08 dezembro 2011

O país do futebol? (39)

Sim, a Argentina foi o país que mais apareceu nesta série (em número de vezes e em vídeos); nem poderia ser diferente, uma vez que trata-se de uma antítese do que vivemos aqui. Em sendo assim, nada mais coerente do que encerrar a série com mais algumas "boas práticas" de lá, quase sempre de Buenos Aires ou das cidades próximas. Além de mais quatro vídeos portenhos, este capítulo traz ainda boas imagens de Alemanha, Escócia, Espanha, República Tcheca, Sérvia e Uruguay.

Vídeo 1: O Borussia Dortmund venceu o Schalke 04 (2-0) no Signal Iduna Park completamente tomado (80 mil torcedores) para assumir depois de muito tempo a liderança da Bundesliga. A comemoração dos jogadores com a torcida é algo espetacular:


Vídeo 2: Mais um dérbi incendiário do leste europeu. Vamos até Praga, capital da República Tcheca, para o encontro entre Sparta Praha e Slavia Praha, os dois times mais tradicionais do país:

Vídeo 3: Mais um da belíssima Praga, agora com tomadas das duas torcidas. Pirotecnia é uma especialidade local:

Vídeo 4: A região metropolitana de São Paulo tem pelo menos o dobro da população da Grande Buenos Aires e mal comporta quatro grandes. A metrópole argentina, por sua vez, tem pelo menos uns 20 clubes - repito, 20! - com torcida de peso. Torcidas que podem não ser assim tão numerosas, mas que têm uma paixão capaz de impor respeito em nível nacional. Estou falando de Ferrocarril Oeste, Chacarita, Tigre, Almirante Brown, Dock Sud, Nueva Chicago... e All Boys. Grande All Boys! Para quem não conhece, é um clube do bairro Floresta, na zona oeste de Buenos Aires. Tem uma torcida apaixonada e uma cancha que tem um nome simplesmente inigualável: Islas Malvinas. É um clube de bairro, mas capaz de encarar de igual para igual as hinchadas de todos os grandes locais (Boca, River, Racing etc.). Mal comparando, seria um Juventus com uma massa atuante a ponto de bater de frente com as torcidas grandes aqui de SP. A minha identificação com o All Boys nasceu na primeira rodada do Apertura 2010/2011, que marcou o retorno do clube à elite nacional depois de 30 anos. Jogo no Cilindro de Avellaneda contra o Racing. Quase cinco mil seguiram em direção ao sul para apoiar o time. A música abaixo, lindíssima, simboliza muito bem a história dessa gente do bairro Floresta. Eu identifiquei aí a hinchada nas canchas do Boca, do Vélez, do Huracán, do San Lorenzo, do River, em alguns menores (provavelmente de anos anteriores, ainda nas divisões de baixo) e, claro, no emblemático Islas Malvinas, no bairro Floresta:


Vídeo 5: É tão sensacional esta música do All Boys que merece mais outro vídeo:

Vídeo 6: Outra grande hinchada de bairro é a do Atlanta, um clube que já se faz respeitar pelo apelido bem sugestivo: Los Boemios.


Vídeo 7: Querem mais? Que tal a gente do Temperley, que faz festa debaixo de chuva no vídeo a seguir?


Vídeo 8: Não poderia faltar o Ferrocarril Oeste, nome belíssimo para um clube de muita história, mas infelizmente relegado às divisões inferiores há tempos. Cabe lembrar que, campeão argentino de 1984, o Ferro foi à Libertadores do ano seguinte e, vejam os senhores, levou ao Maracanã mais gente que o Fluminense! Logo abaixo, vejam a hinchada do Ferro dividindo o Nuevo Gasómetro (cancha do San Lorenzo) com a gente do River:


Vídeo 9: Mais um do Ferro contra o River:

Vídeo 10: Independiente-Peñarol é provavelmente o clássico internacional de maior peso da América Latina. Depois de décadas no ostracismo, os dois clubes voltaram a se enfrentar na Libertadores do ano passado. E aí os carboneros seguiram até Buenos Aires para, como eles adoram dizer, "copar" Avellaneda.


