06 junho 2008

8 anos


Clint Eastwood, ator símbolo dos faroestes modernos, é também um diretor aclamado no mundo todo. No ano passado, lançou dois filmes sobre uma mesma batalha da Segunda Guerra Mundial, cada qual com um ponto de vista diferente. São eles Flags of our Fathers, que expõe o lado americano, e Letters from Iwo Jima, que fica com o japonês.

São obras que só aconteceram porque dispostas a entender a história por trás de uma foto, no caso esta que vocês vêem abaixo:


Por trás da mitologia criada pela propaganda de guerra, Eastwood quis entender o que de fato aconteceu no momento em que soldados americanos hastearam a bandeira no alto do monte Suribachi.

O futebol, como a vida e a arte, tem também as suas batalhas.

E algumas, como aquela de 6 de junho de oito anos atrás, no inóspito campo do Jd. Leonor, geram imagens inspiradas, como a que abre o post. Ali, Euller comemora o primeiro dos três gols alviverdes na épica vitória sobre o nosso maior rival.

A classificação para a final da Copa Libertadores/2000 tem significado especial para qualquer palestrino. Um roteirista, por melhor que fosse, talvez fosse ridicularizado por criar uma história semelhante
. A começar pelo fato de a decisão ter acontecido na noite de uma terça-feira e não na tradicional quarta.

Ainda que não tenha sido coroado com um título, o 6 de junho de 2000
forjou heróis que só se fazem conhecer nas maiores batalhas.

Vejamos: um time bastante inferior teria de reverter, em 90 minutos, a vantagem construída por seu rival no jogo de ida (3 a 4). Para complicar, após abrir o placar (com Euller, que comemora na foto lá do alto), o Palmeiras toma dois gols e fica em desvantagem também no jogo. E, como dito, era um time inferior.

Mas não desiste quem tem um general como Felipão. A virada veio na metade final do segundo tempo. Alex, o 10, o marechal, empata. A torcida verde, minoria, passa a incentivar ainda mais do que antes. Parecia tão impossível que valia a pena acreditar. Nem que fosse só pela raça, pela mística, pelo amor à camisa.

E eis que surgiu Galeano, guerreiro renegado que se tornou herói imortal. Bastou um toque na bola para que a história consagrasse o apenas esforçado soldado da camisa 25.

Como no ano anterior, a batalha seguiu para a mesma disputa por pênaltis. E o Palmeiras tinha São Marcos, mais um herói imortal.

O resto é história. Que bem poderia virar filme.

Já tem até cartaz pronto.

***

A emoção era tão grande que nem todos os lances ficam claros para mim, ao menos não com a visão da arquibancada. Lembro bem de, ao final dos 90 minutos, sair do meio da Mancha e seguir para o acesso da arquibancada. Lá, embaixo de tudo, encontrei o nosso amigo Galuppo, hoje promovido a locutor das multidões. Não havia muito o que falar. Era só aquele abraço e o "Vamos que é nóis!" para mais uma inesquecível decisão por pênaltis.

23 comentários:

Ulisses disse...

Ohhhh quão bom e suave é ver os posts retomando o rumo certo!!

Para lembrar dessa data sou obrigado a segurar as lágrimas, acho que é um dos dias mais felizes de minha vida!!

Abs!!

palestra1914 disse...

Barneschi , sensacional lembrança!

Em alguns desses jogos entre os anos de 2000 e 2002 , eu não pude ir pois trabalhava até as 22:30 hs. Me lembro de ter conseguido ir na final contra o Boca no panetone e cheguei ao estádio no começo do segundo tempo.
Esse jogo do post eu assisti ao lado do meu pai , em casa.
Esse foi o último dia que eu rezei pensando no camisa 7 dos gambás , desde que ele vestiu essa camisa pela primeira vez.
Todos os outros dias eu pedia a Deus que me desse a oportunidade de encontrar o infeliz no meio da rua , para poder quebrar ele no meio. Mas Deus é bom demais e me presentou de outra forma.Além de eu não precisar sujar minhas mãos tendo que enconstar em merda , juntou diversos prazeres imensos em um só e eliminou os gambás.
Depois conto outras que fiquei sabendo por conta dessa eliminação.

