12 novembro 2012

Anos perdidos

--- Quebrando o silêncio ---

Entre 2001 e 2011, com uma exceção pontual, o palmeirense sempre chegou a esta época ansioso por se despedir de um ano que não deixaria saudades - ou que nem deveria existir. Lutar pelo Palmeiras se tornou um fardo dos mais pesados, muito porque os inimigos de dentro são ainda mais rasteiros e nocivos. Seguimos lutando, ano após ano, com a inevitável sensação de que todo esforço é pouco enquanto o mundo for habitado por tirones, frizzos e piracis.

2012 se despede com um gosto ainda mais amargo, porque ao absoluto desalento se soma o sentimento de ter algo muito precioso tomado à força por esses ratos malditos.

Contra tudo e contra todos, buscamos na primeira metade do ano um título tão improvável quanto heroico. E agora, pouquíssimos meses depois, nossa conquista é saqueada por essa corja.

O Palmeiras, eu já disse, tinha sido irreversivelmente rebaixado em 11 de outubro, ao perder "em casa" para o mesmo Coritiba contra o qual triunfara bravamente apenas três meses antes. Foi uma derrota emblemática, pela forma como aconteceu, pelas circunstâncias, pelo estádio, pelas coincidências...

Todo o resto, senhores, veio apenas para machucar mais um pouco a alma palestrina. Entendo a esperança que tomava conta de parte da torcida, mas bastava um mínimo de vivência em estádios para se ter consciência de que o rebaixamento já tinha sido decretado na fria noite de Araraquara.

2012 em três atos:
11/07, Curitiba/PR. A glória.
11/10, Araraquara/SP. A dor do rebaixamento.
11/11, Presidente Prudente/MS. A humilhação.

Quis o destino que o descenso fosse praticamente consumado, mesmo para os mais iludidos, no vilarejo que é símbolo da gestão Tirone/Frizzo/Piraci. A opção pelo fim de mundo representa o pensamento que levou o clube de milhões a esta situação deplorável. Chegamos ao rebaixamento porque, entre outros motivos, foram muitos os erros na hora de definir uma "casa".

No vilarejo perdido do Pantanal, o Palmeiras passou por uma humilhação sem precedentes. Não apenas ficou a frações de um rebaixamento que já era sabido há um mês; foi ainda mero figurante na comemoração do título de um adversário desprezível.

O campeão invicto da Copa do Brasil entregou, exatos quatro meses depois, com sua 20ª derrota em 35 jogos, o título brasileiro para um adversário que há não muito tempo vivia de uma única e solitária conquista nacional. É a porra do Fluminense, senhores!

Os papéis se inverteram, e a torcida do gigante Palmeiras vive uma rotina antes inimaginável, tanto quanto a vivida por aquela gente afetada da zona sul do Rio.

É o sintoma mais evidente do ponto a que chegamos depois de tanto tempo jogado no lixo...

Perdemos quase todos os anos entre 2001 e 2011. Perdemos 2012 - e com ele perdemos também 2013, que sequer teve o direito de começar. Perdemos mais de uma década, e logo uma em que o futebol mudou como nunca antes, ganhando agora outra perspectiva. É uma década em que todos os nossos principais rivais cresceram muito, e a distância para eles só fez aumentar.

Cresceram os rivais dentro e fora de campo. Ganharam títulos até não mais poder. Ganharam dinheiro. Ganharam relevância. Ganharam projeção política. Ganharam em profissionalismo, em gestão, em tudo aquilo que, se bem usado, faz um clube crescer sem perder sua essência - embora alguns prefiram abrir mão da sua.

O Palmeiras não apenas deixou de ganhar. O Palmeiras regrediu. Isso já aconteceu antes, lá pelos anos 1980, mas então o mundo era outro e foi fácil recuperar terreno.

Seus rivais caminharam para as décadas seguintes, e o Palmeiras voltou para os anos 1980. O Palmeiras se apequenou. O Palmeiras se corroeu por dentro, com a sua torcida, marginalizada por uma meia dúzia de crápulas, lutando do lado de fora dos portões do Palestra Italia, por vezes com as armas erradas.

