30 outubro 2007

LUTO

Não teve jeito: a Copa-2014 será aqui.

Em solidariedade ao torcedor brasileiro, que, alienado, não sabe o que está por vir, este blog está de luto.

O futebol brasileiro começa a morrer hoje...

18 comentários:

Craudio disse...

Só nos resta acreditar em forças sobrenaturais que darão vida a uma revolução popular até lá...

Triste. Coitada da próxima geração. Vai nascer bambi e sem cultura de boleiro.

luigi sep 1914 disse...

Faço minhas as tuas palavras...
E a bicharada maldita terá tudo de novo de mão beijada...
Sub-raça de merda! Copa do mundo é o caralho!
Aqui é PALMEIRAS!
Jogos, torneios entre seleções deveriam acabar. Pau no cu dessas merdas... O que interessa são os clubes e é pra eles que torcemos, o resto que se foda!

Vai PALMEIRAS!

E, amanhã, bem que poderia cair uma bomba atomica no jd. leonor, fala aí? Melhor um aborto hoje que um bambi amanhã!

Rodrigo disse...

Sobre a Copa, só tenho a lamentar.

Agora me veio a dúvida: pra quantas seleções diferentes o Barneschi vai torcer na Copa de 2014?

luigi sep 1914 disse...

FORA Almeida!

Anderson UGIETTE disse...

começou a morrer???
tah morrendo faz tempo...
desde q surgiu a corja bambi...
desde q assumiu a CBF o ladrão ricardo texeira...
desde q surgiu a globo....
enfim....
esse eh soh mais um golpe...
mas, foi de um golpe parecido, a copa de 50, q surgiram pelés, garrinchas, e outros cracks....
enfim....
contra tudo e contra todos acho q pode ser q ainda aconteça algo bom depois da copa...
vamu torcer e rezar!!!

Craudio disse...

FORA ALMEIDA!

EMO!

Luiz disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luiz - Uberlândia disse...

Rodrigo, boa noite. Um abraço também ao xará Luiz, ao Luigi e aos demais correspondentes.

por ter residido na Europa (morei alguns dias na Espanha, na França e anos - 2 - na inglaterra, além conhecer bem a escócia, irlanda e adjacências) também posso afirmar, com segurança e tranquilidade, que nosso País não tem a mínima condição de sediar um evento de tamanha magnitude e compromisso com a qualidade de serviços (venda de tickets, segurança, política de honestidade, transporte público, etc).

Se bem que, faça-se justiça, o serviço de atendimento em hotéis (3, 4 estrelas para cima) brasileiros, salvo opiniões em contrário - que respeito - não deixa a desejar.

Mas voltando, afirmo com segurança que o nosso País não possui uma MÍNIMA condição de sediar um evento esportivo e mundial, desta natureza.

Entretanto, prezado Rodrigo, sinceramente não entendi (sem provocação, diga-se de passagem!) o porquê do 'luto'... Afora as questões comerciais (venda de souvenires, bebidas alcoólicas, drogas lícitas e ilícitas, canais de televisão, jornalistas esportivos, jornais, etc etc etc) O futebol brasileiro, smj, será uma das poucas instituições lídimas que sairá verdadeiramente lucrando com o eventual evento.

Exatamente por respeitar demais a sua opinião - e dela querer me inteirar, senão não te lia todo dia -, gostaria que o amigo explicasse melhor o porquê de tal dedução.

abraços verdes,

Luiz, Uberlândia

Craudio disse...

Para o Luiz paulista:

são dois estilos diferentes. Barneschi é emo nas temáticas, enquanto o Almeida na essência.

Ambos são desabonadores do caráter. O cabelo do Barneschi vai pra cima, formando a famosa alça de boquete. Já o do Almeida é a franja lambida, conforme a foto publicada e aqui devidamente linkada.

Ambos - repito - desabonadores.

Beto - Patos de Minas disse...

Queridos Palestrinos, depois de muito acompanhar este blog, sempre sob a sugestão de meu amigo-irmão Luiz de Uberlândia, Palestrino exemplar, hoje é a primeira vez a q me disponho tecer comentários, sem intenção de provocar qquer pessoa ou levantar polêmica apenas exprimir minha humilde opinião.
Não vejo na Copa a ser realizada no Brasil qquer ameaça ao futebol brasileiro, posto que existem os amantes da ideologia de seu clube (clube este q deve estar até acima do próprio futebol) categoria esta q acredito q me encaixo por devotar o querido Palestra como religião e o gado manipulado q gera renda aos inescrupolosos exploradores da arte futebolistica,sendo q a primeira espécie nunca será contaminada pela segunda.
O q temo sim, é o verdadeiro achincalhe a q estamos espostos como Brasileiros, já me sinto muitas vezes um Imbecil só por insistir em tentar melhorar este país, agora terei mais motivo pra me sentir um mané...
Veja o q imprensa internacional (talvez até mais ligada em nossos problemas q nós) já diz sobre a copa http://noticias.uol.com.br/bbc/reporter/2007/10/29/ult4908u22.jhtm
Só nos resta rezar e q a Quirupita tenha piedade de nós.

Pedro Pellegrino disse...

