03 agosto 2011

Inflação recorde

2005, agosto. Com o Maracanã sendo estuprado em função do Pan/2007, o Fluminense recebe o Palmeiras em Volta Redonda. Por mais apagado que esteja o ingresso abaixo, peço que atentem para o preço da arquibancada do Estádio da Cidadania:



2011, julho. Seis anos depois. Com o Maracanã sendo assassinado em função da Copa/2014, o Fluminense recebe o Palmeiras novamente em Volta Redonda. O ingresso:



2005: R$ 5, arquibancada estudante (ou R$ 10 a inteira)
2011: R$ 20, arquibancada estudante (ou R$ 40 a inteira)

Seis anos e 300% de inflação. No mesmo período, o salário mínimo saltou de R$ 300 para R$ 545 (elevação de "apenas" 81,6%).

Alguém aí arrisca uma explicação?

39 comentários:

Gabriel Manetta Marquezin disse...

po...acabei de comentar no outro post hahha ve la os vídeos que sugeri...

o preço é foda mesmo....a um tempo atrás fiz uma relação de ingresso x salário mínimo, em vários países, no Brasil temos o ingresso mais caro nessa proporção

Forza Palestra disse...

Valeu, Gabriel! Grandes vídeos os que você mandou. E aquela foto é espetacular.

Vi sua observação sobre o salário mínimo e já acrescentei esse dado ao texto. A diferença é estarrecedora.

Abraços

Gabriel Manetta Marquezin disse...

um exemplo rápido, ainda sem fonte mais confiável, mas não deve fugir muito disso..

na Italia, o salário mínimo é de 900 euros, o ingresso pelo sistema de abbonamento (carnê) sai por aproximadamente 15 euros, ou seja 1,66% do sálário italiano

no Brasil, o atual piso é de 545 reais, o ingresso 30, ou seja, 5,50% do salário do trabalhador...

se em um mês um torcedor italiano vai 4 vezes ao estádio, gasta 6,66% da renda daquele mês....quase o que o brasileiro gasta em um único jogo aqui, que gasta 22%

Gabriel Manetta Marquezin disse...

22% em um mês de 4 jogos, faltou completar...

Ulisses disse...

Barneschi, a análise do Gabriel está mais bacana, sugiro que abra um post com ela.

A análise que você fez leva em conta um salário mínimo que era defasado e continua sendo.

O estádio cobrava na época o mesmo percentual que os estádios da Itália, porém não se faz justo, visto que o nosso salário não se compara ao da Itália.

Infelizmente o probl0ema nesse caso não é do Futebol, mas sim da nossa econômia. Você vive com R$ 545,00?

Se comparar os custos do estádio de lá com os do estádio de cá x salário minimo de lá e de cá, verá que também existe um valor totalmente desproporcional.

Bom, é minha opinião!

Abraços!

FabioTremems disse...

Infelizmente depois da copa, isso vai ficar ainda pior! Faz parte da elitização dos estádios pelo país. A partir da segunda metade de 2013, os ingressos vão subir muito mais, com a simples desculpa de que os estádios serão mais modernos e mais caros de se bancar.
Já li aqui e no verdazzo textos sobre a idiotização do futebol, do torcedor. Podem me chamar de teórico da conspiração, mas acredito que tudo, tudo mesmo, desde a fabricação de ídolos, à criação de Joões Sorrisões da vida, façam parte de um plano pra tirar o verdadeiro torcedor dos estádios, substituí-los por consumidores. É só acompanhar o tratamento que é dado ao torcedor organizado...

Gabriel Manetta Marquezin disse...

a copa vai selar nosso caixão...

podem apostar, bizarrices como jogo com torcida única vão passar a ser normais...

o SCCP não vai querer ver nossa torcida no estádio deles, vão ter medo que urinemos fora do vaso ou que fiquemos de pé sobre as cadeirinhas, e o Palmeiras não vai querer ver os gambás aqui pelo mesmo motivo...estamos vendo os últimos derbys com torcida visitante, mesmo que sendo pouco mais de 5%....

