23 novembro 2006

A imortal camisa 12


O glorioso Clube Atlético Mineiro, que retorna em grande estilo ao lugar de onde nunca deveria ter saído, vai aposentar e imortalizar a camisa 12 em homenagem à torcida, que o acompanha desde 1908.

O Galo rende assim uma bem-vinda homenagem ao principal jogador de sua história: o torcedor.

Porque os jogadores, por mais craques que sejam, estão sempre de passagem. Podem eventualmente chegar à condição de ídolo e até virar símbolo de uma era, mas estarão sempre de passagem. O torcedor fica. Ninguém merece tanto ter a camisa imortalizada.

Fica o exemplo.

2 comentários:

Craudio disse...

É de conhecimento geral e irrestrito o "empurra as bichas"...

Só isso já basta...

Filipe disse...

se empurram em fila, uma atrás da outra...

Palestrino, confesso que me assustei com o título desse post. Pensei "porra, um mancha falando da 12???", mas não. Trata-se de uma justa homenagem de um quase-atleticano ao povo do Galo. Povo de verdade. E que o próprio clube se incumbiu de homenagear com máxima glória. Parabéns a eles.