04 maio 2006

A dignidade que faz mal

Sim, caímos de pé.
Com dignidade.
Em combate.
Lutando até o fim.

Mas caímos. E a dignidade que nos serve de alento é a mesma que amplia a dor. Que causa um estrago ainda maior. Pois a disparidade técnica entre as duas equipes não se fez assim tão clamorosa. Houve certo equilíbrio. Que trouxe esperança a um clássico de detalhes.

Sim, porque o nosso gol foi tão detalhe quanto o 'delas'. Já fora assim no Parque. E os detalhes - malditos sejam - determinaram todo o jogo.

O definitivo veio dos pés de quem não poderia inteferir. Um desarme de juiz. Um juiz armador. De confusões, mas também de jogadas. O desarme virou passe. Contra-ataque. Arrancada. E invasão da área.

Se foi pênalti? Eu daria. Vi só uma vez, mas estava de frente para o lance, atrás daquele gol. Na base do impressionismo, foi. Mas a mente já estava distorcida. Mais ainda a visão. Quem viu sem o olhar passional, é enfático: não foi pênalti. E quem sou eu, cego torcedor de arquibancada (ou cadeira ontem), para discordar?

Faltou discernimento a quem mais precisava.

Pênalti ou não, fato é que tudo começou errado. Dos pés de um pobre diabo que veste preto. Interferência maior não pode haver.

A esperança desabou por um mero detalhe. Centímetros. Um toque na bola e a história se repetiu. Como farsa ou tragédia, tanto fez. Não faltaram os requintes de crueldade. Restou a dignidade.

Mas, afinal, vale a pena perder com tamanha decência? Não seria melhor uma derrota contundente, sem margens para contestação? Sem honra, não seria menor o abalo psicológico?

Certeza, apenas uma: os deuses do futebol não existem - eu me enganei esse tempo todo. Se existissem, não teriam permitido tamanha injustiça. Tampouco a onipresença da sorte bambi. Aliás, não teriam permitido a existência de uma entidade tão sórdida.

Pobre futebol...

Ele não merece isso.

***

À sub-raça, o merecido desprezo
Mais do que nunca, a massa alienada fez por merecer todo o nosso desprezo. Portaram-se como a gentalha que são. Calaram-se ante uma minoria espremida. Restou uma envergonhada vaia. Uma multidão acéfala. Sem vibração. Sem caráter. Sem dignidade.

Cantar depois do segundo gol é fácil. Difícil é empurrar o time quando a coisa complica. Quando se está com um a menos em um partida equilibrada. Ou no intervalo, fora de casa e com o time perdendo para um rival tecnicamente superior.

É só para quem tem alma. Para quem tem tradição. Para quem tem o amor pelo clube no próprio sangue e não para quem virou torcedor por este ou aquele motivo.

Mesmo com a derrota - e até por ela -, reitero o que escrevi antes do jogo. Fortalecemo-nos uma vez mais.

***

Quanta incompetência!
O 2º Batalhão de Choque é realmente incapaz de organizar qualquer tipo de evento. Segurança? Ah, pra quê? Foda-se o torcedor. Que cheguem atrasados. Que fiquem confinados no estádio até 1h15 da manhã. Que não tenham como sair pela rampa do amarelo. Que sejam obrigados a pular pelo placar - e que ainda apanhem por isso. Que sejam tratados como bandidos.

Fica aqui uma sugestão aos responsáveis pela escolta de ontem: basta um mapa de ruas para qualquer idiota saber que o caminho que vocês fizeram (Turiassu/ ponte da Casa Verde /Marginal Tietê/ Marginal Pinheiros/ Giovanni Gronchi) é simplesmente estúpido. Além de ser uma pilantragem com a gente, é claro. Tomem como exemplo o que aconteceu no ano passado, quando chegamos e saímos sem qualquer problema. Custava repetir o mesmo esquema?

***

TUDO CONTRA A GENTE
Para ser um novo Pedrinho, o Juninho só está devendo uma contusão na unha. Aí o Marcinho chuta o chão e entra o Christian. Tudo errado. Culminando com as tragédias. Quando não é um lateralzinho que marca o gol 10 mil da Libertadores, é o goleiro de merda que bate recorde. Tudo acontece contra a gente...

MISSÃO IMPOSSÍVELPegue um completo ignorante em futebol, de um instituto de pesquisa qualquer, e mande-o ao setor laranja do Jd. Leonor - sim, aquele em que seres alienados fazem arrastão contra outros que supostamente estão ali pelo mesmo motivo. Missão: encontrar um espécime cujo conhecimento seja suficiente para responder as seguintes perguntas:

1. Qual a data de fundação do SPFC?
2. Qual foi o primeiro título do SPFC?
3. Que agremiações deram origem ao SPFC?

Duvido que seja necessário, mas a etapa seguinte seria:
Cante o hino do seu time até a última - e desconhecida - estrofe.