Sinceramente, não sei o que será do Palmeiras. Só sei dizer que continuaremos. Sei que estaremos sempre ao lado dele. Lutando. Persistindo. Errando até. Mas tentando. Virão a Série B novamente, a Arena Palestra, o centenário, um novo século. A sensação agora é de defender as cores de um clube que é grande apenas pela história e pela camisa, mas é pequeno no pensar e no fazer. À torcida compete a tarefa de levar o gigante ao caminho certo. De novo.


###

Este quase um mês sem escrever no blog foi essencial para preservar minha sanidade mental. Boa parte da torcida perdeu o controle em meio à ilusão de que haveria saída depois de 11 de outubro. Nunca se deve desistir de lutar, e isso eu não farei nunca, mas o mais importante era guardar energias para o que realmente importa: voltar em 2013. Precisamos centrar esforços no que está por vir. Será uma batalha longa e inglória, mas somente nós podemos fazer as coisas voltarem ao devido lugar. Guardemos energia para isso, portanto.

Agradeço a todos pelas mensagens recebidas durante esse período em outras redes sociais, por email, pessoalmente até. Entendo os pedidos para voltar a escrever, mas realmente não seria saudável.

Este post cumpre o objetivo de formalizar algumas questões que ficaram pendentes e encerra o ano muito antes da hora.

Forza, palestrinos! 2013 será um longo ano e a torcida terá papel imprescindível para superarmos todos os desafios. A começar pelos inimigos internos.

32 comentários:

Pedro Galdino disse...

Estava com saudade do seu post, ninguém sabe detalhar a nossa alegria da vitória ou a angústia de nossa derrota como o Sr. Barneschi, obrigado pela volta.

Pedro Galdino
62 Vezes no arquibancada pelo palmeiras.

Anônimo disse...

Tadei, vc foi perfeito na sua analise sobre o sepultamento ser em prudente, mas não podemos esquecer também que graças a esses brilhantes senhores tirone e frizzo jogamos um turno inteiro em Barueri para economizar algumas migalhas de aluguel, fizemos nossa pior media de pontos em casa na historia naquele buraco e agora a vida só nos cobrou por isso

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,quanto mais nos fudemos mais fanáticos ficamos,nunca vamos acabar pois somos muito grandes tanto q todos comemoram nossa derrocada,isso só pode ser medo,foda-se a Série B pois ainda metemos medo em muita gente.

CIOL, Felipe disse...

Cairemos, mas estaremos de cabeça erguida. Voltaremos, mais fanáticos, mais doentes, mais apaixonados. E assim será.

Anônimo disse...

SAUDADES DOS POSTS BARNESCHI

QUE BOM QUE RETORNOU..

DEVO PENSAR QUE OSAMA BIN LADEN ERROU EM JOGAR AVIÕES NO WTC E NO PENTAGONO

TEM AQUELE PRÉDIO ONDE ESTÁ INSTALADA A CBF E A SEDE DAQUELA EMISSORA FILHA DA PUTA NO JARDIM BOTANICO DANDO SOPA

QUANTOS AOS HABITANTES, OU MELHOR, OS VERMES QUE POVOAM AS ALAMEDAS DO NOSSO PALESTRA, ALGUNS HOMENS BOMBA CAIRIA BEM


César SEP disse...

"Sinceramente, não sei o que será do Palmeiras."

Essa frase é o que realmente traduz o sentimento de todo palmeirense de verdade. A pior parte (e a mais triste) que muita gente não vê, é o nosso futuro. Veja, NINGUÉM consegue enxergar alguma esperança para o Palmeiras, nem aquela "luz no fim do tunel".

"Diretas já"? Palhaçada. Vão implantar esse "novo" estatuto para dizer que o Palmeiras está progredindo e tal. Pura ilusão, do a única coisa que vai mudar é que os sócios vão poder votar. Que democracia é essa onde os sócios só vão poder votar nos candidatos que o conselho escolher? Conselho deliberativo que rouba e vive do Palmeiras há anos...
Agora eles "inovam", e põe como condição para ser candidato a presidência 4 anos de Conselho e aprovação do tal 20% do filtro (e essas babaquices todas).

