14 fevereiro 2012

Turiassu, 1840 (6)



874T/10. O Lapa T era quase certeza de enquadro. Ainda mais na volta (já como Ipiranga) e à noite. Mas era tão grande a multidão ali espremida no quarteirão final da Venancio Aires que não restava opção: se despontava o Ipiranga dois quarteirões adiante, em meio à escuridão, sabíamos que seria aquele o nosso transporte de volta. Turiassu, Marechal Deodoro, Angélica, Paulista, Paraíso, Vila Mariana, Lins, Cambuci, Dom Pedro, Museu. Isso tudo, é evidente, se não fôssemos todos parar na delegacia em algum ponto entre a Angélica e o Metrô Vila Mariana. Seguíamos 30, 40, 50 vagabundos em uma viagem que, muitas vezes, era melhor até que o próprio jogo. Era uma parte considerável da Mancha Centro-Sul. Era a CIA (Cambuci, Ipiranga e Aclimação). E sim, só eu podia ficar no último banco do lado direito, e, admito, não poucas vezes tive de apelar para certa truculência em nome disso. Mas é que aquele sempre foi o melhor lugar para puxar os gritos e enxergar tudo o que se passava no ônibus, além do que vinha pela frente – viaturas da polícia, emboscadas, aglomerações etc. Cabeça e metade do tronco para fora, o vento na cara, o grito ecoando alto na noite paulistana. (Por sinal, a SPTrans destruiu parte disso quando mudou a janela dos coletivos mais novos.) Tantos foram os amigos daqueles seis ou sete anos, e a melhor parte é perceber que muitos continuam na ativa até hoje. Não mais de ônibus, mas ainda mais na ativa do que naqueles anos. Galuppo, Johnson, Zoinho, Luiz, Passarinho, Amaury, Lopes, Maníaco... E, em meio às tantas dificuldades de se viajar de ônibus em uma multidão por vezes incontrolável, aqueles anos fortaleceram a nossa relação com o Palmeiras para toda a vida.

12 comentários:

Zoinho disse...

POrra pq não colocou uma foto do Lapa/H pelo menos era certeza de chegar em casa, e não de ter que subir a Angélica a pé !! KKK !!
Bons tempos.

Zoinho

Barneschi disse...

Zoinho,
Pode ficar tranquilo: o Lapa H vai ter um post só para ele.
Abraços

Luiz disse...

Foi no Lapa T que o Lopes foi surpreendido delicadamente pelo PM mijando pra fora do ônibus em plena Av. Angélica! kkkkk

Anônimo disse...

http://verdadebancoop.wordpress.com/2012/02/14/a-mancha-verde-no-passado-de-fernando-capez-psdb/

Ivan disse...

Acredito que tenha muitas histórias nesse ônibus. Seria uma boa para série, algum relato específico. A linha Lapa T deve estar no coração de vocês assim como a Rua Turiassu.

Só uma dúvida: você participou daquele time famoso da Mancha do início dos anos 90 que saía da Conceição?

marcelo dourado disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Cara o q vc quis dizer com truculência?haahha vc expulsava a pessoa do lugar na porrada??

gregory disse...

Caralho aguentar uma viagem com o Amaury e o Vitor reclamando devia ser uma merda, não sei como você pode ter saudade disso AHAHAHAHAHHAA

Leonardo disse...

Rodrigo Barneschi, você mora no Ipiranga? Minha família veio para cá no final do ano 2000.

Grande abraço!

Texto excelente.

Bruno Ricardo SEP disse...

Desculpa mudar de assunto, mas só pra lembrar: foram dados mais de 5% pras Meninas no jogo do dia 26... No Morumbi eles dão uma merreca!

Ivan disse...

Não tem como fazer divisão em Prudente. Ou é meio a meio ou é nada.

Barneschi disse...

Ivan
O bonde da Conceição é anterior ao meu. Eu era muito moleque na época. Quando comecei a ir de ônibus pro estádio, essa galera da Conceição já não era mais tão forte - tinha só um pessoal da Praça da Árvore mais na atividade.

Anônimo
Não chegava a tanto. Era mais na ideia mesmo.

Gregory
O Vitor veio depois - não era do bonde. Mas o difícil mesmo era aguentar o Maníaco.

Leonardo
Isso, cara. Sou do Ipiranga. Morei aqui a vida toda.

Bruno Ricardo
Pois é, meu caro, mais um dos efeitos nocivos das estúpidas decisões tomadas pela nossa diretoria.