06 fevereiro 2007

Brigas, mentiras e conseqüências

Da Itália vem o exemplo que tem tudo para conquistar a simpatia daquelas figurinhas já tão conhecidas do torcedor paulistano: a proibição da venda de ingressos para as torcidas visitantes em jogos do Campeonato Italiano. A medida, em resposta aos incidentes da última sexta (Catania-Palermo, o clássico da Sicília, esta sim uma briga de verdade), foi adotada anteriormente na Argentina (por ocasião de uma decisão Boca-River) e é tida por Capez, Del Nero e corja limitada como solução para acabar com a suposta violência nos estádios de SP.

Fato é que briga de verdade foi esta da Sicília (onde mais?) e tudo o que puder ser feito pelas autoridades merece respaldo. Menos, é claro, restringir a liberdade de um tifoso acompanhar seu time onde e quando ele estiver. É, a meu ver, uma medida ditatorial, típica de quem não consegue resolver um problema e simplesmente decide revogar as liberdades constitucionais dos cidadãos. Tudo errado.

Meu temor é que isso ganhe força por aqui.

E é emblemático que, no mesmo final de semana em que a Bota ficou sem o calcio, emissoras de TV filhas da puta (aquelas duas!) tenham exibido à exaustão imagens da "selvageria entre palmeirenses e santistas" antes e depois do clássico de domingo.

Por partes:

O ANTES

Sequer passei perto da Padre Thomaz antes do jogo, mas não preciso disso para concluir, só pelas imagens e pelo que ouvi de uns e outros, que foi uma briga bastante light, apenas com mesas e cadeiras voando e uma ou outra pancada. Nada que fosse capaz de fazer correr os cretinos jornalistas que por ali estavam, feito urubus, na expectativa de presenciarem um confronto mais sério. Repito: foi uma briga leve, quase recreativa. E por que ela aconteceu? Simples: por incompetência dos policiais, incapazes que foram de fazer um simples cordão de isolamento nos poucos acessos ao setor da torcida visitante.

O DEPOIS
A emissora da Barra Funda (localização providencial, não?) exibiu, com sensacionalismo e em tom de revolta, imagens exclusivas (de novo?) de uma suposta briga entre palmeirenses e santistas nas imediações do viaduto Antártica. Pergunto: que briga? Pois é possível extrair muita coisa daquelas imagens todas, menos um confronto entre torcedores. O que temos ali:

1. dois ônibus, aparentemente de santistas, parados no ponto mais alto da via elevada;

2. vidros no asfalto, provavelmente por conta de alguma pedra atirada por palmeirenses que por ali passaram;

3. quatro ou cinco viaturas da PM (vocês sabem, eles adoram aparecer em bando quando não há perigo iminente);

4. alguns policiais, totalmente despreparados para a função, a atirar bombas de efeito moral e a disparar tiros de, espero eu, balas de borracha. No que atiram? Apresento algumas hipóteses:

4a. em ratos que passavam pelos trilhos do Metrô, abaixo do viaduto;

4b. nos trens, quase uma competição de tiro-ao-alvo-em-movimento;

4c. em mendigos que dormiam nos becos da Barra Funda;

4d. em torcedores que caminhavam em direção ao Metrô.

São alternativas plausíveis, e talvez uma quinta possa ser:

4e. atirar nos supostos brigões.

Mas aí eu levanto alguns questionamentos:

Se os palmeirenses brigões estavam embaixo do viaduto (possivelmente na av. Auro Soares de Moura Andrade), com quem estavam a brigar os santistas dos ônibus? Ou teriam estes supostos arruaçeiros pulado do viaduto? Ou teriam a capacidade de atirar pedras para cima do viaduto (15 metros pelo menos) e ainda acertar o ônibus?

Afinal, em quem atiravam os policiais?

Por que tantas balas e bombas em vão?

Que briga é essa em que não há duas partes?


Aos que não viram o tal vídeo, recomendo que o façam (sem os comentários subseqüentes de jornalistas sujos, por favor). Assistam. Para que tenham mais uma demonstração de como é despreparada a nossa PM. Ou, o que seria pior, de como eles gostam de aparecer diante das câmeras. Porque nada justifica a quantidade de explosões daqueles poucos segundos. Nada, nada, nada!

O pior, amigos, é que já tem vagabundo aí querendo aparecer às nossas custas. Como um promotorzinho de merda que busca agora o seu espaço sugerindo que clássicos não mais poderão ser disputados no Palestra devido à violência do último domingo.