Não vai mudar nada, a mudança do novo estatuto é história pra boi dormir. Tirones, Frizzos, Piracis, Palaias, Cirullos da vida ainda continuarão a mandar no Palmeiras, por isso não existe perspectiva.

Ou alguém acreditou que eles laragariam o osso tão facíl?

Como dizia uma recado da mancha há um tempo atrás:
"Esperamos um milagre, pois tudo o que vem do ser humano hoje, nesse 'Mundo moderno, futebol moderno', só nos desaponta e nos isola ainda mais, num planeta distante, de outra galáxia, chamado PALMEIRAS".

Anônimo disse...

Caro colega..sei o quanto é difícil a atual situação, mas pelo amor de Deus Pres. Prudente é em São Paulo e está distante pelo menos 700km do Pantanal...

Raoni Machado disse...

"Sinceramente, não sei o que será do Palmeiras."

É uma pena eu nao ter visto no estadio, aquele time que via pela TV quando pivete.

Mas ainda tenho uma pontinha de fé que podemos sair dessa, o triste é saber que se isso acontecer é capaz dos filhos da puta ainda sairem como herois.

Se tudo certo irei para volta redonda domingo e nos outros dois jogos, seja lá onde for.

Pra quem esteve em araraquara, a nova música da Mancha resume um pouco do nosso sentimento para os próximos anos.

Antonio Previato disse...

Cara, você é a maior voz palestrina na Internet. Discordo com você apenas sobre Prudente, mas, de resto, concordo plenamente.

Sou pessimista quanto ao nosso futuro. Estamos muito atrás dos nossos rivais.

SAMIR KELVIN disse...

"São Paulo,11 de Outubro de 2012 , la vai eu para Rua Turiaçu com uma Caixa de fogos , assistir um jogo pela primeira vez em um bar daquela Rua.
Cehio de Esperança , mas sabendo que era praticamente a Batalha Final,contra aquele time de Curitiba.
Aonde poderiamos finalmente escapar,desse pesadelo.

Assiti no L'osteria Palestra ,e depois daquele dia se tornou um lugar Sagrado , pois é o Bar que mais vive e respira PALMEIRAS .

O Jogo foi tenso , agonizante e aos Quarenta e tanto do segundo tempo , meu coração se partiu assim que vi o Corrêa cabecear aquela bola pra dentro da area , um silencio tomou conta do bar , apenas um torcedor fez xingamentos e apenas mais um (EU) chorou ... chorei os acrescimos e chorei quando acabou...Chorei todas as lagrimas ,como se tivesse caido ali mesmo, Não chorei nos demais jogos ,Nautico,Fluminense,botafogo ...apenas naquele ,fiquei como o seu mesmo sentimento , que caimos ali

O mesmo sentimento de um Palmeiras x Flamengo , a dez anos atras ...

"SAMIR KELVIN,20 ANOS E 5 JOGOS EM ESTADIOS "

Anônimo disse...

A única força que resta do Palmeiras é a torcida. Ano que vem será difícil e aos frequentadores das arquibancadas venho fazer um apelo. Concordo Barneschi quando você afirma que ir ao estádio é da consciência e do caráter de cada um. Fui na arquibancada a todos os jogos do Palmeiras na capital me orgulho desse feito,apesar de saber que você e outros muitos seguiram o Palmeiras em outras partes.
2013 será um ano complicado como disse e peço que vocês (organizados) convoquem a torcida (não - organizados) para frequentar o estádio. O clube precisa desse apoio, se deve despertar o instinto de proteção ao clube nesses mais acomodados, porque repito o clube,o time precisa de mais disso. Precisa-se inflamar a torcida, resgatar o orgulho, mesmo que o momento não seja bom para que nossa torcida não para de crescer.

OBS: Nova música é maravilhosa.

Rafael-DF disse...

