08 janeiro 2011

Dignidade em falta

Palmeiras, Grêmio e Flamengo são três gigantes do futebol brasileiro. São três clubes que, para além de qualquer crise momentânea, têm torcidas e histórias que os sustentam incondicionalmente e para todo o sempre. Isso posto, é de se lamentar o ridículo papel de seus dirigentes, eles todos rastejando atrás de um vagabundo que já foi jogador de futebol lá atrás.

Tenho evitado ao máximo as páginas esportivas neste início de ano, em especial porque quero ficar distante da putaria em que se transformou a negociação com o irmão do vagabundo, um crápula que deve estar aproveitando bem os muitos almoços e jantares em churrascarias. Do pouco que chega até mim - normalmente pelo Twitter ou por comentários ocasionais -, lamento também o interesse da imprensa esportiva em prolongar a história.

Faltou dignidade aos dirigentes dos três gigantes. Faltou decência. Faltou vergonha na cara.

Quanto ao desfecho dessa putaria toda, só me importa mesmo que este vagabundo nunca venha a frequentar a zona oeste de São Paulo. A se confirmar isso, restará o consolo de saber que a nossa torcida foi a única que não se prestou a um papel ridículo. Enquanto os gremistas prepararam uma festa para depois se dizerem traídos (de novo, porra?), os mulambos fizeram até bandeira para o pilantra; do nosso lado, indiferença. Ao menos isso.

10 comentários:

Rapha Forte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Palestra disse...

Valeu!

miguelscacabarozzi disse...

Excelente colocação, em poucas palavras falou muito!
Todos fizeram papel de palhaço, nessa "pataquada" que se transformou a negociação desse vagabundo dentuço!

Fábio Niterói disse...

Este cavalo-marinho que está aí não é aquele menino dentuço que jogava muita bola. É outra pessoa. Aquele Ronaldinho do início de carreira não existe mais. É tão difícil enxergar isso?

Rafael Scalize disse...

Acho que o único que não está fazendo papel de palhaço nessa novela é o Palmeiras, surpreendentemente. Seu representante fez a proposta, dita pelo A$$i$ como a melhor, e estamos no aguardo da resposta. Não entramos no leilão e não fizemos alarde. Se retirarmos a proposta, jogaremos todas as fichas no colo dos urubus, que poderão até baixar a proposta, pois será o único interessado. Cabe ao Palmeiras ficar quieto e aguardar uma decisão. Se negada, aí sim devemos publicar a proposta e os motivos.

Sylvio Toshiro disse...

As diretorias do Palmeiras, do Grêmio e do Flamengo fizeram sim papel de palhaço. Foram usados por um empresário e um jogador, esqueceram por completo a grandeza de tais agremiações.
No caso do Palmeiras o pior é que enquanto alguns viajam para fazer turismo na Europa (esse papinho de amistoso é de matar), outros perderam um tempo enorme com esse traste.
Enquanto isso já perdemos zagueiros, o volante titular do nosso time vai para o Fluminense, continuamos com um ataque pifio, etc.
Por fim, sonharam com o RG e vão trazer o Thiago Heleno.
Sem mais...

Thiago disse...

sobre um clube que nunca chegou numa semifinal sulamericana, tem muito valor as conquistas café com muito leite de vocês. aliás, tem como o palmeiras voltar a ser algo sem a Parmalat?

abraços amigo.

João disse...

Aparentemente, o único clube que persiste nesta ilusão imbecil de contratar este sujeito é o Flamengo.

Sinceramente, interessante seria se o Flamengo percebesse a tempo o papel ridículo que está na iminência de interpretar. E então desistisse, como fizeram Palmeiras e Grêmio.

Seria muito interessante...

Abraço.

Forza Palestra disse...

Scalize
O simples fato de demonstrar interesse na contratação deste vagabundo já é uma vergonha para o Palmeiras. Porque corremos o risco de ter um pilantra com a nossa camisa pagando por isso um preço enorme (em termos financeiros e ainda com próváveis sequelas junto ao elenco). Não poderíamos jamais participar dessa putaria toda. Faltou dignidade.

Thiago
Tente argumentar novamente. Esse aí não deu pra entender.

Paty disse...

Ainda bem que estava de férias e pouco soube de toda essa palhaçada.
Ridículo!Perdemos tempo tentando contratar o ex-jogador e não contratamos ninguém.Mais um vexame desse presidente e dessa diretoria onde nada deu certo.