01 junho 2009

Agenda de destruição

Em clima de festa (viva as 12 sedes da Copa-2014!!!), vamos abrir espaço para mais algumas demonstrações da agenda de destruição em curso. A começar, é justo, pelo mais sórdido de todos os dirigentes esportivos neste país. Com os senhores, JJ Scotch Whisky:

"O Morumbi está 84% pronto, muito à frente dos outros. O Maracanã é inviável. Teria de derrubar e construir outro”.

Não há bebedeira que justifique um absurdo desses. Não há. Por pior que seja o uísque consumido pelo mandatário leonor, não é aceitável um vandalismo verbal desse tipo. E é ainda menos aceitável que tal declaração fique sem a devida contestação. Se este país fosse minimamente sério, teríamos prisão perpétua para gente que propõe qualquer alteração no Maracanã. JJ é um deles.

Nem vou entrar no mérito dos “84%”, do que o levou a este número fictício ou dos tantos absurdos que foram ditos por esta pobre criatura e por outros tantos patifes sobre este lugar que é claramente inapto para receber qualquer evento. A questão é que o Mário Filho não pode estar inserido no contexto desta agenda de destruição dos leonores.

Eis então que chegamos a uma notícia aparentemente despretensiosa, publicada pelo L!Net, o folhetim eletrônico do diário bambi por excelência. É besta, é pequeno, é insignificante mesmo. Mas é demonstrativo de como agem os nossos profissionais de comunicação, digamos, antenados com a agenda de manipulação de Casares, o marqueteiro do mal. Vejamos:

Corinthians e Palmeiras: perigo na internet

Aí você, desavisado leitor, está de passagem pela home do L!Net e se depara com um título como este, assim tão acusatório. "Mas que cazzo seria isso?", você se pergunta. Pois bem, vamos ao texto, que já começa peremptório: "Corinthians e Palmeiras são dois dos termos mais perigosos da internet..."

Não há dúvidas! Os dois rivais desta capital paulista são perigosos para o internauta, seja lá o que diabos for isso.

É então que ficamos sabendo que a empresa de segurança McAfee fez uma pesquisa para determinar as palavras-chave que, se utilizadas em buscas pela internet, podem, vejam os senhores, infectar o computador dos usuários com vírus. Sim, dramático assim. Como diria o grande Falavigna: "Levados esses dois, não?"

A matéria (???) do L!Net traz um link para o tal estudo, mas o que aparece depois do download do arquivo (zipado) é um relatório sem números ou pesquisas. Desprovidos de informações na íntegra, somos obrigados a nos contentar com o recorte feito
pela versão online do jornaleco esportivo:

"No Brasil, os termos de maior risco são: Globo (33,3%), Juliana Paes (30,0%), Google Talk (25,0%), Google Toolbar (25,0%), Orkut (25,0%), Corinthians (22,2%), Palmeiras (22,2%), Tradutor (22,2%), MSN (20,0%) e Músicas (20,0%)."

Sim, perdemos para a Juliana Paes!

Eu bem poderia dizer que os números são estranhos, bastante exatos (20,0%, 22,2% = 2/9, 33,3% = 1/3, 25,0%), o que me levaria a duvidar da amostragem utilizada. Poderia. Mas não é necessário. A criatura que mandou essa nota para o ar (em um veículo pretensamente esportivo) deveria se envergonhar muito do que fez...

A Copa-2014 vem aí!
Vamos encher esse povo alienado de besteira...

***

Peço desculpas aos muitos novos blogs que surgiram nas últimas semanas. Ainda não consegui arrumar tempo para atualizar os links aí do lado. Mas prometo fazer isso em breve.

11 comentários:

Irineu Constantino disse...

Respeito, entendo e apóio as suas contestações acerca da cambada bambi. Aprendi, desde criança, e isso já faz muito tempo, que nosso inimigo é essa corja de alienados e usurpadores. Também aprendi, e isso mais pela convivência com meus avós italianos, que temos que lutar pelos nossos ideais. É claro que já aprendemos quase tudo sobre a maneira bambi de conseguir seus objetivos. Todavia, e esse "todavia" tem um fundo de tristeza, nossa não nos representa como deveria fazê-lo, pois se acovarda quando aceita reuniões informais com esse corja; não briga como se deveria, e mais, aceita passivamente a (in) gerência de um qualquer, que não respeita nossa Nação. Escreveria mais "n" palavras para descrever a minha indignação com nossa diretoria, mas não quero enchê-lo de palavras... sinceramente, estou de saco cheio.
Parabéns pela sua luta, ela é típica do povo que contribuiu, e muito, para o desenvolvimento desse estado, e consequentemente, dessa porra de país.

