28 junho 2011

Economia idiota

Existe um mito chamado “aluguel do Pacaembu”. É a argumentação de nove entre dez pessoas que defendem a utilização do Canindé em lugar do Pacaembu para o Palmeiras mandar seus jogos. Pois bem, todo mito precisa ser desmistificado. Vamos a isso:

O valor de locação da cancha municipal corresponde a 15% da renda bruta do jogo, com uma limitação de R$ 65.950 à noite – o valor é menor, na casa dos R$ 52 mil, à tarde. Ou seja: para rendas acima de R$ 440.000, o valor pago será fixo: R$ 65.950.

Considerando que o Palmeiras teve público médio de 11 mil pagantes e R$ 300 mil de renda nos jogos contra Atlético/PR e Avaí (ambos no Canindé), daria para considerar o pagamento de aluguel na casa dos R$ 45 mil por jogo – se eles fossem disputados no Pacaembu. E eu nem levo em conta o fato de as partidas no estádio municipal terem possivelmente um público bem superior ao do Canindé.

R$ 45 mil.

Pergunto: quanto custa o aluguel do Canindé?

Porque a questão é a seguinte: pouco ou muito, a Portuguesa precisa também ser ressarcida pelo uso do seu campo. Digamos, em uma hipótese bem conservadora, que o valor seja de R$ 15 mil. São R$ 30 mil de diferença, algo que deve ser inferior a 1% da folha de pagamento do elenco principal do Palmeiras – e tem nego no departamento médico que deve ganhar pelo menos 10 vezes esse valor por mês.

Mas a questão principal é que tal diferença seria facilmente compensada com um público maior no Pacaembu (porque, como já dito aqui, o Canindé esbarra em uma questão estrutural que limita o público a 12 ou 13 mil torcedores), com o ticket médio maior na cancha municipal, com a satisfação do torcedor e especialmente com o fator técnico, permitindo que o time se habitue a jogar em um único estádio e criando uma atmosfera melhor para a torcida e para os jogadores.

Ou seja: o tal "aluguel do Pacaembu" seria facilmente dissolvido com um público maior e, ainda que não fosse, o fato de não criarmos identidade com uma única casa é uma conta muito mais alta a ser paga do que um custo maior no aluguel.

Ao optar pelo Canindé em detrimento do Pacaembu, nossa diretoria faz uma economia idiota, digna da postura de Tirone e seus asseclas. Nada justifica tal decisão, em especial quando o torcedor é obrigado a se matar para chegar ao Canindé às 19h30 de um dia útil, como na próxima quinta-feira.

22 comentários:

Fábio Coruja disse...

Acho q vc está equivocado no q diz respeito à economia como motivo da escolha do Canindé. Segundo declarações que venho ouvindo desde o Paulistão, a opção pelo campo da Portuguesa é dos jogadores e, principalmente do Felipão. Concordo que a parte financeira é prejudicada, mas acho q neste momento vale a preferência de quem realmente deveria escolhar, ou seja, OS JOGADORES!

Gersinho Rodrigues disse...

Velho, é como não fazer o seguro do carro. É uma economia, mas uma economia burra, porque lá na frente alguém pode vir e roubar o seu carro e você ficar sem grana. No caso do estádio, a economia é burra porque paga-se menos, mas também deixa de arrecadar um valor bem maior. Mas esperar o que de alguém que tem o apelido de PITUCA?

Abraço, cara.

Forza Palestra disse...

Fábio Coruja,

Pra mim nunca ficou clara essa preferência. Entendo também que ninguém pode preferir um estádio com gramado ruim e possivelmente com deficiências na estrutura.

De qualquer forma, eu vejo diferente: a preferência é SEMPRE do torcedor. Jogador é bem pago pra cumprir ordens e desempenhar uma função. O torcedor deve ser privilegiado e respeitado, e Canindé às 19h30 é um desrespeito!

Forza Palestra disse...

Jogador só serve pra jogar futebol. De resto, deveriam calar a boca. Não tem direito a dar opinião sobre nada, até porque só vem merda.

Fábio Coruja disse...

Bom, eu respeito a opinião de vcs, mas eu discordo sobre alguns pontos. Sei q o Pacaembu é muito mais rentável, mais aconchegante e tal, mas penso q a opinião do jogador neste momento conta muito sim. Se eles se sentem bem num determinado campo, acho q seria legal deixa-los à vontade, até pq os resultados vem aparecendo no Canindé! Grande abraço e obrigado pelo espaço!!!

Forza Palestra disse...