Abraços,

Bruno D'Angelo.

palestra1914 disse...

Ah , antes que eu me esqueça , tentarei ir ao encontro sim. Valeu!

Ademir Castellari disse...

Grande Barneschi, claro que pode publicar a tabela. Aliás, para o seu Blog nem precisa de autorização, é sempre um prazer. Quanto a este post me fez relembrar batalhas épicas do Palestra, como aquela contra o Flamengo (4x3) no Palestra. Coisas que nos fazem acreditar que tudo vale a pena. Abraço.

vitor disse...

esse dia é inesquecível!!!

Galeano Eterno!!!

Obrigado a todos os soldados e ao general Felipão.

Leonel disse...

po, eu era mto moleque e naum lembro: quem foi o mandante do 2º jogo? se foi 4x3 e 3x2, naum tinha q valer o gol fora de casa? ou naum teve isso pq era classico?

piriquito verde e branco disse...

melhor jogo que eu vi na minha vida foi esse palmeiras e corintia de 06/06/2000 sem sombra de duvida o melhor de todos.....

Forza Palestra disse...

Leonel,
O Palmeiras mandou o segundo jogo, ao contrário de 1999, quando o mando final foi do SCCP. Acontece, no entanto, que a regra do gol fora de casa não se aplicava ainda aos jogos da Copa Libertadores - isso teve início apenas a partir de 2003 ou 2004, não me recordo agora. De toda forma, se o critério de gols fora de casa já fosse válido em 2000, nós nem teríamos chegado à semifinal. Teríamos parado nas oitavas (0 a 2 para o Peñarol lá e 3 a 1 aqui). Em compensação, teríamos ficado com o título contra o Boca na final (2 a 2 lá e 0 a 0 aqui). Mas, veja que curioso, teríamos perdido a final da Libertadores/99 contra o Cali (0 a 1 lá e 2 a 1 aqui). Pelo sim, pelo não, sou contra o critério de gols fora de casa, que tantas vezes já eliminou o Palmeiras na Copa do Brasil. Mas volto a escrever sobre isso em breve.
Abraços

vitor mv disse...

Porra esse jogo foi inesquecivel pra todo mundo, mas infelizmente este dia não estava no Panetone pq nessa epóca morava na cidade da dengue(RJ). Mas mesmo assim foi especial.

Como é bom relembrar estes momentos cara,valeu pela lembrança.

Graaaaaaande Galeano!!

Abs,

Forza Palestra disse...

Vitor MV,

É você que vai no encontro da mídia palestrina domingo agora?

Ah, e a cidade da dengue é na verdade a Cidade Maravilhosa...

Abraços

vitor mv disse...

Barneschi,
não sou eu não cara,deve ser o outro que assina só como Vitor.

Vixii..de cidade maravilhosa aquela cidade tem bem poucas coisas hein..rsrs

Ah! esqueci, esta foto do Euller está sensacional cara,linda foto.

Abs,

Ulisses disse...

vitor mv, agora vc atiçou o Barneschi!!

Falar mal do Rio pra ele?? Não devia ter feito isso!! rsssss

Forza Palestra disse...

Pois é, Vitor... falar mal do Rio aqui é sacanagem!!!

Mas relaxa... esse outro Vitor que escreve aqui é um ex-vagabundo. Agora resolveu trabalhar. E é amigo nosso.

Abraços

Roque disse...

Nesse dia estava completando 34 anos (hoje faço 42), e assisti ao jogo pela tv (acho que na extinta PSN).
Antes do Marcelinho bater o pênalty fatal pensei: seria um bom presente ele errar...
Pois é, foi um dos maiores presentes que recebi em toda a minha vida, incalculável.
E o mais gostoso era ver os curintxianos derramando lágrimas, logo eles que tanto nos esnobavam por causa daquele torneio de verão da FIFA.

Coruja disse...

Alô, alô, velho! Grande foto! Que achado! Como é lindo ser quem somos! Oportuna tua lembrança - e espero todos vocês domingo!

marcelo_geral disse...

