27 julho 2012

Prejuízo e vergonha em números

Vamos estabelecer mais alguns parâmetros razoavelmente objetivos para jogar luz sobre uma questão tratada por Tirone, Frizzo e demais cúmplices à base de superstições idiotas (e que sequer fazem sentido) e de uma inversão de valores que coloca a vontade de uma meia dúzia de vagabundos muito bem pagos acima dos interesses da massa que faz ser o Palmeiras o que ele é:

Vejam que existem três clubes de fora de SP que, via de regra e em situações normais, colocam mais torcida que a Portuguesa nos jogos disputados no Canindé: Flamengo, Vasco e Bahia. A torcida do Bahia é enorme em SP e quase sempre ocupa todo o espaço a ela destinado nos estádios paulistanos: no Palestra, no Pacaembu, no Jd. Leonor, no Canindé, onde for possível chegar. Aparecem 1.500 torcedores sem grande esforço.

Acontece que o Bahia foi jogar pela primeira vez no Buraco de Barueri nesta noite de quinta-feira e a torcida tricolor foi representada por não mais do que 60 pessoas. 60 torcedores! Não fosse pelas faixas das organizadas e eu poderia muito bem pensar que estávamos enfrentando um Mirassol/SP da vida...

















O público total, 7.515 pagantes, acaba ratificando a média do Buraco de Barueri. É basicamente este o nosso limite enquanto insistirem em mandar os jogos lá. É vergonhoso! E dá prejuízo!

Nada mais a declarar.

Aliás, tenho sim. Porque é o caso de estabelecer aqui outro parâmetro de comparação, este igualmente irrefutável e por demais vergonhoso:

SCCP/SP 1-1 Portuguesa/SP (rodada 11, sábado às 21h) +
SCCP/SP 2-0 Cruzeiro/MG (rodada 12, quarta às 21h50) =
59.865 pagantes e R$ 1.883.348

Palmeiras 3-0 Náutico/PE (rodada 11, domingo às 16h) +
Palmeiras 0-2 Bahia/BA (rodada 12, quinta às 21h) =
14.922 pagantes e R$ 545.420

Se Tirone, Frizzo e demais cúmplices não sentem vergonha, nós sentimos. E é bom que eles saibam que estão dando prejuízo para o clube e matando a torcida do Palmeiras.

###

O vagabundo que apitou hoje fez o possível e o impossível para derrubar o Palmeiras. Conseguiu. Aliás, apenas a título de registro histórico e para derrubar aquele discurso-padrão de jornalistas pilantras ("os erros acontecem para todos os lados"), vale lembrar o que aconteceu na última vez que recebemos o Bahia, então no Canindé. Atenção para a posição em completo impedimento no gol que deu o empate ao nosso adversário:



Ou seja: já são dois anos seguidos com o Palmeiras sendo roubado de maneira descarada em casa contra o Bahia/BA. Mas podem ficar tranquilos: a imprensa esportiva vai tentar fazer acreditar que os erros acontecem para todos os lados.

###

Até domingo em BH. Dia de conhecer mais um estádio novo.

19 comentários:

gregory disse...

Totalmente absurda a arbitragem de hoje, nem comentarei nada pra não me estressar.

Quando fui extravasar a minha ira, eu não fui preso por segundos hahaha, não sei se você chegou a ficar sabendo dos pm's prendendo o pessoal no vidro por reclamar desse fdp. Absurdo.

Estádio de merda, foi ruim pra voltar e contra o Botafogo será BEM pior.

Leandro Roque disse...

No que diz respeito ao lado torcedor, mais um episódio a ser esquecido. Em relação ao lado contestador, mais uma razão para que Barueri não exista em nossas vidas, mais um argumento na soma. Cada jogo "em casa" infelizmente vai ser isso aí... Em campo podemos ganhar ou perder, que seja. Independente do resultado, será uma derrota em cada duelo. Não dá para ver de outra forma, pois em média de público a coisa vai ficar em termos de ponte, lusa e derivados. Vergonhoso para um time grande, menos para os cegos que estão no poder, pelo jeito.

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,Tô de saco cheio dessa porra,fomos roubados na cara dura,tudo bem o Obina perdeu um gol ridículo,o Felipão errou nas alteracões,mas esse juiz que eu nunca ouvi falar foi o principal culpado,a última pessoa do mundo que vai justificar erros de arbitragem com derrotas sou eu,mas hj foi demais,tô cheio,na hora que íamos engrenar vem esse lixo e nos rouba desse jeito,agora os planos de poupar pra sul-americana vão por água abaixo por causa desse sujeito mal intencionado,olha só o prejuízo que esse merda nos causou,e o que vão fazer?? Nada!! com essa diretoria de Barueri estamos fodidos,vamos ser roubados daqui a até o fim,se preparem!

Quanto ao vilarejo perdido do Jardim Belval,a minha sorte é q o jogo contra o Inter/RS vai ser no sábado então não vou ter uma preocupacão tão grande em voltar pra casa,agora na quarta,contra o Botafogo pela sul-americana vai ser mais uma merda,não vou poder ir no tipo de competicão que mais curto que é o mata-mata,parabéns a todos envolvidos

Raoni Machado de Souza disse...

