19 novembro 2013

Forza Palestra, a despedida

“Barneschi, quando é que você vai escrever o seu livro?” 

Ouço essa pergunta há mais de década. Nunca pude responder adequadamente. É chegada a hora.

De abril/2006 a novembro/2013: ao longo de 91 meses, foram 1.478 posts, 26.915 comentários (além de, sei lá, uns 5.000 que tiveram de ser excluídos) e aproximadamente 1.650.000 visitas. Com uma audiência mais qualificada e engajada do que grandiosa (média de 22 mil leitores por mês e 9.125 seguidores no Twitter), o “Forza Palestra” (sem vírgula mesmo, questão de estilo) se despede agora.

Não pensem que é uma decisão fácil, mas um tanto mais difícil é manter, sozinho, este espaço durante todo esse tempo. Em especial quando se vê o futebol diante de ataques sucessivos, “endinheirados” e a cada dia mais desavergonhados. Porque não há um único dia em que o torcedor de futebol neste país não seja violentado por notícias mais e mais grotescas, com toda sorte de canalhas atacando o esporte que outrora foi a expressão máxima da cultura popular.

Chega uma hora que enche o saco e eu, feliz ou infelizmente, não sou pago para reagir a isso todo dia – se fosse, garanto que algumas figurinhas tétricas que aí estão teriam suas cabeças ainda mais pisoteadas do que acontece hoje.

A verdade, senhores, é a seguinte: com o passar dos anos, o blog foi se tornando mais um estorvo e menos uma válvula de escape. Virou mais uma obrigação autoimposta e menos uma fonte de realização pessoal. Tornou-se, por fim, mais um segundo trabalho (voluntário) e menos um espaço de desafogo.

Quando a coisa chega a esse ponto, é preciso repensar algumas situações. E é por isso que, depois de muita reflexão, faço uma escolha tão difícil quanto necessária. A bem da verdade, a decisão foi tomada há pelo menos dois meses, mas eu precisava esperar o retorno do Palmeiras para, sem o peso da Série B, dar fim à “operação desembarque” (boa parte dos últimos posts faziam parte de um estoque que eu precisava publicar antes do ponto final).

Este é o post 1/2 da despedida deste blog. O próximo, o 2/2, será, de certo modo, o cartão de visitas do que passa a ser este espaço: um repositório de conteúdo. Vou deixar lá, para os eventuais futuros visitantes e também para os de sempre, um compilado do que houve de mais simbólico e de melhor neste blog. Eu bem pensei em dar início agora a uma retrospectiva que me permitisse seguir com a página por mais um tempo, mas confesso já não ter a menor paciência para tanto. Fica mais fácil elencar em um único post parte do conteúdo que eu reputo como mais relevante.

Não que eu não vá sentir falta de poder escrever aqui, mas já não era saudável (se é que algum dia foi...) sair do estádio de madrugada, chegar em casa tarde e não poder dormir antes de cumprir a obrigação de colocar no ar o post do jogo. Como não era saudável ler o jornal todo santo dia e me sentir no dever de, a cada notícia, perder ainda mais tempo para retrucar a canalha que está matando o futebol. Não se trata apenas do tempo empreendido – que, por si só, já bastaria –, mas também do desgaste decorrente da inglória pretensão de salvar o futebol e das cobranças de todo tipo.

Daí então que era preciso adotar uma medida drástica. De nada resolveria uma resolução moderada, na linha "vou reduzir o número de posts". Porque aí persistiria a tentação de me posicionar contra tudo e contra todos, horas de descanso seriam dedicadas à tarefa de escrever sobre assuntos que deixariam de ser relevantes no dia seguinte e o blog seguiria me consumindo.

Eu bem sei que as ideias vão continuar surgindo a qualquer momento e em qualquer lugar: no Metrô, dirigindo, na academia, durante um jantar, mesmo no estádio, enquanto o Palmeiras joga. A diferença é que agora acaba o compromisso de ter de escrever e publicar esse conteúdo quase que imediatamente; vai tudo para o livro, enfim. Que me perdoem os entusiastas e mesmo os cretinos que infestam esses ambientes digitais, mas não pode haver espaço de maior prestígio.

Como os ataques reiterados ao futebol só devem diminuir depois da Copa/2014, o melhor a fazer de agora em diante é ir ao estádio e só. Chega de ler os cadernos de esporte, as colunas "especializadas", os blogs todos. Chega de ver imbecis falando besteira na TV, de discussões vazias no Twitter, de tudo aquilo que atrapalha o futebol. Não há, afinal, nada que venha daí capaz de sustentar o que sentimos pelo esporte; isso só se alcança na cancha.

Eis aqui o que interessa: estádios, Dissidenti e o livro que virá. É isso o que faz a diferença. Porque torcedor é aquele que gira a catraca.

---

Aos inimigos, deixo meu agradecimento aos poucos que se fizeram dignos de tal honraria: os que entraram em debates infindáveis com argumentos sólidos e persistiram nas contestações com certo nível de embasamento. Agradeço mesmo a uns e outros anônimos que fizeram deste blog um lugar mais engraçado em dados momentos – não me refiro, é óbvio, àqueles que já traziam em seus comentários todos os argumentos em contrário. Reservo aos covardes, aos fracos que se escondem atrás de medidas austeras e aos indigentes intelectuais, todo o meu desprezo. Por fim, os elitistas, racistas e reacionários deveriam estar presos há tempos.

Aos visitantes que se fizeram presentes por esse tempo todo (ou em parte), agradeço pelas contribuições, críticas, correções, indicações, ideias e por tudo mais. Registro aqui meu obrigado a todos os que sempre fizeram questão de comentar no blog e também aos que se portaram apenas como leitores. Deixo uma mensagem especial àqueles todos que me encontravam em estádios Brasil afora e sempre apareciam com a pergunta “Você é o Barneschi do Forza Palestra?”.

Um abraço a todos vocês, de Goiânia/GO a Salvador/BA, de Recife/PE a Porto Alegre/RS, de Fortaleza/CE a Curitiba/PR, de Sucre/BOL a Montevideo/URU, de Belo Horizonte/MG a dezenas de cidades do interior paulista, de Londrina/PR às muitas canchas do Rio de Janeiro/RJ, de Presidente Prudente/MS a Varginha/MG, de Niterói/RJ a Volta Redonda/RJ, de São Caetano/SP ao Canindé, do Bruno Daniel ao Jd. Leonor, de 59 estádios pelo Brasil e pelo mundo, enfim. Do Palestra à cancha municipal!

Por fim, aos amigos: obrigado pelas tantas visitas, pelos comentários, por todas as formas de interação nessas tais redes sociais, pelos compartilhamentos, pelos elogios. Só consegui segurar esse projeto por tanto tempo porque vocês fizeram parte dele.

A todos, amigos e inimigos, conhecidos e desconhecidos: vocês sabem que poderão sempre me encontrar no estádio. Em todos os jogos em casa e em boa parte daqueles fora de casa, no Brasil e onde mais houver Palmeiras. Porque é a arquibancada que nos permite lutar pelo Palmeiras, é ela que distingue quem é de quem não é, é ela que forma caráter.

Missão cumprida.

À arquibancada, senhores!

118 comentários:

andresouza36 disse...

Cara... fico triste de perder um dos blogs que eu mais acessava, principalmente por refletir grandes coisas que eu penso. O blog mudou algumas coisas da minha maneira de ver futebol, não só sobre o Palmeiras, mas sobre a cultura toda...

Agradeço pelo tempo que escreveu e eu li. Espero ler seu livro, e te pagar uma cerveja e um sanduiche de pernil em agradecimento aos textos desse blog... Grande abraço

Anônimo disse...

o forzapalestra sempre foi uma gigantesca referencia pra mim. na maioria das vezes eu lia o blog antes mesmo de ver os gols do jogo. quem gira a catraca, mesmo que por outro time, reconhece e respeita isso aqui. claro que vai fazer muita falta, mas eu entendo perfeitamente suas palavras. e que venha o livro!

grande abraço
gabriel uchida

Antonio Previato disse...