Sinceramente não acho q o palmeirense deva provar nada a ninguem sobre seu amor ao Palmeiras. O torcedor em 2013 deve focar todas as suas forças em expurgar do clube todos os vermes e tomar para si o Palmeiras (com o sócio-torcedor votando pra presidente). Um time decente e o apoio na arquibancada virá como consequência. Qdo o Palmeiras perdeu para o goiás na sulamericana em 2010 o Antero Greco escreveu um texto onde disse q o Palmeiras é uma torcida sem time, pois bem chegou a hora dos palmeirenses retomarem seu clube das mãos desses vermes malditos.

Anônimo disse...

Todos tem o direito de ver o Palestra, seja na cidade de Sao Paulo, no interior ou em outro estado.

Essa sua critica a prudente so prova o quao pequeno estamos. Nao somos uma equipe local, somos uma equipe nacional, estamos em todos os cantos do pais.

Na boa, "MORRAM"?!??!?! Somos tao culpados como eles, veja o que fizemos com o Vagner Love, Diego Souza, entre outros....

Lamentavel, e ainda tem imbecies que aprovam e assinam embaixo disso....

claudio longo disse...

Boa noite a todos, Barneschi, sou socio e torcedor, hoje tenho 52 anos e ja estive ate em outros paises assistindo jogos do Palmeiras, sendo que ao ler seu post, só não concordo que outros times tenham evoluido tanto, ja que posso lembrar inumeras falcatruas, que evidenciam a possibilidade dos mediocres adversarios conquistarem alguns titulos, fator que nunca foi escrito na historia limpa do Palmeiras.
O clube tem nove correntes politicas, sendo dificil termos uma união entre as oposições, que determina um fragilidade, que foi exposta no pleito de 2010 , quando um idiota apoiado por Mumu, e sua corja , elegeu-se presidente do clube, sem saber o que fazer, no dia seguinte, o proprio conselho de orientação e fiscalização, como o deliberativo, são orgãos ineficazes, expondo a politica nefasta da manutenção absurda de direitos e deveres, atrelada aos conchavos imaturos e mesquinhos , de muitos que apenas avaliam o Palmeiras como balção de negocios obscuros.
Hoje em data proxima ao pleito presidencial em 21 de janeiro do proximo ano, não temos uma figura , que possa determinar caminhos e alternativas, a mudanças complementares e concretas, aos detalhes e profissionalização, que tanto necessitam aos departamentos esportivos do clube, bem como a uma sustentação social e mercadologica, consistente perante a Nova Arena.
Quando vemos e lemos as diversas midias Palestrinas, torna-se claro o pensar do administrador do veiculo , quanto a sua tendencia democratica alviverde,que de forma transparente , decifra o dialogo nulo perante aos demais participantes, do pleito que querem acreditar ser democratico, rotulando o maldito filtro como moderador de incidentes.
Sua indignação é a minha, mas ha um porem, quais são as pautas de gestão ,tão necessarias a serem cumpridas , em uma transitoria gestão, que iniciaria , o pleito ao qual de forma democratica , socios escolheriam seu presidente?
A unica resposta é , quem tiver coragem de enfrentar e derrubar os antigos dogmas maleficos, instalados ha 34 anos, que destroem o Palmeiras, ignorando 18 milhões de torcedores!

Anônimo disse...

Saudades Barneshi!
Vc falou exatamente o que penso, mas consegue expor de uma forma brilhante.
Somos motivos de chacota,humilhação que não tem fim...triste muito triste o que está acontecendo ao londo desse seculo


Guilherme

Anônimo disse...

esse negócio de pontos corridos é mania de brasileiro querer copiar europeu....

deviam copiar na organização do país tb, na educação...não só o formato do campeonato do futebol...

pontos corridos é um saco, pode ser mais justo...mas não tem 10% da emoção de um campeonato com mata-mata....

Raoni Machado disse...

Não concordo com isso de que se cair, a torcida deve lotar o estádio todos os jogos para levar de volta a serie a.
Torcida tem que ir em todos os jogos, foda-se se é na serie a, b, c ou d!

E o lugar do Palmeiras é sim na Capital! Pq que a torcida do interior não lotou a porra do ESTADIO? Agora se o time tivesse bem..
Diretoria covarde se quer tentou o efeito suspensivo. Com o Pacaembu lotado (assim como nos jogo do sport e ponte), duvido que tomaríamos 3 gols do Fred.

