro com torcedores da Juventus, que seguiam para um jogo em Parma. O laziale Gabriele Sandri é morto com um tiro disparado por um policial rodoviário. Bastou a notícia ser confirmada para que ultras de todos os times em ação naquela tarde exigissem a suspensão da rodada, uma vez que tal medida fora adotada quando da morte de um policial em Catania, na Sicilia, meses antes. O vídeo abaixo mostra a união dos tifosi de todo o país:


Vídeo 2:
Em Bergamo, não quiseram atender à exigência dos ultras e deram início ao jogo entre Atalanta e Milan. Os protestos da torcida acabaram por levar à suspensão do jogo:


Vídeo 3:
O jogo seguinte foi um Lazio-Parma no Olimpico de Roma. Ultras da Lazio deixaram a Curva Nord vazia até que fossem feitas todas as homenagens e só entraram no estádio depois do minuto de silêncio. A Lazio venceu por 1 a 0, com gol aos 45 minutos do segundo tempo. A comemoração de Firmani foi junto à bandeira em homenagem a Sandri.


Vídeo 4:
Imagine você, palestrino, o ódio que temos pelo goleiro de hóquei do Jd. Leonor. Pois bem, é esse o sentimento de um laziale pelo meia Totti, ídolo da Roma. Acontece que no Lazio-Roma que veio alguns meses depois da tragédia, o próprio Totti, capitão da Roma, seguiu junto com Rocchi, capitão da Lazio, até a Curva Nord para prestar uma homenagem a Sandri.

Seguimos com manifestações, mas agora de outros casos.

Vídeo 5: Heysel. Dispensa explicações. Para os que não conhecem a história, uma busca rápida é bem-vinda. 25 anos depois (!), os ultras da Juventus fizeram manifestação pelas ruas de Torino para homenagear os 39 mortos naquele dia trágico de 1985.


Vídeo 6:
A Juventus, os senhores devem se lembrar, foi o clube que mais se sujou no Calciopoli, escândalo relacionado à manipulação de resultados nas temporadas 2004/2005 e 2005/2006. Até por isso, sofreu a punição mais severa: perdeu dois títulos italianos e foi rebaixado para a segunda divisão. A torcida resolveu dar as caras para mostrar que o clube não poderia ser associado apenas a seus dirigentes. Foi a caminhada "Juventus Siamo Noi":

***

Os créditos deste capítulo ficam todos para o Gabriel Manetta Marquezin, que colaborou com a seleção dos melhores vídeos sobre o caso Gabriele Sandri e também com as outras sugestões.

25 comentários:

Luiz disse...

Caro canalha,

Que raiva toda é essa da Lazio? Poxa, abjeta?

vitor disse...

primeiramente, eu acho sacanagem citar a Itália nessa série "O país do futebol?"
lá é o berço das ultras, que na minha modesta opinião é melhor que as barras.
citar qualquer ultra italiana é um estupro em quem diz q o "braziu" é o país do futebol.

sobre o gabriele sandri, foi uma manifestação dos ultras na italia e em td europa.
faltou citar que os ultras da roma tb homenageou o sandri com aquela faixa que aparece no vídeo.
se não me engano, o pai do sandri assistiu um dos tempos daquela partita no meio da curva sud.

pra finalizar, foi de uma infelicidade tremenda comparar o capitano Totti com o mau carater bambi.

Anônimo disse...

Esses vídeos evidenciam outra diferença gritante entre os grupos de torcedores de fora e do Brasil: a média de idade dos torcedores. As torcidas daqui hoje em dia são predominantemente formadas por adolescentes ou pessoas no início da vida adulta. Lá fora, o futebol segue como um estilo de vida, uma cultura que envolve pessoas mais velhas que jamais abandonam os clubes e os estádios. Vários caras de cabelos brancos e barrigudos nas linhas de frente.

Forza Palestra disse...