Oloco Barneschi, não faz isso com a gente não. Você e o Forza Palestra, são motivos de orgulho para toda a torcida palestrina, um gênio das palavras que nós enche de amor pelo nosso clube. Quando o próprio Palmeiras dá todos os motivos para esquecê-lo, vem um post seu e ressuscita este sentimento...
Que você mude o formato, faça do Forza Palestra um encontro de "cérebros" palmeirenses, um espaço para textos apaixonados e raivosos como o seu, mas o fim não. Em tempos tão complicados para a nossa torcida, seu blog é um reduto da nossa alegria. Não podemos ficar sem ele.

Anônimo disse...

Entendo seus motivos mas é impossivel nao dizer, que puta falta este blog vai fazer, mano!

Douglas Aquino disse...

Que ironia do destino! Descobri esse blog hoje mesmo, dia 19 de novembro. Mesmo tendo conhecido agora, sinto-me triste por perdermos mais um blogueiro amante do futebol de verdade, que além de tudo ainda escreve muito bem!

Gostaria de ter descoberto esse blog a alguns anos atrás.

Vá com fé, amigo.

Douglas Aquino.

Eder disse...

Preocupado com o futebol. Este é o único blog que considero um defensor do meu direito de apoiar meu time do jeito que deve ser feito.
Obrigado pelo espaço Barneschi, mesmo não comentando com frequência a visita era diária. Nos vemos no concreto.

Craudio disse...

Já havia te dito antes e digo agora: soy contra! Mas já que Inês é morta, aguardo reportagens em outros espaços, porque já é uma perda enorme ao jornalismo que o senhor não mande em pelo menos metade das redações deste país.

No mais, mesmo em lados opostos da arquibancada, olho para o passado e sinto orgulho de termos formado a mesma trincheira. Se hoje há a clareza do papel da mídia como inimigo e se virou moda falar mal da Copa 2014, é porque este espaço colaborou e muito para disseminar tais idéias.

E eu, quando falava que era amigo do "Barneschi do Forza Palestra", cheguei a ganhar abraços efusivos e até cervejas...

Gabriel Mirandolla disse...

É uma pena.

Conheci o blog em 2011 e desde então acompanho todos os posts.

Até então não conhecia nenhum espaço dedicado à arquibancada, e posso dizer que mudou bastante meu entendimento do papel do torcedor.

Parabéns pela dedicação.

Aguardamos o livro

Anônimo disse...

Parabéns. Sou leitor assíduo do Blog há menos tempo do que gostaria, pouco mais de um ano. E sempre o tive como referência de espírito palmeirense, espírito de arquibancada e, principalmente, rara alternativa para os que nutrem um apreço quase romântico por misturar futebol e português bem escrito, ainda mais no estilo adotado por você, sempre capaz de encher os espíritos dos leitores com o tipo de emoção quase belicosa que só o cimento da arquibancada proporciona, independentemente do tema em discussão. Sou mais um dos que esperam o livro ansiosamente. Abraço.

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,gostaria de agradecê-lo pelos últimos anos em q esse blog fez parte do meu dia-a-dia,em uma época de vacas magras do nosso time e do futebol de um modo geral,a 1ª vez que entrei no blog foi em 2010 ou 2011 e desde lá nunca o abandonei,visitava o blog sempre depois de uma partida ou de algum acontecimento referente ao futebol em geral.

Numa época em que empreiteiros,marqueteiros,CEOs,jornalistas vagabundos e pelegos se apoderam do futebol ainda mais este blog fará uma puta de uma falta

Abs,Barneschi,a arquibancada nos espera e fatalmente nos encontraremos por lá

Felipe Teodoro da Silva disse...

Barneschi, não sou bom de representar em palavras o que penso sempre, mas uma palavra tem a necessidade de ser dita - Obrigado por tudo. Um dos únicos blogueiros e jornalistas que defendia o futebol não só a SEP de verdade. Fará falta, mas se é para o bem pessoal que seja feito.


Parabéns pela coragem de escrever o que muitos não tem a coragem se quer de refletir!

Senador disse...

Uma pena o término desse blog. Sempre vinha aqui ler seus posts... foi bom enquanto durou. Forte abraço de um santista que ama o futebol.

Andrezza Bisordi Gambaro disse...

Uma grande perda para todos Palmeireses.
Primeiramente muito obrigado por ter ajudado, de forma indireta, na formação do meu caráter dentro e fora dos estádios.
Em segundo: seus textos trouxeram meu pai de volta aos estádios depois de um longe período afastado de tudo isso. Se hoje, posso dividir a bancada com ele, a 'culpa' é sua! Ele começou a ler o blog e desde então não parou mais e mudou completamente o modo de ver o futebol, muito obrigada de novo.
Espero que seu livro saia mesmo, já tem dois fãs esperando um autográfo.
Muito sucesso na sua vida, Forza Palestra.

Layo disse...

Realmente uma pena!

Mas vida que segue... junto ao Palmeiras sempre!

Parabéns por conseguir descrever como ninguém o que representa o futebol e o que ele é em sua essência.

O jeito agora é reler os posts antigos.

Como conseguiremos mais informações sobre o seu livro a ser lançado?

Abraço e Forza Palestra!

Daniel Portero disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael-DF disse...

Barneschi, acompanho seu blog desde 2009, na mesma época que comecei a frequentar a Mancha, aqui em Brasília e posso dizer que seus textos sempre foram fonte de uma inspiração quase sublime. A paixão com que você defende o futebol e o seu bem principal, o torcedor, fortaleceram minhas convicções.
É uma pena muito grande o encerramento do blog mas fico feliz por ter conhecido um espaço que provocou em mim identificação imediata com as ideias aqui defendidas. Vida que segue no cimento da bancada.

Grande abraço e obrigado Barneschi.

gregory disse...

To completamente chateado. Esse blog já faz parte da minha rotina. Tanto nas alegrias eu venho aqui ler o seu relato e ficar mais animado ainda com a vitória.

Ou como te falei uma vez, nas derrotas eu venho buscar uma palavra de consolo para as derrotas.

Mas parabéns, por tudo que esse blog já proporcionou. Não só aos palmeirenses, mas a todos os amantes do verdadeiro futebol.

De todo modo estou ansioso pelo seu livro. E espero ter a honra de poder ir no lançamento.

Um abraço. Grande Barneschi!

Frederico disse...

É realmente uma grande pena perder este blog. Não gosto de fazer as vezes de puxa saco, mas para quem não pode girar a catraca (como eu, porque moro longe de SP), este blog era a tradução literal do que era estar no estádio torcendo para o Palmeiras.

E digo mais, aqui é onde se podia ler a notícia, não como ela é trazida em todos os outros locais, mas visando o ponto do vista do cidadão comum, o sujeito que simplesmente acompanha futebol por gostar de futebol.

Traduzir o pensamento do cidadão é uma tarefa que você cumpriu bem, Barneschi, deve se orgulhar muito disso.

Mas se for melhor pra você assim, então que seja, desejo tudo de bom em sua nova fase, que Deus te abençoe e que você colha merecidamente os frutos de um trabalho tão fantástico que acaba aqui no blog, mas que tenho certeza que continuará em outras esferas.

Sucesso e tudo de bom!

Frederico disse...

O blog sempre foi uma referência para quem curte a cultura futebolística em todos os aspectos.
Obrigado pelos posts e saudações atleticanas.

Aldo Amadei disse...

PARABÉNS pelo belo texto, por mais dolorida que foi sua decisão não se esqueça que na arquibancada estaremos juntos apoiando nosso PALMEIRAS. FORZA PALESTRA !!!