Vídeo 11: Escócia, a terra de William Wallace. Vamos, é evidente, até Glasgow. Uma das maiores rivalidades do mundo é a que opõe Celtic e Rangers. Ódio secular, católicos contra os protestantes, violência latente. O clássico é conhecido como The Old Firm Derby. Uma busca pelo YouTube traz uma série de longos documentários (tem um da BBC com um nome bem sugestivo: Scotland´s Secret Shame), normalmente divididos em até cinco partes. Vale procurar e assistir. Para efeito de divulgação mais ágil, um material histórico com boas imagens de lado a lado:

Vídeo 12: A torcida do Celtic canta, durante clássico contra o Rangers, uma de suas músicas mais famosas, cuja versão original é da banda Depeche Mode:


Vídeo 13: O huddle é um movimento bem particular do público local. Não dá para explicar; é melhor conferir abaixo:

Vídeo 14: O dérbi da Galicia (Espanha) coloca frente a frente Deportivo La Coruña e Celta de Vigo. As imagens do duelo no El Riazor merecem ser vistas tanto quanto as boas fotos do Ultras Tifo.


Vídeo 15: Belgrado, na Sérvia, é a terra do Estrela Vermelha (ou Crvena Zvezda) e do OFK Beeograd. O clássico entre os dois não é o principal da cidade, mas é mais um bom exemplo da cultura ultra das ex-repúblicas iugoslavas. Imagens de um duelo disputado no estádio Marakna - em homenagem ao nosso Maracanã:

Vale conferir as fotos também.

###

Colaborações: Felix Lukow, Ivan Bianchin, Rodrigo "Moacir" Astolpho e Vitor Birer.

11 comentários:

Ivan disse...

De tanto escutar o Gustavo Moraes me enchendo o saco sobre a torcida do Ferrocarril, resolvi procurar por este jogo contra o River. Simplesmente foda, a devoção do bairro ao time, capaz de fazer frente ao gigante em um estádio alheio. Além do verde e branco que é sempre agradável a nós. Grande gente verdolaga!


É uma pena o futebol escocês ser tão ruim. Este derby é talvez o que garanta mais boas histórias ao futebol em sua fase inicial.
A torcida do Celtic, devota do não ao politicamente correto, anda levando bandeiras com alusões à volta do IRA. Qualquer foco de resistência da cultura torcedora por aqueles lados é sempre bem vista.

Sobre os belos vídeos da Rep. Tcheca e os demais da Argentina, é chover no molhado. A argentina é o país do futebol, e o leste europeu tem os torcedores mais retardados mentais. Não há o que discutir.

Quero ver o vídeo da "guerra santa" entre Gregos e Turcos no ultimo capítulo.
Fico feliz em contribuir com a série.

Anônimo disse...

a musca do All boys:


LOS PIBES TODOS DE LA CABEZA EN LA PLAZA DEL BARRIO, DE GIRA PREPARANDO EL ASADO PARA VERTE A VOS... Y AL FIN VA A DECIR LA VERDAD EL QUE ESCRIBE LOS DIARIOS: "QUE LA BANDA MAS GRANDE DE TODAS ES LA BANDA DE ALL BOYS" JUGAR EN LA BOMBONERA ES LO QUE IMAGINO, Y QUE SE QUIERAN MATAR LOS DE CHACA Y LOS DE ARGENTINOS, QUIERO IR A VERTE JUGAR TODOS LOS DOMINGOS... Y CUALQUIER CANCHA VAMOS A LLENAR, ADÓNDE JUEGUES YO SIEMPRE VOY A ESTAR... TODOS NUESTROS HIJOS SE PONDRÁN A LLORAR... Y OTRA VEZ EN PRIMERA VAN A VER A PAPÁAAAAAAAAAAA!!! LOS PIBES TODOS DE LA CABEZA EN LA PLAZA DEL BARRIO!!!!! DE GIRA PREPARANDO EL ASADO PARA VERTE A VOS... Y AL FIN VA A DECIR LA VERDAD EL QUE ESCRIBE LOS DIARIOS: "QUE LA BANDA MAS GRANDE DE TODAS ES LA BANDA DE ALL BOYS"