Rafael Kuvasney disse...

Ainda acredito naquela história que "o estudante paga inteira e o trabalhador paga em dobro". Para não terem prejuízos com as meias entradas, eles dobraram o valor de tudo. Acho que o preço justo para os dias de hj seria R$20,00 a inteira.

FC disse...

Explicação: querem o torcedor fora dos estádios. Querem os estádios vazios ou cheio de gente que fica na dúvida entre ir ao cinema ou ao jogo do time que "simpatiza".

Estão jogando duro contra o torcedor de verdade.

E estamos perdendo....

Abrax,
FC

Forza Palestra disse...

Minha pergunta, não custa dizer, era puramente retórica.

Gabriel Manetta Marquezin disse...

essa explicação do estudante eu já ouvi várias vezes...diziam que era isso o que afastava os grandes shows daqui, falavam que os ingressos seriam caros demais e temiam um público pequeno...mas essa desculpa não cola para essa questão...em 2005 já existia meia entrada e o ingresso não era esse absurdo....

na Europa isso de estudante não existe, o que existe, pelo menos na Italia, é o chamado "ridotto", preço reduzido mas não a metade, e este preço é destinado a qualquer pessoa menor de 16 anos ou maior de 60....

outra coisa, aqui os preços são absurdos e não existe NENHUMA contra partida....lembram daquela merda de setor Visa???? a Curva era 30$ o Visa 80$ ... sendo que a arquibancada tinha mais acessos e era mais confortável que aquele lixo... o cara pagava 80$ para tomar chuva, uma cadeira apertadíssima, e ter um ÚNICO portão de acesso, que ficava absurdamente lotado...fora que restringiram uma parte do estádio a portadores de uma bandeira de cartão....os ingressos de tribunas vip na italia dão direito a estacionamento e mais algumas regalias, existe um "desculpa" pelo estupro....

fora que aqui se paga 30$ por um jogo quase de madrugada, e as vezes em lugares onde sequer existe transporte público...

FabioTremems disse...

Sobre a meia-entrada
http://super.abril.com.br/cotidiano/ingressos-seriam-mais-baratos-se-nao-houvesse-meia-entrada-634666.shtml

FabioTremems disse...

Matéria sobre a meia-entrada, com o link reduzido http://migre.me/5pJNP

Gabriel Manetta Marquezin disse...

não é bem assim...

pesquisei no google borderos de jogos do Palmeiras...o blog UmPalmeirense costumava posta-los, o cara vai sempre no estádio, já vi ele várias vezes na bancada...

http://umpalmeirense.com.br/wp-content/uploads/2010/02/03-bordero.jpg

vejam os números, eu já fiz a soma, inteiras: 2.363 meias: 3.792 .... as meias representam 61,60% do total....

Gabriel Manetta Marquezin disse...

vamos as contas:

tomei como exemplo o Tobogã, pois ele tem sempre sua capacidade divulgada, 10.600 lugares

seguindo a proporção 20/80:
2.120 inteiras x $30 = $63.600
8.480 meias x $ 15 = $127.200
total: $190.800,00
ticket médio: $18

seguindo proporção mais realista, 40/60:
4.240 inteiras x $30 = $127.200
6.360 meias x $15 = $95.400
total: $222.600
ticket médio: $21

Gabriel Manetta Marquezin disse...

mas eu ainda questiono, em 2005, os estudantes não iam ao estádio? nada justifica essa inflação, NADA!

Leonardo disse...

É uma pena hoje em dia a renda das partidas tenha se tornado mais importante do que o público. Cada vez mais gasta-se para assistir um jogo de futebol.

Rafael da Silva disse...

Ulisses, o economista.

Anônimo disse...

