16 novembro 2013

Acabou!

Enfim, o fim.

Alívio: é este o sentimento após outra tarde esquecível na cancha municipal. Não se trata do alívio que tantas vezes já sentimos depois de vitórias sofridas e heroicas, mas o que decorre da certeza de podermos enfim nos despedir deste lugar ao qual não pertencemos.

Acabou a tormenta e, de agora em diante, não mais ficaremos com aquela sensação de vergonha diante da fatídica pergunta: "Contra quem o Palmeiras joga hoje?". Não, não mais pronunciaremos timidamente o nome dos Guaratinguetás, BOAS, ASAS e Américas da vida. O Palmeiras está de volta ao seu lugar, e não mais teremos essas tardes modorrentas, jogando contra ninguém.

O Palmeiras voltou (uma vez mais), cumpriu seu papel e é só. Nada mais, e fizemos bem os que deixamos o Pacaembu em silêncio - respeito os que comemoraram, mas não vejo motivos para tanto.

Vejam os senhores que cumprimos esta insuportável temporada de 38 rodadas quase que de maneira itinerante - serão, ao final, 12 jogos na capital paulista e 26 fora daqui. Como o nobre e austero presidente resolveu que era o caso de, à la Portuguesa, vender um mando de campo e antecipar o fim da participação alviverde diante de sua torcida, eis que eu me despeço por aqui.

Que não nos envergonhem no ano do centenário!

###

Os senhores devem se lembrar que eu publiquei, há não muito tempo, um levantamento sobre a boa performance no Pacaembu neste 2013 que acaba de chegar ao fim. Pois é o caso agora de atualizar os números da melhor campanha do alviverde no seu estádio (antes o Palestra e mais recentemente o Pacaembu) desde 1996:

O Palmeiras no Pacaembu em 2013:
28 jogos
20 vitórias
6 empates
2 derrotas (2-3 Penapolense e 1-2 Tijuana)
53 gols pró
17 gols contra (apenas 0,60 por partida)

Portanto, senhores, se tiveram algum mérito este insuportável 2013 e também a nossa diretoria, este é o fato de termos enfim assumido a cancha municipal como casa.

Em que pesem todas as relativizações já feitas no post com os números todos (este aqui), não se pode negar que o time adotou o Pacaembu como casa e que se impôs como dele se deveria esperar. Considerando apenas os jogos válidos pela Série B na capital paulista, foram nove vitórias e três empates. Além da invencibilidade, há que se ressaltar que a defesa, depois de um início titubeante, se acertou: foram apenas seis gols sofridos em 12 partidas.

Por falar em defesa, se levarmos em conta também a Copa do Brasil, o Verdão levou apenas um gol nas últimas oito vezes que foi a campo diante do seu torcedor. Vejamos:

Palmeiras 1-0 Atlético/PR
Palmeiras 0-0 Chapecoense/SC
Palmeiras 3-0 ASA/AL
Palmeiras 2-1 Ixpót/PE
Palmeiras 0-0 América/RN
Palmeira 0-0 São Caetano/SP
Palmeira 3-0 Joinville/SC
Palmeiras 3-0 BOA/MG

###

Até nunca mais, Série B maldita! Acabou!

7 comentários:

Felipe Teodoro da Silva disse...

Barneschi, respeito o silencio de quem apoiou o palmeiras o ano inteiro, mas pichar novamente a sede. VTNC esses caras quem esta dirijindo a MV agora?
Aos que ficaram depois de tudo viram o que a policia faz conosco ouvi até de um destemido policial que ele iria arrancar minha cabeça por estar xingando ele enquanto ele batia em uma mulher.
Parabenizo o time pelo que todos nós, torcedores e jogadores, passamos neste ano.

César SEP disse...

A torcida deveria sair em marcha fúnebre ontem do Pacaembu. A Mancha fez o certo: bastou o arbitro apontar para o centro do gramado que a bateria já começou a descer a arquibancada, junto com todo mundo. Não tem nada o que comemorar. E esses jogadores que pediram a permanência do técnico e fizeram a festa (??) com champanhe são tão medíocres que não tem a dimensão do tamanho da Sociedade Esportiva Palmeiras.
Queria ver essas pessoas que comemoram o título no jogo de sábado que vem, se fosse no Pacaembu...

Anônimo disse...

pelo jmenos a Mancha não xingou as pessoas que comemoraram o titulo.... ja é um comeco

Barneschi disse...

Felipe,

Esse vandalismo reiterado contra o nosso estádio é inaceitável realmente - e não leva a lugar algum.

Mas me diz uma coisa: o que aconteceu depois do jogo? Não fiquei sabendo de nada, até porque, como de costume, deixo o Pacaembu lá pelo alto.

Abraços

César SEP disse...

A polícia soltou algumas bombas lá na praça depois do jogo... Tinha um monte de pm do lado de fora. Parecia que os caras já estavam na expectativa de atirar.

Felipe Teodoro da Silva disse...

Cesar SEP, cara mudei minha visao sobre essa comemoraçao. Eu sei o que a SEP representa, mas deixemos que os torcedores aplaudam e incentivem nosso time pelo esforço deste ano nesse lugar ruim.

Barneschi, cara nao sei o que houve só sei que os idi otas estavam batendo em pessoas comuns, mulheres e crianças no meio. Cuspi e cuspiria de novo na cara daqueles vermes. E mais uma coisa voce nao ficou sabendo, porque as pessoas que estavam apanhando eram pais de familia saindo com seus filhos e mulheres do estadio. E cade a puniça para esses fdps? Mas voce ficaria sabendo se uma daquelas putas fardadas tivessem tomado de volta por tudo que realizaram



A.C.A.B

Anônimo disse...

Fomos Campeões pela segunda vez na Serie B, isto merece uma profunda reflexão... será que podemos nos sentir felizes ao comemorar um titulo que não reflete em nada a grandiosa história repleta de glorias como a do Palmeiras, este tema abordei em meu blog ¨Comemorar ou não comemorar o titulo da serie B¨,visitem o blog.Quanto ao Forza palestra está de parabéns, gosto de suas postagens os texto são otimos.