Violência? De quem?

Que interesses estão em jogo?

A conferir.

23 comentários:

Craudio disse...

Mais um fato inusitado nesse jogo que eu fiquei sabendo, só para ilustrar melhor o despreparo da polícia.

Um amigo meu acabou de se mudar para o prédio atrás do Pq Antartica. Uns 40 minutos antes do jogo, ele foi buscar o pai e o tio para assistir à partida da sacada. Quando ele foi entrar na rua da própria casa, um policial o abordou e perguntou, com essas palavras: "Onde você pensa que vai?"

Ele respondeu que morava ali e que queria passar para estacionar o carro dentro do prédio, pois iria ver o jogo DA SACADA do apartamento dele.

O policial respondeu: "vai entrar porra nenhuma, se manda!"

Ou seja, problema maior do que não deixarem os torcedores acompanhar o seu time é o cidadão não poder nem mais entrar na rua da própria casa. Por "medidas de segurança". Se esses bostas desses coxinhas fossem minimamente decentes, essa briga de colégio que teve domingo nem tinha acontecido...

Filipe disse...

Olha só, hein Craudio... É típico de puliça cuzão que preparava o terreno para a armação.

FOI ARMAÇÃO. Pois a merda de medida de cadastramento desse klein babaca não cola. Pois são incompetentes até para armar uma briga, forjada, sem razão, sem como. Pois é essa gente que promove a agenda política de destruição dos Povos de verdade.

Ademais a treta na Sicilia não tem nada a ver com esse bando de moleque sem alma da bicharada, pois ali o cara só sai da briga se matarem. Se quiserem tomar como parâmetro uma briga de um povo de três mil anos de história, dominação e reação à dominação, que sabe muito bem utilizar uma faca, seria apenas mais um indício de BURRICE desses promotorezinhos de merda, e essa pêeme imbecil.

Craudio disse...

Ah, lembro tb que no último Corinthians x bicharada, a PM apanhou na Pça roberto gomes pedrosa e tentou dar o troco com a torcida na arquibancada. Levou outro pau no intervalo...

Craudio disse...

E outra coisa: sr. Barneschi, o sr. é um brincalhão!

Vive a falar mal de viado e vai no meu blogue perguntando seu vou no Pet Shop Boys? Seu incongruente!!! ahhahahahahahahahahhahaha

P.S.: é Ó-B-V-I-O que eu vou!

Barneschi disse...

Deixo claro que sempre gostei de Pet Shop Boys. Tenho cd e tudo mais. Não há problema algum nisso.

darkness disse...

"foi uma briga bastante light, apenas com mesas e cadeiras voando e uma ou outra pancada."

"foi uma briga leve, quase recreativa."

Barney, vc é mesmo um tremendo de um brincalhão...

mancha z/s disse...

onde da pra ver esse video mano????

Craudio disse...

Pet Shop Boys foi, é e sempre será MÚSICA DE VIADO!

vitor disse...

vou pra Itu, ainda tem lugar???

pensava q na europa não existia violência.

jogo sem visitante??? junta 500 caras sem camisa e fica na torcida do time da casa...ai eles vão ver o q é realmente uma treta.

dani disse...

gente....como faço pra comprar o ingresso pra amanha em itu??

por favorr...preciso de ajuda...

danifelippe@bol.com.br

Zoinho centro/sul disse...

Ai hj de manha tem aquele programa da record de manha do fatioli !!
O cara ficou mostrando cenas da treta de 1995 entre nois e as bichas e falando que se naum fosse a policia dumingo poderia ser igual e tal !!
os caras naum tem noção , estava o comandante responsavel falando que foi uma briga isolada e que naum poderia colocar culpa nas organizadas já que as mesmas ajudaram e tal , e o gordo filho da puta tentando jogar o B.O na mão das organizadas !!

Se fuder !!

MANCHA VRDE - PALMEIRAS
ACHOU QUE ERA FACIL MAIS FOI PURA ILUSÃO PARA ACABAR COM A MANCHA VERDE TEM QUE TER DISPOSIÇÃO !!!

Barneschi disse...

Zoinho,

Momentos como este são capazes de me fazer questionar a profissão que escolhi. É um nojo tudo isso. Absolutamente nojento.

E nunca é demais lembrar uma musiquinha que foi criada para uma pessoa específica, mas que vale certamente para todos aqueles que pertencem à mesma laia do original. Aí vai:

"Pensou que era fácil
Mais foi pura ilusão
Pra acabar com a Mancha Verde
Tem que ter disposição

Ô, Ô, Ô, PAU NO CU DO PROMOTOR!"