Anônimo disse...

ja assisti um jogo do all boys no islas malvinas antes deles estarem na primera. um fato bem curioso é que encontrei varias camisas do vasco no meio dos allbos.

legal tambem é uma banda chamada TANGO14, formada em sua maioria por hinchas do all boys. conheci os caras em bsas e as músicas deles são quase todas sobre futebol, é muito foda

abraço
gabriel uchida

Forza Verde disse...

O Palmeiras está mal? De forma alguma! Nosso presidente disse q temos um excelente time, que esse ano "incomodamos os grandes" e que ano q vem iremos vamos melhorar ainda mais e "incomodar" aina mais os mais fortes!

http://migre.me/74Pg4

Deixe-me ver se eu entendi só por desencargo...quer dizer que temos um excelente time suficiente pra "incomodar" os "mais fortes" que lutarão pelos títulos?

É com isso que nosso presidente se dá por satisfeito? "INCOMODAR" os outros?

Meu Deus! A que ponto levaram o Palmeiras...e as perspectivas são as piores possíveis.

Nespoli disse...

Ainda pegarei o Buque Bus com alguma torcida argentina indo pro Uruguai ou vice versa

Leonardo disse...

A Argentina é um país realmente espetacular. Espero, em breve, poder visitar o país pela primeira vez e visitar algumas canchas.

A torcida do Peñarol é algo de outro do mundo. Nós, meros brasileiros, não teríamos como comparar o que este clube representa ao Uruguai com algum clube brasileiro.

Será que a série não poderia ser prolongada? Acredito que haja material mais do que suficiente para mais algumas dezenas de capítulos.

Thiago disse...

Essa musica do All Boys (mto bem adaptada pelo Setor 2, diga-se de passagem) é sensacional!!!

Mas queria falar mesmo foi do citado Almirante Brown... em 2007 fui pra Buenos Aires pela primeira vez e estava doente pra ver um jogo logo... logo na primeira manhã, peguei o Olé e vi que ia ter Almirante x Estudiantes Bs. As. no Cilindro decidindo o acesso da 1a. B metro pra 1B Nacional.

O taxista tentou me desencorajar de ir de tudo que é jeito hehehe, mas quis o destino q eu parasse justo na torcida do Brown. E que hinchada, meu deus. Uns 5 a 6 mil doentes mentais que fizeram uma festa tão fantástica na entrada em campo que me emocionei lembrando quando eu ia no Majestoso na década de 80, e o futebol brasileiro nao era essa viadagem que é hoje.

Bom, pra encurtar a historia, só vi uns 10 minutos de jogo, pq teve pênalti pro Brown e a propria torcida tava jogando bombas (vi uma sendo acesa, sem exagero, do tamanho de uma bola de handball) dentro do gramado, e numa delas o goleiro do Estudiantes fez uma encenação a la Rojas, e o Estudiantes fugiu de campo. Nisso começou um quebra fantástico entre as duas barras do Brown que já não se davam, e depredaram o Cilindro inteiro, eu devia até ter trazido uma cadeira de recordação.

