28 fevereiro 2008

Libertadores é isso aí!



Calma aí. Não são os bambis que adoram proclamar um suposto amor pela Copa Libertadores sempre que questionados sobre a pífia presença de público em jogos 'menores'? Não são eles que se dizem identificados com o torneio sul-americano? Que dizem nutrir uma paixão sem limites pelo principal embate interclubes do continente?

Mas, afinal, qual é a Libertadores que 'elas' amam?

É esta que a Globo higienizou a partir dos anos 90 ou aquela, tradicional, do sangue no gramado, das pedras atiradas pelos hinchas e do uniforme enlameado?

Ao pedirem a interdição da cancha de Medellín, fica bem claro que os bambis se acostumaram mal e se deixaram levar pela benevolência sem limites de tribunais, juízes, promotores e auditores daqui.

Libertadores é outra história!

Vestiário acanhado, sem água e com cheiro de tinta fresca.

Lama, batalha campal, fumaça.

90 minutos de pressão, alambrado a balançar, cantoria sem fim.

Girardot a tremer, Centenario a intimidar, Avellaneda a alentar.

A Libertadores não vive em um Jd. Leonor tomado por uma multidão acéfala e silenciosa.

A Libertadores vive quando um Defensores del Chaco põe fim a um jogo contra o Cruzeiro depois de toneladas de pedras atiradas em direção ao gramado.

O resto é frescura de nego metido a europeu...

***

Na mesma linha, volto a recomendar um texto postado aqui há mais de um ano. Faz todo o sentido.

20 comentários:

Craudio disse...

Então você há de concordar também com os jogos na altitude, certo?

Agora, que é uma viadagem sem tamanho...

Forza Palestra disse...

Aí não. Atirar pedra pode, mas o cara precisa poder respirar. É o mínimo que se espera.

vitor disse...

viva a bolívia com seus jogos na altitude!!!

barneschi, o contraditório!!!

volta alex afonso!!!

Luiz disse...

jogos na altitude sim

a vida inteira teve jogos em altitude agora nao pode mais...

essa é a geração poodle, td fica doente, td esperneia, td enche o saco.

por fim, vtnc vitor!

Anônimo disse...

sou a favor de tudo, pedras, sangue, altitude (time da bolivia não tem futebol no pé pra ganhar, precisa de algo a mais... pra ficar igual, acho justo... se o time é da cidade q seja jogado lá)... bons tempos que ao ver uma partida pela tv vc não ouvia 'olha... temos um viado do BBB com a gente, ele vai falar de tudo sobre tudo, que legal'... lembra quando se jogava pedra no brasil?? é... mas utilizaram a ética da elite pra um esporte q nada tem de elite... estou divagando, mas esse texto teu me deixa puto com as pessoas que dão ordens no futebol...

falta alguém pra falar isso pros jornalistas, que mastigam informação e não trazem nada de novo. Gostaria de ver um desses caras de mesa redonda defender a libertadores como ela é... sangue, suor e vida.... deixa pra lá.. cansei de criticar tbm....

Mineiro 1908 disse...

isso é futebol, e tem muita gente brincando com isso...

Forza Palestra disse...

Eu não gosto de boliviano, é fato. E nunca fui à altitude para saber quais são os efeitos. Mas me parece errado você deixar correr 90 minutos sem ter oxigênio para respirar.

Agora, não há contradição maior do que a deste assassino de gnomos, que vem aqui defender os bolivianos, mas depois fica xingando os que ficam no Brás.

vitor disse...

eu defendo os bolivianos q vivem na bolívia, na altitude, não os desertores, os "sem-pátria"...msm pq esses não precisam ser defendidos, o time deles não joga na altitude...jogam no maracanã, e veste rubro-negro.

Daniel disse...

mto bom, barneyu... e esse texto do gremista é foda também!!!

luigi sep 1914 disse...

... "A Taça Libertadores é obsessão... Tem que jogar com alma e coração..."

HOLOCAUSTO DE bambi! JÁ!

E... gambá sabe o que é Libertadores?
Quartas em 1999, Semi em 2000... O suficiente para ser inesquecível!

Domingo, vai ter um joguinho aí...
VAI PALMEIRAS!

Anônimo disse...

To sabendo q me apelidaram de Danilo PPV né??????????????

Td bem, não ligo.. VIVA O PPV!!!!

CHUPA LUIGI, O CALABRES...
CHUPA VITOR, MIRASSOLENSE...
CHUPA TADDEY, O COVER...

Forza Palestra disse...

Danilo, eu não sabia disso, mas você já se encarregou de inventar o apelido. Muito apropriado, por sinal.

Heinz-von Bholz disse...

