05 julho 2007

O século é longo...

No início desta semana, a assessoria de imprensa do Palmeiras (finalmente temos uma!) mandou uma carta ao jornal O Estado de S. Paulo, refutando uma cretina reportagem que apontava a suposta decadência do clube alviverde neste século. Não vou entrar nos detalhes, pois o jornal e seus pau mandados não merecem que eu perca meu tempo. Mas a resposta trouxe, entre outros argumentos, trechos de um artigo do cineasta Ugo Giorgetti (aquele do Boleiros) publicado nas páginas do mesmo periódico, domingo agora.

É relevante, motivo pelo qual o texto segue abaixo, na íntegra.

De tudo, prefiro a mensagem final, bem direcionada.

Estamos falando, pois, do clube brasileiro que é simplesmente o Campeão do Século XX.

E o XXI está apenas começando, como bem lembra Giorgetti.


Decadência? Só para os rivais
Ugo Giorgetti

As dificuldades pelas quais passa o Palmeiras fazem muita gente afirmar apressadamente de que se trata de um clube decadente. Se isso é verdade, o Palmeiras é um clube decadente há mais de 50 anos. O curioso é que esse clube decadente ressurge sempre de sua própria queda para atravessar o caminho dos outros e ganhar títulos, campeonatos, torneios, o diabo.

É claro que a fase atual é mais difícil porque, na verdade, o clube é parte de um futebol que como um todo atravessa um período terrível. É difícil, portanto, distinguir a alegada decadência do Palmeiras de uma decadência mais geral que assola todos os clubes brasileiros e que se manifesta principalmente pela total impossibilidade de manter qualquer jogador jogando dentro do País por mais de um ano. Donde se conclui que os clubes, por sua vez, pertencem a um país que, apesar da retórica oficial, despencou tremendamente no confronto com países mais adiantados. Desse modo há uma situação geral muito complicada da qual o futebol é parte.

Mas deixemos isso um pouco de lado, fingindo que essas dificuldades não existem, e voltemos ao caso do Palmeiras.

Um dos motivos da alegada decadência é o fato de que jogadores como Carlinhos Bala, Kléber, Alex Mineiro, Dênis Marques, etc., preferiram outros clubes ao Palmeiras. Eu pergunto: E daí? Quem é essa gente? Com o devido perdão a esses boleiros, eles não representam grande coisa no futebol, de outro modo não estariam por aqui. Recebem alguma atenção pela pobreza geral, pela indigência do futebol brasileiro atual. Qual a diferença entre eles e Rodrigão, que aceitou a proposta do clube? Nenhuma. Infelizmente o futebol está reduzido a esses nomes, a essa ninguenzada, como diria Darcy Ribeiro. Tanto faz tê-los ou não tê-los. Como tanto faz que um jogador como Florentin tenha ido embora, ou mesmo Paulo Baier. A única preocupação quando saem é que não sejam substituídos por alguém ainda pior.

Ficam como outros “sintomas” da decadência a falta de títulos nos anos recentes. Os apressados tomam por decadência, porém, algo que faz parte da essência do Palmeiras. De quando em quando na sua história há escassez de títulos. De 1950 a 1959 o time amargou fila. Depois houve o período de 16 anos também sem título. Isso, portanto, não é novidade na história do clube. Regularidade e racionalidade nunca foram o forte do Palmeiras, um clube que insiste em transitar perigosamente entre a glória e o abismo. Quem torce para o Palmeiras aprende desde cedo que tudo pode acontecer. Ao Parque Antártica se vai preparado para o melhor e para o pior.

Sempre foi assim e sempre será. Não há sentimentos mornos, medianos, plácidos, reservados aos torcedores desse time. Ou se comemora uma vitória épica ou se lamenta uma derrota catastrófica. É isso. Quem não quiser que torça para outros clubes sensatos , organizados e previsíveis, preocupados em não perder. O Palmeiras sabe que a derrota é parte da grandeza.

Por isso não vejo decadência alguma. O Palmeiras de hoje é igual ao que sempre foi. Atravessando mais um período particularmente negro, lambendo em silêncio suas feridas, mas certo de que subitamente, inesperadamente, de algum modo vai ressurgir como tantas vezes antes, para continuar a ser o espinho atravessado na garganta de todos os times do Brasil.

O século é longo e ainda mal começou.

15 comentários:

Fernando disse...

Sem querer advogar em defesa de quem não me paga pra isso, mas aquela pauta idiota foi fruto da mente cretina e azeda de um editor... palmeirense. O duro é que a casa, notoriamente bambi, comprou a idéia. Mas a resposta do Ugo foi de foder de boa.

Rodrigo disse...

Se o Corinthians, Palmeiras ou qualquer outro time fazem parte de um futebol decadente, que tem um Botafogo (desculpa Fernando) como líder do maior campeonato de clubes do mundo, é natural que eles não estejam bem das pernas, que sofram altos e baixos etc.

