11 maio 2014

A incompetência em números

A incompetência da gestão Paulo Nobre se faz revelar também nos pequenos detalhes. Uma vez que falta o tempo necessário para me dedicar a uma análise mais conjuntural das falhas que vêm arruinando o Palmeiras, vou me dedicar ao sistema de rating do Avanti, um pequeno exemplo da incompetência desta gente. Serei breve:

-O sistema de rating, essencial para priorizar os torcedores que mais vão aos jogos, foi implantado com enorme atraso, com seguidas promessas sendo descumpridas desde o ano passado. Não sei se por má vontade ou por inaptidão mesmo, mas fato é que somente em fevereiro deste ano tivemos a divulgação dos números que vinham sendo contabilizados deste setembro/2013.

-Qual seria a forma mais lógica de se definir o ranking de presença ao estádio? Bom, as pessoas inteligentes seguem o caminho mais simples - e fácil de entender, explicar e controlar: número de jogos com presença do torcedor x número de jogos em casa: o sujeito que foi a 31 partidas em 31 possíveis ficaria à frente do cidadão que foi a 28 em 31, por exemplo. Simples, direto e sem erro. Com o tempo, bastaria estabelecer um intervalo de corte (50 jogos, por exemplo) para eliminar os duelos mais antigos e permitir que novos torcedores construam um relacionamento sólido com o clube. É infalível.

-Os responsáveis pelo Avanti, no entanto, preferiram construir uma fórmula incompreensível para definição do rating. Ela já passou por alterações nos últimos meses, o que apenas contribuiu para torná-la mais complicada e sujeita a distorções. Querem tirar a prova? Pois cliquem aqui para desvendar a burra complexidade por trás dos cálculos. Notem, por exemplo, que um torcedor que se associar ao Avanti hoje e comparecer ao jogo de quarta ficará à frente de quem é sócio há anos e vai a todos os jogos. É ou não é estúpido?

-A "fórmula" mais simples e justa pode ser resumida em uma linha: "número de jogos com presença do torcedor x número de jogos em casa". Os imbecis, no entanto, preferiram apostar em um cálculo que, mais de 6 mil caracteres depois, não se faz compreender.

-Isso posto, devo dizer que, desde o início da contagem do rating, em setembro/2013, eu deixei de ir a apenas dois jogos com mando do Palmeiras, justamente dois que aconteceram bem longe de SP, em Londrina/PR (o primeiro) e em Campo Grande/MS. Ainda que a metodologia seja grotesca, eis que eu tinha 88% no ranking em março (meu nome estava naquela tal lista dos 700 que teriam prioridade para comprar ingressos para a Vila Belmiro contra o Santos). Ok. Depois disso, eu marquei presença em todos os jogos seguintes e, vejam só!, meu índice despencou para 63%:







Tal situação ocorreu com todos os torcedores com quem eu conversei, o que evidencia se tratar não de uma falha pontual (o que já seria inaceitável), mas de um erro sistemático (o que é ainda mais grave).

Como explicar isso? Como o índice pode cair se o aproveitamento subsequente foi de 100%? Como pode alguém contrariar os números de maneira assim tão despudorada?

Eu finalizo com a seguinte consideração: se essa corja que aí está se mostra incompetente até mesmo para fazer uma simples operação aritmética, que tipo de absurdo não vai fazer com assuntos mais sérios envolvendo o Palmeiras?

16 comentários:

cesar disse...

Aconteceu comigo também!

Esse ano faltei em apenas três jogos, e meu rating caiu essa semana!

Não confio em mais nada!

Lucio disse...

Ano passado quando Barcos foi doado ao Grêmio, um grande Palestrino daqui de Aracaju me confidenciou: "Isso tá me cheirando a "mutreta", esse Brunoro e esse Nobre são mal intencionados"...na época achei exagero, mas hj, depois de tantas safadezas sou obrigado a concordar. Tironi fez uma má gestão porque lhe faltam neurônios para gerir o futebol, Nobre e Brunoro farão a pior gestão de um Presidente a frente do Palmeiras, simplesmente porque são mal intencionados mesmo, seguem a risca a cartilha imposta por Mustafá.

Raul Martins Dias disse...

Pelo que eu entendi, o máximo que se ganha indo aos jogos é milhas aéreas (e tem que ir a uma porrada de jogos para ganhar). É isso?

Eu adotaria um sistema de pontuação, semelhante ao usado por alguns clubes ingleses. Assim, por exemplo, o cidadão que fosse a um jogo com sccp, spfw, santos ou flamerda, ou para um jogo decisivo, ganharia um ponto. Quem fosse a um jogo contra algum outro dos 12 grandes, ganharia 3 pontos. Contra um médio (Sport, Bahia, etc.), 4 pontos. E contra um Vilhena da vida, 8 pontos. Aí, quando houvesse um clássico ou uma final, começaria a vender para quem tivesse, no mínimo, x pontos, dependendo do número de jogos já disputados.

