05 dezembro 2011

A vitória de quem vai à luta



Basta surgir a camisa alviverde no gramado para a escória fraquejar. Basta ficarem frente a frente os dois arquiinimigos para o lado que vive de um populismo de fachada entender que não será possível triunfar sem uma guerra pela frente. E basta estarmos diante do rival que vendeu a alma para crescermos, ainda que representados por um time que está longe de nossas tradições.

Fomos à cancha municipal para uma guerra. Lutamos. Cantamos. Apoiamos. Cumprimos a nossa missão. Tivemos, no campo e na arquibancada, uma tarde digna. Enfrentamos o inimigo, não cedemos, fomos além. E eis que um time fraco conseguiu encurralar um adversário mais qualificado fora de casa para quase deixar o gramado com uma vitória que não veio por detalhes e por limitação técnica. Foi assim com 11 em campo; foi assim também com 10 em campo. Foi assim na semifinal do Paulista; foi assim agora também.

Do outro lado, medo. Na torcida, no campo e no banco. Um medo de quem conhece o peso da camisa alviverde. Um medo de quem sabe que pode ter passado por todos os outros 18 times do campeonato, mas não pelo Palmeiras. NUNCA pelo Palmeiras. Um medo de quem sabe que o título veio não sobre o Palmeiras, mas apesar dele. Um medo de quem conhece a história. Um medo de quem viveu 1993, 1994, 1999, 2000 - só para ficar nas mais recentes... Um medo de quem guarda até hoje a dor de muitas derrotas históricas. Um medo de quem sabe o que é Palmeiras.

Tremeram, putos. Porque a nossa camisa pesa. Porque o clube que defendemos pode ter todos os defeitos do mundo, mas não vendeu a alma. Porque não vivemos de um populismo de fachada. Porque não vivemos de frases feitas por publicitários. Porque não propagamos um discurso que é só discurso mesmo. Porque não tungamos o dinheiro do povo. Porque nossa casa foi construída e defendida com o suor dos nossos. Porque temos os juízes não como aliados, mas como inimigos. Porque não há em nossa história qualquer episódio a esconder. Porque nunca fomos campeões com asterisco. Porque temos imprensa, PM e confederações sujas não do nosso lado, mas como adversários a enfrentar.

Ao final dos 90 minutos, deixamos a cancha municipal com a certeza de dever cumprido. Lutamos a guerra que nos cabia. Fomos à cancha municipal não movidos pelo oportunismo sujo de quem queria contemplar um título para o qual pouco ou nada fez, mas pela obstinação de quem queria defender a própria honra em uma batalha improvável. Fomos não esperando uma conquista fácil, mas sabedores de que todo o nosso esforço provavelmente não resultaria em nada. Mas o Palmeiras foi a campo e nós vamos atrás dele.

Viemos a pé e assim voltamos para casa. Cabeça erguida. Vencemos. E enquanto oportunista de decisão vai sumir agora para só voltar daqui a um ano, já estamos pensando nas próximas batalhas.

###

Depois de lutar mais um ano inteiro, acabei não conseguindo entregar a vocês, que lutaram comigo o tempo todo, um texto à altura. Peço desculpas. Fico tentando extrair o sentimento de dentro, em primeira pessoa, mas foi preciso que alguém de fora conseguisse encontrar, na terceira pessoa, as palavras que melhor traduzem a nossa luta. Deixo-os com o amigo Gabriel Uchida, do inestimável Foto Torcida, que acompanhou a caravana palestrina do início ao fim:



"... não esqueço o valor de um verdadeiro guerreiro. Um não, na verdade eram quase dois mil. Um pequeno mas poderoso exército que marchou até as terras inimigas mesmo sabendo que estaria cercado, em minoria e que os louros da vitória estavam nas mãos do inimigo. Guerreiros que marcharam de cabeça erguida pela honra de um clube e de seu povo. Guerreiros que mesmo torturados por um ano inteiro, mesmo vexame após vexame, jamais pararam de lutar. Nas últimas batalhas o palmeirense foi abatido, foi traído, viu o sangue de seus irmãos escorrer no inferno chamado Presidente Prudente, mas nunca deixou de vestir o manto e ir para o campo de batalha. Os palestrinos que entregaram corpo, alma e coração no Pacaembu não são campeões, mas entraram para a história. Mais do que este elenco capenga, eles serão eternamente lembrados como os guerreiros da batalha final de 2011, os mártires que lutaram por uma nação inteira."