Diego disse...

Cara, é uma perda gigantesca...aqui é provavelmente o blog palmeirense que mais respeito, pelo menos no que tange á quem frequenta a arquibancada.

A visão colocada sobre o futebol também é fantástica.

Entendo seus motivos pessoais, são mais do que justos, mas gostaria que considerasse retomar novos posts em um futuro próximo. Há uma legião de palestrinos aguardando por isso.

Abraço e FORZA PALESTRA !

Luiz disse...

Parabéns, meu amigo. Missão cumprida com honras!

Eu, que além de amigo sempre fui assíduo frequentador do blog, agradeço pelas lições de Palestrinidade, pelo amor irrestrito dedicado ao Palmeiras e, sobretudo, por conseguir transmitir o sentimento da arquibancada.

O blog fará falta, mas, em verdade, há tempos que torço pra que o senhor escreva um livro. De minha parte, só posso te desejar boa sorte!

Grande abraço,

Luiz

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

Uma pena. Era a principal referência a todos da arquibancada. Gostaria que pudesse ter feito deste o seu ganha-pão para que não precisasse chegar a este ponto, mas sabemos que a realidade não é essa.

Foram 5 anos acompanhando o blog, texto a texto e agora vai fazer falta sua opinião.

Boa sorte no livro e espero que, num futuro, possa reencontrar o tempo e o prazer de escrever aqui. E que possa torcer sem se preocupar com politicagem no futebol.

Forza.

Anônimo disse...

Pô, que chato, hein?

Comecei a acompanhar o blog há uns 4 meses e não vamos ter mais post's é uma pena.

Parabéns pelo trabalho realizado! Continue sempre lutando pelo Palestra... São torcedores como você que fazem o Palmeiras continuar sendo o que sempre foi Gigante!

Geraldo Batista disse...

Porra cara q noticia ruim essa, sempre acompanhei seu blog e os seus trabalhos, vc influencio de mais o meu modo de ver o futebol e o Palmeiras, gostaria de pedir muuuuito que vc não deixa-se totalmente de lado o Forza Palestra, faça somente post pontuais sei-la.

Vc não sabe mas devido ao seu Blog e ao que vc fala eu passei a frequentar com rigorosa fraguencia os estádios aqui do meu estado (moro no ES e sou torcedor do Rio Branco A.C.), eu sabia q eu tinha q estar em um estádio de alguma forma devido ao meu amor pelo futebol e como não tenho condições de estar sempre em SP para ver o maior amor da minha vida resolvi não perder mais nenhum jogo do Rio Branco, e o mais legal disso td foi ver que não importa o estado e não a grandeza do time mas os tipos de torcedores são os mesmo, tem aqueles q como eu estavam em todos os jogos do Rio Branco e tem aqueles que esperam o time chegar na semi final pra aparecer.
Enfim, vc me inspirou a estar nos estádio com a devida frequência, meu maior orgulho foi poder dizer que estive em TODOS os jogos da Copa ES, o meu time aqui no ES acabou sendo rebaixado no estadual e não vejo a hora de começar a seria B pra poder reconduzi-lo ao seu lugar de origem, pq isso eu aprendi aqui no Blog, que torcedor gira a roleta, que torcedor fica ao lado do time não importa a situação, que torcedor canta 90min e mais a prorrogação, que torcedor tem que saber se comportar e não fugir em nenhum momento, foi aqui nesse Blog que eu aprendi a defender o q é meu por direito, foi aqui com vc que eu aprendi que sentar no cimento é algo sagrado, foi aqui que eu aprendi a ODIAR O FUTEBOL MODERNO.
Sei que vc está indo embora, mas saiba que vc ajudou a forjar o caráter de muitos torcedores, como sempre disse vc deveria ao lado do Fernando Galupo iniciar um movimento Ultras Palestrinos (ou qualquer outro nome) no meio da nossa torcida, ou sei-la virar presidente da MV (a MV ta prescisando muito se renovar).
Obrigado por td, por cada texto inflamado, obrigado pelo texto pos-jogo La na nossa GIGANTESCA vitória no Olimpico no ano passado, quando eu lia seu texto eu me sentia no estádio, orbigado por todas as vezes que vc cantou por mim e por muitos que vivem longe da nossa paixão.
Cara desejo toda sorte do mundo pra e espero poder comprar o seu livro logo, o Galupo me disse via Facebook que vc deveria usar um codinome pra ele kkkkkkkkkkk pq são muitas histórias sinistras kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
Sucesso na vida pq vc merece.
Obs: Se possível me adiciona no Facebook para continuar de acompanhando.
https://www.facebook.com/Geraldoejessika

César SEP disse...

Barneschi, não rolou uma ideia de reunir a galera que frequenta o blog para nos encontrarmos em um jogo do Palmeiras? Eu lembro que uma pessoa disse isso há um tempo atrás. Depois eu voltarei a escrever aqui para deixar uma msg de despedida, pq agora tô no trabalho rsrs O futebol morre mais um pouco com essa notícia do fim do blog.

Anônimo disse...

Cara eu não passava uma semana sequer sem ver o FORZA PALESTRA !!E AGORA é o FIM? Nosso Palmeiras, ja não tem quem o defenda de acordo pelas mídia palestrinas agora então...POR favor tire umas férias de 3 meses e volte ....

Daniel Portero disse...

Faço coro às palavras dos que escreveram acima: você formou o caráter e mudou a forma de ver o futebol de muita gente. E eu estou incluído nessa lista.

Parabéns pelo ótimo trabalho prestado ao futebol e ao Palmeiras. E obrigado pela inspiração e formação de opinião.

Uma das frases mais emblemáticas desse espaço: "Esporte é futebol. O resto é Educação Física."

Daniel Portero

Alex Rolim disse...

Leio desde quando o senhor falava inclusive de filmes, mas quando falava do Palmeiras sempre com a acidez necessária que o assunto exige, outros blogs vierem e mostraram tons interessantes, mas sempre guardo o Forza Palestra com carinho, pois foi o que me abriu os olhos ao contrário do chapabranquismo do que era veiculado pela imprensa.
Sucesso, meu caro.
Abraço.

Leonardo disse...

Com grande pesar leio este post. O Forza Palestra se tornou leitura obrigatória para mim há alguns anos e influenciou diretamente na minha formação como palmeirense.

Neste período, passei a me esforçar cada vez mais para ir ao máximo de jogos do Palmeiras, assim como levar sempre meu irmão comigo e qualquer amigo palmeirense para o jogo que fosse.

Nós, torcedores, perdemos muito com o fim do blog. Não há outra espaço comparável na Internet e, como palmeirense, os textos aqui foram como uma referência.

Compreendo que a vida é composta por ciclos e é uma pena que o Forza Palestra tenha chegado ao seu fim. Aguardo ansiosamente o livro e agradeço pelo tempo dedicado a este blog.

Leonardo Nakamura

Vinicius P R Santos disse...

Barneschi,

Que tudo que nos escreveu aqui há anos, seja devolvido à você em forma de glória e alegria.
Que todo 'stress adquirido' aqui seja transformado em paz e tranquilidade.
Segue a vida, infelizmente sem o Forza Palestra, mas felizmente, com o PALMEIRAS, sempre!
Obrigado por cada palavra de 'conforto' que às vezes nos escreveu, pois ultimamente é disso que precisávamos, vide nossa situação futebolística.
Um abraço e que a vida te retribua cada caractere aqui despendido!
Vai Palmeiras, pro seu lugar!
E segue o jogo...

@ThiDurante disse...

