05 junho 2011

As nossas notícias

A imprensa esportiva vai nos bombardear nos próximos dias com as seguintes "notícias": (1) o Palmeiras tem um ataque ineficiente, com média de apenas um gol a favor após três rodadas; (2) o alviverde é refém das bolas paradas; e (3) o time é limitado e ainda não convenceu. Foram estes os argumentos no pós-jogo e será assim ao longo da semana. Todas as três são verdadeiras, tanto quanto as que se seguem: (1) o Palmeiras tem sete pontos em três jogos, e sua defesa levou apenas um gol; (2) apenas um dos nossos três gols saiu em jogada pelo alto; e (3) jogamos uma vez no interior, uma outra bastante complicada, fora, contra um dos favoritos ao título, e apenas uma em casa.

Eu bem sei, palestrino, que não dá para se contentar com o que vimos até aqui. A situação ainda está longe de ser satisfatória, mas temos o direito de ao menos comemorar os dois 1-0 como mandante e o bom empate lá em MG. São sete pontos que podem não dizer muita coisa - e não dizem mesmo -, mas ao menos eles vieram. Portanto, o jeito é levar a campanha pelo lado positivo, porque o papel de imprensa é sempre tentar desmerecer o que alcançamos.

E nenhum placar pode ser tão bom quanto o 1-0.

Boa vitória, Palestra!

###

_Definitivamente: não dá pra ficar tanto sem ir ao estádio. Finalmente chegou ao fim o recesso de 25 dias sem jogos em SP.

_Sei que tem a tal festa junina, mas não dá pra entender aquela inversão dos acessos para torcida mandante e visitante no Canindé. Fizeram uma bagunça enorme ontem à tarde. Espero que os próximos jogos, sem interferência externa, sejam no Pacaembu.

_Kléber tomou o terceiro amarelo. Após apenas três jogos. Pensando bem, até que não é ruim ele cumprir a suspensão contra o Inter lá no Beira-Rio. Afinal, jogando bem ou jogando mal, com time titular ou reserva, o resultado costuma ser sempre o mesmo.

18 comentários:

Anônimo disse...

o kleber tomou o 3 amareço????? serio?

Gabriel Manetta Marquezin disse...

graças as intervenções da CET, tive que para o carro numa praça, paguei 30 pau, e ainda levei multa, pqp!

apesar do Canindé ser ótimo para ver jogo, devemos jogar no Pacaembu!

Raoni Leal disse...

O time está muito fraaaaaaco, mas mesmo assim, está vencendo, acho que um empate com os bambi do sul domingo que vem já está bom, e ai tem que vencer em casa de novo!
foda que nao consigo confiar nesse elenco
a sulamericana de 2010 e copa do brasil de 2011 vêm na cabeça sempre quando penso: "Opa, será que agora vai?"

Ontem tava um frio monstruoso, pqp!! hahaha
que saudades que estava de ver um jogo do Palmeiras
foi dahora!

e a Barra Brava, o que voce achou, Barneschi?
abraço!

Anônimo disse...

Ao Bastardo filho da puta que vem a este blog negar as origens da Società Sportiva Palestra Italia:

Os mais jovens talvez não se recordem, mas José João Altafini, que no Brasil foi imortalizado com o nome de Mazzola, foi um dos principais jogadores que já vestiram a camisa do Palmeiras em todos os tempos. Apesar de poucos títulos, o ex-atleta alcançou números expressivos em sua passagem pelo clube entre 1955 e 1958.

Mazzola atingiu o status de craque por sua habilidade com a bola nos pés e pela facilidade com que fazia gols. Até hoje, ele é um dos atletas com melhor média de gols da história do clube: balançou as redes 85 vezes em 114 jogos disputados, média de 0,74 gol por partida.

Natural de Piracicaba, Mazzola chegou ao Verdão em 1955 para jogar no time juvenil, mas tão logo subiu para o profissional graças ao então diretor de futebol Arnaldo Tirone, pai do atual presidente palmeirense. Em sua passagem pelo Verdão, Mazzola participou de jogos marcantes, entre eles o nostálgico 7x6 diante do Santos, e projetou-se para o futebol mundial de forma espantosa. Deixou o Verdão em 1958 por uma quantia considerada exorbitante para a época. Com o dinheiro da venda, o clube conseguiu contratar dezenas de jogadores e montou aquela que seria a primeira Academia.

Foi também graças ao Palmeiras que Mazzola chegou à seleção brasileira e foi campeão do mundo em 1958. Ele também atuou por outra seleção na Copa de 1962, a da Itália, pais que o acolhe até hoje. Na Itália, Mazzola teve passagens destacadas por Milan (205 jogos, 120 gols), Napoli (180 jogos, 71 gols) e Juventus (74 jogos, 25 gols). Ganhou Scudettos, Copas da Itália e atualmente está entre os cinco maiores artilheiros da história do futebol italiano, com 216 gols.

