05 janeiro 2012

Ao santo



Marcos sou eu. Marcos é você. Marcos é o torcedor da arquibancada. É cada palmeirense que existe no mundo. Marcos é o próprio Palmeiras. Marcos é santo. Um santo humano, falível, sujeito aos erros e imperfeições de cada um de nós, mas santo porque capaz de milagres na mesma medida em que devotado a um único amor, assim como nós. Marcos é o futebol em estado bruto. Marcos é único. E é o último também, porque com ele se vai uma era.

Números dizem pouco numa hora dessas, mas eu me sinto um cara privilegiado por ter assistido no estádio a pelo menos 75% dos 530 jogos de Marcos pelo Palmeiras (é a minha média histórica, todos em casa e um a cada dois fora). Marcos é o símbolo de tudo o que eu já vivi dentro de um estádio - para o bem e para o mal. É responsável direto por quase todos os momentos mais felizes da minha vida.

Marcos foi o Palmeiras nas vitórias e nas derrotas. Venceu batalhas duríssimas, carregou o time nas costas em algumas oportunidades, fez milagre em muitas outras. E, palmeirense que é, se fez presente também em derrotas marcantes e doloridas - futebol é assim; torcedor é assim. Palmeirense que é, deixou o coração sempre falar mais alto. Foi paixão e se entregou por inteiro para viver intensamente cada minuto dentro de campo.

Para Marcos, pouco importava a imagem pessoal; importava o Palmeiras. Ele foi o anti-marketing, e, avesso aos modismos e tendências desses anos tão, digamos, modernos, construiu muito mais do que uma imagem. Construiu isso tudo que faz da despedida dele algo assim tão grandioso.

Ainda moleque, vi Marcos nascer para o futebol nas batalhas campais da Libertadores/1999. Vi todos os seus milagres não pela TV, como a maioria, mas a partir da arquibancada de muitos estádios diferentes, pois é lá que se forjam os vencedores. Minha gratidão e meu orgulho são eternos e desmedidos. E percebo agora, ao presenciar ainda jovem a despedida de um ídolo incontestável, que Marcos leva junto com ele toda uma era. Leva uma fase importante da minha vida, leva minhas melhores e mais intensas lembranças, leva minhas lágrimas também. Com ele, vai muito da pessoa que eu me tornei. Com ele, vai um pouco da minha alma. Com ele, vai muito do Palmeiras.

É uma derrota irreparável, por inevitável que fosse. Uma perda duríssima. Difícil conter as lágrimas, a emoção e, pior, a sensação de que nada mais será como antes.

Marcos é um grande. Um gigante. Dentro e fora de campo. De corpo, alma e coração. Marcos é um dos nossos.

Obrigado.

###

Em homenagem a São Marcos, uma ação da "torcida do Palmeiras" (que inclui uma série de grupos de torcedores e mais as organizadas) já estava sendo organizada para o próximo dia 14 de janeiro, antes do amistoso contra o Ajax, no Pacaembu: a procissão de São Marcos, do Palestra à cancha municipal. Mais detalhes em breve.

32 comentários:

@frasespalmeiras disse...

ESTAREMOS LÁ, DIA 14!
INGRESSO JÁ NA MÃO!

@ThiDurante disse...

Obrigado São Marcos.
Obrigado por ser um pilar, por ser um guerreiro, por ser um torcedor em campo.

No futuro, poderei dizer aos meus filhos: "Papai viu São Marcos jogar".

Obrigado Marcão

Anônimo disse...

pqp mano!!!! vc é foda
obrigado!

CASSELLl disse...

Vai tomar no cu. O único cara que prestava no meio de vagabundos foi-se. Te amo São Marcos.

Roberto Kamarad disse...

Simplesmente, um mito. Uma lenda. Como vc disse, amigo, uma perda irreparável. O que dói mais é saber que não estarei por aí no dia 14. Bom é saber que serei representado. Eu, que na única vez em que tiver o prazer de estar perto do santo, meu maior ídolo, tremi mais que vara verde e soltei a frase épica: "e não é que o homem é até cheiroso?!". Coisa de torcedor. Fã.
Essa semana, a camisa 12 do Palmeiras não sairá do meu corpo... E esse homem santo nunca sairá de nossas mentes, nós devotos de São Marcos!
Obrigado pelo texto, mano.
Muito obrigado por tudo, São Marcos.

