24 julho 2007

Cadê o meu pernil?

A proibição começou pelo Pacaembu e chegou depois ao Jd. Leonor. Não sei ao certo por ordem de quem, mas o Parque Antártica, que parecia imune, também sofre agora com a proibição das barraquinhas de pernil, calabresa e demais iguarias da alta gastronomia paulistana.

Assim foi na última quinta-feira, dia de Palmeiras x Santos.

Caraíbas, Diana, Turiassu, Padre Thomaz, Marrey Jr., Matarazzo... nada escapou aos olhos dos fiscais da Prefeitura. Quem quer trabalhar não pode – e ainda é ameaçado –, e o torcedor perde suas poucas opções para matar a fome antes ou depois do jogo.

Volto a insistir na tese de que nós continuamos a pagar o pato por conta de vagabundo que não tem o que fazer.

O que justifica o fim das barraquinhas?

E, pior, o que comer sem elas?

O que mais me deixa indignado é ver que o torcedor, o mais interessado, não foi sequer consultado. Aos olhos desta corja, somos todos dispensáveis.

Proíbe-se pelo simples ato de proibir.

E tira-se um pouco mais do prazer de ir ao estádio...

18 comentários:

Craudio disse...

Pois eu digo o nome do autor e do co-autor. O autor atende pela alcunha de José Serra, que quando ainda era prefeito proibiu as barracas no Pacaembu atendendo aos pedidos dos moradores (alguns, vale ressaltar) das mansões que ficam nos arredores do estádio.

Depois que ele nos presenteou, deixou como secretário de coordenação das subprefeituras seu comparsa Andrea Matarazzo, ao que me parece morador do bairro - e quem, na verdade, exerce a função de prefeito, já que o Kassab é figuração. Ele não só intensificou a fiscalização no Pacaembu como também a expandiu para Morumbi e, agora, Pq Antártica.

Aí eu respondo tb a quem interessa. Ao Habib`s, por exemplo, que vende três rodelas de massa com tomate podre e cartilagem (aquilo não é esfirra nem aqui nem na Arábia) ao preço de R$5.

Eu, no entanto, fui testemunha ocular e auricular. Chegando no Pacaembu bem cedo num jogo no meio da semana no começo do ano, vi um morador de uma das casas abrindo o portão para um vendedor de pernil para que ele pudesse usar a água. E dizendo: "vocês têm o direito de trabalhar. Se eu me incomodasse, mudava daqui".

E aí a gente vê que tipo de mentalidade tem a administração municipal e estadual...

Rodrigo disse...

Eu sugiro que, como um certo torcedor raivoso aí, vocês comecem a comer morangos.

luigi sep 1914 disse...

Antes de mais nada, na minha modesta opinião, quem não frequenta estádio de futebol, nem deveria comentar, afinal deve estar acostumado com o clima fresco de boyzinhos filhinos de papai que frequentam os autodromos de formula 1...
Sobre as barraquinhas, não tem nem o que comentar...
Tanta coisa séria com que se preocupar, esses vagabundos ficam prejudicando quem realmente trabalha...
Mas fazer o que, sempre foi assim e sempre será...
Gente honesta não pode trabalhar em porta de estádio mas cambista tá sempre lá e os cabeças de penico não fazem nada!

Campeão do Século, da América e do Mundo

Rodrigo disse...

Não citei nomes...hahahahaha

A propósito: Equador 1 x 0 Bolívia.

CHUPA, BOLÍVIA!
CHUPA, BARNESCHI ANTIÉTICO!

morre mustafa disse...

naum fui no ultimo jogo, barney.... mas me diz: naum sobrou nada???? nem uma barraca???? como posde?????

Craudio disse...

Ainda tem o bronze...

Zoinho centro/sul disse...

Contra o Santos entrei pela MAtarazzo e como estava meio atrasado naum passei pela Turiassu.
Pergunto a quem lá estava, nem aquelas higienicas barracas montadas dentro da oficina, onde os carros ficavam bem acima dos lanches naum estavam ???
Naquelas naum tinha problema era tudo limpinho.