Barneschi, qual sua opinião sobre o episodio da loja?

Valter Jr disse...

Caramba, quando não tem post seu me sinto quase sem voz. Bom, sou Palmeiras e sempre serei, assim como meu falecido pai. Ele viveu os anos 80 e eu essa maldita década. Vou tentar virar sócio para ver se consigo mudar alguma coisa. Forza, Barneschi, seu blog não pode parar.





Davi Roldan disse...

Presidente Prudente é em São Paulo!

Barneschi disse...

Aos babacas estúpidos que insistem na história de Prudente/MS,
Vão tomar no meio do cu, seus putos!

Ao anônimo que veio encher o saco de maneira mais incisiva,
Não vou nem entrar nessa discussão imbecil, até porque já isso já foi objeto de inúmeros posts neste blog. Mas você mostra o imbecil que é ao querer colocar alguma parcela de culpa, qualquer que seja, na torcida.

Obrigado a todos os demais pela consideração e pelas palavras.

claudio longo disse...

Grande Barneschi, sempre direto e cirurgico, PARABENS, o problema do clube é a gestão, sua opiniões são corretas, voce apenas retrata a verdade, os fatos são concretos, não ha mais espaço para esta conversa mole, sendo que o maior legado do Palmeiras é sua torcida, que não tem respeito dos ``dirigentes ´´ e nem desta maldita midia predatoria, que qualifica qualquer merda como ouro em pó, o Palmeiras é muito grande e significativo a todos, precisa ser resgatado ao seu lugar , digno e com respeito, novamente Parabens.

Leonardo disse...

Vivi muito novo a série B em 2003. No próximo ano, já bem mais maduro, estarei ainda mais ao lado do Palmeiras do que estivem 2012.

Seguiremos juntos!

Jean disse...

Se o Palmeiras jogasse lá no céu,Eu morreria so pra O ver! Estive em 2003, estarei tb em 2013.

Paulo Henrique disse...

Fala, Sr. Barneschi, td bem?

Gostaria de lhe pedir um favor: em dezembro vou a Buenos Aires e pretendo assistir ao último jogo do Boca (inspiração de seus artigos sobre a torcida argentina). Vc sabe qual é a melhor forma de conseguir os ingressos? Fazendo reserva ou comprando lá?

Muito obrigado!

André Branco de Almeida disse...

Falando sério, vai. Palmeirenses de plantão: vocês não acham que 20 anos de incompetência na gestão do futebol profissional deviam ter uma reação um pouquinho mais racional ao 2º rebaixamento do "Campeão do Século 20? Será que continuar dando um gordo faturamento aos incompetentes vai fazer que o nosso time melhore? Ouvir ou assistir os programas e jogos de futebol, comprar o jornal por causa do futebol, comprar as camisas, ainda que sejam dos camelôs, ir ao estádio só ajuda o nosso "fornecedor" a ganhar mais dinheiro, mesmo com o "cliente"(torcedor) insatisfeito. Cliente insatisfeito não volta enquanto o produto ou serviço melhorar. Eu sei que futebol é paixão, mas ainda que seja por paixão...use TAMBÉM a razão. Façamos um boicote. Vamos mexer com o bolso deles. Todos eles vão sentir! Beneficiários internos e externos, diretos e indiretos. Vamos tentar? Vamos mostrar a força do consumidor Palmeirense? Boicote geral. Greve dos Palmeirenses. Se você concorda Compartilha, espalha. Criticas vão chegar aos montes, mas a maioria é torcida contra. Compartilhe a ideia. Vamos tentar. Não precisa passar a minha mensagem se não quiser. Faça a sua, mas passe adiante. Chega de incompetência...vamos fazer diferença nas eleições para presidente. GREVE AOS JOGOS,NOTICIAS, PRODUTOS, SITES DE FUTEBOL. QUANDO TOMAREM ATITUDES COERENTES, QUE TODOS UNANIMEMENTE CONCORDEM...TODOS VOLTAM AO NORMAL....POR ENQUANTO...GREVE!!!