Vitor,

Valeu pelo comentário. Mas eu nunca faria qualquer comparação entre Totti e o goleiro hóquei. A comparação que eu fiz tem relação com os sentimentos das torcidas adversárias: nós odiamos tanto o Proposta do Arsenal (com motivos para isso) quanto os ultras da Lazio odeiam o Totti. Simples assim.

Abraços

Forza Palestra disse...

Ah, Luiz, não dá pra aceitar aquela torcida de fascistas.

André Roxa disse...

Barneschi!

Sabe o porque existe essa diferença aqui no Brasil e lá na Itália?! Lá mesmo os torcedores tem boa instrução e sabem por que lutam!

É o mesmo caso de movimentos ideologios (anarco punks por exemplo)... Lá os caras que frequentam arquibancada tem o minimo de conhecimento! tem o minimo de postura... o minimo de educação!

Aqui no Brasil vc vai na arquibancada e tem gente que nnao sabe nem cantar o hino do proprio clube!

Isso é bizarro!

Comparar organizadas com ultras (pelo menos em questão de ideologia) chega a ser desrespeito com os Ultras!

Daniel disse...

Olha essa reforma que os caras fizeram no estádio

http://www.footballculture.com/2011/04/05/amf-geen-woorden-maar-daden-mokro-stilo/

Sem cadeiras!! hahaha

Forza Palestra disse...

André,

Concordo com você e com o que disse o anônimo mais acima. Raciocínios perfeitos.

Abraços

Rafael da Silva disse...

Romanistas e bambis são farinha do mesmo saco! mas a atitude da capitã foi válida, pois foi em nome de algo tão nobre quanto o futebol: o torcedor do futebol.


Agora a torcida da Lazio está longe de ser abjeta heim!?
O sr chutou o balde nessa.
Fica esta foto de brinde: http://globoesporte.globo.com/Esportes/foto/0,,38251014-EX,00.jpg
Relação entre um jogador e a torcida, igualmente um certo camisa 30 que temos no elenco.

Abs pilantra

Forza Verde disse...

Nada mais justo e correto.

http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2011/04/palmeiras/palmeiras-deve-jogar-mata-mata-do-paulista-no-pacaembu.html

Sobre o Calcio Italiano digo 3 coisas:

- FORZA INTER!;
- Vafancullo Rubentus!;
- O BBilan é uma mistura perfeita dos gambambis (os modinhas europeus tem comportamento gambá com pensamento bambi).

Luan disse...

Já que tem gente aqui que gosta da inter de milão, ela está levando uma sóva em casa na Champions League do Schalke 04, pequeno em competições européias, por 2x5 por enquanto

Anônimo disse...

Interista maldito, vás engolir o Scudetto com o Napoli pelas ventas.......

AVANTI NAPOLI

Casselli

Suardi disse...

Barneschi, não sei se já leu esse comentário http://blogdobirner.virgula.uol.com.br/2011/04/05/repudio-total-ao-modernismo-barato-e-ao-politicamente-correto-no-futebol/
É a primeira vez que vejo um comentarista esportivo comentar o que nós torcedores já sabemos e discutimos a muito tempo, principalmente aqui no Forza.

Abraço

Gabriel Manetta disse...

mais uma vez fico orgulhoso de ver minhas sugestões no blog,

uma coisa que eu sempre obervei tanto na Argentina quanto na Italia e na Inglaterra, é a questão da idade da torcida, como o Anônimo disse, aqui 90% das organizadas são muleques de 15 a vinte e poucos anos....la, alem da torcida jovem, os torcedores ais velhos, na faixa dos 30-40 são muito presentes, e BEM mais ativos e INFLUENTES que os jovens! isso realmente mostra que no Brasil o futebol é "um momento na vida de homem", lá é um "estilo de vida"...

Forza Verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Verde disse...

Não é por nada, mas já que o tópico é sobre ultras italianos, futebol europeu e tal, sobre os comentarios depois do vexame (sim, foi vexame) da Inter uma curiosidade: pq não houve comentário depois que a Inter ganhou o mundial? Ou depois de ter ganho 5 titulos em 2010? Engraçado o oportunismo de alguns, parece que não são só os bambis que o possuem.