Anônimo disse...

Meu caro Barneschi,
Chorei.
Muito obrigada a São Marcos, nosso último grande ídolo e herói!
Seremos eternamente órfãos e devotos de São Marcos do Palestra Itália!
Forte abraço,

gustavoirr disse...

Vivemos a história.
Quantas pessoas dizem que viram Pelé, Garrincha, Di Stefano, Julinho, Oberdan, e tantos outros jogar e hoje contam grandes histórias.
Daqui alguns anos poderemos dizer que vimos o maior de todos: São Marcos.
A luz que o Marcão tem é impressionante. Ficou marcado pra sempre na nossa vida e na história do Palmeiras.

Valeu Marcão!

Hudson Richieri disse...

Caro Barneschi,
Acompanho seu blog a algum tempo, que é excelente pra qualquer um que adore o futebol, e ontem foi um dia triste ñ só pra nós palmeirenses como pra todos que amam o futebol, por que ontem o ultimo dos grandes jogadores se aposentou, agora só sobraram jogadores manipulados e sem carater,
por outro lado podemos ficar felizes por que vimos o Ultimo dos grandes jogar, Depois de Marcos graças ao futebol moderno não haverá outro jogador de verdade.
Valeu Marcão

Ivan disse...

Estava na Turiassu chapadasso e não sabia da notícia. Quando cheguei em casa e li no Estadão, confesso que segurei o choro até ir dormir.

O que a gente via no Marcos era algo do tamanho da história do Palmeiras.
Pro Ivan, torcedor, era como se estivesse em campo.
O cara era a torcida em campo, a torcida é o time na arquibancada e o Palmeiras era o Marcos.

Perdi uma parte da adolescência ontem. Perdi todas as esperanças quanto ao Palmeiras.
Foi um nocaute!

GilMackoy disse...

Se existir precedente na história do futebol, certamente não passa de um ou dois. O que dizer de um cara que, sendo campeão do mundo, dispensou os 30 dinheiros europeus pra continuar no seu time de coração e disputar uma ingrata série B.

São Marcos Eterno. Tem a gratidão de todo palmeirense de verdade que ama essa camisa.

cesar disse...

Estou com essa msm sensação que vc!!

Parece que a aposentadoria do Marcos significa o fim de uma era, de um ciclo, é aquela estaca que colocamos na nossa vida para dizer antes ou depois disso ou daquilo, e por mais dolorido que isso seja no momento talvez fosse a reviravolta que a gente tanto precisava!!

Obrigado por TUDO São Marcos!!

Anônimo disse...

Hoje o futebol se despede de um guerreiro, se despede de um Santo..

Marcos, você é parte da história do Palmeiras, um dos ( e ouso a dizer o principal deles ) heróis do Penta.
Você foi o resposável por "derrotar o anjo falido" e alegrou assim a vida de palmeirenses e outros simpatizantes da desgraça de um time demominado bando de loucos.

A você, São Marcos, MUITO OBRIGADO!
Por nos ensinar o que é ser palmeirense!

Leonardo disse...

Com grande tristeza recebo a notícia da aposentadoria de Marcos, o meu primeiro e único ídolo no futebol. Será muito triste olhar ao campo e não ver o santo a defender a meta alviverde. Desde que me tornei palmeirense, São Marcos sempre esteve lá. Torcer pelo Palmeiras sempre esteve associado a este espetacular e singular goleiro.

Lembro-me agora de tantos momentos protagonizados pelo maior ídolo história de nosso clube. Eu não vivi as Libertadores de 1999 e 2000, não tenho recordações destas campanhas impressionantes e jogos memoráveis, desde a consagrada defesa no pênalti cobrado por Marcelinho a inesquecível partida contra o River Plate em Buenos Aires.

Guardo sim muitas lembranças do terrível ano de 2002, assim como do renascer em 2003. Marcos estava lá, como era esperado. Foi tão necessário e preciso quanto na nossa maior conquista alguns anos antes. São anos como esse que formam um ídolo, por mais gloriosos ou desesperadores que sejam.

Já em 2008, ao final da vitória contra o SPFC na semi-final do Paulista, vi ao lado de meu pai, Marcos deixando o gramado do Palestra Itália feliz da vida, dando socos ao ar e comemorando a passagem para a final. Naquele momento, não havia diferença entre torcedor e ídolo, todos nós compartilhávamos o mesmo sentimento. Jamais esquecerei o que vivi naquele início de noite.