A PERGUNTA FINALPara quem você torcia até 1992?

***

A moda bambi
O texto abaixo não é meu. Recebi como sendo do PVC, mas era apenas um comentário no blog dele. Alguém sabe quem é o autor?

O Palmeiras é um time de massa. O São Paulo é um time da moda. Júnior teme apenas o Barcelona. Os palmeirenses temiam a arbitragem. Edmundo jogou com a camisa do Barcelona por baixo. O São Paulo jogou com o apito no bolso. O juiz apitou com a camisa do São Paulo por baixo, interceptou um ataque verde e forjou um pênalti na seqüência, devia cobrá-lo também. Foram invertidas tantas faltas contra o Palmeiras que no final do primeiro tempo o atacante Washington havia cometido cinco faltas no zagueiro Lugano e sofrido uma. Pela primeira vez na história um atacante cometeu cinco vezes mais faltas em seu marcador. Absurdo! No entanto, a diferença entre um time de massa e um time da moda se expressa em suas torcidas. A verde vibrava e cantava seu hino mesmo sabendo que seu time era inferior, e a superioridade são paulina virou pó. Por outro lado, na torcida tricolor certamente poucos conhecem o hino de seu time. A conjugação de raça e superação dos palmeirenses, junção de conteúdo e forma, é esteticamente muito superior à vitória roubada do São Paulo. Aliás, os são paulinos, se éticos, deveriam se envergonhar com sua vitória, como muitos corintianos após o brasileirão de 2005. Mas ética e moda são geralmente antagônicas


***

Recesso
Este é o último post do mês de maio. Entro em recesso, pois não quero permitir que tanta desgraça afete ainda mais a minha vida. Cumprirei a obrigação de comparecer a todos os jogos e incentivar o Palmeiras seja qual for o momento. Mas só isso. Não quero saber de imprensa babaca, indefinições sobre o novo técnico ou besteiras da diretoria. Tampouco de declarações infelizes, defuntos que escapam do túmulo ou coisas do gênero.

Preciso de distância. Vou apenas e tão somente a todos jogos - por mera obrigação. Sem comentários, debates ou discussões.

Estarei domingo em São Caetano. Também no Parque contra Cruzeiro, Santa Cruz e Grêmio. No meio, o SPFC de novo. Mas não escreverei uma linha sequer. Para o meu próprio bem.

36 comentários:

Fernando disse...

Pelo menos houve dignidade, mas tenho lá minhas dúvidas se, do jeito que foi, não terminou sendo ainda mais doloroso.

Fernando disse...

Nosso time esta mal. Mas com o juiz "armando" o jogo literlamente fica ainda pior. É lutar para não cair, agora. Infelizmente essa é a realidade que os homens que pensam o Palmeiras nos limitaram.

DEUS ABENÇOE O PALESTRA!!!!!

FORZA VERDAO

Luiz disse...

Concordo com o Fernando...

Certas coisas não entram na minha cabeça, essas bizarrices só acontecem com a gente...

Tudo é sempre contra a gente!

Luiz disse...

Concordo com o Fernando...

Certas coisas não entram na minha cabeça, essas bizarrices só acontecem com a gente...

Tudo é sempre contra a gente!

Fernando disse...

Respeito sua postura de distância, mas discordo. Acho que exorcizar demônios é a melhor maneira de vencê-los. Fiquei meio quilo mais leve depois de escrever o meu texto de hoje.

André disse...

Rodrigo, postaram isso como resposta ao PVC no blog dele...

"O Palmeiras é um time de massa. O São Paulo é um time da moda. Júnior teme apenas o Barcelona. Os palmeirenses temiam a arbitragem. Edmundo jogou com a camisa do Barcelona por baixo. O São Paulo jogou com o apito no bolso. O juiz apitou com a camisa do São Paulo por baixo, interceptou um ataque verde e forjou um pênalti na seqüência, devia cobrá-lo também. Foram invertidas tantas faltas contra o Palmeiras que no final do primeiro tempo o atacante Washington havia cometido cinco faltas no zagueiro Lugano e sofrido uma. Pela primeira vez na história um atacante cometeu cinco vezes mais faltas em seu marcador. Absurdo! No entanto, a diferença entre um time de massa e um time da moda se expressa em suas torcidas. A verde vibrava e cantava seu hino mesmo sabendo que seu time era inferior, e a superioridade são paulina virou pó. Por outro lado, na torcida tricolor certamente poucos conhecem o hino de seu time. A conjugação de raça e superação dos palmeirenses, junção de conteúdo e forma, é esteticamente muito superior à vitória roubada do São Paulo. Aliás, os bambis, se éticos, deveriam se envergonhar com sua vitória, como muitos gambás após o brasileirão de 2005. Mas ética e moda são geralmente antagônicas."