Mas claro que o nosso departamento de marketing nunca vai pensar em alguma coisa tão simples.

Anônimo disse...

é nos pequenos detalhes que se nota se um trabalho está sendo executado de forma adequada ou sendo levado nas coxas.

pra vocês verem, os caras não foram capazes nem de garantir que o comercial do clube que compara o Alan Kardec ao Evair parasse de ser veiculado no PFC.

Anônimo disse...

Fui em todos os jogos esse ano exceto contra a portuguesa.
Meu indice tambem caiu esse mes de maio, mesmo tendo 100% de comparecimento em abril.
Nao da pra entender

Daniel Portero disse...

Os caras fazem conta de padaria pra tudo. Menos quando realmente importa.

__

Mudando de assunto: qual é a razão para mandarmos nossos próximos jogos em PRESIDENTE PRUDENTE e ARARAQUARA?

Celso Marcal disse...

Após o jogo contra o Ituano, meu rating foi devidamente considerado e estava com 3 estrelas e 75% de aproveitamento.
Porém, ao acessá-lo antes do jogo com o Fluminense, inexplicavelmente caiu para uma estrela.
Faço este relato para corroborar sua observação, Barneschi.

Emerson Baixada! disse...

Barneschi bem comentado esse post pq aconteceu comigo uma vez e reclamei e acabaram consertando eis que ao entrar no minha area avanti ontem meu rating de 86% e 3 estrelas passou de 2 estrelas e 55% isso pq não perdi um jogo aqui em São Paulo exceto os que foram mandos no interior.Acho justo que torcedores como vc que conseguem ir aos jogos em outras cidades de são paulo e em outros estados tenham seu rating computado o que não acho justo é nós torcedores avanti que vamos todos aos jogos em Sampa mas não temos condições de ir a esses jogos que o rating diminua,no mínimo deveria permanecer o mesmo.Ja enviei um email criticando essa conta de burro e que corrijam o meu rating.

Raul Martins Dias disse...

Daniel, dessa vez não é culpa da diretoria. É que o Pacaembu vai estar cedido à fifa no dia desses jogos.

Roger Adami disse...

Caralho, eu to na discussão via email com eles desde que vi que não tinha 100%, agora fui ver e minha média caiu... Estamos exatamente na mesma situação que o Barneschi descreveu, inclusive estava na lista do jogo contra os sardinhas, e tem mais, a pontuação do meu filho é maior do que a minha. Acontece que meu filho tem 6 anos e obvio, só vai ao jogo comigo. Fiz o Avanti do meu outro filho algumas semanas atras, ja foi em 2 jogos mas ainda está com 1 estrela e 0%.

Essa é TOP.

claudio longo disse...

Paulo Nobre é uma fraude, não mais argumentos que possam defender sequer , alguma virgula, desta peça teatral denominada, gestão profissional, que foi rotulada, desde seus primórdios pelos idiotas que compõe as chapas Academia, Verdes Claros, Verdes Escuros, Fanfulla, Confraria, e demais aliados, ao circo de horrores, esta corja atualmente, esta em pânico, pois apostou , todas as fichas , neste idiota almofadinha, sem expertise alguma em qualquer negocio, que herdou de uma boneca bambi, que fez fortuna fodendo os outros, um tal de Fernando de almeida nobre , mantenedor este pederasta , travestido de torcedor, lembrando que a família toda deste depravado as avessas , são inclusive sócios do maldito clube do jardim Leonor, que demonstra ser o tal revoltado, com a cenoura no cu, um prosaico retardado da família, que coleciona ``porquinhos ´´ de pelúcia cor de rosa, este é o atual presidente de um clube que tem 100 anos de historia, sendo jogada no lixo!

Daniel Portero disse...

Raul Dias: Ah, é verdade. Tinha esquecido disso. Mas, mesmo assim: Presidente Prudente? Nada justifica mandar jogos lá.

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,aconteceu o msm comigo,esse ano só não fui no 1º jogo do paulista contra o linense,em Abril meu rating era 86% agora fui ver e está 60%,não faz sentido,não tenho forças nem pra reclamar,pois sei que não vão resolver essa porra,o negócio é esperar chegar perto da eleição,aí talvez esses desqualificados resolvam algo,nunca fui um dos grandes críticos dessa gestão,mas agora ta ficando demais

Leonardo disse...

Ao menos é bom saber que não fomos os únicos sujeitos a mais um absurdo do Avanti. A incompetência reina.

Leonardo Nakamura

geraldo schotto disse...

tudo sei que nada sei

abraços

Raul Martins Dias disse...

Concordo, Daniel. Acho que deveriam mandar o jogo no lugar que menos prejudicasse o torcedor. Por exemplo, no ABC, ou, no máximo, em Itu (se é que o Novelli Junior não vai estar cedido também).

Não vou citar o Canindé, pois o cretino que ocupava a Presidência do Clube há três anos mandou um jogo lá e acabou ficando.