12 janeiro 2007

Del Nerices

Amigos palmeirenses,

Preparem-se para um espetáculo inesquecível na próxima quinta-feira, no Palestra. A informação vem do Painel FC de hoje:

Temático. O Hino Nacional será cantado pela Família Lima na abertura do Paulista-07, entre Palmeiras e Paulista. E, em vez de uma mascote, serão apresentadas quatro. Uma família com dois filhos.

Rápidos comentários:

1. Ok, a execução do hino é obrigatória. Por que não colocar uma banda marcial ou coisa do tipo?

2. O campeonato tem oito jogos na quarta (17), mas a abertura é na quinta (18)? Hum, nossos amigos portugueses adorariam saber.

3. Porra, como se não bastasse aquele esquilo idiota - resquício do Farah -, agora vamos agüentar quatro, pai, mãe e filhos? É de foder...

8 comentários:

Fábio disse...

É o fim, mesmo. Mas eu aprendi uma coisa: toda vez que a gente reclama demais de algo, a coisa piora. Se a gente continuar chiando muito, vai aparecer Sandy e Júnior na próxima vez...

Filipe disse...

Os caras não pensam...
Essa história de hino versão família pança é foda...
Essa história de esquilo é de foder...
E pra completar teremos a historinha do cadastramento - a maior piadinha do sr klein - um fracasso a ser estudado. Que se foda.

Craudio disse...

Falta fazem as farahzetes...

Barneschi disse...

As farahzetes fazem falta mesmo. Longe de mim defender a gestão do Farah, mas o torcedor era mais bem tratado. Vejamos:

1. O Farah nunca veio com pataquadas de Campeonato Paulista com pontos corridos;

2. O ingresso chegou a custar R$ 5 (R$ 3 para estudante) em 1998. E nunca passou dos R$ 10 em outras oportunidades;

3. As farahzetes animavam mesmo os jogos que nada valiam;

4. O Farah distribuía lanche e refrigerante gratuitos para os torcedores;

Tudo bem, o Farah inventou este maldito esquilo e promovia shows de pagode e bizarrices semelhantes no intervalo dos jogos, mas tudo era, na visão dele, pelo bem do torcedor. Podia não dar muito certo, mas ele sempre tentou fazer algo pelo bem do torcedor.

Craudio disse...

O grande problema do Farah foi ter dado vitrine ao promotorzinho de merda...

Barneschi disse...

Por onde anda o promotor?

Como ontem foi aniversário da Mancha, fica aqui uma homenagem:

Pensou que era fácil
Mas foi pura ilusão
Pra acabar com a Mancha Verde
Tem que ter disposição
Ô, ô, ô, pau no cu do promotor!

vitor disse...

até parece q o japones gostava das farahzetes.

Craudio disse...

Ô seu fascista comedor de macarrão, se ligae hahahahahhahahahahhahahaha...