7.000 pessoas e tava uma PUTARIA pra estacionar! Proibiram parar nas ruas mais próximas ao estádio e só achei vaga naquela ladeira do caralho!

Sobre o jogo, Felipão tirar o D.Carvalho o uúnico bom jogo que ele vinha fazendo no Brasileiro, não deu pra entender..

Juiz FDP, desde o começo jogadores do Bahia fazendo cera e ele deixando rolar.. VSF!

Raoni Machado de Souza disse...

E pra mim o Bruno é uma merda de goleiro. Não sabe sair do gol, no segundo gol se fosse o Marcão mesmo todo quebrado iria na bola igual um louco e chegava primeiro! Ele fez que ia e parou!

Pra libertadores ano que vem, na minha opinião não da! Da um jeito de trazer o Cavalieri de volta...

Washington Santos Cruz disse...

Até quando jogaremos na arena VAZIeri??? Quarta feira que vem, vou no jogo, e vou ter que dormir na Barra Funda, porque quando o trem chegar lá, já não vai ter + metrô funcionando!!! Diretoria amadora!! Tem alguém ganhando dinheiro por fora pra divulgar o nome de Barueri, não é possivel que a diretoria seja tao burra pra continuar insistindo nessa merda!

Sergio Mendonça disse...

Para aqueles que não gostam do futebol moderno, teremos amanhã dia 28, às 15:00 hs, PALMEIRAS B x JUVENTUS na rua Javari.
Interessante pelo ambiente do jogo, a proximidade do campo, os personagens que frequentam a Javari e pela torcida do setor 2.
Já o nosso time B é muito fraco.

Rodrigo Santesso disse...

Jogo as 21 h cheguei em casa (Caieiras) 5 pra 1 da madruga!! isso é horario de se chegar em casa em um jogo de dia de semana?? e agora na sulamericana que o jogo é as 22 como eu faço??
Alguem deve estar levando um $$$ por fora é a unica coisa que faz eu acreditar essa historinha de jogar em barueri é bom!!

acreano disse...

Fiz até uma brincadeira:
Sair da vila mariana pra ir e voltar de barueri demora mais do que uma viagem de avião Sp para minha cidade natal Rio Branco/AC
olha que é looooooonge ! rsrs

é um absurdo....

To no desespero atrás de carona para o jogo da semana que vem!

Esses diretores podem fazer o que for... continuarei fazendo o possível para ver o meu verdão jogar!
FOOOOOOOODA!!!!

p.s: é impressionante, não vejo ninguém que vá aos jogos preferir barueri a qualquer outro estádio de nossa capital

abraços

@anakan

Leonardo disse...

Acredito que sejam válidos e justificados todos os argumentos contra Barueri, alías, concordo absolutamente com cada um. Porém, é muito bom poder comer um lanche e beber algo a poucos metros de um estádio. Talvez esta seja a única vantagem em jogar na Arena.

Nada, é claro, que compense os públicos vergonhosos, as rendas baixíssimas e o esforço que temos empreendido.

Quarta-feira que vem é provável que tenhamos um público inferior a casa dos dez mil palmeirenses em uma partida de mata-mata pelo que torneio que efetivamente nos interessa neste segundo semestre. Como é que, em tão poucos, faremos pressão em um jogo que deveria ser com casa cheia e festa da torcida?

Vejam só, conquistamos um título nacional, o primeiro da década, e não levamos sequer dez mil torcedores após a conquista. Um absurdo tremendo, vergonhoso.

Qualquer time mediano/pequeno de nosso estado teria feito mais. Ponte Preta, Guarani,talvez até a Portuguesa, teriam levados públicos maiores do que os nossos.

Não possuo os dados, mas seria possível que esta seja a menor média de público da história do Palmeiras no Campeonato Brasileiro?

Tirone e Frizzo, vocês não tem noção do que estão fazendo com a história palestrina!

Juiz filha da puta! Com todo o respeito ao Bahia, mas até quando seremos roubados jogando em 'casa'? Ainda mais contra um time extremamente inferior?

O título veio, mas parece que tudo conspira contra nós.

Leonardo disse...

Ah, outro ponto, não parece conveniente que Valdívia tenha sentido a coxa nesta semana? Suspeito, suspeito.

CIOL, Felipe disse...

quinta feira desgraçada.

Mais um jogo naquele buraco, mais um jogo que eu não consegui ir.

Mais um jogo em que o vagabundo (eu sempre defendi ele, mas não dá mais) do camisa 10, "sentiu" a coxa.

Mais um jogo onde a entrada de Patrik acabou com tudo. O que esse Patrik tem, que só o treinador vê?

Mais um jogo em que o juiz meteu a mão em nosso time, e o b1, deve estar dormindo até agora, tranquilo...

Mais um jogo onde nosso treinador foi expulso injustamente.