Obrigado, Marcos.

Amendoim disse...

É inegavel que o Marcos foi um otimo goleiro, mas era muito mais fruto do marketing. Cansou de jogar o time no lixo e vivia entregando a paçoca. Não esqueço que falhou na nossa partida mais importante da historia

Ettore disse...

Parabéns pelo texto, vc é singular escrevendo. também estou tomado pelo sentimento de que nada será como antes...

Barneschi disse...

Senhores,

Peço desculpas pela demora, mas gostaria de agradecer a todos pelos comentários, pelos elogios etc. É importante saber que tanta gente compartilha deste sentimento. Marcos foi o grande símbolo da nossa geração (sei lá, entre 25 e 35 anos) e é inevitável sentir o que sentimos agora.

Percebo neste post muitos comentários de pessoas que normalmente não registram suas opiniões por aqui. Agradeço a todos estes e deixo aberto o espaço para comentarem mais vezes.

Quanto ao cara que comentou aí dizendo ser o Marcos um resultado de “marketing”, registro aqui minhas condolências pelo seu comentário.

Abraços

AMENDOIM disse...

FALHOU QUANDO AGENTE MAIS PRECISAVA DELE

Barneschi disse...

Sério que você vai insistir com isso, cara? Minhas condolências.

Amendoim disse...

e essa historia dele ter negado o Arsenal é conversa, ele sabia que não ia passa no exame médico, esteve presente nas maiores conquistas que eu vi, mais tambem nas maiores vergonhas, 7 a 2 no vitoria. Meteu um chinelinho forte quando o time tava pra cair. O problema e que estamos carentes de idolo

Anônimo disse...

O nome já diz, é amendoim...
Este blog, como o dono diz, é um espaço para o torcedor da ARQUIBANCADA.

Em 2005 vi um cara rolar uns 3 lances de bancada após xingar o Marcos depois de uma falha.
Não adianta. Ele é unanimidade e você não vai arrumar nada.

São Marcos será eternamente o defensor titular de nossa camisa.

Amendoim disse...

É por isso que agente esta onde esta. Vivemos de passado, e nao ganhamos nada importante faz tempo.

Jean disse...

Ivan, falou tudo cara, "Foi um nocaute!"...

cesar disse...

Xingar o Marcos é xingar o Palmeiras! E todos os Palmeirenses!

Forza Verde disse...

Por que será que nenhuma dessas duas notícias não me surpreende?

http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2012/01/arbitro-do-rio-de-janeiro-denuncia-corrupcao-no-futebol-brasileiro.html

http://globoesporte.globo.com/futebol/noticia/2012/01/para-edson-silva-troca-do-verdao-pelo-tricolor-o-fez-evitar-chute-errado.html

Forza Verde disse...

Em tempo, qto ao 'amendoim' aí acima, deve estar com o cú entupido de amendoim e começou a esparramar merda por outros lados. O desprezo ja é mto pra esse infeliz.

Leonardo disse...

PQP!

Amendoim é foda!

Forza Verde disse...

Grande Barneschi, sei q a série se encerrou mas a nível de 'coleção' de videos, dê uma olhada neste. Mto bom. Abs!

http://www.youtube.com/watch?v=fruqevq8NJ0&feature=g-u&context=G2c00655FUAAAAAAAFAA

Anônimo disse...

Meu caro Barneschi,

Esse tal amendoim (não seria também limão?) deve ter o goleiro do SPFW como referência.
O Palmeiras não precisa deste tipo de "torcedor"!
Vade retro, amendoim!
Forte abraço,

fernet disse...

pqp , esse vai fazer muita falta

abs
fernet

amendoim disse...

desafio qualquer um aqui, duvido que alguem saiba mais de palmeiras do que eu.

vcs gostam do marcos (vcs e a organizada), pq ele deve da dinheiro pra vcs

é um bom goleiro, mas o pameiras teve no minimo uns 3 melhores do que ele

Oberdan, Leão e Gato Fernandes

Anônimo disse...

Barneschi,

Preciso de mais informações sobre a procissão!

Que horas +\- vão sair do Palestra?

Alguma ideia de onde deixar o carro?

Abraço,
Caio

Barneschi disse...

Caio,

As informações todas estão no último post. Obrigado por me lembrar disso; eu precisava mesmo atualizar as informações.

Abraços