Fala, periquito verde e branco. Sem dúvida esse também foi o jogo mais emocionante que já assisti e acho até que comemorei, mais que qualquer título (não passei a época da fila, pois sou de 83). Campeão da libertadores já havíamos sido em 99 em jogos épicos também. Esse título viria e virá novamente com certeza. Agora, tudo que aconteceu naquele 6 de junho vai ser difícil se repetir. De novo agradeço a Deus e ao Palestra.

vitor mv disse...

Ih!! Então vamo deixar o Rio quieto..rsrs

Abraços a todos.

[SEP] Valmir disse...

Grande jogos, fantásticos relembrar isso tudo parabéns Barneschi!


Agora que é que tem o Rio?
Olha o Rio tá cheio de cariocas vcs perceberam?

Agora, alguém não poderia fazer uma fofoca dizendo pra gente porque o Barneschi fica bravo se falarem do Rio?

Conta aí cara, que andou rolando por lá?


abs!!

PS: PQP esse Atlético Mineiro hein?
Mais um time que ressuscita defunto!
Levar 4 a 0 no primeiro tempo da bambizada ordinária é mesmo um candidatão à segundona!

jefferson disse...

Só uma matéria como essa pra nos devolver o ânimo nesta segunda-feira triste.

Queria deixar aqui minha 1ª sugestão:

Vamos fazer o site VAZA VALDIVIA !! Porque se é pra jogar com esse desinteresse e apatia de ontem, prefiro que vá embora logo e leve com ele Luxemburgo Mercenário, Denilson, Lenny, Jumar, Gustavo Gol Contra, Capixaba e outras bombas!!!

Sugestão 2: Vamos fazer um site pra arrecadar fundos, pra pagar pro time que levar Denilson e Lenny, afinal sejamos honestos, quem vai querer levar esses 2 de graça???

Se o mago tem outras propostas e quer ser liberado do Palmeiras, então que deixem ele ir embora. Não adianta segurar e daí o cara fica boicotando e não joga nada, como vem acontecendo nas últimas partidas.

Quinta vou no palestra mas é só pra chingar mesmo, pode chamar de amendoim se quiser, mas tem hora pra tudo nessa vida, fod...

abraços!!

Ulisses disse...

Desculpa Jefferson mas tomar� que fa�am um site VAZA JEFFERSON!!

De amendoim � o que menos precisamos no momento!!

Abs!!

vitor mv disse...

Concordo com o Ulisses!!
Deus nos livre de voltar a época em que o time jogava mal 10 minutos e os amendoins ja xingavam td mundo.

De amendoim o Palmeiras não precisa,esse tipo de torcedor faz mal ao time como uma doença.

Ah!! e mais uma vez minha eterna adimiração pelo São Marcos fortalece..O cara é a voz de tds nós dentro de um grupo que tem muito preguiçoso, sem palavras Marcão.

Abraços,

Luiz disse...

Se liga esse jefferson deve ser o mesmo bambi que escreve uma dezena de baboseiras aqui... só quer tumultuar.

vitor disse...

concordo com o jeferson...com esse bando de vagabundos no time a gente não pega nem libertadores...e olha q já acertei mtos prognósticos (paulista e brasileiro do ano passado e paulista desse ano).

esse mago tá com a cabeça de minhoca venezuelana dele na europa, q vá embora logo...por isso q ídolo é o São Marcos, q poderia ir pro arsenal q é 1milhão de vezes maior q o benfica e preferiu ficar no PALMEIRAS.

esse luxa, mais uma vez mostrando o mau carater q é...q suma e não volte mais, prefiro um celso roth q esse vagabundo.

e outra, prefiro um time cheio de perna de pau q lute e honre a camisa do que um bando de vagabundos que se acham os melhores do mundo e nem sabem o q é PALMEIRAS.

e pra qm defender esses merdas, eu digo...vc não é mais PALMEIRENSE e sim, otário.

Paulistão foi enganação!!!

...mas eu só quero, que venham jogadores, que honrem a camisa e lutem sem parar...