Depois de encerrar a carreira de jogador, Mazzola começou a profissão de comentarista. Foram 18 anos trabalhando pela RAI, principal meio de comunicação da Itália, e atualmente está há 19 anos trabalhando para a Sky italiana, mas comentando jogos apenas do Campeonato Espanhol.

O ex-jogador palmeirense, atualmente com 72 anos, não pensa em voltar ao Brasil. Mas, mesmo estando há meio século na Itália, não esquece as origens e seu amor pelo Palmeiras. Na entrevista concedida para o site oficial, ele deixou uma mensagem em italiano para a torcida palmeirense: "Amigos do Palmeiras. Devo dizer uma coisa muito importante: vocês não devem nunca esquecer que a equipe do Palmeiras é o símbolo da Itália, é o símbolo das vossas almas, das vossas origens, por isso a tenham no coração como eu tenho".

Casselli o Carcamano.

Anônimo disse...

Alguns pontos da peleja meu caro Barneschi:

O que foi os coxinhas filhos da puta expulsando a galera dos bares por volta das 17:00? Vagabundos.

Puta imbecilidade a inversão das entradas. O maior espaço ficou vazio.

O time mostra-se seguro e eficiente.

A torcida Camorra foi no mínimo engraçada.

Avanti Palestra fino alla morte.

Casselli

Forza Palestra disse...

Anônimo
Cara, foi o que me disseram lá no Canindé? Não procede? Eu confesso que nem fui checar a informação, mas meu amigo foi enfático ao dizer isso.

Gabriel
Foi um transtorno para chegar ao Canindé ontem. Alguém precisa rever isso. Tem que ser no Pacaembu!

Raoni
Quem são aqueles caras? Você conhece? Já houve essa tentativa lá atrás e não deu certo. Eu entendo que uma iniciativa assim só dá certo quando parte da própria organizada. Do contrário, fica uma meia dúzia meio deslocada e sem conseguir se fazer notar.

Aproveitando: alguém aí conhece aquele povo da "nova" Camorra?

Nord Padrone disse...

"Ao Bastardo filho da puta..."

Quando vi o começo desse comentário, já pensei que era do Casselli...

Questi napolecani...vergogna dell'Italia.

Vesuvio, fa un favore per noi!

Rafael disse...

Parece que é o pessoal da Núcleo.

Enquanto eles ficarem nessa de um ano ser ultra, outro ano ser barra brava, o esquema deles não vai pra frente.

Fora que eles tem uma ideologia política que não me agrada em nada.

Vamos ver se com o estilo barra eles vão adotar uma postura mais neutra na questão ideológica, aceitando gente com opiniões diferentes e assim focar só no fortalecimento da torcida.

Anônimo disse...

Caro Nord Padrone; La larghezza del Vesuvio è la stessa figa di tua madre.

Bom domingo para você e para sua família.

Casselli o Napolitano.

Anônimo disse...

Ah outra coisa, escorraçamos o vagabundo do Bruno Bernardo do programa do Avallone, aquele safado que colocou nariz de palhaço para o Felipon. Ficou com cara de tacho. Otário.

Casselli

Anônimo disse...

Se confirmarem as contratações do Martiniccio, Henrique e contratarem um lateral esquerdo acima da média (pois, G.Silva é péssimo),o Palmeiras brigará pelo título...Isso claro, se a MÁFIA DA CBF DEIXAREM. Pois, ROUBAM O PALMEIRAS DESDE 1914.

davi disse...

O Kléber recebeu o 2º cartão amarelo, e não o 3º! Contra os marias ele não foi "premiado".

Anônimo disse...

É tão fácil estacionar nos dois shoppings ali por perto e não pagar nada por isso

rivaldo disse...

Ano passado, com um time infinitamente pior do que este que temos agora (não tínhamos nem Cicinho, nem Kleber nem Assunção, que são, em minha opinião, jogadores decisivos), arrancamos um empate do Inter lá no Beira-Rio.

Eu acho que dá pra acreditar numa vitória se o time jogar como fez a partir dos 25 minutos do 2° tempo de ontem.

abraço

vitor disse...

mais 3 vitórias e 32 empates e o título da sulamericana tá ótimo.

Forza Verde disse...

Ja que o post é sobre "nossas noticias", que tal essa aqui?

http://esporte.ig.com.br/futebol/mustafa+poe+parte+social+a+frente+do+futebol+no+palmeiras/n1596990371819.html

Insisto: sera que nao vai aparecer nenhum "maluco" e dar um "sumiço" nesse velho bandido canalha filho da puta?

Forza Verde disse...

Nord Padrone, porra meu, nao precisava ter chamado os napoletanos de cachorros né? Puta sacanagem com os cachorros!

Milano padrone d'Italia.
Forza Inter!

Anônimo disse...

Vide acima...

Suspende o veterinário que o porco deu sinal de vida.



Casselli o Carcamano