Boa sorte Barneschi.
E muito obrigado!
Tu como poucos consegue ser voz de uma massa... a massa de abnegados do futebol moderno que nos enfiam goela a baixo.
Posso imaginar o quanto que este "fardo" é desgastante.
Nunca mê esquecerei da final da CopaBr em Curitiba. Palmeiras campeão, todos exaustos no hotel e tu no celular, digitando, transcrevendo aquela emoção que havíamos acabado de viver.
Enfim, que venha o tão aguardado livro.

Boa sorte meu amigo.

Luan disse...

vai fazer muita falta seu blog Barneschi, muita mesmo. Vai faltar sua excepocional descrição sobre as grandes vitórias fora de casa, vai faltar aquele incentivo a mais antes de uma decisão, vai faltar muita coisa mesmo e vamos sentir muita falta mesmo. Quando seu livro ficar pronto volte aqui e nos mostre como comprar pela internet, pois será leitura obrigatória para todo palmeirense de arquibancada! Obrigado por tudo de bom sobre Palmeiras e futebol que pudemos apreciar e aprende aqui com você em todos esses anos! Pode ter certeza que foi de grande valia para mim! Abraços Palestrinos e quem sabe um dia nos encontramos no estádio!

AVANTI PALESTRA!

Anônimo disse...

Já que é assim, aproveito pra agradecer pela dedicação ao Palmeiras e ao futebol puro e de bancada. Aprendi muito por aqui. Gostaria que conseguisse achar um formato econômico que viabilizasse o espírito resistência do Forza Palestra , fundamental para todos que querem pensar. Tem algo parecido no impedimento, mas não é só de Palestrinos. Vou fuçar por aí.

Aqui é Palmeiras, catzo!!!

André Fix

Fabio Camargo disse...

Salve, Barneschi
Nem palmeirense sou, mas sempre dava uma passada aqui para acompanhar seus textos. Não só pela amizade guardada, mas pela honra de ler composições sempre bem elaboradas.
Boa sorte!
Abraço,

Luís Gustavo Aguiar - Salvador - Ba disse...

Pô cara . Tristeza enorme . Seu blog é bom demais . Ficará um vazio .

Fernando Galuppo disse...

VALEUUUUU PALESTRINO!!!!

MISSÃO CUMPRIDA!!!

TEMOS MUITAS OUTRAS AVENTURAS E MUNDOS A CONQUISTAR!!

VIVA O PALMEIRAS!!

Abração
Fernando Galuppo
FORZA VERDÃO

Anônimo disse...

triste, cara!!

Os leitores perderam

Anônimo disse...

Rodrigo, desejo-lhe todo sucesso do mundo nas suas novas empreitadas. obrigado por tudo. Acho que você ainda tenha meu telefone e por isso lhe peço que me ligue quando do lançamento de seu livro. Farei questão absoluta de prestigiá-lo pessoalmente no lançamento, juntamente com a minha família.

(p.s.: desta vez você não terá de comprar ingresso, me buscar, levar no estádio e depois me levar para o aeroporto, assim como o amigo fez para mim sem tampouco me conhecer num dia de PALMEIRAS x corint., fato este absolutamente inesquecível para mim).

valeu!

luiz, de Uberlândia, MG.

BrunoBatera disse...

Porra, cara, de verdade, tô me sentindo como se o Palmeiras tivesse perdido uma daquelas partidas que só nosso clube é capaz de perder. Desde 2008, na SF do Paulista (com o episódio do gás de pimenta), que eu acompanho esse blog, que é e sempre será referência quando o assunto é futebol. Leitura obrigatória. Mudou muito a minha maneira de ver o jogo. É uma das muitas coisas que levam o nome do Palmeiras/Palestra, mas uma das poucas que realmente vale a pena. E se vc mudar de ideia, estaremos aqui! Abs!

Bruno Zanetti disse...

Primeiro o Seu Cruz, agora vc... Nao da pra acreditar que ficaremos.orfaos do seus textos mto bem escritos e precisos no quesito emocao. O triste eh que a cultura do futebol de verdade perde demais... Mas como se diz "vao-se os aneis, mas ficam os dedos." Desejo mto sucesso e comemoracoes, dentro e fora da bancada! Vai PALESTRA!!! Abs

Rodrigo disse...

Uma grande perda pra coletividade palmeirense. Já fazia parte da rotina acessar o blog em momentos bons ou ruins. Desejo sorte na sequência e no livro. Nos vemos nas arquibancadas!!

Anônimo disse...

que pena

será bom, pois não terei mais que aguentar os comentarios de um tal de felipe teodoro da silva

eu ate que estava me acostmando com o senhor, dono do blog

mas felipe t da silva

é intragavel

RSG disse...

Barneschi, seu trabalho aqui foi sensacional! Parabéns por todos esses anos de sucesso! Vamos sentir falta das suas histórias e de seus escritos!
Boa sorte nesse novo projeto.
Abraços,
Giovani Ravagnani

Anônimo disse...

Faltou um agradecimento aos putos da mancha verde que insistem em perturbar ao invés de ajudar o clube.
Aquela mancha verde dos anos 90 morreu e nunca mais voltará.
Mas a gente sabe que o motivo é proteger os filhos da puta que levam entorpecentes para o estádio. Enquanto isso, foda-se o palmeiras para eles!

Marcel Jabbour disse...

Interessante seu post terminar com a palavra "caráter", seu mau caráter!

Uma pena, Barna, mas entendo sua razões. Deixa aqui um grande legado.

Abraço

Roberto Yukio Takahashi disse...

Grande Barneschi,

Obrigado por poder compartilhar nestes seis anos as alegrias, tristezas e idéias. Redescobrir o verdadeiro amor pela Sociedade Esportiva Palmeiras.

Missão cumprida!

Felicidades nos novos caminhos à trilhar.

Roberto Yukio Takahashi

Washington Cruz disse...

Putz, esse blog vai fazer muita falta, confesso que eu comentava aqui mais na época em que jogávamos no buraco de barueri, cansei de vir aqui concordar com você e criticar o que o Bananone estava fazendo com a torcida, em 2.013 pouco comentei, mas segui acompanhando o blog, que pena que chegou ao fim!
Boa sorte!! tenho certeza que o livro será muito bom!

Anônimo disse...

Fará muita falta, mas se é por um bom motivo, lhe desejo muito boa sorte!

Até breve.

Anônimo disse...

só pelo fato de não aturar mais felipe teodoro e suas defecações digitais

já é um alivio

Espírito De Porco disse...

Realmente é uma pena.

Não concordo com todos os seus pensamentos, mas sempre foi uma grande referência pra mim.

Sucesso com o livro.

Raoni Vilela Bastos disse...

Nem precisa dizer a puta falta que seu blog vai fazer.
Assim como muitos aqui, só tenho a agradecer por todo seu tempo dedicado ao Palmeiras a ao verdadeiro futebol.
Agora, mais do que nunca, FORZA PALESTRA.
Abraço e boa sorte.

Anônimo disse...

Putzzz cara!!!
Você vai sair fora!!! Caralho mano!!! Nunca imaginei isso!! Não você!!! Mais então, Vai com Deus. Muitas felicidades, tenha certeza que você vai fazer muita falta, verdade!!! KKKKKKKKKK MENTIRA!!! tenho que ser verdadeiro, você não vai fazer falta!!! espero que tenha um ótimo futuro, uma vida longa, muita saúde e que isso seja a esperança de renovação de uma torcida que organizada só tem o nome. VAI NA FÉ!!!!

Anderson Garou disse...

Cara, maior correria aqui no trabalho, mas como a quase 1 ano ( conheci o blog no início do ano) a primeira coisa que faço quando sento na cadeira é acessar este espaço, e neste dia me deparo com esse post no qual eu custei a acreditar no que está escrito até a sua última linha.