Filipe disse...

Não questione a profissão, Palestrino. VAMOS MUDAR ISSO. É osso? Claro.
Mas alguém tem que começar.

O pior é que tem muito trabalhador pai de família que ouve essas coisas que esse tipo de jornalista fala e compra cegamente. Aí está o começo da luta: reeducar o nosso povo.
Torcer como ato de cidadania.
Senão os caras nos tiram mais esse direito - e não é por falta de tentativa.
Não comprem mais o jornal lance.
Não ouçam mais jovem pan.
Não assistam nada que contenha flavio da prado.
Ensinem a todos que conhecem a não fazê-lo.
E xinguem muito, que é saudável. Xinguem a décima geração desses calhordas como vandergay nojeira, milton neves, chicolang, filho da prado, flavio da puta, facioli, e corja limitadíssima.
Contra essa agenda política que favorece apenas os filhos da puta.

MANCHA IPIRANGA disse...

pow mano que papo eh esse de pacaembu no sabado?????? ate parece piada mano.... eh serio isso ae???? oq vc acha?????

Barneschi disse...

Isso. Pacaembu, sábado, 18h10. Fomos desalojados. Depois escrevo sobre.

Craudio disse...

Aos que presenciaram a cena bizarra de tempos atrás, leiam no blog do Mauro Beting no Lance a história de alguém que CONSEGUIU FAZER COM QUE A BOLA CHEGASSE NO GOL chutando do meio de campo...

Luigi, você é patético.

Barneschi disse...

Olha, eu não queria dizer, mas vamos lá:

Desde o vexame que até hoje envergonha a família Pacifico, tivemos três jogos com essa brincadeira dos chutes do meio-de-campo. Pelas minhas contas, foram seis ou sete gols (alguém lembra?). Em todas elas, pude notar lágrimas quase rolando dos olhos do nosso amigo.

Não sei se por inveja, por vontade de voltar no tempo ou por arrependimento, mas o fato é que ele sentiu o baque.

Nós entendemos, Luigi. E em nome do seu bem-estar, eu humildemente peço ao nosso amigo Mauricio Rito que consiga uma segunda chance para você se redimir deste vexame histórico.

Vai, Luigi!

MORRE MUSTAFA disse...

BOA VIAGEM E BOA SORTE LA EM ITU!

luigi up 1914 disse...

Se ate o lixo, o bosta, o filho da puta, o enganador, o mais de 1000 gols contra ferroviaria, sao bento, jabaquara, etc... q vcs chamam de rei errou do meio de campo, pq eu deveria acertar...
E paga pau é uma merda... todos vcs queriam entrar no gramado do Palestra Italia (sinto muito japones, vc nunca irá chutar uma bola no estadio do merda do teu time, por razoes obvias...)

Aqui é PALMEIRAS!!!
E pau no cu de quem não for...

cramone disse...

Luigi, fica em casa...

Se é pra envergonhar os outros, fica em casa...

Anônimo disse...

"Briga leve, quase recreativa".. coisa bem típica de macacos como vocês das organizadas...

Barneschi disse...

Luigi,
O Rei do Futebol é tão rei que é capaz de levar para a história um gol que não foi, como aquele. E em uma situação bem distinta, com goleiro, bola rolando e antes ainda da linha central. E errou - se é que se pode chamar aquilo de erro - porque precisou tirar a bola do goleiro. Ademais, a bola ao menos chegou - e bem! - à linha de fundo.

Barneschi disse...

Covarde anônimo,

Típica é a sua insistência em se travestir atrás do anonimato, postura de um cuzão que certamente apanhava na escola e era motivo de piada - se é que você deixou de apanhar e ser motivo de piada hoje.

Postura covarde, de quem só consegue atacar outras pessoas se for com a bunda enfiada em uma cadeira e com a cara de cuzão atrás de uma tela de computador.

Típica é a sua insistência em ser covarde, com comentários sem nome e, o pior, sem saber do que fala.

É fato: você é cuzão e covarde.

E eu aposto: você nunca pisou em um estádio de futebol. Fica, como tantas comentaristas babacas, com a bunda atolada no sofá e pensa que tem direito de abrir a boca suja para manifestar suas supostas opiniões.

Quer saber: quem é covarde já tá errado desde o início.

Portanto, vá tomar no seu cu!

P.S.: Macaco? Bom, aí é com você...