Abraços

E até mais tarde nessa chuva de merda !!!

Rodrigo disse...

Bronze é contra o México. Só pra constar...

Barneschi disse...

Então, Zoinho, te confesso que não reparei nestas, mas acredito que também foram barradas. A Prefeitura pegou pesado... só deu pra encontrar uma van estacionada quase na Venâncio Aires, e eu tive que apelar pra não passar fome. Comi o pior hot dog da minha vida ali.

Vamos ver como estão as coisas hoje...

Rodrigo disse...

Falando em hoje, vai torcer para quem, Barneschi?
Pela foto abaixo, já tenho uma resposta...


http://img126.imageshack.us/img126/7403/vascobarneschiys6.jpg

vitor disse...

digo o msm q o antiético comedor de morangos...a barraquinha e a cerveja eles proíbem, agora os cambistas não...pq será hein???

japones, to contigo, vamos com td em rumo ao bronze.
VAI BOLÍVIA!!!

rodrigo, após essa foto-denúncia, eu não dúvido nada q o dono do blog faça outro post ainda hj pra deixar morrer os comentários deste e assim ngm comentar sobre a foto...ele sempre se utiliza dessa artimanha...sugiro q os frequentadores não deixem os comentário cair, msm q apareça outro post.
e tb qria aproveitar e dizer q o sr. barneschi não foi visto durante o 2º tempo de PALMEIRAS x santos nas arquibancadas destinadas à torcida da casa...onde será q ele estava???

Barneschi disse...

Não há denúncia alguma na foto. Todos já me viram com esta (e outras) camisas do Vasco, e é fato que eu sou vascaíno depois do Palmeiras.

Dito isso, devo dizer que, se tivesse assunto, escreveria um outro post agora mesmo. Sua acusação não procede.

Por fim, estive durante todo o segundo tempo na curva próxima à numerada, de onde a visão para o gol é privilegiada. Comigo estiveram Luydy, Giovanni, Zoinho e meu irmão. CHUPA!

Rodrigo disse...

Vitor:

Concordo contigo. É só falar da casa rosa, da paixão do cidadão por outros clubes, da ligação de familiares com jogadores do time rival, do gel no cabelo e topete à la Elvis e outros assuntos constrangedores que logo somos calados com uma enxurrada de posts.

O próximo passo é começar a não ir aos estádios em jogos contra esses times "do coração"...

Agora lamento essa torcida toda pelo país dos índios plantadores de coca. Vão levar um sacode tremendo do México e sair do pan sem nenhuma medalha.

luigi sep 1914 disse...

Só sei que eu tmb não citei nomes qd falei sobre "brincadeiras" de educação física...
Formula 1 é coisa de viado!!!

Campeão do Século, da América e do Mundo

Rodrigo disse...

O Luydy, obviamente, está fora de si...

Deve ter apoiado o dono do blog quando este inventou de pintar a frente da seu resort de rosa....

Craudio disse...

Mudando um pouco de assunto, o título desse post me lembra uma dívida histórica do Barneschi e do Galuppo comigo.

Tenho até o documento que prova meu crédito de 8 pernis...

Barneschi disse...

Japonês,

Sejamos honestos: a dívida é toda do Galuppo, que prometeu pernil e refrigerante para todo o Parque Antártica já... é o maior caloteiro de que se tem notícia!

filipe disse...

Palestrino, o habibis patrocina aquele pano de chão com aquela calcinha estampada.
E ainda tem lojinhas dentro daquele anti-estádio usurpado delas.

Depois falo em agenda política de destruição (sem contar os sete pontos especificados no post anterior) e babaca acha que eu sou "radical".
Radical é a puta que pariu esses babacas, que além de puta fez a merda de parir merda.

Fora isso, a Sophia é quem deve um strip pelas ruas de Napoli...