23 julho 2010

O tamanho do problema

4 pontos em 9 disputados no período pós-Copa, 13 em 30 no total, empate em casa com o Botafogo, campanha rigorosamente mediana nas 10 primeiras rodadas, 7 gols sofridos nas últimas 3 vezes que o time foi a campo. O cenário todo, a considerarmos exclusivamente os números, é preocupante, mas não deveria inspirar o desespero que toma conta de alguns torcedores. Isso porque, ao menos dessa vez, é fácil apontar o que deve ser aprimorado. Tanto quanto a derrota para o Avaí, o empate de ontem foi um acidente de percurso, acentuado agora pelo peso de uma enorme frustração.

A questão é a seguinte: precisamos de jogadores, de elenco e de peças de reposição. Enquanto não tivermos um banco de reservas e enquanto dependermos de um único meia de criação, estaremos sujeitos a acidentes nos minutos finais (como foram os gols de Santos, Avaí e Botafogo). É um problema difícil de ser resolvido, mas ao menos agora não estamos diante de um impasse como o que nos vitimou no final do ano passado e que contaminou todo este primeiro semestre de 2010. E eu não sei vocês, mas eu prefiro estar diante de uma dificuldade enorme e com a solução à vista, a encarar algo inexplicável como a derrocada do ano passado.

É tudo uma questão de dar o tempo certo para Felipão implantar seu trabalho (lembrem-se de 1997) e esperar que a nossa diretoria consiga reforçar o elenco. Pode não ser já neste Brasileiro, mas teremos muito o que comemorar logo adiante.

***

Sobre o jogo de ontem: foi uma bela atuação, especialmente na primeira metade do segundo tempo, mas isso tudo desmoronou com dois gols improváveis e acidentais. Outro ponto positivo é que a torcida, ainda que em número insatisfatório, começa a se acostumar à nova casa. E é melhor eu não escrever aqui tudo o que gritei ontem sobre o nóia do Botafogo. Boa, STJD!

***

Peço desculpa aos leitores pela ausência prolongada, mas o ponto é que está sobrando pouco tempo para me dedicar ao blog como antes. Além disso, estou concentrado em um post/entrevista mais consistente, e isso deve evoluir na próxima semana.

5 comentários:

Luigi SEP 1914 disse...

Pra voce ver como os caras são filho da puta com o PALMEIRAS...
A final do futsal entre PALMEIRAS e favelados vai ter torcida unicas nos 2 jogos e os caras marcam o 1 jogo (mando nosso) no mesmo dia que o time jogo no pacaembu... É de foder!!! Ontem tava vazio, claro...

Bando de filhos da puta!!!
Mas mesmo assim ganhamos!!!

CHUPA galinhada!!!

valdemir disse...

Bem lembrado(1997),todos criticavam não acreditavam mas o Felipão colocou ordem na casa.Agora é mais que na hora de termos paciencia dar mais um voto de confiança para a diretoria,mas não adianta vir somente com o Mago precisamos de mais reforços que cheguem para ser titular e não banco e nda de Ciro do Xpot.
E mais uma vez o Sr Madureira vem querer se intrometer nos negócios do Palmeiras.
Como voce mesmo disse não podemos nos ficar preocupados com os útimos resultados isso ira se ageitar,mas para isso o time e diretoria tem que se coçar.


FORZA PALESTRA!!

Guilherme disse...

Cara, e pra comprar a porra do ingresso?Os fdp colocam um trailer pra vender,consegui entrar só aos 40 min do 1º tempo...
Pelo menos não perdi muita coisa pelo que dizem....hhehehe

Pedro Pellegrino disse...

Vai fazer uma auto-entrevista, igual ao Palaia? rsrs. Abbraccio.

Luigi SEP 1914 disse...

A Magia está de volta!!!

El Mago voltou!!!

Se segura gambazada... Se segura bicharada...

Santo, Gladiador, Mago, Felipão!!!

Vai PALMEIRAS!!!