Vou postar à noite no meu blog... e em Maio os posts serão um por semana apenas, vou atualizá-lo toda quinta ou segunda.

mancha z/s disse...

nem preciso dizer mais nada mano... mais nada... akele fdp tava de brincadeira...

mancha z/s disse...

nem preciso dizer mais nada mano... mais nada... akele fdp tava de brincadeira...

Barneschi disse...

Eu li, cara, e já vou comentar. Mas não estou fugindo de nada. Pelo contrário; vou continuar incentivando na arquibancada. Só não quero dar atenção a jornalistas safados e a incompetentes. Farei tudo o que estiver ao meu alcance.

darkness disse...

barney, vc ta se superando no limite da loucura. Tambem achei que nao foi penalti, mas nao foi falta no gol de vocEs. O juiz e ruim e ponto. Realmente eu nao entendo essa sua postura de nao aceitar brincadeiras. Futebol é rivalidade, mas tem que ser saudavel.
abs

Barneschi disse...

Cara, veja só:

Você confessou outro dia que não pisa em um estádio de futebol desde 2002. Assiste aos jogos na sua casa, com a bunda no sofá e comendo pipoca.

Eu vou a todos os jogos, sem exceção e sem desculpa. Me mato, perco cinco, seis horas entre idas e vindas, apanho da PM, passo sufoco, fico quase 10 horas sem comer e o escambau. Só para torcer pelo meu time.

Aí no dia seguinte, vem você, com a pança cheia e o sono em dia, querer fazer piada?

Do quê?
O que você ganhou?

Com todo o respeito:
Vai tomar no cu, mano!

mancha z/s disse...

mano os coxinhas em 10 seguraram 200... q foda!!!

darkness disse...

voce é um radical sem cura. vou relevar toda essa furia, mas faço uma outra pergunta: vai criticar a PM por ontem tb? Vai dizer que houve excesso de violencia da parte deles?

Barneschi disse...

Ontem não. Pelo contrário. Os caras foram heróicos ao segurar aquela multidão toda.

Pedro Pellegrino disse...

É foda Barneschi,mais uma vez perdemos para a sub-raça.Mas,se Deus quiser,chegará um dia que elas não conseguiram vencer o Palestra Itália.Nos anos 90,não sei quando foi,mas meu pai,anotava todos so jogos contra a bicharada,foram 10 vitórias seguidas.Um dia,as nossas lágrimas vão dar um tempo, a sensação de que tomamos uma puta surra,vão diminuir e vamos ter pena, dó,da raça do jardim leonor.Por enquanto é rezar para a diretoria de merda do Palmeiras sofrer um infarte coletivo.Bando de velhos,atrasados,que só querem enfiar o dinheiro no rabo.Foi ontem na guerra do Pacaembu?

Renasça PALMEIRAS!!!

Grande abraço.

Rodrigo disse...

Cara, tudo conspira a favor da bixarada. Tudo.
Eles derrotam vocês num jogo que o juiz armou o contra-ataque do lance q definiu a partida.
Em seguida, meu time é eliminado com requintes de crueldadade e vai, completamente despedaçado, enfrentá-los. Quando a sorte bambi irá terminar? Quando aquela torcida sem história, dignidade e honra irá se colocar no seu devido lugar? Quando o futebol de São Paulo vai voltar aos pés de quem realmente merece, que é de Corinthians e Palmeiras?

Barneschi disse...

Pedro,
Nem fui. Depois do que vi na quarta, seria até injusto ir ao estádio pra torcer contra a gambazada.

Rodrigo,
Os deuses do futebol podem até não existir, mas o que é dos bichas está guardado em algum lugar. E eles vão pagar caro!

demonio mv disse...

EU prefiro sair com honra manooo... pq os bichas naum sabem o q eh isso. racinha de filhinhos de papai de merda... bando de bicha!!!

Craudio disse...

Não dá nem pra comentar nada, o sentimento cá é o mesmo daí...

Agora eu li um negócio aí que ontem a PM não exagerou. Soltar bomba de gás na arquibancada inteira não é exagero?

Vai lá no blog e lê minha explicação...

CARLOS CESARIO disse...

QUERIA TENTAR ENTENDER DE ONDE VEM TANTO ÓDIO. CHEGA A SER ASSUSTADOR O QUE EU ACABO DE LER. É CLARO QUE NAO TENHO NADA A VER COM ISSO MAS CONFESSO MINHA SURPRESA.

ANTES Q VOCE POSSA PERGUNTAR: ENCONTREI ESSE ENDEREÇO NO PORTAL DO BLOGGER ENQTO PROCURAVA OUTRA PAGINA.