É ridículo como esses urubus da imprensa tentam achar explicações mirabolantes para os fatos sem fazer o básico, que é contextualizar. Ô profissãozinha de merda...(da qual faço parte)

Barneschi disse...

Fernando,

Vi agora o artigo no teu blog.

Vou até comentar lá também.

Abraços

Craudio disse...

Bom, isso tudo pra mim é balela...

Agora, relevante mesmo, é comer 43 pedaços de pizza. Tá fininho hein, bolão???

E ainda não explicaram o affair embaixo do placar. Diz a lenda que o LuYDY tá enciumado...

Viva o rato do Pacaembu! Viva Bolívia! Fora Vitor! Chora de ciúme Luydy!

P.S.: em que diria que Fernando Galuppo, o mestre, iria se tornar emo?

Barneschi disse...

Alguns ficaram decepcionados com o Vitor, que, ao parar no 43º pedaço de pizza, não conseguiu bater o recorde do Maníaco (47), mas os números são impressionantes. Ainda mais porque não contabilizamos aí as polentas que ele devorou entre um pedaço e outro.

E eu já disse que o Galuppo é um profeta. O problema do Luydy é que ele ainda não ouviu a história do churilo e da badalhoca. Quando ouvir, vai parar com essa viadagem.

CHUPA, BOLÍVIA!

FORA VITOR!

morre mustafa disse...

palmeiras sempre gigante!!!!!!!

Daniel disse...

mandou bem o giorgeti. esse estadao é um jornalzinho safado que só fala mal do PALMEIRAS!!!!!

vitor disse...

mandou bem msm o giorgetti, até guardei o texto.

e o rodrigo, sempre q aparece alguma denúncia contra a sua pessoa ele corre e publica outro post pros comentários do anterior passar batido...então reintero o comentário anterior e complemento com outro.
- pq vc não comenta do namorico com o fernando?
- pq vc não comenta q na volta do Rio em meio aos tiros nos busões, vc se jogou no chão e segurou forte na mão do Luiz?

sobre as pizzas...mais uma vez o dono falastrão do blog se utiliza da inversão das informações...qm comeu pra caralho foi o próprio dono do blog, q foi o único da mesa a devorar com as polentas e ainda conseguir comer vários pedaços de pizzas, chegando a ter em algumas ocasiões 3 pedaços no prato.

luigi sep 1914 disse...

Como o Giorgetti disse o século é longo e apenas começou...
E tem tudo pra ser como o século passado, com o PALMEIRAS campeão do mesmo e todos os times do Brasil com o rótulo de fregueses do século...
Único time do Brasil a ter vantagem no confronto direto contra TODOS os times do país, grandes ou pequenos, menos contra o inter/rs...
Então, antes que venham a falar do PALMEIRAS, é bom conhecer um pouco de história...

Campeão do Século, da América e do Mundo

CHUPA fregueses do novo e do antigo século

luigi sep 1914 disse...

Corrigindo...
"Antes que venham falar do PALMEIRAS..."

Barneschi disse...

Não há aqui nenhuma denúncia a ser contestada. E o único motivo para eu escrever outro post é porque havia a relevância de publicar este texto do Giorgetti. Simples assim, e eu nem vou mencionar aqui a ingratidão do Vitor por tentar me acusar de algo mesmo depois de eu ter defendido o desempenho dele no rodízio de pizza (repito que o consumo de 43 pedaços em uma única noite é um desempenho para poucos).

Sobre as babaquices aí citadas, eis o que tenho a dizer:

1. O Vitor está com inveja por não poder ficar no espaço reservado aos torcedores organizados. Assim, marginalizado, esquecido no setor ocupado pelos cornetas e sempre pessimista, resolveu implicar com quem estava apenas falando sobre o futuro do Palmeiras.

2. O Luiz é outro também. Adora cornetar. Levo na brincadeira, até para descontrair.

FORA VITOR!

CHUPA, BOLÍVIA!

VIVA O RATO DO PACAEMBU!

MANCHA IPIRANGA disse...

EEEEEE PALMEIRAS MINHA VIDA EH VC!!!
PALMEIRAS MINHA VIDA EH VC EEEEEEE!

Craudio disse...

Ué, ele voltou mesmo hein?

FORA LUYDY! Escreve um blog!

Viva Bolívia!

Viva o rato do Pacaembu!

vitor disse...

através de um trabalho em conjunto, abaixo está o link acabando com uma das muitas mentiras inventadas pelo dono desse blog.
aos poucos, vamos tentando acabar com todas as farsas e calúnias.

CAMPANHA: CHEGA DE MENTIRAS!!!

http://www.mritodesigner.net/afarsa/

Barneschi disse...

Todos sabem que Mauricio Rito é um notório conhecedor de programas de adulteração de imagem. Esta montagem é mais um exemplo.

FORA VITOR!