Obrigado, Uchida!

###

Aos idiotas boçais de sofá que compartilham cretinices de redes sociais e que só se interessam por futebol algumas poucas vezes por ano: vocês são oportunistas sujos e merecem ser tratados como tal. Um texto mais completo virá em breve.

###

TORCEDOR É AQUELE QUE GIRA A CATRACA!


_Sobre o trabalho da PM: muito bom fora do estádio e terrível da catraca para dentro.

_Deixamos (quase todos os 1.800) a Turiassu por volta de 14h30. A caminhada seguiu pelo melhor caminho possível, sem avistar quase ninguém do outro lado: Sumaré fechada, Cardoso de Almeida idem e todo o caminho por baixo do Araçá isolado pela escolta. O mesmo aconteceu na volta, assim que acabou o jogo. Não houve um contratempo sequer nos dois trajetos, apesar do clima de tensão. Chegamos ainda bem cedo ao Palestra.

_No entanto, o que não faltou do lado de dentro foram bombas. De um lado e de outro. Elas voaram antes do jogo do tobogã para o lilás e durante o jogo do lilás em direção à numerada.

_A divisão entre as torcidas foi adequada: considerando o entorno do Pacaembu, não poderia haver espaço maior para a gente mesmo.

_Óleo diesel na descida foi novidade, gambazada. Mas eu gostei da ideia. Porque, afinal, o que eu espero quando sou visitante é isso mesmo: tratamento de inimigo.

_Os dois bandeirões que subiram no tobogã não eram da torcida, mas de empresas. Um enaltecia uma porra de uma campanha que planta árvores - ou qualquer merda do tipo; outro era daquela tal fornecedora de material esportivo que nunca chegara a ser adidas. Bandeirão de empresa? Ah, foi-se o tempo em que isso era exclusividade do Fluminense...

_Pior que esses dois, no entanto, foi o bandeirão que subiu no setor oposto ao lilás. "A Copa começa aqui"? Sério? Aqui onde? Ah, no estádio que será construído com dinheiro tungado do povo? E vocês, putos de merda oportunistas, ainda querem se vangloriar de terem vendido a alma, é isso?

_A tentativa de fazer um mosaico com faixas verticais merece três comentários: (1) pra fazer isso de maneira correta, é preciso ter experiência prévia; (2) a atitude de baixar as faixas tão rapidamente só serviu para evidenciar o medo do outro lado; (3) a conivência da PM com a gambazada tem origens históricas, e fica mais evidente a cada ano. Imaginem os senhores se a Mancha seria autorizada a entrar no estádio com algum material que tivesse uma mensagem de provocação à torcida adversária...

###

_Caiu a Brisa/PR. Que não volte nunca mais!

_Parabéns ao Vasco pela grande campanha!

_Enfiem os pontos corridos no cu! Quem defende este sistema de disputa abjeto acaba de compactuar com um campeão que só chegou ao título porque largou com 28 pontos em 30 no momento em que todos os outros clubes disputavam alguma coisa que não o Brasileiro. Parabéns aos responsáveis.

45 comentários:

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Geraldo Baista disse...

Como sempre apesar de td o amor por essa camisa verde e por esse escudo do aumenta...

Eu vi o jogo com mais uns 10 amigos, vascainos e até uns 2 flamenguistas mas meu primo gamba não deixamos ver conosco, tinhamos 2 tvs uma em cada jogo e quando passava a vcs la no estádio o comentario dos meua amigos era um só...nossa olha la a torcida parece q tem odio na voz dos cara, po mo maneira a torcida de vcs e tals...
Foi lindo ver a torcida la no estádio representou e muito a todos nos PALMEIRENSES...

Nem vale apena comentar o nojo q deu de ver essas merdas copmemorando o titulo...

RENASCE PALMEIRAS, CHEGA DE FAZER SUA TORCIDA SOFRER.

ODIO ETERNO AO FUTEBOL MODERNO

@batista_mv

Daniel Moreira disse...

Genial como sempre Barneschi.

Só quem entende o que é torcer para descrever de maneira tão clara o que foi o sentimento de ver aquele time imundo encurralado em seu campo de defesa se borrando de medo, à imagem e semelhança do seu técnico covarde.

