05 abril 2012

Torcida pelo futebol

Começa neste final de semana a fase final da Série A2 do Paulistão. Você, torcedor de bem, tem o dever de torcer contra os dois clubes de empresa que estão na disputa. Fique por dentro:



Considerando que sobem quatro, eis aqui a torcida deste blog:

Atlético Sorocaba e Ferroviária de um lado;
Noroeste e São Bernardo do outro.

Mas vale tudo, desde que não aconteça a ascensão dos times de empresa. O futebol agradece.

15 comentários:

S.E.P 1914 AD ETERNUM disse...

na boa Barneschi , que vá a merda esses clubes, a cbfbosta corrompeu a alma desses clubes há anos, os puritanos(falsos moralistas) da midia, leia-se juca, flavioprado, querem a extinção desses clubes tradicionais como obsessão,minha concentração é só Palestra, por todo sempre

Rafael disse...

nesse ponto é interessante notar o posicionamento da Globo, que não cita o nome Red Bull, mas sim RB Brasil. A questão da emissora, diferente de nós, deve ser mercadológica e não ideológica, mas ainda sim é um alento.

Sobre o acesso dos clubes, penso que seria interessante um desses times aparecer pela série A pois daria início a uma discussão sobre essa questão em um nível mais amplo, servindo ainda de gancho para contestar essa palhaçada de naming rights nos estádios de futebol.

Anônimo disse...

Red Bull jamais!!!

Qadhafi disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago disse...

Atletico Sorocaba é outra merda... time de lavagem de dinheiro da igreja do Reverendo Moon... zero tradição

São bernardo é mais um time de empresário do ABC, tem nem 10 anos...

Tem que subir: Norusca e Ferroviária pela tradição de jogarem Paulistao.. .e Barbarense, que dava uns jogos bons e é pertinho pra ir de visitante, e Penapolense, que apesar de minusculo, representa uma cidade faz mais de 50 anos

Sergio Mendonça disse...

Um fator interessante para se analisar é de onde vem o dinheiro empregado no Red Bull para o futebol.

Se vende tanto energetico assim?

Como eles conseguem fazer um investimento alto em todas as categorias de base, possuir um com CT e buscar a série A1?

Será que existe interesses da FPF por trás?

Essas e muito outras questões são pertinentes para o torcedor que gosta do verdadeiro futebol.

Pattoli disse...

Sergio, o faturamento anual da Red Bull no mundo atinge cerca de R$ 1 bilhão ao ano. Obviamente, é lamentável que esses times estejam disputando um campeonato de futebol. Mas isso é culpa, principalmente, da cartolagem de times como o meu (Juventus) que deixaram seus times no limbo, abrindo espaço para essas porcarias de clube-empresa.

FabioTremems disse...

A alma de qualquer clube de futebol é sua torcida!
Me pergunto, os ditos clubes de empresas têm torcida? Se sim, o que motiva esses torcedores?

Leonardo disse...

Torcedores? Eu não os chamaria de torcedores.

Em 2008, fui ao Moisés Lucarelli na partida entre Red Bull Brasil x Batatais, pela Série B Paulista. Haviam, acreditem, dois cidadãos completamente trajados de 'torcedores', com camisa e boné do tal 'time.

Haviam mais umas cinquenta pessoas, certamente familiares dos jogadores, muitas senhoras e crianças.

Não há, nem nunca haverá, torcida de um time-empresa.

Um ano antes, em 2007, fui a Embu, Pão de Açúcar x Batatais, o público já era um tanto maior, mas não chegava a 200 'torcedores' do time local. Haviam cinco ou seis caras tocando na bateria, mas estavam por estar mesmo, não haviam camisas de torcida ou gritos de incentivo.

Aberrações.

Anônimo disse...