Rodrigo,qual é seu fotoblog mesmo? abraço.

filipe disse...

De fato não há ameaça alguma ao futebol brasileiro.
Ameaça é quando se procura intimidar. E só se intimida algo/alguém que tenha consciência.
Desde a década de 30 o futebol brasileiro deixou de querer ter consciência, assim como o povo brasileiro (afinal ambos estão umbilicalmente ligados, ao contrário do que se verá na "copa").
Não há nada a ser ameaçado, portanto.
Desde quando os antepassados deram esmolas para os falidos se reerguerem - sem consciência, maldita consciência, do que faziam - e não transformarem o clube de chá das cinco e criquete (famoso Paulistano... o pendor do amadorismo boleiro...) em uma merda completa que se apresenta hoje atrás de um triângulo maçônico sexual voltado pra baixo e preenchido por dois triangulinhos diagonalmente opostos, desde este momento, meus caros, O FUTEBOL BRASILEIRO DEIXOU DE TER QUALQUER CONSCIÊNCIA.
De fato, não há ameaça a algo acéfalo.

É por isso que o dono do blog diz que o "torcedor brasileiro" (existe tal categoria, Palestrino? Isso dá uma tese... e eu te provo que isso é pura balela, assim como você, acredito eu, também provaria) não sabe o que está por vir...

Por isso pergunto a todos: alguém vai assistir a algum jogo nessa copa sem sacrificar o bolso? sem ter que recorrer a cambistas filhos da puta? sem ser obrigado a permanecer sentadinho, caladinho, tal como uma bonequinha bambi?

E com base nestas perguntas, volto a perguntar: O FUTEBOL BRASILEIRO ESTÁ VIVO?

É por isso que vemos em nossas torcidas tantos e tantos débeis mentais que ou cornetam ou permanecem sentadinhos, caladinhos, como bonecas bambis.

Com relação às condições de sediar uma copa, devemos pensar: o Brasil tem condições de ter linhas ferroviárias? aéreas? rodovias? metrôs? lugar decente para turista ficar? E MAIS: CONDIÇÕES MÍNIMAS DE SOBREVIVÊNCIA DA GRANDE MAIORIA DE SUA PRÓPRIA POPULAÇÃO? Claro que não. Não há condições, portanto, de sediar tal evento.
Mas só porque não há condições de sermos uma SOCIEDADE. E isto deve-se ao fato de o Brasil não criar cidadãos, e sim massa de manobra.

E pra concluir, devemos dizer que quem está a ser ameaçado é o próprio povo brasileiro. O futebol é o instrumento para a efetividade da ameaça.

Fui tentar trocar bolachas ontem. Esgotados os ingressos para domingo. Qualquer torcedor e mesmo espectador sabe que ingresso não esgota no segundo dia. Nem em final, quando éramos presenteados com tal evento, acontecia isso.
E querem fazer uma copa por aqui??

Forza Palestra disse...

Caros amigos de MG,

De fato, é uma posição polêmica, que eu deveria ter explicado. A questão é que tem faltado tempo para isso. Preferi deixar apenas o protesto. Vou escrever com mais calma até o final de semana. Enquanto isso, deixo-os com o texto do amigo Craudio, o mesmo que sempre escreve por aqui. Em linhas gerais, ele sintetiza tudo o que eu gostaria de escrever:

O fim

Está decretada, a partir de hoje, a morte do futebol no Brasil.

Com a Copa, ganharemos:

- consolidação dos pontos corridos
- europeização do futebol latino-americano
- cadeiras numeradas nos estádios
- obrigatoriedade de assistir aos jogos sentados
- alta súbita no preço dos ingressos
- mercantilização do ópio do povo
- definhamento dos clubes por conta da supervalorização de atletas
- atrelamento ao calendário europeu, dando fim aos charmosos campeonatos regionais
- fim das organizadas
- elitização do esporte

Forza Palestra disse...

E as observações do Filipe, logo acima, são por demais pertinentes.

Forza Palestra disse...

Luiz:
Como o cara é corneteiro...

Pedro:
Anota aí: www.fotolog.com/barneschi

Luiz Uberlândia:
Valeu pela visita de sempre!

Beto:
Seja bem-vindo aos comentários.

Rodrigo disse...

Vou transplantar pra cá o comentário que fiz no blog do Japonês: esses itens citados, em sua maioria, já acontecem. Então creio que a Copa apenas consolidaria essa situação terminal que o futebol vive.

Como evento, apenas como evento, é algo bacana e pode ser que traga algum benefício. O problema é que o combustível desse evento, no caso o futebol, já anda mal das pernas há algum tempo por essas bandas. E, ao meu ver, o golpe de misericórdia foi a instituição dos malditos pontos corridos na maior competição do País.

Craudio disse...

A pergunta que fica é: por que raios o senhor Ricardo Teixeira não se mostra tão afoito para, ao invés de gastar dinheiro com essa Copa, gastar dinheiro com o próprio futebol brasileiro?

Darão ao povo um mês de ilusão e depois uma eternidade de desgosto.

filipe disse...

Japonês, talvez ele nem saiba que existe futebol no Brasil...