Parabéns ao time do Palmeiras que honrou como se deve esse manto sagrado, mesmo não sendo tecnicamente dignos de representar essa instituição que outrora teve a alcunha de "Academia de Futebol".

Esperamos ansiosamente o dia em que nossos representantes máximos (diretoria, Conselho e presidência) honrem o Palmeiras como se deve, trazendo de volta as glórias para que cantemos juntos vitórias e títulos, como deve ser um time do porte do Palmeiras.

FORZA PALESTRA, parabéns a todos os palmeirenses por colocar o inimigo em seu devido lugar na tarde de ontem.

Lucas disse...

E os sinalizadores dos gambás? A polícia fez alguma coisa? Não, né?!

Se fosse a Mancha (como em 2008 na final do Paulistão, que os vermes subiram dando borrachadas em quem estivesse pela frente)...

A proteção da PM para com os gambás é escancarada pra quem quiser ver!

Thiago disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Rafael disse...

hahaha o comentário do Vascaíno anônimo devia ser mantido... ele é uma exceção aos milhares de torcedores do gigante português... não ganharam lá, e diz que não podem contar com a gente?

ps: texto incrível, indiscutível.. tô longe de ser o "torcedor de estádio" pregado aqui, mas sou fã desse blog, dos textos como o futebol é retratado.... e quanto mais vejo corinthianos pelas ruas mais me orgulho da história do meu time...

Avante palestra, 2012 surge com mais um ano de esperança!

Anônimo disse...

E os sinalizadores hein?
Gambás, amigos da polícia, amigos da CBF e Globo...
SUJOS !!!

Anônimo disse...

Ao Forza Palestra, meus sinceros Parabéns pelos textos antes e depois do jogo contra os gambás. Simplesmente sensacionais.

Como sugestão apenas, recomendo que vc faça uma terapia bem feita para tirar esse ódio do seu coração contra os torcedores palmeirenses que não vão ao estádio em todos os jogos como o Sr faz.

Nem todo mundo tem dinheiro, tempo, disposição, saúde e mora em São Paulo para seguir o Palmeiras em todos os estádios, e nem por isso merece ser hostilizado pelo Sr. O que importa é ter o Palmeiras no sangue sempre.

Hostilize sempre o inimigo ou rival. Jamais um Palmeirense, seja ele quem for. Isso é burrice. Pense nisso, vai ajudar no seu amadurecimento.

Leonardo disse...

Foi por pouco, por muito pouco.

Parabéns aos guerreiros que foram ao Pacaembu!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luiz Gomez disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Forza Palestra disse...

Enquanto vocês seguem com o discurso alienado e infantil, eu sigo com a certeza de que sou mais vencedor que qualquer um de vocês, oportunistas. Vocês são lixo e sempre serão.

Eu piso na cabeça de imbecis como vocês. Porque aqui tem sangue verde nas veias. Porque aqui tem alma. Porque aqui é Palestra!

E vocês não passam de uma sub-raça oportunista.

Forza Palestra disse...

Ah, o time do povo! Ah, o populismo de fachada! Ah, as frases feitas de publicitários! Ah, a alienação gambá! Vocês, oportunistas de final de ano, são os novos bambis.

Luiz Gomez disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Nicola disse...

"O time que representa o povo e que sempre lutou por ele. E não venha com esse papinho de que o clube se vendeu."

É impressionante como gambá é burro, da onde vai vir a porra do dinheiro que vai erguer essa merda? O prefeito bambi dessa cidade, que já foi braço direito do Pitta e hoje reconhecidamente um BANDIDO, deve saber explicar.

E não é exclusividade do Palmeiras brigas entre alas da torcida. E de vocês já brigou várias vezes, e dentro do estádio inclusive, no ano passado. A diferença é que vocês brigam como um bando de moças, e ai nem gera tanta repercussão mesmo.

Ao invés da taça, vocês deveriam receber um diploma de campeão, pelo aproveitamento de 1,8% superior ao Vasco. E claro, sem vencer do Palmeiras, com um time reconhecidamente muito inferior. Comemora mesmo gambá, porque jogando bola de fato vocês sempre foram uma merda.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Forza Palestra disse...

Vai tomar no seu cu, ô, gambá de merda! Meu sangue é italiano, seu puto. Eu não preciso me referir aos "italianos" como se fossem outro povo, seu merda. E é tão italiano quanto brasileiro, e é isso nós fizemos putos como você entenderem à força.