Nestes tempos de "jornalismo isporthivu", este espaço vai fazer uma falta colossal neste mar de mediocridade. Se você tomou esta decisão pelo bem de sua saúde ( talvez tanto mental quanto física) eu e muitos outros vamos entender. Você pensa em procurar pessoas de confiança para dar continuidade a este espaço? Isso talvez lhe desse tempo para renovar as forças num futuro próximo, sei lá... Já passei por isso com zines impressos no underground aqui em Porto Velho, Rondônia.

Agradeço e muito por acrescentar conteúdo sincero, honesto e totalmente voltado para o bem Palestrino e tamém pro futebol como patrimônio cultural do povo, e não ferramenta de alienação populista em função do business. A massa de manobra nunca prevalecerá!

Estarei aguardando o seu livro, e ano que vem devo estar aí dando a passada no Palestra, e espero te ver ( assim como o Galuppo) e tomar umas com um sandubão de pernil na mão.

Abraço.

Anônimo disse...

Creio que logo-logo nem na cancha veremos torcedores do estilo "Mancha", pois a estrutura que está sendo formada na SEP será para um clube totalmente de cara nova, entre os próximos 5 anos a ideia é atrair a classe alta para os estádios,vocês podem escrever aí que aquela estrutura de cameras não foi atoa, tudo será mudado, os produtos e ingresso na arena terão preços de elite, de gente que vai ao estádio e gasta 500, 1000, 2000, 5000 reais brincando. Os shows terão este caráter(trazer a garotada que pode pagar ingressos caros e se identificar com o clube e vir aos jogos). O Palmeiras caminha numa linha de raciocínio dos clubes europeus, que é:
* Se modernizar primeiramente;
* profissionalização de todos os departamentos do clube;
* Adequar as finanças;
* aprimorar, reerguer e difundir a marca(Palmeiras);
* desenvolver os planos de sócios;
* Estruturar o futebol;
* Desenvolver as categorias de base;
* Aumentar todas as receitas;
Enfim, estamos vendo que todas as atitudes dessa atual diretoria esta baseada nestes contextos que cálculos internos feitos, vão mostrar os resultados "sólidos" em até 5 anos.

Emerson Favaro disse...

Barneschi,
Com certeza esse foi o blog que eu mais li, na minha trajetória internáutica, se assim podemos dizer, desde meados de 1998. O blog era mais do que uma válvula de escape as glórias, e a todas atrocidades que ocorreram no decorrer dos últimos anos com o Palmeiras e o futebol. O Forza Palestra foi de uma excelência contextual tremenda. E quando o leitor se identifica com o texto, tenha certeza que ele irá voltar, e a taxa de retorno dentro do Google Analytics dentro deste espaço deve ter sido altíssima.

É uma pena que o blog acabe, mas é de se reconhecer - muito nobre, diga-se - o quão essa guerra foi perdida com o tempo, e por aqui já foi feito muito. Parabéns! E seguimos na arquibancada, lugar que os textos nunca vão explicar com propriedade o fenômeno futebol, o fenômeno Palmeiras.

Saudações, e um grande abraço.
Emerson Favaro

Matheus-DF disse...

de um palmeirense no exílio, ou simplesmente um bêbado que anda meio sumido da MV-DF, saudações alviverdes.

fará muita falta num mundo cheio de perrones, juquinhas e etc. infelizmente, quem nunca larga o osso são justamente essas porras.

sucesso aí no role, e tenta segurar a onda quando se deparar com lixos do tipo que eu mencionei antes nas redações afora.

Anônimo disse...

Conheci o teu blog no meio de 2012, justamente quando o seu Palmeiras jogava uma semifinal de copa do brasil contra o meu time (uma das piores noites minhas no saudoso Monumental), desde então passei a acessar diariamente a página, por ser um reduto daqueles que vivem verdadeiramente o futebol, enfim... sempre enxerguei este espaço como um refúgio (mesmo não sendo palmeirense) contra aqueles que são diariamente envenenados com as "notícias" dos blogs esportivos usuais, justamente por ser um blog escrito por alguém que vive o que nós vivemos... Se para quem não é palmeirense o fechamento deste espaço já representa uma grande perda, nem posso imaginar o que significa para os que torcem para o Alviverde, mas enfim, muito obrigado por expressar tantas vezes o meu ponto de vista com extrema precisão nessa guerra que travamos contra a corja que comanda o futebol, quem sabe um dia não tomamos uma polar bem gelada! Valeu por tudo, abraço!

Anônimo disse...

Meu caro Barneschi, hoje ao acessar o seu blog como faço todos os dias, me deparo com a despedida. Confesso que levei um grande golpe, um choque, um susto. Acompanho seu blog desde há muito tempo, nem sei mais há quantos anos, e o considero um reduto de inteligência, capacidade crítica, originalidade, criatividade, coragem, firmeza, combatividade acima de tudo de genuína palestrinidade! Você alia cultura, razão e sensibilidade como poucos, além de ter um estilo muito próprio de escrever, e manter uma comunicação muito fluída com os seus leitores! Não lhe conheço, mas tenho por você grande admiração e respeito! Entendo todas as suas razões, mas estou muito triste pois ainda que seja esse um sentimento egoísta, sinto-me perdendo alguém muito querido, próximo, e que é para mim uma referência. Qualquer frase que você publicar será sempre melhor que nada! Que você continue brilhando com a sua inteligência aguçada, perspicácia e contundência e que seu esperado livro tenha todo o sucesso que você merece. Sempre comentei anonimamente, não por covardia, mas por ser uma pessoa tímida e discreta, mas hoje faço questão de deixar o meu nome pois tenho certeza que o amor pelo futebol e pelo Palmeiras nos unirá para sempre! Seja feliz, meu distante amigo! Forte abraço, Rosa Maria

Luiz Abrantes disse...

Noticia muito triste, é uma pena..
Boa sorte na suas novas empreitadas!
Abraço

Rafa Silva disse...

Grande canalha

Nem preciso falar da frustação em saber do fechamento do Forza...

Excelentes discussões e textos brilhantes foram a alma deste blog...

Mesmo longe da bancada há (a?) mais de 2 anos, seguia acompanhando o blog como sempre...

Sucesso com o livro e VAI PALMEIRAS!

abraços!

Rafa

Anônimo disse...

"Porque torcedor é aquele que gira a catraca". Você apenas não sabe o que diz. Pensei em aumentar mas nem vou perder tempo.

Anônimo disse...

Valeu Barneschi!
Obrigado pelos bons textos e pelas posições fortes e inteligentes, características tão raramente juntas no mundo do futebol. Fico empolgado para ler seu livro. Sugiro que você contacte algum outro site do Palmeiras para escrever colunas mais esporádicas. Espero poder continuar lendo suas idéias, porque sentirei falta delas caso contrário.
Aquele abraço! Nos encontramos na massa de energia que é essa torcida.
- Stephan Bernardes

Anônimo disse...

Mais um no bolso do nobre? aqui era a voz da bancada, onde podia ler o que qm realmente gosta de futebol gostaria de ler. Pena, todos tem um preço.

Andre Zanoni disse...

Parabéns pelo trabalho e boa sorte

Jafé Praia disse...

Triste com essa notícia, pois acompanho seu blog desde 2011. Obrigado por todos os textos; penso que muita gente acordou e enxergou (eu, por exemplo) a essência do que é o futebol graças a suas palavras dedicadas ao Palmeiras, ao único esporte e à cultura futebolística.
Ps: também vou sentir falta do seu excelente uso da língua portuguesa!
Obrigado!

Anônimo disse...

Realmente uma pena...mas, vida que segue.
Saudações palestrinas e muito obrigado, Barneschi!

Saandroo disse...