Podia ter um posta de como anda a situação da Arena.....a obra esta parada?

pedro disse...

com todo respeito, mas em vez de teorias da conspiração, podia se comparar qto ganhava na média um jogador do palmeiras em 2005 e qto ganha hoje. ingresso é caro pq o torcedor é obrigado a ajudar a sustentar salários absurdos dos lincolns da vida.

Ulisses disse...

Cara não é questão de ser economista, mas sim realista.

1) não se compara Europa / Brasil;
2) 195.000,00 por jogo no tobogã, levando para um estádio particular, não paga o custo de manutenção, custo da partida e custo do clube;
3) Claro que o torcedor deve ser valorizado, mas o preço do ingresso é justo para se arcar com o que temos aqui;
4) Sou a favor de valorizar com descontos os torcedores assíduos, não com promoções imbecis, mas com programa de valorização. Para o torcedor esporadíco, o preço de R$ 40,00 creio ser justo.

Diego Marques disse...

E o assalto hoje no Couto Pereira, R$ 80,00 é sacanagem.

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

Ulisses, R$40,00 não, R$30,00. A questão da meia entrada conta, mas devo admitir que a questão da elitização do futebol conta mais. Realmente estão acabando com tudo. Sobre o que o Pedro citou, de pagarmos os altos salários, não vejo por aí. Os patrocinadores bancam a maioria dos altos salários e o caso do Lincoln não serve como parâmetro, já que o salário dele envolvia parte da dívida que o Palmeiras tem com ele (se não me engano).

Realmente, a única coisa que explica o preço absurdo dos ingressos é que pagamos mesmo assim. Eles sabem que estão lidando com a paixão. Mas, como nem todos tem condições de ir a um jogo de futebol as 22h de quarta-feira, as 19h30 de quinta-feira ou as 21h num sábado, é preciso que os que vão paguem a conta. Sabemos muito bem que, tirando as Organizadas e os torcedores mais fiéis, a situação do futebol no Brasil (largado na mão da Rede Globo, sem se importar com o torcedor e sim com o telespectador) não empolga. Não acompanho os outros times, mas algum outro técnico grava vídeos chamando o seu torcedor pro estádio e lamentando pelo horário? cara, estão nos pedindo desculpas! E a culpa é deles.

FabioTremems disse...

Cara, parabéns ao Ulisses e ao Gabriel pelas contas. Me lembro que nos tempos de Palestra, com o ingresso já a R$ 40, quando tínhamos casa cheia, a renda sempre superava 1 milhão de mangos. Não sei hj, mas na época quase cobria a folha de pagamento. É claro que tem manutenção do estádio, salários de funcionários e etc, mas com 2 jogos em casa por mês, pagávamos todo o elenco. Se o valor dos ingressos se justificassem com o pagamento dos jogadores, blz, sabemos o que estamos pagando. Mas como disse o Rafael, os patrocinadores já pagam os jogadores (e muitas vezes tentam escalar tbm). Sou a favor também de valorizar o torcedor assíduo, como disse o Ulisses, mas o clube não leva isso tão a séio. Entrei no site do Avanti e ví que o plano mais barato custa 15 conto por mês e o associado tem 30% de desconto no ingresso. Nem vou tentar fazer as contas, mas ainda assim, me parece que o ingresso sairia mais caro que o preço médio proposto acima, sem as meia-entradas. Pra valer a pena ser sócio, o cara tem que pagar 80 reais por mÊs. Assim teria 50% de desconto nos ingressos. Mas sabemos que 80 pilas por mês não é pra qualquer um. Insisto que os altos preços nos estádios fazem parte de um plano pra tirar o torcedor comum do estádio.

FabioTremems disse...

hahahaha!
acabei de tentar aderir a um dos planos do Avanti. só consegui tentar mesmo... liguei na central de atendimento pra saber pq só dava erro quando tentava me associar, e menina disse que o programa ta passando por uma reformulação e que não há previsão de quando volta, se voltar...