SEM MAIS
CARLOS CESARIO

Rê disse...

Oi Rô! Como vc tá???
Podia escrever mais sobre cinema. faz tempo que não vejo nada, né?[
bom fim de semana
bjs

Barneschi disse...

Carlos,
Não quero que ninguém entenda. Seria pretensão demais. Nem sei pra quem você torce, mas certamente não conhece a história bambi. Do contrário, saberia a origem de tanto ódio.

Rê,
Vamos caminhando. Até pensei em escrever sobre cinema, mas prometi não escrever mais até o fim deste mês. Vou levar a sério o recesso. Depois te passo as dicas.
Beijos

mancha z/s disse...

E QUE CULPA A GENTYE TEM NISSOO???

As torcidas organizadas de São Paulo estão proibidas de entrar nos estádios do Estado por, no mínimo, 90 dias. A proibição, anunciada pelo presidente da Federação Paulista de Futebol (FPF), Marco Polo Del Nero, nesta sexta-feira, poderá chegar a até 120 dias.

A medida é uma das conseqüências da confusão protagonizada por corintianos no Pacaembu, na última quinta. Com a desclassificação na Libertadores, parte dos torcedores presentes no estádio tentaram, à força, invadir o campo e entraram em confronto com a Polícia Militar.

O caso, porém, não é o único. Também foram registrados tumultos envolvendo palmeirenses, são-paulinos e santistas nas últimas semanas.

"Este é o período suficiente para a Secretaria de Segurança Pública (do Estado de São Paulo) investigar os crimes dessas torcidas", disse o dirigente.

A decisão começará a valer já no próximo domingo, no clássico entre Corinthians e São Paulo - que foi confirmado para São José do Rio Preto (SP). Os integrantes das torcidas poderão ir ao estádio, mas sem qualquer roupa ou objeto que faça referência às organizadas.

Carlos Cesario disse...

NADA JUSTIFICA TODA ESSA VIOLENCIA VERBAL. E NADA JUSTIIFICA ALGUEM TENTAR EXPLICAR O QUE ACONTECEU NO PACAEMBU NA QUINTA FEIRA ULTIMA. NADA!

E É BOM DIZER: SOU SANTISTA. NÃO TENHO NADA A VER COM TODA ESSA HISTÓRIA.

Vitor disse...

cara, essa eliminação foi mais doída, 1° pq o torcedor se encheu de esperança, principalmente qdo estava 1 x 1 e 2° pela maneira que foi, ROUBADO.
ainda hj revejo os lances da partida na minha cabeça, como eu queria poder mudar algum desses lances.

amanhã é nóis no ABC!!!

abços

"A paixão e o orgulho continuam"

mancha z/s disse...

mano ta ficando foda o bagulho.... 4 derrotaas seguidas e ningem faz nada pra mudar.... vao esprar ate quando mano??????

mancha z/s disse...

e mano vc nem vai escrever nada sobre o jogo???? vai ficar sem post mesmo???

Barneschi disse...

Não dá pra falar muito sobre a derrota de ontem - o que estava em campo não era o Palmeiras, certamente. Eu admito que a preocupação vai bater forte se não conseguirmos a vitória contra o Cruzeiro no próximo domingo. Porque jogar em São Caetano traz sempre duas certezas:
1. derrota
2. um jogo ruim, muito ruim

Pra complicar ainda mais, o juiz estragou o jogo. Deixou de marcar um pênalti no Michael logo no começo e aí a coisa desandou.

Só queria entender porque foram poupados os titulares. Poupados pra quê?

E o pior de tudo é que deixamos o Anacleto Campanella ontem sem qualquer sinal de revolta. Tá muito foda!

morre mustafa disse...

naum entendi. o ilsinho nem comecou no time e ja ta indo embora???? tudo da errado pra gente Rodrigo!?!?!?!?!

Craudio disse...

As duas maiores torcidas do estado estão nesse estado de choque ainda... É uma coisa que não dá nem pra reclamar. Enquanto isso, elas continuam com essa sorte que teima em não acabar...

Ae, essa frescura de não postar vai durar mesmo?

Barneschi disse...

Eu seguiria por essa linha mesmo. Mas deixar de postar é algo temporário - até o final do mês - e vai me fazer bem.
Abraços

Anônimo disse...

Super color scheme, I like it! Keep up the good work. Thanks for sharing this wonderful site with us.
»

Anônimo disse...

Hallo I absolutely adore your site. You have beautiful graphics I have ever seen.
»

Anônimo disse...

Your are Nice. And so is your site! Maybe you need some more pictures. Will return in the near future.
»

Anônimo disse...

Nice idea with this site its better than most of the rubbish I come across.
»

Anônimo disse...

I say briefly: Best! Useful information. Good job guys.
»