Caralho, que golpe duro! Esse espaço transcendeu os meros pontos de vista do autor para se tornar um espaço de RESISTÊNCIA. O formato digital pouco importa. Que pena que virou uma obrigação com camisa de força escrever aqui. É isso aí, ter blog é como fazer um monte de filhos que nunca atingem a maioridade. Agora tudo órfãos! rs Sei q o mais importante é estar presente aonde o Palmeiras estiver, mas porra, ser palestrino é viver Palmeiras 24H por dia. Daí a dimensão disso aqui. Triste mesmo cara! Mas segue a vida aí, sei que a RESISTÊNCIA se fará presente em outros fronts e mesmo sem nunca nos conhecermos, estaremos juntos contra a escória que quer matar a essência do futebol ou diminuir a grandeza da SEP. O que o amanhã traz ninguém conhece. FORZA PALESTRA PER SEMPRE!

claudio longo disse...

Boa noite Barneschi, como te conheço, não estou perdendo um amigo, mas sim conquistando um companheiro de luta contra a este maldito futebol moderno de merda, sei que você sempre estará na arquibancada , torcendo como sempre pelo Palmeiras, como já faz há anos, afinal a luta sempre é contra aos que não tem a visão ampla , como você, grande companheiro de arquibancada e conceito, seus comentários sempre são algo especial, que traduzem a cada palavra a real essência do valor deste esporte que seduz milhões, não importando cor , religião, ou conceito, o fato sempre justifica a emoção, pois eu como você ainda caminhamos por muitas vezes , por estádios olhando o gramado de forma diferente, porque o espetáculo é o verdadeiro torcedor vibrando , xingando e exigindo sempre mais de cada atleta,pois a camisa alviverde, não é só um manto , é uma vida traduzida pela paixão que poucos conseguem entender!

Conrado disse...

Bem ou mal, a internet é de fato um espaço de replicação de ideias (e de ideais, sobretudo). A rede pura, a contaminação de opiniões, ideias, etc., aonde pudemos conhecer mais lugares, sites, pessoas, focos de resistência desse patrimônio chamado futebol e do nosso Palmeiras.

Fico imaginando um Nelson Rodrigues nos dias de hoje, com a internet. De certa forma, vi em você um cronista, algo de literatura, de captar a essência deste fenômeno quase impossível de verbalizar para transmitir em palavras. Altas palavras. De certa forma, o que se viu aqui no blog chega ao status de arte escrita.

Passe um dia no Museu do Futebol, trabalho por lá, trocarmos umas figuras!

Grande abraço e salve Palestra/Palmeiras!

Conrado Secassi

Roy Keane disse...

THE TORTURE NEVER STOPS !

Anônimo disse...

http://www.youtube.com/watch?v=uAcq79dFjn8

Montagem de um manchista...

André Rebechi disse...

Sempre passo aqui desde 2000 no finado blog hospedado pelo iG e muito do que você escreve aqui concordo outras coisas o tempo me fez mudar a opinião que tinha a 10 anos atrás de quando assistíamos aos jogos na grade cent. A imprensa precisa de pessoas como você... como o Galluppo também que mostre ao leitor o verdadeiro significado do futebol e da arquibancada... abraço e boa sorte!
André Rebechi

Lucio disse...

De fato é uma pena, infelizmente sou obrigado a concordar com vc, é dificil manter algo ligado ao futebol, seja site, blog, torcida eu bem sei, como ex´-vice presidente da Mancha Sub Sede Aracaju, o como é dificil, mas vamos lá, nos vemos nas arquibancadas nordestinas. Um abraço e continue ser esse defensor ferrenho do verdadeiro futebol, foda-se o futebol moderno.

Anônimo disse...

É realmente uma pena. Conheci o blog a um bom tempo através dos posts ''Turiassu, 1840'' que me emocionaram de verdade sem vergonha nenhuma. Logo após isso me tornei leitor assíduo desse espaço. Fica um agradecimento pelos posts inteligentes, sobre as indicações sobre a chamada ''literatura de arquibancada'' e pelas críticas muito bem embasadas de um torcedor de arquibancada para torcedores de arquibancada. Mando um abraço para os amigos da Savóia e MV, principalmente pra rapaziada da NORTE de ambas torcidas.

Valeu Barneschi.
Viva a arquibancada e viva o VERDE.

''Marquito''.

Rafael disse...

E a minha segunda leitura obrigatória da Mídia Palestrina também se vai - a outra era o também excelente Observatório Verde.

O fim do Forza é também simbólico, me soa como o marco para o fim de uma era gloriosa da nossa torcida, onde vários sites tocados por torcedores (cada qual com o seu tema onde a somatória formava algo extremamente rico em conteúdo, bem a frente do que a mídia tradicional conseguia fazer) tornaram possível um grau elevado de participação e politização dos torcedores que não tinham contato com o dia a dia das alamedas do clube - eu me incluo dentro destes.

Os sites estão acabando, mas o que vocês (Forza, OV, Cruz de Savóia, Maglia Verde, e outros tantos) fizeram não se apaga. Missão cumprida, com certeza.

Só tenho a dizer muito obrigado, por nos ensinar o que é o FUTEBOL COM ALMA, como gosta de dizer. Assim como muitos destacaram, aprendi muita coisa aqui, e que não se aplica somente ao esporte, mas à vida em todos os seus aspectos.

Até a arquibancada e Forza Palestra!

Matheus Pacaterra disse...

Realmente, sem palavras. De longe o melhor blog sobre futebol e o que realmente importa, a torcida! Aprendi muito sobre futebol aqui. Obrigado Barneschi, nos encontraremos no Palestra. AVANTI PALESTRA!

Sergio Mendonça disse...

Fico triste com a despedida do Forza Palestra, pois sempre me identifiquei com as suas idéias, afinal quem há mais de 35 anos frequenta as arquibancadas vê o Palmeiras de modo diferente.
Agora somente restará na mídia palestrina pessoas ligadas a atual diretoria, todos do tipo CHAPA BRANCA mesmo, fazendo "ronda" e bloqueaando o autor de algum comentário, quando este não é a favor dos bichas velhas PN e CEO.

Unknown disse...

Com tristeza recebo a notícia do fim deste espaço. Embora eu tenha comentado apenas esporadicamente, fui leitor assíduo. Boa sorte, caro Barneschi, nos seus novos projetos. Abraço do Fábio - Niterói/RJ. (Saiba que há muito palmeirense por aqui... Só que não aparecemos em nenhuma dessas "pesquisas".)

Nicola disse...

E eu registro aqui o meu muito obrigado pela dedicação ao blog e seu excelente trabalho - impossível negar o quanto influenciaram no meu fanatismo pelo Palmeiras. Não sei se é a palavra certa, mas acho que exceção feita ao Cruz de Savóia, nenhum outro espaço na internet refletiu tanto o meu pensamento e minhas ideias.

Boa sorte e até qualquer jogo.

Barneschi disse...

Por ora, ainda sem entrar em detalhes, gostaria de fazer um agradecimento geral a todos que deixaram aqui seus comentários, depoimentos e palavras de carinho. Obrigado mesmo! Resolvi fazer a despedida do blog em uma semana muito complicada no trabalho para não sentir o efeito dessa decisão. Assim que conseguir o tempo necessário, volto aqui com as devidas respostas.

Se quiserem, sintam-se à vontade para sugerir posts que devem entrar no tal post com o que houve de melhor na história deste blog.

Obrigado a todos

thumblr disse...

Não me lembro desde quando acompanho o Forza, mas nos últimos 2 anos SÓ tenho acompanhado o Forza. Primeiro foi a derrocada da mídia convencional, depois da "mídia palestrina". O jeito agora será acompanhar o Impedimento (você poderia começar a escrever para lá, não?), e em raros momentos Mauro Cezar Pereira da ESPN, que talvez sejam os únicos que entendam a alma do concreto. Obrigado pelos textos emotivos, e pela sensação de "ufa, não sou só eu que penso desta maneira". Sigamos regendo Forza ao nosso Palestra, agora mais no concreto do que nunca.

