30 novembro 2011

O país do futebol? (38)

Há países que ainda não apareceram por aqui. Outros, por sua vez, tiveram menos espaço que o necessário, e este capítulo 38 busca reparar algumas injustiças ao trazer uma infinidade de grandes clássicos pelo mundo. O cardápio inclui um total de 11 países: Argentina, Dinamarca, Eslováquia, Grécia, Holanda, Hungria, Inglaterra, Irlanda, Portugal, Romênia e Ucrânia.

Vídeo 1: O grande clássico da Eslováquia opõe ŠK Slovan Bratislava, de Bratislava, e Spartak Trnava, de Trnava. Nada mais justo do que trazer imagens de mais um dos grandes dérbis do leste europeu:


Vídeo 2: Grécia, segunda divisão. Jogo entre OFI Crete, da ilha de Creta, e PAS Giannina, de Ioannina. Festa no estádio e batalha campal fora dele. Vale acompanhar o relato aqui e depois ver o vídeo.


Vídeo 3: Mais um dérbi: Copenhague, na Dinamarca. De um lado, o F.C. København, da capital; de outro, o suburbano Brøndby IF:


Vídeo 4: Diretamente da Romênia, é a vez dos ultras do Rapid Bucuresti, de Bucareste. Prestem atenção na torcida logo no início, porque depois não dá pra ver mais nada.


Vídeo 5: O clássico de Budapeste (Ferencváros-Újpest) é disputado em estádios menores, uma vez que os dois clubes têm canchas pequenas (para 18 e 13 mil torcedores, respectivamente). A capital húngara tem um estádio maior, mas os dois clubes preferem jogar em casa. É justo voltar a este duelo antes de encerrar a série. Tem mais fotos e vídeos aqui.


Vídeo 6: Para não passar em branco pela Holanda (um pequeno grande país que só apareceu uma vez até agora), vamos com um vídeo do principal clássico de lá: Ajax-Feyenoord. Imagens da Amsterdam Arena, casa do Ajax (o Feyenoord é de outra cidade, Roterdam). Não encontrei imagens melhores; se alguém localizar, basta me mandar e eu substituo.


Vídeo 7: Mais um dérbi importante, o de Lisboa, entre Benfica e Sporting. Uma pequena reportagem que traz imagens interessantes do lado externo do Alvalade, a cancha do Sporting, antes e depois de um clássico entre os dois grandes da capital portuguesa:


Vídeo 8: De Lisboa para o norte, até a Porto, sede do terceiro grande de Portugal. Imagens do Estádio do Dragão, antes de uma partida contra o Manchester United pela UCL:


Vídeo 9: O clássico de Birmigham, na Inglaterra, coloca frente a frente os rivais Birmigham City e Aston Villa (um grande que chegou a ser campeão da UCL, mas perdeu força desde os anos 1980). Vamos tratar de um encontro específico, em 2010: o Birmigham venceu a Carling Cup de 2010 contra o Aston Villa e sua torcida invadiu o campo para comemorar bem em frente à torcida rival. Belas imagens...


Vídeo 10: Grande desempenho da hinchada do San Lorenzo em clássico contra o Boca no Nuevo Gasómetro:


Vídeo 11: De Buenos Aires para Rosario, que vive intensamente a rivalidade entre Rosario Central (los canallas) e Newell´s Old Boys (los leprosos). Direto do Coloso del Parque, cancha do NOB:


Vídeo 12: Agora o jogo é no Gigante de Arroyito, casa do Rosario:


Vídeo 13: Final da F.A.I. Cup, a Copa da Irlanda, entre Sligo Rovers e Shelbourne. Recomendo as fotos que estão aqui e o vídeo abaixo. Não é nada espetacular, mas é um material bem editado e que serve ao menos para inserir o futebol irlandês na série.


Vídeo 14: O último encontro entre Dynamo Kyiv (de Kiev) e Shaktar Donetsk (de Donetsk) foi bem movimentado fora de campo. As fotos são melhores que o vídeo.


###

_Colaborações: Ivan Bianchin e Vitor Birer.

11 comentários:

Anônimo disse...

Qual a justificativa para o nome Derby; Choque-Rei?

Ana

Ivan disse...

Derby é uma alusão a mais importante corrida de cavalos de uma série de 3.
Logo, o jogo mais importante costuma ser chamado assim em quase todos os países.