O espaço está sempre aberto, Fábio. Discordo de você, porque jogador só costuma falar besteira e eu não levo em conta nem pelo lado positivo nem pelo negativo.

Só o que eu ouvi até hoje foram cretinices como "o Pacaembu é a casa dos gambás" e coisas do tipo. Eu não aceito esse argumento cretino e entendo que jogador tem mais é que calar a boca e honrar o salário que ganha.

E o Pacaembu merece mais respeito.

Anônimo disse...

Quem deve decidir o lugar é a torcida não o jogador!

Temos que evitar palhaçadas como "Prudentão", por exemplo!

Em tempo: Os uruguaios brigando na final da libertadores foi emocionante! Estavam fora do seu país, em minoria e mesmo assim defenderam suas cores! Exemplo de dignidade e honra! E não me venham falar em apologia a violência...futebol é isso!

Anônimo disse...

Acredito que desde que fique em São Paulo é valido usar tanto o Canindé quanto o Pacaembu. Creio que a opção pelo primeiro seja unicamente por superstição. Coisa tipica de palmeirense velho...rsrsrs...

O que deve ser considerado é a opnião da torcida sim. Concordo com voce Barneschi, quando diz que jogador tem que calar a boca e jogar bola. Quando o Felipão fez aquela "lei da mordaça" foi a melhor coisa. Diminuiu em 50% as noticias idiotas sobre o Palmeiras. Se fosse assim até hoje a "polemica" sobre o Kleber, Flamengo e outras mais não teria dado ibope para a "venus platinada"...
Vamos fazer a campanha "cala boca e joga, que é pra isso que voce é pago jogador".....rsrsrsrs

Abraço....

Alex Amaro

Anônimo disse...

ahh..esqueci...concordo com o anonimo anterior...
final de Libertadores sem um "peguinha" não é final....rsrsrsrs
foda-se os "politicamente" corretos...


Alex Amaro

Renan Barbosa disse...

Barneschi

Também sou adepto de que se jogo no Pacaembu, sempre fui. Sempre defendi o clássico contra os gambás no Paca com o Tobogã para o visitante (isso ainda na época que jogavamos no morumbi).

Tb. Acho ridiculo essa história de que o pacaembu é estádio de gambá e que não devemos jogar lá por isso e blá blá blá, qdo algum palmeirense vem com esse argumento pra cima de mim eu já esculaxo de cara. Porra!!! eu vi o Edmundo esculaxar os gambás no Rio-SP de 94 (eu tava ali na grade do paca), eu vi o Rivaldo tb. fazer a festa ali (apenas para ficar em exemplos mais marcantes).

Porém algumas coisas são inegavéis:

1. O Canindé é um estádio bacana, e é o único que ainda permite o livre acesso de um lado ao outro da arquibancada.

2. O Pacaembu é melhor que o Canindé como estádio e ponto final, isso não está em discussão aqui, mas que o Palmeiras está rolando uma química melhor com o Canindé no momento (se tratando de Palmeiras nào dura muito, vc. sabe né?) os numeros estão mostrando issso. A ressalva que faço, é que os números também eram bons lá na MERDA da Arena Barueri e ISSO NÁO QUER DIZER MUITA COISA. Mas gostando ou não o Canindé está caindo no gosto do Povão. Dá pra perceber isso nas ruas

Agora pra finalizar essa teoria é radical minha:

A nossa identidade não está nem no Pacaembu, nem no Canindé, não adianta a gnt ficar tentando criar alguma identidade em algum desses 2 lugares em 2 anos que nao vamos conseguir,

A nossa identidade real está na RUA TURIASSU, 1840 e não adianta velho até 2013, a gnt pode jogar todos os nossos jogos num unico lugar, seja no pacaembu ou no caninde, até lá a gnt ainda vai ficar meio desnorteado. pq a gnt não ve a hora de voltar para nossa casa.

abs

renan

Leonardo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Leonardo disse...

O Canindé jamais será um estádio capaz de suportar a grandeza do Palmeiras e de sua torcida. Qualquer estádio em que joguemos que não seja o Pacaembu, será uma decisão equivocada.

O Canindé é um caldeirão, sem dúvidas, e um estádio lotado, mesmo com 12 mil pagantes, torna o ambiente totalmente diferente. Foi assim na semana passada, contra o Avaí. Mas não dá para jogar jogos menores lá e jogos maiores em outro estádio, não dá!

O Palmeiras precisa de uma casa enquanto o Palestra se encontra em reformas. É claro que nosso estádio é incomparável a qualquer outro, mas precisamos de uma casa provisória.