Saudações

CASSELLl disse...

Barneschi vc foi uma das pessoas mais assertivas que já lí escrevendo sobre o Palmeiras/Futebol. Fará muita falta.

Boa sorte.

Guilherme disse...

Porra Barneschi vai fazer falta cara!
Acompanho desde 2009 e nunca mais parei de acompanhar.Fez eu mudar o jeito de ver o futebol e enxergar a diferença entre torcedor e simpatizante de um time de futebol.
Agradeço por esses anos vc fazer parte da minha leitura diaria e espero um dia te encontrar nas arquibancadas junto com o nosso Palestra.
Abs

Vinícius Romeiro disse...

Espero que seja um até breve, vai fazer muita falta.
Que você tenha grande sorte nessa nova empreitada.
Grande abraço.

Vinícius Romeiro.

Vinícius Romeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael Borelli disse...

Barneschi, sempre li e nunca comentei. Admirei muito seu trabalho no blog, contra a mídia podre e a mercantilização do futebol, em defesa da arquibancada. Depois de muitos anos fora de SP, voltei esse ano e pude tornar a desfrutar dessa paixão maravilhosa que é a arquibancada.

Se é melhor pra você, siga tua vida... siga la pelota. Nos encontraremos na arquibancada.

Um abraço de um parmerense.

acreano disse...

Ainda sem acreditar!

Moro há 2 anos e meio em São Paulo.
Sou natural de Rio Branco/AC.
sem esse espaço acho que seria impossível que eu ,a mais de 4 mil km de distância, tivesse a noção do que é ir ao estádio, do que é acompanhar o nosso time de perto.

Difícil saber qual post é o melhor. dos recentes acho que aquele jogo de ida no olimpico ano passado.... seu post foi fenomenal!!!

Muito obrigado. de verdade.

abraços!

@anakan

Victor Mota disse...

Opa Barneschi,
Não nos conhecemos pessoalmente e eu nunca fui de comentar no blog, porém acompanho desde o começo e posso dizer que o Forza Palestra era um refúgio no meio de tanta informação mal intencionada em relação ao Palmeiras que vemos diariamente. É uma pena ele acabar mas entendo perfeitamente os seus motivos. Sucesso nessa nova caminhada cara.

Abraço e Palestra sempre!

Henrique Mancha disse...

Compartilhei de muitas ideias suas, até por ter como ideal o mesmo.

Parabéns pelo ''trabalho'' aqui cara, seu blog sempre foi o melhor em minha opinião

Não te conheço mas agente se tromba por ai

abraço

Henrique
Mancha Mogi Guaçu SP
O INTERIOR É LOUCO

Henrique Rodriguez disse...

Parabens cara! sempre li o blog e comentei uma ou outra vez apenas, mas sempre acompanhando pq aqui sempre se expressou o verdadeiro sentimento do torcedor Palmeirense, Parabens !
A' ARQUIBANCADA

Anônimo disse...

Cara, eu lia sempre seu blog; concordava c/ a maior parte dos seus posts, e acho uma pena ter chegado ao fim.

Boa sorte c/ o livro. Dia q vier à BH, nos encontraremos por aqui.

Abs, Augusto-BH.

Anônimo disse...

Eu giro a catraca. Eu sei o quê e quem são importantes para o futebol. Este espaço era importante. Fico triste. Grande abraço e boa sorte para os futuros projetos.

Raul Martins Dias disse...

Fiquei alguns dias adiando o meu texto, tanto pelo trabalho que não me deixava tempo livre quanto por pensar em algo para escrever.

Acho que uma frase resume tudo: este foi o blog que me fez ter vontade de passar a madrugada em uma fila na Tua Turiassu para comprar ingresso para um jogo do Palmeiras. Detesto e sempre detestei filas (quem não?), mas o texto da série Turiassu 1840 que fala do assunto é tão perfeito que eu quis estar naquela fila.

Aqui eu entendi a minha obsessão por, diversas vezes (não tantas quanto eu gostaria), pegar um avião de Brasília para São Paulo (ou alguma outra cidade do Brasil) e passar lá um dia ou um fim de semana com o único propósito de ver o Palmeiras ao vivo, quando 99,9% das pessoas que estão na minha situação se sentariam diante da TV e ficariam vendo o jogo por lá. Esses podem até não ser menos torcedores do que eu, mas certamente não vivem o futebol em toda a sua plenitude, o que só se consegue no lugar onde o jogo está acontecendo.

E, para fechar, foi aqui que eu vi o eco da minha voz quando defendia que o Palmeiras deveria jogar no Pacaembu, enquanto dezenas de pessoas que nunca pisaram em um estádio disparavam bobagens do tipo "Canindé/Barueri/Prudente dá sorte. Pacaembu é dos gambás.".

Boa sorte, irmão. Nos vemos pelas arquibancadas. E FORZA PALESTRA!!

Ettore disse...

Vou sentir mta falta do blog. Textos como "ao santo" (aposentadoria Marcos) são mto marcantes. Boa sorte com o livro, um já é meu. Eduardo Almeida.

Ettore disse...

Vou sentir mta falta do blog. Textos como "ao santo" (aposentadoria Marcos) são mto marcantes. Boa sorte com o livro, um já é meu. Eduardo Almeida.

Anônimo disse...

Só deixa tudo disponível, se for possível. Nos vemos na curva.

Vai Palmeiras

Fix

Elver Carnavali disse...

Sinto muito que esse espaço deixará de ser atualizado. Há anos é uma referência semanal em minhas leituras.
Obrigado pelo excelente trabalho.
Abraço palestrino.
Elver

Vitor Forcellini disse...

Triste, o blog sempre foi referência pra mim. Mas é isso ai, a vida é feita de etapas e a sua próxima é o livro. Com certeza vou lê-lo. Valeu Barneschi, vc deixa o blog, mas segue nas arquibancadas do mundo atrás do Palestra. Forza!

Anônimo disse...

Não conhecia e passei a conhecer a partir deste post. Sem duvida uma leitura obrigatória para todo Palmeirense digno e ou amante do futebol, tem narrativas interessantíssimas, bem escritas, que servem para avivar a nossa memória dos bons e maus momentos enfim de ser torcedor, me fez lembrar detalhes incríveis que o tempo já havia apagado, detalhes de quem esteve presente na arquibancada naquele mesmo momento. Ainda que tardio, obrigado Barnesque. Imagino que o blog agora encerrado vire um campo agradável para releituras e pesquisas. Pena não ter conhecido antes!
Não me posiciono da mesma maneira que o Blogueiro, mas ao mesmo tempo ele demostra um ponto de vista que deve ser levado em consideração ao analisar as várias maneiras de se sentir torcedor, e mesmo pecando pelo radicalismo e saudosismo, suas ideias são claras inteligentes e seus argumentos sólidos. Será sempre bem lembrado, já tem um comprador para o livro.

Pedro Pellegrino disse...

Parabéns por todos esses anos! Estarei na fila para pegar uma dedicatória no livro. Grande abraço.

Anônimo disse...

Sou leitor assíduo do blog e me identifico com a maioria dos seus comentários, especialmente os mais radicais, contra o maldito futebol moderno.

Lamento sua decisão de encerrar esse espaço que nos últimos anos se tornou uma espécie de referência para os palmeirenses de arquibancada.

Saludos!

Renato Moreira disse...

Ainda não me decidi pela despedida, pois, a cada acinte que sofre o futebol, a cada agressão, a cada vez que uma mente pequena tenta fazer o Palmeiras pequeno, a cada vez que a elite dominante, preconceituosa e separatista tenta "higienizar" o futebol, venho aqui...

Aprendi a pensar o futebol aqui, fiz desse blog uma extensão da minha vida, pois ele representa pra mi a extensão da arquibancada que é uma casa que abriga a alma dos torcedores.