Claudio Yida Jr disse...

Eu tenho 93% de certeza que a gente deveria comemorar a Copa 2014 numa micareta, e depois irmos todos passar um fim de semana tomando vinhos ao pé da lareira em Campos do Jordão...

É isso que virou o troço.

Palestra1914 disse...

Barneschi , desculpe a minha ignorância , mas não entendi porra nenhuma do que quer dizer essa 'pesquisa'(relatório?) do perigo na internet.

Quanto ao JJ , 84% é a porcentagem média mensal de álcool no sangue dele.

A arrogância desse velho bêbado desgraçado é de dar nojo. E o pior é que a imensa maioria da imprensa fica babando pro sujeito e achando tudo isso normal.

O que esperar de uma pessoa que chamou o Pacaembu de ultrapassado e decadente?

Abraço

Bruno D'Angelo.

João Medeiros disse...

Barneschi,

Em maço, o Junior escreveu no seu exclente "Aqui é Palestra" um texto belíssimo sobre o Maracanã. Recomento a leitura, que complementa as idéias que você exprimiu tão bem aqui.

O que falta ao estádio leonor obra nenhuma consegue providenciar: ALMA. E, convenhamos, isso o velho Maraca tem de sobra. Os jornais de hoje publicaram uma matéria dando conta que a FIFA vetou o projeto apresentado pelos bambis para a reforma do Morumbi. Pelo jeito a cachaça começou a fazer efeito...
Abração.

Forza Palestra disse...

Japonês:
É isso: micareta no povo alienado. E vamos acreditar que tudo vai ficar bem até 2014. Eu queria saber apenas o que vão fazer com um "estádio Fifa" em Cuiabá e em Manaus, por exemplo.

Bruno:
A ignorância não é sua, meu caro. É do sujeito que escreveu esta beleza de notícia. Duvido que o cara tenha entendido, até porque aquilo não faz o menor sentido. O que eu questiono é: o que cazzo ela está fazendo em um veículo que cobre esportes?

João:
Valeu, meu caro. Não há nada como o Maracanã. Eu li o post do Júnior inclusive.
Duas coisas pra fechar:
1. Você vem pra SP amanhã? Se não vier, pode deixar que vamos representá-lo por aqui.
2. Teu blog é um dos que precisa entrar nos meus links. Mas eu quero reformular tudo antes de adicionar os novos blogs. Preciso arrumar tempo pra isso.

Forza Palestra disse...

Ainda sobre essa história da pesquisa de palavras-chave perigosas:

1. Ninguém entendeu essa porra. Só o que fica claro é que nego arrumou um jeito de colocar SCCP e Palmeiras em um mesmo título, junto com a palavra perigo.

2. Se a porra do redator desta merda fosse minimamente desconfiado, teria pensado no seguinte: "Porque o SPFW não está aqui?" Sei lá, talvez porque tem o mesmo nome que a nossa cidade? E também o mesmo nome do Estado? Que coisa, não? É realmente de foder...

Fabiano 1914 - Jundiaí disse...

Não acredito... perdemos pra Juliana Paes..??!!! Puts.. que relevancia esportiva tem isso??!! AFFF cada "jornalista" que me aparece.
Sobre a Copa no país da falta de saúde, educação e com uma desigualdade social gigante sópor dizer que SOY CONTRA....

Vitor MV disse...

Nem todo mundo é tão cego:

http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2009/06/02/ult59u198745.jhtm

Abraços,

Palestra1914 disse...

Vitor , eu não costumo comemorar antes da hora , mas essa notícia me dá vontade de dar gargalhadas...

Barneschi , agora eu me senti como aquelas pessoas (normalmente as loiras levam essa pecha) que ouvem uma piada e demoram algum tempo para começar a rir.

Abraços

Bruno D'Angelo.

Forza Palestra disse...

Fica tranqüilo, Bruno. A culpa é de quem escreve essa porcaria.

Giovanna Concilio disse...

Fica provado, então, que a bicharada é o internauta mais protegido: ele não gosta do Palmeiras, nem do Corinthians, muuuuuito menos da Juliana Paes.
- Aquela horrorosa, credo!