A Inter deu vexame? Sim. E dai? Não deixará de ser grande por isso. Qdo o Palmeiras tomou 7 do Vitória deixou de ser grande? Não. Então pronto. Não pode acontecer esse tipo de vexame mas infelizmente acontece.

Qto aos napolitanos nem dá pra abrir discussão, querer debater sobre Inter-Napoli? Totalmente desproporcional. Napoli? Se não me engano o que chama mais a atenção em Nápoles é a histeria de uma torcida que se acha mais do que é e acha que torce pra um time maior do que jamais foi ou será. Cresçam e apareçam. Faça-me o favor né?

PS.:
Napoli - 7 titulos no total (séries B e C não contam, afinal a Inter nunca foi rebaixada);
Inter - 38 titulos no total, sendo 12 deles nos últimos 5 anos onde por sua vez 5 desses 12 foram ganhos em 2010. Ou seja, em um ano a Inter ganhou praticamente o mesmo número de titulos que o pequeno azulado do sul italiano possui no total.

Nem vou entrar no quesito torcida pq da dó.

Que fique claro que não é nada pessoal com ninguém. Apenas sobre futebol.

Avanti Palmeiras! Forza Inter!

Saluti a Salerno padrone del sud!

Sem mais. Abbracci a tutti.

Anônimo disse...

Me amigo Ademir, adoro seu blog e acho seus comentários ótimos, mas porque esse asco para com a instituição LAZIO. O verdadeiro time da massa Romana, não se pode jogar para cima da instituição os direcionamentos politicos de sua torcida, Benito Mussolini era LAZIALE, nem por isso na LAZIO jogam facistas, nós palmeirenses de verdade odiamos a imprensa por nos tratar com diferença aos outros clubes, e não podemos generalizar a esse ponto de chamar a LAZIO de abjeta!!!!
Meu avô é romano e nasceu na provincia de Lázio um lugar maravilhoso de pessoas maravilhosas e de um clube maravilhoso. FORZA,SCHIATTA LAZIO

Anônimo disse...

Caros amigos.
Primeiro. Nossa discussão em torno do cálcio em nada afeta nossa afinidade palestrina.

Segundo. Ñ concordo com o posicionamento de oportunista, já que meu comentário foi antes da surra de pau mole que a Inter tomou ontem do time de maior torcida e menos títulos na Alemanhã. Um vareio.

Terceiro. A torcida Napolitana é fanática e linha de frente como todo bom Carcamano. A Inter para honra as tradições do norte da bota, se compõe de playboy, mocinhas de gola role. Umas frangas. Esta estirpe sim parece com os torcedores do SPFW.

No mais, continuamos unidos e engajados em um Palmeiras melhor e vencedor.

E Napoli leva o Scudetto.

AVANTI PALESTRA, fino alla morte.

PS. Me identifico com o posicionamento dos Laziale.

Casselli o Carcamano

Leonardo disse...

Encontrei este vídeo da torcida do Coritiba com uma faixa da torcida do Atlético Parananese em um Atletiba:

http://www.youtube.com/watch?v=rkF5QloiHD4

Similar ao que ocorre em clássicos na Argentina.

Forza Palestra disse...

Valeu, Leonardo! Abraços

Laziale
Eu não sou o Ademir.

Leonardo disse...

Encontrei este espetacular canal de torcidas no Youtube:

http://www.youtube.com/user/PASI0NLATINA

Canal excelente!

Vescovini disse...

Forza Verde, você é milanese e saluta Salerno? Lava a boca pra falar de Salerno.

Napoli é o gambá da Italia.

Forza Verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Verde disse...

Sim, sou milanese e falo de outro lugar o que bem entender, qdo quiser e qtas vezes achar necessário. Simples assim. Capisce?

Apenas deixei um salute, mas na verdade to cagando e andando pra Salerno.

Forza Inter! CN69. Milano padroni d'Italia.

Vescovini disse...

é porque é um pazzo querendo aparecer.

napoli gambá da Italia
milanese (ogni due cazzo di genere) bambi da Italia