Diego disse...

Caímos. É hora de sermos Palestra.

Vamos nos focar na reestruturação política do clube, sejamos palmeirenses de cobrar um processo limpo e que eleja a pessoa mais alinhada com os interesses da torcida.

2013 começa hoje.

Senador disse...

Sou santista, mas cresci em Perdizes, fui sócio do clube do Palmeiras e aprendi a nadar naquelas piscinas e tive almoços de domingos fantásticos com os meus pais no clube. Minha torcida foi para que o Palmeiras não caísse.

Reforço a minha torcida para o retorno do grande Palmeiras à elite, que volte melhorado, com nova administração e volte grande, como sempre foi.

Força aos amigos palmeirenses e continue firme e forte esse blog, que para mim é a melhor referência de textos palmeirenses.

abraçaos,

Anônimo disse...

Fica a lição para as outras equipes do que uma diretoria pode fazer com um clube. Ninguem esta livre disso. E no fim, como de costume, quem se fode é o torcedor.

Saudações Santistas.

cesar disse...

Presidente Prudente É SIM no Mato Grosso do Sul!

Idiota que quer colocar a culpa na torcida é aquele que torce do Facebook!

Parabéns pelas sábias palavras Barneschi!

Doctor Verde disse...

As eleições devem ser antecipadas para o mais próximo possível, é inadmissível que a atual gestão monte o time do ano que vem.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...


Country rice is old because drug taking uses a goal by the character that abandon a person of extraordinary powers,will beat La Heijun group
Country rice is old because drug taking uses a goal by the character that abandon a person of extraordinary powers,will beat La Heijun group
Www.7m.cn On December 18, 2011 origin: Tecent sports
This on the weekendCountry riceWill meet head-on in league matches deep-set of the area that maintain levelQiesainaTeam, this team blast mediumMu TuCalculate going up is a country the old friend of rice, 10 much he just came year agoItalyBe in namely when effectiveness of blue black army group, but the country in talent many cannot find the place on line of rice sharp edge, ability flounder wentWeiluonaBecome famous in this team. With fight hand to hand of rice of old boss country, mu Tu has a word naturally to want to say.
Mu Tu was accepted before contest " Milanese sports signs up for " special interview, he expresses: "I still remember the scene when I just added allied country rice Spring 1999, I am inItalian cuprice of country of the delegate in the match has been performed place child beautiful, our 3-2 beat rival I am hit into one ball, my coach is returned at that time is li of skin. Arrive later after other team effectiveness, I once had had very good opportunity to return international Milan, yes, moment wants Manjinina I go back, my agent also suffers invite with the country rice has talked about specific arrangements, but did not have later development later, this is 4 years many former thing almost. This is 4 years many former thing almost..
Press time computative, mutudi arrives should be 2006 he leavesYou WenJoin inFoluolunsathat paragraph of time, at that time gradually Buddhist monastic discipline drops [url=http://www.palmexpo.in/nikeairmax.aspx]cheap air maxes[/url] drug addictionRomaniaPerson condition already began to anabiosis. However rice chairman Moladi is opposite the country he not quite cold, in the base of a fruit not is being pulled to train with respect to Yinmutu 10 years ago slack and do not look to go up Mu Tu, latter is inQieerxiAfter drug taking, not play figure of club of attend to of the base of a fruit, rejected demand of Manjini that bring hold.
Speak of a state meter a medium old friend people, myriad of solemn graph deep feeling: "Country rice blast in most the person that makes me unforgettable is captainSaneidi, I think to be able to surmount him without the person, he is the example of football athlete, in my impression, almost each new personality that heads for Pineidina report, can get Saneidi's consideration and help over. Can get Saneidi's consideration and help over..
Specific mix to on the weekend country the match of rice, be about to greet oneselfMeaning armour100 balls record (at present 99 balls) Mu Tu expresses: "Record namely number just, what I should do is score a goal more as far as possible help team gains a victory. I hope my knee fastens this sports season to give an issue again, to the country the match of rice, I believe I can obtain a goal, our 2-1 beats international Milan to gain a victory! "