Choque-rei refere ao nosso clássico contra o time colorido. A expressão veio de um jornalista. O ano não sei.
O Choque é muito significativo para esse jogo (um verdadeiro embate de lados totalmente opostos). O Rei é porque definitivamente é a maior inimizade; uma inimizade majestosa.

Ninguém costuma chamar assim. Mas se fosse mais marcante na cultura torcedora, os apelidos dos clássicos brasileiros, este seria o melhorzinho.

---

O clássico de Rosário é tão intenso quanto o de Avellaneda. A hinchada Canalla é sensacional.

Já escrevi aqui que ando gostando bastante das torcidas portuguesas.
Os clássicos por lá tem bastante cara de Brazil (desde as arquibancadas não lotadas até a violência e disputa de festa entre as Ultras).

Essa arena do Ajax me da nojo e representa o começo do fim.

Mais um capítulo foda.
País do futebol? Jamais. Somos o país das novelas (estamos perdendo o título de país do vôlei também).

Gabriel Manetta Marquezin disse...

Barneschi,

a música de fundo do 1º vídeo não é a marcha fúnebre, é uma grande canção italiana, que muita gente a usa para momentos póstumos, o Milton Neves popularizou a música em seus funerais na Band.

Il Silenzio - Nini Rosso

http://www.youtube.com/watch?v=4qw6uHqWMjM

abss

Geraldo Baista disse...

Como sempre da vergonha das torcidas brasileiras...volta a dizer aui...QUERIA MUITO VER O SURGIMENTO DE UMA ULTRA ALVIVERDE LIDERADA POR VC, axu q daria muito certo e iria revolucionar os jogos do PALMEIRAS.

ODIO ETERNO AO FUTEBOL MODERNO

@batista_mv

Geraldo Baista disse...

Como sempre da vergonha das torcidas brasileiras...volta a dizer aui...QUERIA MUITO VER O SURGIMENTO DE UMA ULTRA ALVIVERDE LIDERADA POR VC, axu q daria muito certo e iria revolucionar os jogos do PALMEIRAS.

ODIO ETERNO AO FUTEBOL MODERNO

@batista_mv

Forza Palestra disse...

Gabriel
Valeu, cara. Eu fui enganado então pelo Milton Neves. Continuo sem entender o significado da música em um clássico da Eslováquia, mas já faz mais sentido.

Ana e Ivan
O Ivan já explicou o porquê da expressão "dérbi". Já o Choque-Rei é uma denominação do jornalista Thomaz Mazzoni, de A Gazeta Esportiva, nos anos 1950.

Roger Adami disse...

E pensar que em pouco tempo, a rivalidade do futebol brasileiro vai perder até para a rivalidade do futebol canadense, Alguém sabe que porra é o tal do futebol canadense?
Acho que o Ademir da Guia batia fácil no....alguém sugere um ídolo gambá que valha o mesmo que o Ademir para nós...
http://g1.globo.com/mundo/noticia/2011/11/ex-atletas-de-73-anos-saem-no-tapa-em-almoco-de-homenagem.html parabéns ao vovozões, hahaha

Casselli disse...

A tempo, ha 12 anos, nos fodiamos diante do Manchester...lembro-me desta porra de 30 de Novembro todos os anos.... martírio puro!

JAFÉ disse...

Ao Forza Palestra,
sou da cidade de Manaus, ninguém da minha família é de Sp e todos são vascaínos em sua maioria. Mas eu por algum motivo ou por graça de Deus que eu não sei dizer sou palmeirense com muito orgulho, de coração, fanático e defensor eterno.
Como sou de Manaus e só tenho de 19 anos, não tive a chance de ver a S.E.Palmeiras de perto, mas será um sonho que vou realizar em breve.
Gostaria de deixar uma dica: criar uma pequena série de jogos memoráveis do Palmeiras, onde possa ter relatos de torcedores amigos seus que lá estiveram, e claro, com a sua contribuição. Uma série que "detalhes de arquibancada" nesses grandes confrontos. deixou a dica.
Jafé Praia, torcedor eterno do Palmeiras

Forza Palestra disse...

Jafé,
Valeu, meu caro! É uma seção bastante válida sim. O que existe já é um espaço dedicado a grandes campanhas do Palmeiras, todas elas comentadas e com a relação dos jogos. Está aí na barra lateral. A ideia é investir mais tempo nisso a partir de 2012.
Abraços e obrigado

jafé disse...

tudo certo então, agora é mais luta contra os gambás domingo