Precisamos de guerreiros como você Barneschi!

Rafael disse...

Barneschi,
O Forza Palestra foi e continuará sendo (não canso de reler posts) leitura obrigatória diária, o primeiro site ao abrir o navegador. A voz da arquibancada, um dos únicos "lugares" onde não me sentia anacrônico, pertencente a um mundo que não existe mais. Pelo contrário via a sua resistência e de alguns outros e tinha força para continuar lutando "contra o futebol moderno".
Obrigado por todos esses anos de dedicação, pelo alento e por muitas vezes, abrir meus olhos.
Parabéns pelo trabalho, caráter e pela utilização das palavras com maestria.
Quanto ao livro, espero que saia logo e que outros venham, pois são muitas histórias.
Forte abraço, saudações.

Rafael
Maringá - PR

Diego Marques disse...

Vai fazer muita falta cara.
Parabéns por todo esse tempo escrevendo,vou continuar lendo o blog que sempre vai parecer atual nos dias de hoje.

Jean disse...

Cara, na boa... lembro a primeira vez que entrei aqui e li, um texto "acabando" com o Palmeiras, não entendi, e logo postei um comentário defendendo a SEP... e vc retrucou de uma forma tão veemente que após eu reler o texto e ler outros mais textos vi que vc falava dos "jogadores" e não da instituição, fui aí que percebi o quanto pensamos iguais no quesito, Paixão pelo futebol. Embora morar em outro estado e poucas x ter a oportunidade de ir na cancha, lendo os seus textos nunca me senti menos Palmeirense do que os outros, e sempre entendi a frase: Torcedor é quem gira a catraca, parece meio incoerente pois giro 1 vez no ano já que é apenas 1 vez que o Verdão vem jogar aqui em Goiânia... Vai fazer falta seus textos viu amigo... pois é leitura e releitura obrigatoria minha todas as vezes... agora é esperar talvez um dia nos encontrarmos no cimento do Serra Dourada, ou em algum jogo como mandante quando conciliar tempo e $ pra ir em SP... grande abraço. E boa sorte aí... Quero um livro seu também. Mantenha nos fora de SP informado de como conseguir.

Sds.

Jean (Mancha Gyn)

Matheus Trunk disse...

Lamento profundamente o encerramento desse blog porque considero que me tornei um torcedor obcecado pela bandeira do clube depois que comecei a acompanhar o Forza Palestra. Era sempre comum ir no jogo, ver pela TV (se fosse fora) e depois ver as opiniões de Barneschi. A nossa torcida, a nação alviverde precisa de mais pessoas como você. Seu amor e idolatria pelo clube é que ficam irmão. Espero que o livro saia em breve. Estarei na fila comprando o exemplar. Fica o exemplo de amor e dedicação que você teve pela bandeira verde irmão. Isso ninguém apaga. Viva o Palmeiras, razão da nossa existência.

Anônimo disse...

ja vai tarde

o futebol moderno agradeçe

que não volte nunca mais com o blog

futebol moderno venceu e prevaleceu

Anônimo disse...

Ei Barneschi, você conhece algum documentário (pode ser em inglês) que conta a história dos Irridutibili? E antes que alguém me xingue, não, não sou fascista , só quero conhecer a história da torcida... Abraço

Anônimo disse...

A propósito, escrevi errado ali em cima, é Irriducibili

Anônimo disse...

Bom, nunca apareceu a chance para peguntar, mas só por curiosidade (já que o blog vai acabar), você prefere : Cruzeiro ou Atlético, Grêmio ou Inter, Argentina ou Itália, hahaha abraço, e obrigado por tudo.

Danilo Cruz disse...

Esse blog foi o responsável -juntamente com o Cruz de Savoia- da mudança no meu modo de ver o futebol e o Palmeiras. Não vim até ele menos de 4 vezes por semana desde 2009. E, claro, irei sentir falta.

Obrigado por tudo!
Desde já, aguardo o livro.


Danilo Cruz/ Ribeira do Pombal/BA
facebook.com/danilo.cruz.5074

replicas relogios disse...

REPLICAS DE RELOGIOS.TV

Estamos com parceria com o google para indicar lojas de replicas de relogios, somos pioneiros no Brasil em replicas de relogios rolex, replicas de relogios tag heuer, todos nossos produtos são de alta qualidade, de origem italiana e suiça, nossas lojas de replicas...

RELOGIOS-SP

Visite nosso site de replicas de relógios sp somos os maiores vendedores do google todos produtos são classe AAA replicas de relógios rolex, replicas de relógios tag heuer, relogios sp, replicas de relogios sp, nos faça uma visita venha em uma de nossas lojas em sp...

REPLICAS DE RELOGIOS RJ

Em conjunto com o google temos diversas lojas de replica de relogios rj, replicas, replicas de relogios tag heuer, replicas de relogios famosos, replicas de relogios rolex, todos relogios a venda são produtos importados de altíssima qualidade diretamente da Itália e Estados Unidos, confiram nossos relógios importados, entre em contato peça catálogo ou visite nossos sites parceiros....

Nossos parceiros em telas mosquiteiras importadas dos estados unidos, não propaga chamas, fungos ou mofos, são telas de fácil limpeza e protegem sua família contra picadas de insetos, principalmente os mosquitos da dengue.Telas mosquiteiras litoral norte, telas mosquiteiras sp, telas mosquiteiras ubatuba, telas mosquiteiras ilha bela, telas mosquiteiras ilha comprida, telas mosquiteiras granja vianna, telas mosquiteiras alphaville, telas mosquiteiras cotia, telas mosquiteiras jundiai

siamopalestra disse...

Concordei com você muitas vezes. Discordei tantas outras. Mas nunca deixei de visitar este espaço.

De fato, ter um blog suga demais. E quando o prazer vira problema, é melhor rever o que estamos fazendo.

Muito obrigado por tantos posts e posicionamento.

Abrazzo,
ROJAS.

Cesar disse...

É uma pena. Acompanho o Forza Palestra desde quando a tal "Mídia Palestrina" começava, época em que as redes sociais nem eram tão acessadas, e encontrei aqui textos que exprimiam meus sentimentos. Era quase que uma terapia sair do estádio e ver o post do Forza Palestra. PRINCIPALMENTE quando nosso Palmeiras não saía vencedor.

Nós é que devemos agradecer a vc Barneschi, por tudo que foi aqui escrito em prol do Palmeiras, pela defesa de nossas cores, por passar a limpo diversos pontos obscuros do futebol nacional, e por ser a voz da arquibancada em meio a tantos "jornalistas" e "blogueiros" vendidos e interesseiros...

Espero ansioso pelo livro!

Abraços!

Erika Pereira disse...

Barneschi, talvez você não se lembre mim, eu trabalhava no Clipclap, e sempre admirei seu trabalho.

É uma pena perdemos seus magníficos textos, mas quando deixa de ser um prazer e vira obrigação, é hora de parar...

Boa sorte!

Átila disse...

Passo apenas para deixar um obrigado pelo bom trabalho ao longo de todos esses anos. Mesmo sendo rival, impossível conhecer arquibancadas e não se identificar com grande parte do que foi escrito.

Então, valeu, e à arquibancada!

Gustavo Bretos disse...

Entrei no blog hj com a expectativa de ler um daqeles textos emocionantes sobre o grande clássico de amanhã, e acabei descobrindo q o blog parou...triste noticia, para qem é contra o futebol moderno, e mais triste ainda para os Palmeirenses..Vc conseguia coloca em palavras, o sentimento de muito palestrinos...Parabéns pelo ótimo trabalho, estou esperando o livro, e no verde do palestra, mantendo a esperança q esse blog voltara um dia...Um salve pra arquibancada.. eu canto ao Palmeiras, saaao 100 de historia