A cena mais marcante foi na saída, um cara com a camisa branca do NOB totalmente LAVADA de sangue por causa de uma propaganda de FERRO da coca-cola que arremessaram do nivel superior lá onde eu tava.

p.s. vc falou do OFK x Crvena, mas eu queria mesmo era ver o dérbi contra o Partizan. Inclusive semana retrasada rolou esse jogo (2a0 pro Partizan) e passei um nervoso do caralho vendo os comentarios naquele programa DE NERD "Futebol no Mundo" da ESPN, o narradorzinho da Premier League ASSUSTADISSIMO com a "rivalidade maluca" entre os dois times... uma das frases do cidadão "Vocês acreditam que torcedores do Partizan vaiam jogadores do Crvena em jogos da seleção e vice-versa ?" uauuuuuuuuu, q inacreditavel...

p.s2. falando no Ferro do meu amigo Gustavo Moraes, eu estive justamente nesse jogo contra o River agora em outubro, e mais uma vez, digo pra quem quiser ouvir, torcida igual a do River na América do Sul, pra mim, não existe...

Forza Verde disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Thiago aquele narradorzinho (de merda) da ESPN chama-se Paulo Andrade, um tremendo otário um bixinha (de merda) da turminha de bixinhas (de merda) responsáveis por essa grande imbecilização do futebol.

Esses pulhas viados nunca frequentaram estádio na vida (hj só vão ao estádio pra falar merda porque é de graça nas costas da ESPN). Torcem, ou melhor simpatizam com quem está ganhando no momento (torcer é pra torcedor de verdade) falam bobagens e porcarias ao extremo nas transmissões e programas evidenciando o total desconhecimento sobre o assunto e principalmente sobre os clubes.

Sem contar que não aceitam críticas, ignoram, bloqueiam, se acham intocáveis os maiores conhecedores do futebol acima do bem e do mal. Mas ler comentários idiotas que os alienados idiotas mandam durante as transmissões eles leêm e essa merda que inventaram de ler mensagens ridículas durante os jogos piorou absurdamente as transmissões que já eram absurdamente ruins.

Por fim vale lembrar que o time do momento pra esses imbecis é o da Catalunha, a babação de ovo em cima desse time por essa turminha de bixinhas (de merda) alienados é algo que nojento e no caso do Paulo Andrade é ainda mais grave porque ele literalmente goza na calcinha quando narra ou comenta sobre os espanhóis.

Por isso aconselho, se for pra assistir futebol pela TV, o faça com a TV sem som independente do canal que esteja assistindo, porque apesar de alguns serem piores na verdade NENHUM presta!

Helder Oldani disse...

Barneshi,

Estava em Buenos Aires no dia do Jogo entre Penarol e Independiente,fiquei hospedado no hostel suites florida na calle florida, e foi ali que conheci alguns carboneros, no pub que fica logo abaixo do hostel...

No final das contas acabei indo ao joogo com a torcida do penarol, perdemos de 3x0...só que foi uma experiencia e loucura inesquecivel...era brasileiro, estava em buenos aires e fui ao jogo com a torcida do uruguai...tenho video deles chegando de buquebus, video deles em frente ao obelisco e casa rosada, cantando e tomando muitas quilmes...e tenho video do jogo...vou lhe enviar.

Abraços

Forza Palestra disse...

Ivan
Valeu pelas colaborações!

Uchida
Preciso voltar pra Buenos Aires o quanto antes pra ver um jogo no Islas Malvinas.

Leonardo
A ideia é encerrar agora no capítulo 40 mesmo, fechando o período de janeiro a dezembro e encerrando o ano com esta série - que foi o que de melhor aconteceu neste blog em 2011. Isso dá um trabalho danado e eu entendo que o recado já foi dado. Tem material de sobra para mais dezenas de capítulos, mas aí vai acabar sendo repetitivo e a série perderia força. O caso é pensar em outra para 2012.

Thiago
Te agradeço por esse relato, meu caro. Eu preciso muito ver um jogo do Almirante Brown e desses pequenos grandes portenhos.
Quanto ao Crvena x Partizan, é um clássico que já apareceu aqui na série uma ou duas vezes. Não me lembro agora em qual capítulo, mas vou resgatar tudo isso no 40 e aí você pode encontrar nos arquivos.

Helder
Valeu! Manda isso sim.

Abraços