09 maio 2013

Sobre preço de ingressos

Houve, aqui e ali, algumas contestações à alegação deste blog de que seria fora de propósito o valor de R$ 60 que se está cobrando para a arquibancada no Palmeiras x Tijuana. Eu não vou perder tempo com análises mais elaboradas. Vou apenas trazer um exemplo que resume boa parte do que eu penso. Confiram a tabela com os preços de ingressos para o Westfalenstadion*, casa do Borussia Dortmund, finalista da Uefa Champions League:

























Ingresso mais barato (para a arquibancada deles): € 15,30. Na cotação de hoje (R$ 2,62), equivale a R$ 40.

É o Borussia Dortmund, vejam só! E os preços valem para todos os jogos, à exceção de alguns poucos (caso da semifinal contra o Real Madrid), com majoração de 20% (para R$ 48, portanto).

Para quem vai a todos os jogos, a coisa fica ainda mais convidativa. Confiram abaixo a tabela de preços para os, digamos, carnês:
















O sujeito paga então € 225 (R$ 589) para ver 17 jogos (todos em casa) da Bundesliga e mais os três da fase de grupos da Champions League. Dividindo o valor investido pela quantidade de partidas, temos um custo médio de R$ 29,47.

...

Querem que eu faça aqui uma comparação entre o salário mínimo (ou médio) do brasileiro e do alemão? Ou  entre as rendas per capita? Ou querem que eu coloque em debate a qualidade dos times?

Melhor parar por aqui mesmo.

###

*O Westfalenstadion foi inaugurado em 1974. Foi uma das sedes da Copa de 2006 e, mesmo assim, não perdeu sua alma - tanto é assim que a torcida entra com faixas, bandeiras, mosaicos e o que mais você puder imaginar. Ganhou o nome de Signal Iduna Park por ocasião da compra dos naming rights por uma empresa de seguros (concorrente da Allianz).

_O amigo Junior Cabreirão é o responsável pela descoberta desses números. Fica aqui o crédito.

16 comentários:

Roger Adami disse...

E pode fumar e beber, segundo disseram, um dos poucos estadios europeus onde isso é possível.

CASSELLl disse...

Acho que com as receitas minguadas, por inoperância da diretoria anterior e o pouco tempo da atual diretoria justifica-se a majoração dos ingressos neste momento. Vão falar, mas quem paga é o torcedor? Sim! Quem mais poderia pagar?

Não vou fazer comparação com o Borussia, pois não tenho informações de receitas, custos, dívida etc para me embasar

Leonardo disse...

Como comentei no outro texto, R$60 é um absurdo! É um valor elitista e impede que muitos palmeirenses de classes sociais baixas possam ir ao jogo!

Está longe, muito longe, de ser um preço justo. Lamentavelmente não é nada anormal, tanto que neste Paulista tivemos que pagar ingressos a preços exorbitantes.

Leonardo Nakamura

Antonio Previato disse...

Até parece que o Brunoro e sua mentalidade capitalista vai pensar em preços mais acessíveis.

CASSELLl disse...

Só para constar, antes que falem que R$60,00 pesa no bolso das famílias de baixa renda, os últimos dados do IBGE mostram que 60% das famílias de classes C e D são evangélicas. É só para de pagar o dízimo (que pagam sorrindo) e ajudar o Palmeiras, que na minha opinião é um dinheiro muito mais bem gasto.

Waldemar disse...

Caro Barneschi,

Como você bem disse, este foi um dos estádios da Copa do Mundo de 2006, mas pelo que eu entendi, se é que entendi certo, "Standing Place" seria o lugar para o povão do Borussia ficar em pé mesmo, é isso ou entendi errado? É aquele lugar que em um jogo da Champions apareceu aquela figura muito louca do garoto com um binóculo, não?

Se "Standing Place" é mesmo lugar para o povão ficar em pé, parece que os alemães ligaram o F para o tal padrão FIFA e deram um salve para o povo que sempre faz naquela casa um bom espetáculo no que diz respeito a arte de torcer como se deve...

Borussia Dortmund, que ao lado do rival Schalke tem uma das torcidas que parece ser das mais vibrantes em terras europeias e que, portanto, deve ter sido beneficiada pelo clube, e F para o padrão FIFA.


Waldemar

Felipe Teodoro da Silva disse...

Barneschi, Parabéns pelo blog, desde que comecei a ler seu blog não parei mais. Só gostaria de pedir faça um texto se possível falando sobre o "mar branco".


Eu fui um dos que questionaram o preço do ingresso. Agora vendo o que é proposto ao torcedores do Borussia e de tantos outros lugares do mundo, a fidelidade em jogos. Concordo que o preço está caro, mas a valorização no preço do ingresso não é só um erro nosso, porque se analisarmos o preço médio do ingresso para Libertadores pelos times brasileiros não somos só nós que estamos matando o significado do futebol e quem realmente faz a festa na arquibancada, o povo. Coloco aqui um link com uma matéria relacionada a isso.

http://globoesporte.globo.com/platb/teoria-dos-jogos/2013/04/16/estatisticas-da-libertadores-2013/


Ps: Peço desculpas pelos erros gramaticais que os cometi durante o texto. rs

Celso Marcal disse...

