01 junho 2009

Desânimo

É, eu deveria escrever algo sobre o desastrado empate em Barueri. Sobre o gol de Obina, sobre Keirrison, sobre os acertos ofensivos e os constantes problemas na defesa. Também sobre o Madureira, que, além de não sair do banco (seria medo?), continua desviando o foco de seus erros. E mesmo sobre a Arena Barueri, que, aos poucos e não tão lentamente, começa a ganhar cara de um estádio de futebol. O que não faz dela um local menos frio, melhor localizado ou com estrutura mais adequada, registre-se.

Deveria escrever sobre tudo isso, eu sei. Mas não consigo. Porque o tal anúncio das 12 sedes da Copa do Mundo é um pouco o prenúncio do muito de ruim que está por acontecer no nosso futebol. Desvio de verbas públicas, milhões no lixo por um tal padrão FIFA, elefantes brancos em cidades que quase não têm futebol profissional, comemorações que só servem para ocupar o tempo de alienados aqui e acolá – e isso eu escrevo sem rancor, mas com pena mesmo.

De certa forma, o pequeno circo que se armou antes do jogo de ontem, na Arena Barueri, detonou toda e qualquer esperança de um bom jogo. Telão com o Blatter fazendo gracinha, bandeiras dos Estados ‘escolhidos’ em campo, ex-jogadores deslocados no gramado, público pequeno com os ingressos nas alturas. E depois a chuva, o péssimo primeiro tempo, as besteiras na etapa final...

Seriam pequenos obstáculos em outros tempos. Mas os atuais, de promotores desocupados, procuradores vagabundos, dirigentes salafrários, jornalistas hipócritas, reuniões espúrias e técnicos cafajestes, não inspiram coisas boas...

12 comentários:

Claudio Yida Jr disse...

É, mano véio. Compartilho desse seu sentimento de pesar. Ontem, enquanto havia um cemitério vestido de amarelo (de novo) na zona sul paulistana, crescia no peito uma angústia insuportável. Sinal de que o fim, realmente, está próximo.

Sinceramente, a várzea nos aguarda, e a trataremos com a dedicação que ela merece...

Nicola disse...

Concordo plenamente contigo, PAU NO CU DA COPA 2014! Pior que isso, ver os bambis recebendo uma puta grana pra melhorar aquela bosta de estádio deles, do mesmo jeito que construiram.

Não fosse o Panetone fariam outro, que depois dariam de graça pros gambás... E mesmo se escolhessem o Palestra, de qualquer jeito vão torná-lo uma Arena nos moldes europeus, essa Copa vem pra acabar com o futebol.

Antes de tudo, é triste mesmo.

Filipe disse...

É, Palestrino. Sabíamos que seria assim, até esperávamos, mas dói no peito.

Caro Nicola, esse papo de "dariam pros gambás" é de uma mentira bambi traiçoeira que não existe. Não compre essa papagaiada.

Vitor MV disse...

Sim meu caro, é triste.Vendo a papagaiada na TV ao lado da minha mãe, ela me disse:

-Mais por que foi escolhida Manaus e deixaram de fora Florianópolis filho??

Eu disse, muito boa pergunta mãe.

Lamentável.Sem contar a platéia coreografada vestida de amarelo no Jd. Leonor, e as imagens do belo projeto para recuperar(?) o panetone, que ficavam aparecendo de 5 em 5 minutos na TV, sobre comentários do tipo, é o melhor projeto do Brasil,etc.PQP, é o FIM!!

Abraços,

claudinei rockwood disse...

Esta Copa trará coisas boas e ruins, podem esperar.

''Todo mundo quer ir com você na limosine, mas o importante é ter alguém disposto lhe acompanhar no ônibus quando a limosine quebrar.''(C.Rockwood)

Nicola disse...

E ae Filipe, beleza?

Tá certo, não dariam o estádio pra vocês, mas a exemplo do que aconteceu com o Botafogo, muito provavelmente vocês iriam "administrar tal estádio por x anos"... Mas claro que seria muito melhor do que ver a bicharada sobrevivendo com dinheiro público outra vez.

Piazera disse...

Novidades na area.

Da uma olhada:

http://piazera.wordpress.com/2009/06/01/prejuizo-e-outras/

Seo Cruz disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Seo Cruz disse...

Tem muita coisa no brasil acabando porque estamos deixando acabar, e o futebol tem data pro enterro.

A cultura do povão é que está morrendo agora. o sujeito vive num mundo onde cada vez mais tudo é proibido, vetado, fiscalizado, embalado em normas de comportamento 'correto' que todos acham que têm de seguir. E seguiremos assim para o fim de tudo, quem ainda luta é uma minoria sem armas. Restam-nos as palavras, restam-me os blogues, enquanto puder escrever.

Quando um instituto como o IPSOS tem os blogues do wordpress bloqueados, quando a geral custa 40pilas no Palestra, eu não consigo deixar de pensar que tudo isso vem de uma grande agenda de alienação.

Na cabeça dos nobres, a elitização dos meios e costumes do povo é apenas uma missão professoral de educar os incultos e iletrados, para que todos consigam se inserir em um mundo com cada vez menos identidade e regionalismos. Esse é o mais grave: falo de um processo tocado muitas vezes por gente de bem, que acredita, do alto da sua soberba, estar fazendo o bem.

E eu quem sou ingênuo...

O problema é mais grave que o futebol, senhores, se tal gravidade pode haver. O problema é fazer parte de uma sociedade em estado terminal de câncer.

Rafael disse...

Grande canalha!!!

essa copa do mundo é a maior piada do milênio....não só pela decadência do futebol, mas pela decadência do brazil como um todo...

1º) a vagabunda da ministra chefe de porra nenhuma (vulga sequestradora da ditadura) já disse que tem cerca de 400 milhões para investimentos em infra-estrutura e estádio....agora pergunta pra ela se ela enviou os 7 milhões solicitados pelo governo do maranhão para ajudar vítimas das enchentes???? aí num tinha...

2º) imagina que legal: o são raimundo/AM jogando a 4ª divisão em estádio de "1º mundo"...que beleza!!!

não sou fã do faustão...mas ele disse uma coisa que preste ontem: tem países de 1º mundo, tem países de 3º mundo...mas o brazil é país de outro mundo...

abraço

rafael da silva

Forza Palestra disse...

Perfeito, Seo Croce. Seu comentário resume o post com precisão.

Filipe disse...

Outro dia passei em uma travessa da Rua dos Pinheiros com um amigo.

Ele virou e disse "quando eu era criança, organizávamos campeonatos de futebol nessa rua".

Ele foi criança há uns trinta anos atrás, meus caros.

Nossa sociedade perdeu as esferas de interrelações sociais.
É uma sociedade que foi recortada para ser armazenada em gavetas.

A rua se transformou no pátio do condomínio, perdendo o caráter público. As gavetas são os apartamentos, ou as casas resguardadas, muros, etc.
As bolhas, onde a classe média que compra o discurso da "segurança" ao invés de comprar o da EDUCAÇÃO se enfurna.

E o Futebol com isso?

Ora, basta que vejamos os bambis que nunca pisaram naquela merda de privadão pra saber o que é aquilo, se vangloriarem com a possível escolha daquela tralha para sediar a copa que será o fim do Futebol.