27 novembro 2006

...

Há muito a ser dito, mas pouco a acrescentar. E a inspiração não veio; nem virá. Talvez porque essas criaturas (jogadores, técnico e dirigentes, estes mais do que aqueles) tenham chegado ao cúmulo de me deixarem com vontade de abandonar o estádio com apenas quatro minutos de jogo.

E não foi aquela sensação de querer sair para não ver (mais) um vexame, mas sim a inesperada vontade de estar bem longe dali, em outro estádio. Em quatro minutos, veio o ímpeto de sair do meu lugar e seguir para qualquer outro que tivesse ligação direta com Goiânia.

O Inter fez o que quis, mas eu não vi porra nenhuma. Se alguns viram um tal de Pato (meu único comentário a respeito foi: "Olha o nome do filho da puta que fez o gol na gente..."), eu só vi a história desmoronar diante dos meus olhos.

A desonrar nossa camisa, um bando sem alma.


Coube aos teimosos torcedores - que fomos ao estádio mesmo contra a vontade da diretoria -, tomar uma atitude.
Ouso dizer que o Inter se comoveu com o clima de guerra e com a tensão que tomou conta da arquibancada. Não só do setor popular, mas também da numerada, invadida que foi por nós.

Lamento que não tenha acontecido algo mais grave.

Todos os limites já foram superados.

Alguém precisa pagar pelo sofrimento de 15 milhões.

5 comentários:

Victor disse...

é impressionate a falta de COMPETÊNCIA existente no Palmeiras hoje, seja por parte da diretoria inútil ou dos pernas de pau que não honram a camisa que vestem. e quem paga o pato somos nós, torcedores, que pagamos ingresso pra passar vergonha o ano inteiro. uma lástima!

abraço cara!

Marcos disse...

É mais ou menos isso mesmo... eu até não curto muito ir em estádio, mas mesmo assim sou palmeirense fanático, sempre ou assito na televisão ou ouço no rádio os jogos, estou sempre acompanhando o Verdão... mas desta vez não deu. Dei um jeito de não assistir e nem ouvir o jogo, só pra não passar nervoso. Torcer pra esse time ridículo, dirigido por essa diretoria incompetente, é sinônimo de passar nervoso. A coisa chegou num ponto grave demais. Mudando de assunto, vc até é democrático, comparado com certos blogs da bicharada por aí... vi que alguns bambis comentaram e vc liberou as mensagens delas nuns posts abaixo... já num blog de um bambi, o cara fala m.... do Palmeiras à vontade ( fala que não temos torcida dentre outras besteiras ) e depois ainda bloqueia meu comentário que, diga-se de passagem, foi educado e sem nenhum tipo de ofensa...

ZOINHO CENTRO/SUL disse...

Não tenho o que dizer , só a mesma frase que digo a pelo menos 05 anos !!

QUE VENHA LOGO O ANO QUE VEM E QUE DEUS NOS AJUDE !!!

Palmeiras - Eternamente

Craudio disse...

Acho q o sentimento é o mesmo daquele Corinthians e Portuguesa Santista...

De qualquer maneira, 2006 é um ano para o futebol paulista esquecer. Tô dizendo o verdadeiro futebol, não aquele de mentira, q tem 46 mil pessoas no jogo da entrega da taça...

Por isso q eu digo que campeão brasileiro de 2006 foi, realmente, o galo mineiro...

demonio mv disse...

concordo!!!!!!
JA PASSOU A HORA DE PARTIR PRA VIOLENCIA FISICA....
tem gente q só entende assim