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

Fabio, segundo o Conrado, do Verdazzo, a atual diretoria estuda banir o Avanti por dois motivos:
1 - foi criado pelo Belluzzo;
2 - a oposição sugeriu que o sócio-torcedor também tivesse direito a voto no conselho e isso ofendeu a corja de safados.

Eu sou sócio-torcedor pq nao tenho como me associar ao clube. Moro em Santo André e tenho família. Não posso pagar a mensalidade sem usar a parada. Mas como sócio-torcedor estou ajudando o clube de alguma forma, mesmo que a errada. O programa tem falhas pra caralho, mas não é um total fracasso. Eu pago R$20,00 no ingresso e posso comprar um dia antes de todos, o que me garantiu ir a alguns jogos importantes nesses quase 2 anos de associado.

FabioTremems disse...

Putz, é verdade!
Também penso como vc. Queria ajudar o time de alguma maneira, e ser sócio do clube é fora de cogitação, impossível por enquanto. Sem contar que a vantagem de poder comprar o ingresso antes, realmente vale muito a pena. Tomara que quando voltar (se voltar) o Avanti tenha melhorias significativas, inclusive o direito a voto.
Mas o que mais desanima nessa história, é a mentalidade das diretorias do clube de que "se não fui eu quem fez, não tá bom". É por isso, entre outras coisas, que a Arena demorou tanto pra começar a sair do papel.

Anônimo disse...

Barneschi.
Estou em Curitiba e comprei hj o ingresso para a peleja. Sabe quanto paguei arquibancada? R$80,00!!!!!!! Dá pra acreditar??? E não é pq comprei visitantes. Este é o preço padrão nos jogos do Coritiba. Vagabundos!

No mais, agora 6°graus e caindo! Vai Palmeiras.

Casselli o Carcamano

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

time pequeno é assim mesmo. R$80,00 pra ganhar a grana do turista que visita a cidade. Trocida mesmo, não tem. Podem nos vencer, mas sempre serão meros esverdeados. O verdadeiro Verdão é de São Paulo e se chama Sociedade Esportiva Palmeiras.

Anônimo disse...

O Rafael o preço de R$80,00 não é só para este jogo ou só para a torcida do PAlmeiras. É para todos os jogos no Couto Pereira! Safados.

Casselli congelando!

Raoni Leal disse...

é lamentável! Ingresso não deveria passar de 20 conto inteira!

80 reais é um absurdo sem tamanho!!!!!

Cesar disse...

Barneschi, já que foi citada a vantagem do Avanti em relação a se comprar ingressos com um dia de antecedência, me tire uma dúvida, quem é sócio do Clube também tem essa vantagem?? E descontos??

Eu andei fazendo umas contas e decidi que vou ficar sócio do Clube e não do Avanti, mta gente pensa que ser sócio do Clube é algo estratosférico mas para alguns pode ser mais simples do que se imagina!!

Um título individual para apenas o Clube da cidade custa R$ 700,00 a vista ou R$ 900,00 em três parcelas, e a mensalidade custa R$ 70,00! Fora isso, cobra-se R$ 50,00 para a emissão do diploma...

Entre pagar R$ 80,00 para o Avanti ou R$ 70,00 para o Clube com direito de usufruir de td a estrutura (que vai ficar ainda melhor) prefiro ficar sócio mesmo!!

Ulisses disse...

Obs: R$ 80,00 não é absurdo, é humor negro! Aí perde-se qualquer tipo de defesa.

Abs!

Forza Palestra disse...

Senhores,

São muitas mensagens, pontos de vista diferentes e a discussão avançou além do esperado. Deixo então para fazer de uma só vez todas as minhas breves considerações:

Começo por dizer que R$ 40 é um absurdo, e o dado trazido pelo Gabriel Manetta, sobre o percentual do salário mínimo necessário para comprar um ingresso no Brasil e na Italia (ou qualquer outro país europeu), evidencia essa situação. O preço do ingresso para um jogo da primeira divisão do Campeonato Italiano chega a ser equivalente ao que é cobrado pela maioria dos clubes brasileiros. E há casos como esse do Coritiba que chegam a ser criminosos.