Cada vez mais tenho a certeza de que o futebol como foi ou deveria ser, sobrevive apenas dentro de nós, torcedores de arquibancada. Sei que existem milhões de pessoas que gostam de futebol e entendem muito sobre o jogo, mas não fazem a menor ideia do que é um estádio, quais são os motivos e os ideais que nos levam a largar compromissos pessoais e familiares, viver em razão dessa paixão e até mesmo sem ser violentos usar delas, quando for necessário para defender as cores do nosso time. No fundo a paixão desse tipo de torcedor, não é diferente do amor que uma garotinha sente por sua banda favorita ou pelo gatinho do BBB. Não existe comprometimento, não existe ligação pessoal e não existe amor. Quando algo mais importante surgir, ou um programa bacana na hora do jogo, eles não hesitarão em deixar tudo isso para trás, afinal futebol é pra ser um divertimento, não é mesmo? E é por não ter o menor comprometimento, ou a menor noção do que seja uma torcida, seus ideais, o que defendem, que surgem aqueles opiniões “eu sei torcer” “não sou vândalo para brigar ou defender briga”. Sim, aqueles comentários que vocês também devem estar cansados de escutar. Comentários que sempre vêm embasados em soberba e certeza, que somente a completa ignorância no assunto pode trazer. Jamais saberão a emoção que é encontrar com os seus na porta do estádio as 19:30 de uma quarta feira chuvosa com o time já eliminado. Jamais saberão o que é e se juntar com os seus e ir em minoria absoluta rumo a um estádio hostil. Jamais saberão o que é a emoção de abraçar os seus, seja ele desconhecido ou conhecido a cada gol marcado. Jamais saberão o orgulho e a emoção que é vestir a camisa do seu time mesmo após uma derrota vexatória. Jamais saberão o que sentimos em uma conquista, seja ela grande ou pequena. Jamais entenderão o que é perder o sono ou a concentração durante dias por uma batalha que se aproxima. Jamais entenderão o que é acordar em dia de clássico. Jamais irão entender o que é futebol. O futebol vive na arquibancada, e só nela.


Abracos, Moa.

Anônimo disse...

Cada vez mais tenho a certeza de que o futebol como foi ou deveria ser, sobrevive apenas dentro de nós, torcedores de arquibancada. Sei que existem milhões de pessoas que gostam de futebol e entendem muito sobre o jogo, mas não fazem a menor ideia do que é um estádio, quais são os motivos e os ideais que nos levam a largar compromissos pessoais e familiares, viver em razão dessa paixão e até mesmo sem ser violentos usar delas, quando for necessário para defender as cores do nosso time. No fundo a paixão desse tipo de torcedor, não é diferente do amor que uma garotinha sente por sua banda favorita ou pelo gatinho do BBB. Não existe comprometimento, não existe ligação pessoal e não existe amor. Quando algo mais importante surgir, ou um programa bacana na hora do jogo, eles não hesitarão em deixar tudo isso para trás, afinal futebol é pra ser um divertimento, não é mesmo? E é por não ter o menor comprometimento, ou a menor noção do que seja uma torcida, seus ideais, o que defendem, que surgem aqueles opiniões “eu sei torcer” “não sou vândalo para brigar ou defender briga”. Sim, aqueles comentários que vocês também devem estar cansados de escutar. Comentários que sempre vêm embasados em soberba e certeza, que somente a completa ignorância no assunto pode trazer. Jamais saberão a emoção que é encontrar com os seus na porta do estádio as 19:30 de uma quarta feira chuvosa com o time já eliminado. Jamais saberão o que é e se juntar com os seus e ir em minoria absoluta rumo a um estádio hostil. Jamais saberão o que é a emoção de abraçar os seus, seja ele desconhecido ou conhecido a cada gol marcado. Jamais saberão o orgulho e a emoção que é vestir a camisa do seu time mesmo após uma derrota vexatória. Jamais saberão o que sentimos em uma conquista, seja ela grande ou pequena. Jamais entenderão o que é perder o sono ou a concentração durante dias por uma batalha que se aproxima. Jamais entenderão o que é acordar em dia de clássico. Jamais irão entender o que é futebol. O futebol vive na arquibancada, e só nela.


Abracos, Moa.

Luan disse...

Pode ter certeza Barneschi q torcerei contra essas aberrações!

E grande comentário Moa, muito bom mesmo!

AVANTI PALESTRA

Lu disse...

Dia do Jornalista: obrigada, Barneschi!

Zhu Sha Zang disse...

Viagem minha, mas devia ter um número mínimo estipulado DE TORCEDORES para que um clube jogasse as divisões principais.

Sim, pura viagem!!!

felipe castro disse...

Barneschi,

Sou de São Bernardo do Campo e recomendo torcer CONTRA esse time que está aí. Este é o São Bernardo FUTEBOL CLUBE. Foi fundado em 2004 por deputados. Time sujo, inescrupuloso. Já o São Bernardo ESPORTE CLUBE, esse sim tradicional, dos anos 20, amarga a quarta divisão estadual.

O foda é que não tem nada limpo aí. Atlético Sorocaba é do Reverendo Moon e não tem torcida (sorocabano de verdade é São Bento!). União Barbarense vendeu o departamento de futebol há uns 10 anos pra uma empresa gringa também.

Só Norusca e Penapolense (será?) tem times de verdade nessa história toda. Em que pese o fato do Norusca ser administrado pelo dono da Kalunga, hahaha.

Futebol é foda. Mas dos males o menor: sempre na torcida contra Audax e Red Bull Brasil!