Vamos por partes

1° A imprensa avacalha mesmo,falam que só os são-paulinos são obcecados pela Libertadores,mas se esquecem que o Palmeiras foi o time que mais disputou essa competição,dá a entender que só o São Paulo é o tal,que só o São Paulo quer ganhar a Libertadores etc e tal

2°)Essa mesma imprensa idolatra o Rogério Ceni como o maior dos maiores,o homem-fantastico,mas se ver o lance do gol colombiano ele deixa a perna pra atingir mesmo o jogador,e não é a primeira vez que isso acontece.E ainda querem comparar ele com o Marcos,tsc,tsc,tsc.

3°)Pra que time o Galvão Bueno torce afinal?Corinthians,Flamengo ou São Paulo,ou a Globo manda ele puxar o saco desse time ae?

Heinz-von Bholz disse...

Uma noticia nada a ver com o post mas.........

Palmeiras e são paulo pode ser em ribeirão preto

Se isso acontecer,toninho empecilho,gilberto se pulo,genaro marino entre outros tem que ser escorraçados do Palmeiras

vitor disse...

passei pra falar o q o heinz já falou...PALMEIRAS x bambis pode ser em ribeirão.

pra não falar q to inventando história, dessa vez trouxe o link.

www.oglobo.globo.com/esportes/mat/2008/02/28/palmeiras_sao_paulo_pode_ser_em_ribeirao-426012982.asp

Armando disse...

Sinto um clima estranho no ar....

Deixa eu ver se entendi: contra o SPFC tudo, e contra o resto nem tanto ???

Bem... Parece um pouco o argumento de quem tem saudades da ditadura militar no Brasil, porque, afinal, muitas coisas funcionavam...

Hummm.... Sinistro, talvez... Afinal, se o SPFC reclama de situações atípicas ao FUTEBOL em seus encontros com times de outras paragens, o Palmeiras (e todos os times que compõem a Libertadores) tb. poderá fazê-lo..

Alguém imagina que fiquemos calados quando houver pedras sendo jogadas em campo contra o Palmeiras, ano que vem ?? Alguém vai ficar indiferente quando o vestiário destinado ao Palmeiras for infestado de substâncias nocivas ??

Sejamos sinceros... Eu tenho verdadeiro asco pela história e pela situação atual do clubinho do Jd. Leonor.... Mas alegar que a Libertadores é torneio no qual situações extra-campo são permitidas, é o mesmo que considerar normal o uso dos Cartões de Crédito Corporativos....

Tá errado... E tá errado pra eles, prá nós e prá todo mundo...

Libertadores tem que ser torneio de FUTEBOL... Nada mais...

Na década de 60, Palmeiras e Santos cansaram de se fuder na Libertadores por questões similares a essas...

NÃO PODE MAIS... FUTEBOL É OUTRA COISA...Se A Libertadores continuar sendo um torneio comesse nível de permicividade, que haja denúncias.... protestos.... inconformismos....

Mas, aceitabilidade, NÃO...

Esse tempo acabou....

Forza Palestra disse...

Armando, meu caro,

Você tem a sua dose de razão. Não há dúvidas quanto a isso.

Como você bem sabe, eu prefiro errar pelo exagero, e o blog segue bem essa linha.

A problemática toda, meu caro, está na postura dos bambis e nem tanto nos incidentes.

Veja você que os adversários bambis que vão ao Jd. Leonor recebem um tratamento nada adequado.

Lembro, por exemplo, que o ônibus do River foi apedrejado na entrada do estádio, o mesmo acontecendo com o do Grêmio.

E a torcida do River, por sinal, foi vítima de uma emboscada em 2005. Ainda assim, os bichas apanharam.

Nós mesmos podemos testemunhar a respeito disso, pois já fomos visitantes 'visitantes' em duas oportunidades, com apenas 10% dos ingressos. E todos os que lá estivemos sabemos qual foi o tratamento dispensado.

Portanto, eles que não se façam de santos agora.

Abraços

Luiz disse...

Armando,

Alguns pontos:

1 - Aceitar o extra-campo e cartões corporativos não tem nada a ver.

2 - Futebol é guerra e assim deve ser tratado.

3 - Essa viadagem de gente que não vive o futebol está acabando com ele.

Antes, podíamos, levar bandeira de bambu, rojão, tomar cerveja e todos os torcedores eram tratados igualmente (entenda-se: ninguém era enjaulado).

Hoje o que assistimos é apenas um rascunho do que foi o futebol um dia.

Craudio disse...

Vitor, você se equivocou. Bolivianos no Brasil, em sua maioria, são bambis...

Barneschi, você é um balde de contradição. Se tem gente MORANDO na altitude, então tem oxigênio. Então, isso não é desculpa.

Viva Bolívia! Viva a altitude! Fidel eterno!

mineiro1908 disse...

...Armando... se gosta de tranquilidade, de organização, de cadeiras confortáveis, e coca cola no assento eu recomendo um teatro, ou algum espetáculo circense a lá do soleil (tenho certeza que deve ser bom)...