Você é sub-raça! Você não sabe o que é lutar por uma camisa! Você não sabe o que honra!

Nicola disse...

"Com gente como a gente. Não com estrangeiro."

Estrangeiro? Hahahahahahahaha como se não houvessem descendentes de "estrangeiros" na torcida do SCCP. Aliás o que é estrangeiro?

Povo da sua terra, aqui do Brasil? Só tem índio na torcida de vocês? Burrice é elogio...

João Medeiros disse...

Parabéns ao Palestra também, meu irmão.

Senão pelo ano, sofrível, pela dignidade com que jogou as últimas partidas, inclusive a contra o Vasco. Somos amigos e irmãos, mas temos DIGNIDADE acima de tudo. Nunca tive dúvidas que honrariam a camisa. Não ganharam, verdade. Mas nós também não. E aqui, meu grande amigo Barneschi, vale uma reflexão. NO DIA QUE A PORRA DA ARBITRAGEM FOR MAIS HONESTA E IMPARCIAL, vai ficar difícil para os rivais. O Palmeiras foi tungado em quase 10 pontos. Isso não é pouco, porra.

Tiraram o Verdão da Libertadores.

O Vasco foi roubado em pelo menos 8 pontos, a saber:

mulambo x Vasco (1º turno): Penalti não marcado no Bernardo

Vasco x Bambis (2º turno): Penalti não marcado no Fagner

Vasco x Figueira (2º turno): Gol legítimo do Diego Souza mal anulado.

Vasco x sardinhas (2º turno): Gol mal anulado do Diego Souza e penalti escandaloso não marcado.

Vasco x mulambo (2º turno): Penalti ESCANDALOSO no Diego Souza não marcado...

Faça as contas.

Caso não queira, tem o site www.placarreal.com.br para fazer. Com vídeos das jogadas para não restar dúvidas.

Agora pergunto: Todos os árbitros erram. Isso e verdade - eles devedriam levar uma coça antes de cada jogo - mas por que erram mais contra Vasco e Palmeiras?

O corinthiano vai dizer: Mas o Corinthias não foi beneficiado pela arbitragem. Talvez seja realmente verdade. Nem precisa. Basta que seus adversários sejam prejudicados. Tá resolvido. E nem dá tanta bandeira.

Bom, mais um campeonato de pontos corridos acabou. Quisera eu que fosse o último.

Malditos pontos corridos.

Seguimos na luta, irmão.

Ivan disse...

Domingo meio trágico para o futebol.
Prevaleceu a vontade da Máfia e do mercenarismo.
O que aconteceu em Minas ontem foi um assassinato do futebol.
Esses jogadores do galo fizeram a maior patifaria da história e merecem um espancamento em praça pública.

Prevaleceu também a vontade da Máfia ao escalar o juíz que adora expulsar o Valdivia dos jogos.
Prevaleceu a vontade da Máfia que tira o direito do Vasco de disputar os jogos em casa.
Prevaleceu a vontade da Máfia que precisa forjar um novo Ricardo Teixeira ao senário nacional. Um cara sujo que nunca foi nada dentro do time de preto, que surgiu de pára-queda e articulou de forma excelente um título mandrake nos bastidores (de quebra, assegurou uma boquinha dentre os imundos).

Prevaleceu a escória, porém com honra do clube ainda digno que veste verde.

O Vasco assim como o time de preto é horrível e não mereceu ser campeão. O Figueirense mereceu mais que os dois.

A Gaviões não será banida dos estádios nem por um joguinho. Quando gambá entra com pirotecnia no estádio, tem um boi, era qualquer zé. Quando é palmeirense... nossa senhora! A Mancha vai tacar fogo no Copan e na prefeitura.
O mesmo vale para a mensagem do "mosaico" deles (pagando um pau mais uma vez para as inovações da Mancha).

Futebol é guerra e torcedor é quem gira a catraca. Doa a quem doer. Deixem o futebol pra quem respira dele!

Não consegui ingresso mas tinha cambista morrendo virgem ontem. Isso serve pro Palmeiras (diretores) aprenderem a não fazer mais cagada nos bastidores. Nossa torcida é sempre lesada por esses vermes.

Entra agora a pior época do ano, as férias.