Quem diz que o Pacaembu jamais será nossa casa, engana-se. O Palmeiras conquistou 25 títulos e disputou nais de 1.400 partidas lá.

Rafael Kuvasney disse...

o jogo poderia ser no quintal da minha casa. As 19h30 é um desrespeito em qualquer lugar. o horário tem de ser entre 20h e 21h. Nem mais nem menos. O Canindé é ruim pra quem mora na ZO ou ZS, mas pra quem mora na ZL ou na ZN até facilita. O problema de tudo é o horário, de pico, numa quinta-feira.

Leonardo disse...

PS: Os ingressos para o jogo entre Palmeiras x Atlético-GO, que acontece nesta quinta-feira (30), às 19h30, no estádio do Canindé, pela 7ª. rodada do Campeonato Brasileiro, já estão à venda pela INTERNET através do site www.futebolcard.com, 24h por dia e também em outros seis postos de venda. A carga total é de 19 mil ingressos.

Como é que colocam 19 mil ingressos à venda? Isso aí é um mistério.

Gabriel Manetta Marquezin disse...

Barneschi, muito legal você ter levantado essa questão, apesar de sempre saber a porcentagem do aluguel do Pacaembu, nunca tinha parado para ter esse raciocínio bem óbvio diga-se de passagem, realmente inaceitável a desculpa de custo do aluguel para jogarmos no Canindé...


e este jogo de quinta não tem argumento nenhum, nem que fosse de graça....um jogo as 19.30 em um estádio que fica na Marginal Tietê, é inaceitável...aliás, qualquer jogo nesse horário é inaceitável....se 21.45 como você diz é um horário pornográfico, 19.30 é um horário de matinê...os fdp não colocam nem a pau jogo entre 20 e 21h...tudo porque esse é o horário da novela o principal "esporte" brasileiro...

Porcos de Porão disse...

Essa história de jogos no Canindé só vai valer até levarmos um nabo de um timeco do Nordeste. Pra mim, esses vagabundos têm que jogar onde for e honrar a camisa. Aliás, muitos que lá estão deveriam estar jogando em algum campo de terra da periferia e sem ganhar porra nenhuma. BANDO DE VAGABUNDO DO CARALHO!

Anônimo disse...

A resposta é simples:

O PACAEMBU É NOSSO!!!

AQUI É CUINGÃO!

Porcos de Porão disse...

CUINGÃO? Que gambá é cu todo mundo sabe. Nós queremos gaviões, gambá vou te matar.

thiagocia disse...

Impossível chegar ao Canindé às 19.30hs numa quinta. E meu pai, que desde que me levava ao estádio com 12 anos paga ingresso, estava todo feliz por ter feito 60 anos este ano e não pagar entrada no Pacaembú. Só que no Canindé não tem essa... mas tudo bem, ele pagou o meu muito tempo, pago o dele como agradecimento pelo tempo que for preciso.

Eu sou Palmeiras sim senhor !

Ivan disse...

Canindé está sendo escolhido pelo simples fato dos diretores terem um estacionamento para guardar seus carros na hora do jogo. kkkkkk
Não entendo essa escolha... nosso lugar é no Pacaembu.

E maldita lenda criada em cima do estádio da cidade, em que o Palmeiras supostamente só se fode. Isso não existe.
Se esse elenco medíocre não tivesse feito todos os papelões, nós estariamos comemorando 3 títulos lá agora.

Pacaembu é do Palmeiras! Sempre foi!

Everaldo Efe Silva disse...

Muito boa argumentação, Barneschi! Tem nego pregando "nojinho" do Pacaembu, porque seria a casa do coríntia. Vivem dizendo que o estádio "pegou o cheiro da gambazada" e coisa e tal. Isso é RIDÍCULO! A questão financeira poderia dar razão aos que defendem o Canindé, se o tal aluguel do Pacaembu fosse SIGNIFICATIVAMENTE mais dispendioso. Tu mostras que não! O resto é frescuragem das grossas.

Anônimo disse...

Barneschi,
Sempre defendi os jogos no Canindé por algumas comodidades como para o carro e pelos bares ao redor, porém, hj vejo que tinha esta opinião pelas poucas vezes que tinha visto pelejas lá. Hoje com certeza, dentro do estádio o Pacaembu é muitíssimo melhor. O Canindé me lembra o estádio da Portuguesa da ilha do Gov.....um lixo de estádio!

Casselli o Carcamano