Assim como a Arena do Grêmio previa um espaço popular para aqueles que sempre estarão lá, estes novos estádios devem selecionar uma área com preços populares, mesmo em jogos de maior demanda.Sempre.
O fato do alambrado ter arrebentado é outra história e que os babacas de plantão, ao inves de cobrar as autoridades e quem ganhou MUITO dinheiro pra fazer o estádio , botam culpa na torcida.Palhacada. Sempre houve avalanche e ninguem se machucou no Olímpico.

Barneschi disse...

Waldemar
É exatamente isso, cara. Fica a evidente a diferença de postura, não?

Felipe
Pois isso prova, meu caro, o quanto os clubes brasileiros estão adotando o modelo errado. Todos eles. Depois pode ser tarde demais para recuperar o tempo perdido.

ULTRA ALVIVERDE disse...

Barneschi....
Não sei se estou errado ou sem as informações completas, mas vamos láh.
Independente de ser uma atitude Oportunista dessa e da antiga Diretoria sobre o AVANTI, me corrija se eu estiver errado.
-Estamos vendo muitas reclamações de torcedores sobre os preços do ingressos serem de r$ 60,00 POR JOGO, porém temos um dos planos do Avanti que custa r$ 60,00 por mes, e você tem direito a 100% de descontos na arquibancada em todos os jogos do Palmeiras como mandante, estou certo ???
Se de fato estou certo, por que tanta reclamação quanto ao fato do OPORTUNISMO da Diretoria ??? Vejo ainda, muitas reclamções com referencia a outros beneficios que o Plano poderia dar, porra meu, o cara paga r$ 60,00 por mes tem 100% de descontos nos ingressos, e alguns poucos descontos em lojas conveniadas, e ainda os caras querem ganhar camisa oficial, e reclamar de que não tem beneficios ?????
Acho muita reclamção da nossa torcida para quem de fato quer ajudar o Palmeiras "voltar a ser grande" em todos os sentidos....
Se eu estiver errado me corrija.
Abraço.

Elcio disse...

Barneschi,
O problema é muito mais amplo.
Você sabe quanto custa uma Mercedes, uma BMW, um Audi, uma Porsche, etc.
Nós no Brasil, nos fodemos com relação a preço em qualquer comparação.
Antigamente, pelo menos a comida aqui era mais barata, nem isso é mais.
Abraço.

Barneschi disse...

Ultra alviverde
É mais ou menos isso. O plano de R$ 69,99 dá direito a ver todos os jogos em casa, na arquibancada. Fazendo um cálculo bem simples, teríamos um investimento de R$ 840 no ano. Dividindo isso por uma média de 36 jogos como mandante no ano, teríamos um preço médio na casa dos R$ 23,33. Está de bom tamanho, não?
O problema que eu aponto é que nem todos os torcedores têm condições de pagar R$ 69,99 por mês e então o valor de R$ 60 fica muito pesado para grande parte da torcida – o povão mesmo.
De resto, eu e os torcedores que vamos a campo não queremos nenhum tipo de benefício adicional. Só queremos saber de ingresso. É por isso que a primeira versão do Avanti (em 2009) fracassou de maneira retumbante: porque era um plano que priorizava essa perfumaria (desconto em produtos de empresas parceiras etc. e tal). Não é por aí.

Elcio
A variável principal é a relação salário x preço do ingresso. Daí então que a comparação passa a ser até desleal.

Raoni Machado disse...

Boa Barneschi!
Só queremos Ingresso sempre.
Jogos fora principalmente!

Unknown disse...

O futebol mudou e acho que é saudável uma evolução para estádios mais confortáveis, que muitos insistem em chamar de 'arenas'. Porém, o estádio deve ser um lugar democrático com possibilidade de acesso de todas as classes sociais.

O Stehplatz (lugares em pé, semelhante aos estádios alemães) já foi proposto para a Nova Arena, mas parece estar em estudo na construtora. A capacidade passaria de 45k para 55k.

Uma coisa que fico chateado com a modernização dos estádio é a padronização que está sendo feita. Quando vemos os gols dos novos Mineirão, Maracanã, Castelão ou até mesmo Soccer City e tantos outros 'novos' estádios, parece tudo a mesma bosta. Perdendo as características e o charme de cada um.

É incrível como dirigentes, políticas, imprensa e até torcedores vão na onda do que a FIFA ordena sem qualquer questionamento sobre a adequação disso à nossa cultura e à nossa realidade.

Lucas Paes disse...

Só pra constar um fato Barneschi, nos jogos da DFB Pokal(copa da alemanha) o ingresso abaixa ainda mais...

Felipe Teodoro da Silva disse...

Eu mesmo pago o Avanti para ajudar o Palmeiras, porque eu não tenho tempo nem pra durmir direito quem dirá sair daqui de São Mateus para ir no Pacaembu às 22 horas e não ter transporte para voltar pra casa. Mas o que está em discussão aqui é relação Salario x preço dos ingressos e isso é uma merda. Pois se até mesmo eu que trabalho e só pago minhas contas, ja fica dificil quem dirá para um palmeirense fanático que ganha um salario minimo, se tiver família para sustentar no máximo conseguiria ir em um jogo. Essa discussão é algo relevante no meio desse mundo que o futebol se tornou onde se paga milhões por ano a jogadores que se quer dividem uma bola ou respeitam os clubes e onde empresarios enxegaram uma maneira para lucrarem mais e mais, assim acabando com a alma do nosso querido e amado futebol transformando o em peça teatral para milhares que irão assistir pessoalmente e outros milhões que estão assistindo na caixa de pandora, conhecida como TV.