Dia 14 de janeiro tem festa de aniversário da Mancha e provavelmente um jogo amistoso contra algum time do estrangeiro.
Até lá!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
catarina disse...

me sinto feliz, hoje, pela dignidade que esse time mediocre levou as ultimas rodadas.
triste, entretanto, com a torcida palestrina. não esqueço o que nós, me incluo por que quando dá tbm faço, fazemos na arquibancada. só que cansei cara!
não dá mais pra ver nego falando
"é culpa do __________ (mustafá, beluzzo, frizzo, PC oliveira, Galvão bueno, tiago leifert... cartola, juiz, reporter, narrador ou palhaço, insira o nome ali e vira desculpa de palmeirense.)

-foi o kleber!!!
aaaaaaahhhhhhh... puta que pariu! um verme, curintiano??? responsavel pela campanha ridicula do PALESTRA?
cansei!

catarina disse...

esse ultimo comentario foi meu... na conta de alguem que usa esse PC e deixou a senha salva... não consigo acessar minha conta google... ¬¬'

ANDERSON UGIETTE

alexandretrevisan disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
CIOL, Felipe disse...

Parabens pelo texto. Não vou ao estádio tanto quanto você, moro no interior, mas sempre que dá certo por horarios e outras coisas, estou la.

Representaram muito ontem!

E o texto de hoje é mais uma vez brilhante, colocando em palavras o que nós pensamos!

Forza!

Felipe disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Edsinho IV Centenário disse...

Caro Barneschi, fui nos seguintes jogos do Verdão no BR/11-Avaí-5x0,Flamengo-0x0,GrÊmio-0x0,Bahia-1x1,Cruzeiro-1x1,Inter0x3,Ceará 1x0,América1x1,Fluminense1x2,Figueirense 1x2,Vasco 1x1 e SP 1x0, todos na capital,porém o momento mais marcante foi a manifestação na Academia por Diretas Já-tb estive lá. Agora quanto ao título dos caras, fico com a mesma impressão de outros, conforme mais vejo pessoas com a camisa deles, mais tenho orgulho de ser palestrino. E já são 48 anos de idade, 33 de bancada e 450,jogos vistos do cimento.Forza Palestra e até sábado 10/12 na Turiassu-Abço a todos que acompanham o blog-do nosso lado-é calro!

Conrado disse...

Esse texto do Uchida me faz comparar a brava torcida palestrina aos espartanos que, somente em 300, seguiram sem medo para enfrentar um 'badalado' exército de milhares e milhares de persas. Mesmo em extrema minoria, semearam medo e terror no gigantesco exército adversário.

Paacaembu, o novo 'estreito de Termópilas'!


Salve Palestra!

Gabriel Manetta disse...

Considerando que o resultado era mais do que esperado (não da partida, do campeonato), esta foi uma das melhores experiência que já tive em minha vida de arquibancada.

A tensão de qual caminho seria feito, em quantos seríamos exatamente, as emboscadas que poderiam surgir no caminho, o barulho de garrafas quebrando sobre os carros dos oportunistas alienados que passaram pela nossa casa, o estouro das bombas e rojões, o cheiro de pólvora, os coros, as sirenes, o prazer de poder participar do mar de guerreiros. É algo que ficará para eternizado, e digo mais, não vejo a hora da próxima, já tinha passado por uma situação de 60mil contra 3mil na Libertadores de 2006, mas essa é muito mais especial...



Barneschi,

concordo que o policiamento interno não conseguiu evitar as bombas, mas pelo histórico de cagadas da PM na arquibancada, eu gostei de uma coisa, diferente de praticamente todas as vezes que isso ocorreu, a PM não saiu dando cacetada em todo mundo, nosso espaço era pequeno, se isso ocorresse seria um grande tumulto. Na saída, a torcida destruiu aquele pseudo camarote e saiu batendo em mais um tanto de grades, e mais uma vez os pm's não fizeram a burrada de sair dando borrachada ou atirar bombas de gás, o que criaria uma grande correria naquele minúsculo portão de acesso ao setor.


de resto, fica o sentimento de que nenhum, NENHUM, gambá tem o direito de me encarar nos olhos.




o Palmeiras nos dá férias, é o período em que aceitamos qualquer convite de imediato, sem calcular datas e horários de jogos, as férias do Futebol são tão, ou mais proveitosas que as do trabalho ou da faculdade, com uma diferença, depois de pouco mais de uma semana longe do Palmeiras, eu já começo a torcer para tudo voltar ao normal.