Mais um jogo com renda e publico ridículos.

Mais um jogo onde TUDO ISSO é culpa da diretoria. Só mais um.

acreano disse...

Leio pessoas nas redes sociais dizendo: ahhh se fosse no pacaembu o publico nao seria tao grande também..."

Concordo, acho que em certos jogos nao teriamos mesmo um grande público...

Mas acho que o ponto central da discussão é A SEP simplesmente tirar a opção do torcedor de ir ao estádio colocando os jogos em barueri....

Não dar nem a opção ao torcedor de ir ao estádio... é de foder!

Diego Carvalho disse...

Bem galera, eu compartilho da mesma opinião do Barneschi, quando ele problematiza muito bem, a questão da falta de jogos do Palmeiras dentro da capital.O time é de São Paulo, então o esperado, é que as partidas do clube, sejam majoritariamente disputadas em sua cidade de origem.
Mas queria também chamar a atenção para um outro problema.Oras, não é de hoje que as médias de público da nossa torcida vem caindo assustadoramente. Eu costumo apontar, que depois de 2009, houve uma perca de confiança total do torcedor no Palmeiras. Do ano de 2010 em diante fica explícito o "abandono" do torcedor .
Tentaram o Pacaembu e nada. Um jogo e outro na Sul Americana, conseguimos colocar um público realmente expressivo.
O Canindé, recebeu suas críticas por comportar um público pequeno ( para os nossos pretensos padrões ), ser acanhado e tudo mais. Não virou também.
A questão levantada, sobre uma futura falta de identidade do torcedor palmeirense com o clube, ela já não é uma discussão que nos atenta para um problema que pode vir há ocorrer. Ela é já do nosso presente.
Por mais horrível que seja o acesso ao maldito estádio em Barueri. Com todos os contras possíveis que já conhecemos. Não dá para tampar o sol com a peneira e satanizar o estádio apenas.
O que fica visível me parece, é que realmente a população mais humilde, aquele que mora nas regiões periféricas como Osasco, Jandira, Carapicuiba, Itapevi e etc...não se vê representada pelo Palmeiras.
Não sei se estou conseguindo ser claro. Pois a minha intenção não é tentar justificar o motivo dos nossos jogos estarem sendo disputados no estádio A ou B, ou qual deles realmente é a melhor opção. A ideia é justamente o contrário,é deslocar o debate para a questão da perca paulatina de nossa identidade clubística ( de uma forma bem genérica ).
Se hoje os gambás são os "neobambis" no discurso, corre-se o risco de começarmos a absorvermos uma "cultura" típica do torcedor são paulino também( que sempre criticamos aliás ):de aparecermos nos estádios, só na hora de querer comer o filé. E roer o osso, ficará à cargo dos mais aficcionados, das organizadas e etc.

Raul Martins Dias disse...

Com esse jogo de ontem, cai por terra definitivamente o único (e já ridículo) argumento dos imbecis que defendem os jogos do Palmeiras em Barueri. Espero que sirva pelo menos para o Palmeiras não voltar a jogar naquele buraco.

E esse vídeo traz mais uma triste lembrança das invencionices da diretoria: o Canindé. Estádio sem condições, todo jogo era um caos para sair de lá, era quase impossível encontrar um taxi nas imediações do estádio depois das partidas... mas no qual a diretoria insistiu por muito tempo, inclusive em jogos "grandes".

Raul Martins Dias disse...

Diego Carvalho, eu entendo o seu raciocínio, sobre a queda das médias de público e da perda de confiança da torcida. Mas tem um ponto importante. Entre 2009 e 2011 não ganhamos nenhum título, nem um Paulistinha sequer, então até dá para entender que a torcida perca a confiança no time. Mas agora a situação é outra, acabamos de ganhar uma Copa do Brasil, temos um troféu novinho na nossa prateleira. Era hora da torcida voltar a apoiar, para o Palmeiras voltar a ser o que sempre foi. Mas não! Nossa diretoria prefere afastar o time da torcida.

Falo por mim. Deixei de ir a TRÊS JOGOS do Palmeiras, para os quais eu já tinha passagens compradas (Vasco, Figueirense e Náutico), por causa dessa imbecilidade de jogar em Barueri. Contra o Vasco, para quem não lembra, a linha de trem que passa em frente ao estádio simplesmente FECHOU. E muita gente deve ter passado pela mesma situação. Enquanto isso, jogadores, comissão técnica e diretores, que não vão de trem para o estádio, cagam dez quilos para o torcedor.

Leonardo disse...

Concordo com a opinião do Diego Carvalho. Vejo a 'perda' do Palestra como um dos principais fatores.

Uma 'boa notícia'. A partida de quarta-feira será um pouco mais cedo, às 21h30.

gregory disse...

"Uma 'boa notícia'. A partida de quarta-feira será um pouco mais cedo, às 21h30."

Bela mesmo, dá pra sair de Barueri sossegado, não corremos o risco de dormir naquele inferno...

Agora chegaremos na Barra Funda e ai? Como voltar pra casa?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.