O programa de sócio-torcedor funciona para alguns poucos clubes, e o Palmeiras não está entre eles. Sugiro a vocês que confiram todos os meus posts sobre o Avanti Palmeiras, o pior programa de sócio-torcedor já lançado por um clube brasileiro. É uma aberração completa e eu, sócio do clube social, nunca aderi a este programa por entender que ele já nasceu como um erro conceitual.

Peço licença ao Ulisses, meu amigo, para discordar veementemente do ponto de vista dele. O torcedor de estádio não deve pagar pelos erros e desmandos diretivos do clube, tampouco pelos salários absurdos pagos a alguns vagabundos. Esse dinheiro já vem do marketing e das cotas de TV, e o torcedor de estádio deve ser respeitado. Até porque é necessário preservar o torcedor mais humilde, que deve ser uma prioridade do clube, até pela questão da ampliação da torcida.

Por fim, já foi dito por mim e por outras pessoas que a Copa do Mundo/2014 seria o atestado de óbito do futebol brasileiro. Eis aí o porquê.

Abraços

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

Me lembro que nas fases finais da Sulamericana, no ano passado, a diretoria colocou o ingresso a R$20,00. Se não me engano, a pedido do Felipão. Outros clubes possivelmente fariam o contrário. Isso foi muito importante e o público no Pacaembu naqueles jogos superou os 30 mil, mesmo sendo no horário-coito-anal das 22h. Isso deveria ser regra no futebol.

Gustavo Moraes disse...

O grande problema no caso do futebol brasileiro é o seguinte: quem dirige o futebol, não gosta de futebol!

Custa o nosso nobre dirigente visitar a agradável região da Torcana num fim de ano, e ver um jogo da Fiorentina lá no Artemio Franchi?
Ele vai descobrir que não existem ingressos nos setores populares. Por Que? Porque eles vendem carnês da temporada, num valor de aproximadamente 15 mangos/partida (inteira). Vai restar a este nobre turista adquirir entradas para a arquibancada central (E$38,00) ou cadeiras cobertas (E$50,00). Simples! Torcedor fiel tem benefício, mas se a fase for ruim, o clube já tem garantida uma renda mínima. Se a fase for boa, o clube ganha muito com os ingressos vendidos na vespera da partida. Essa é a solução !!

Mas é pedir muito pra esses cabeças de bagre.

Abraço

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

Sei que estamos nos prolongando demais na discussão, mas, acho que pro Palmeiras nao interessa nenhum desses belos esquemas pra favorecer o torcedor. Alguma coisa me diz que exste algum esquema muito louco de caixa 2 com cambistas. Não é possível! Jogos com venda total de arquibancada no Pacaembu e, quando chegamos lá, a arquibancada verde tem, no máximo, 80% da sua capacidade tomada. Tem coisa muito errada ai...

FabioTremems disse...

Mais uma vez concordo com o Rafael! Cara, é sempre assim. sem contar que pra maioria dos jogos, consigo comprar apenas dois ingressos, mas se vc ficar 20 ou 30 minutos perto da fila, vai ver que os cambistas circulam com total liberdade (as vezes até com a ajuda dos imundos da pm) pra comprar quantos lotes de ingressos quiserem.
É claro que o exemplo da Fiorentina é magnífico e seria um grande sucesso aqui, mas com toda essa corja entre o time e o torcedor, sabe quando isso vai acontecer aqui? pois é!

Anônimo disse...

Ó pra onde mandaram o jogo com os Gambás, denovo...

O futebol tá ficando uma bela de uma merda...

Gabriel, verde até o osso