Grande abraço Barneschi!

Jean disse...

Aqui eu me encontro... essa doidera de ainda pensar no proximo jogo... que essas ferias passem logo... e q dias melhores venham ao nosso Palestra.. aki é Palmeiras, aki é Mancha, aqui é Respeito.

Farinha disse...

Barneschi, qual o motivos de alguns manchistas aparecerem em fotos formando a letra "L" com a mão?

Abraço palestrino,
Farinha

Forza Verde disse...

Acredito q a maioria já viu esse video, pra quem não viu, veja. Serve pra esfregar na cara de todo e qq gambá imundo qdo estes vierem com o velho papinho furado de "esquema do leite".

http://www.youtube.com/watch?v=QDW5zA5ACVY

Divulgam esse video seria de bom grado tbm.

Anônimo disse...

Forza Verde,

É uma matéria da Record? Aquela emissora que fez uma reportagem séria sobre o ET Bilu?

Duvido que se eles tivessem levado os direitos de transmissão do Brasileirão estariam fazendo matéria sobre isso ae.

Raoni Leal disse...

Barneschi, ultimamente to tão na correria que só leio e nem comento mais hauhaa... mas seu blog tá excelente!! Que post! Uma pena o mal vencer dessa vez, mas somos grandes, somos PALMEIRAS! e daremos essa virada e vamos voltar a ser campeão!

E sábado agora às 10h na Turiassu tem Protesto/Manifestação pelos votos diretos para presidente! Não podemos parar! Só depende de nós para o Palmeiras mudar!

Colei nesse jogo, assim como em vários desse ano, ta foda, somos guerreiros demais para aturar esse vagabundos vestindo a nossa camisa! ANO NOVO, TIME NOVO - FORA TIRONE/FRIZZO!

Abraço!

Farinha - o L com a mão é de Leste, são os Mancha da Leste! Quebrada cujo qual NÓS MANDAMOS! gambá se esconde na zona leste!

Falo!

"OOOOooOoOO Vamo aprender, gambá! Nadar, nadar, nadar... no Tietê!!" ♪

Forza Verde disse...

Anônimo, presumo q seja gambá. Não misture 2 tipos absolutamente diferentes de matérias. Uma séria e outra hirônica.

A Record pode ter feito pra ferrar a concorrência, ou por desaforo, mas em nenhum momento faltou com a verdade ou inventou alguma coisa.

O problema é q no Brasil todos sabem as verdades mas elas só são 'jogadas no ventilador' qdo interessa pra alguém.

De qq maneira repito, td q foi dito e mostrado pela Record é a mais pura verdade, quer vcs queiram ou não.

PS.: A anos estou no aguardo de um vídeo, uma gravação ou qq coisa do gênero q mostre as mesmas provas contra o Palmeiras e a Parmalat. Desafio qq gambambi ou qq outro torcedor de qq outra porcaria por aí a encontrar. Continuarei do aguardo apesar de saber q não existe.

Lu disse...

Sobre a parcialidade dos comentários que ouvimos pela tv no domingo:

1. O Felipão sempre entra antes do time, é só assistir aos jogos, não foi só ontem para aliviar as vaias! Já o Tite dificilmente abraçaria o Felipão se a situação do time dele fosse outra!

2. O fato dos torcedores não gritarem "é campeão" antes do momento não demonstra respeito para com o Palmeiras, mesmo porque eles estenderam duas bandeiras com 2011 muito antes do apito final!

3. Por fim, o chute no vácuo da semifinal do Paulistão pelo lado do Palmeiras foi desrespeito e, posteriormente, motivo de gozação no treinamento deles; mas ontem foi drible de craque (Tanto do L qto do JH)?

Cesar disse...

O ano foi uma merda, mas que o time transforme essa dignidade dos dois últimos jogos em esperança, renovação, e ATITUDES novas para o ano que vem!!

Anônimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ acheter viagra
http://commanderviagragenerique.net/ achat viagra
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra generico
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ viagra

Anônimo disse...

http://achatcialisgenerique.lo.gs/ cialis commander
http://commandercialisfer.lo.gs/ cialis prix
http://prezzocialisgenericoit.net/ cialis prezzo
http://preciocialisgenericoespana.net/ cialis