07 fevereiro 2008

Quem (não) quer voltar para casa?




Repito, agora com ênfase: se o Palmeiras não conseguir a vaga na fase final do Campeonato Paulista, a culpa é toda da diretoria que aí está, preocupada mais em ganhar migalhas interioranas do que em fazer valer o critério técnico do mando de campo. E isso vale não só para os nossos - tema já abordado no post anterior -, mas também para o de um adversário, como explico adiante.

Fiquei sabendo, por um amigo bastante influente, que o Juventus aceitou ceder ao Palmeiras o mando de campo deste duelo do próximo dia 16, sábado, às 16h. O argumento é muito simples: sem poder jogar na Javari, o clube da Mooca seria visitante em qualquer outro lugar. Aí pesou a questão financeira, e o Juventus deixou com o Palmeiras a decisão sobre o local da partida. Desde que a renda ficasse na Mooca, poderia ser em qualquer estádio.

Por qualquer estádio, leia-se também o Palestra Itália, que estará em plenas condições de uso até lá.

Com isso em mãos, o que fez a nossa diretoria?

Simples, caros amigos palestrinos: ficou na dúvida entre Limeira (154 km) e Ribeirão Preto (336 km).

Apoiados ainda na conveniente reforma do gramado do Palestra - que permitiu fazer, sem despertar polêmicas, algo que já estava nos planos -, nossos dirigentes continuam a leiloar os mandos de campo, mesmo um improvável como este.

Se antes Barueri, Piracicaba e SJRP haviam feito boas propostas, agora foi a vez da Prefeitura de Ribeirão Preto.

Vai bem a nossa diretoria, não?

No meio de tanta ganância barata, o fator técnico vai para o lixo por conta de centavos que certamente não compensam o risco de uma desclassificação prematura.

Porque me parece evidente hoje que este time carece de um referencial, algo impossível quando se migra de uma cidade para a outra. É uma equipe desnorteada, sem casa, sem ter para onde correr.

É o que eu consigo concluir a partir de declarações do Madureira e dos próprios jogadores, alguns que nunca vestiram a nossa camisa no sagrado Palestra Itália.

Há, é fato, muitos outros defeitos e problemas, mas time nenhum vai acontecer se não tiver a sua própria casa.

Tomemos como exemplo o caso do nosso maior rival, o SCCP. É fato que, na ausência do Pacaembu, o Jd. Leonor está longe de ser o local ideal, mas eles ao menos estão na própria cidade, diante da torcida local e com uma seqüência lógica. De quebra, ainda estarão mais adaptados ao estádio em que se disputam os principais clássicos.

No caso do nosso elenco atual, tem nego que nunca antes deve ter pisado no Jd. Leonor; se realmente houver, ele será apresentado a este campo, sem qualquer cerimônia, já em um clássico contra os gambás, dentro de 25 dias.

É o preço que se paga por apostar em uma estratégia cigana e mercenária, em que ganhar ou perder vale menos do que as migalhas que cada Prefeitura pode pagar.

Todos querem voltar para casa.

Menos a diretoria...

36 comentários:

luigi sep 1914 disse...

Quero que se foda esse bando de caipira. O Palmeiras é da capital e tem que jogar na capital! Quer ver o Verdão, vem pra cá, seu morde palha do caralho!
Agora os caipiras estão dormindo, pra acordar com os galos cantando e a gente aqui se fodendo por culpa de uma diretoria de merda!
Caipira tem que torcer pro Comercial, Ferroviária, Marilia, essas merdas...
Repito, caipira quer ver o Palmeiras jogar? Que venha até aqui! Não somos nós os que tem que viajar...

Interior, vai tomar no cu!

Forza Palestra disse...

Na linha do que já comentou o Luigi, devo dizer que o Palmeiras não é circo para ficar excursionando pelo interior ou por qualquer outro lugar.

O Palmeiras tem casa!

Quer ver o Palmeiras jogar? Que venha ao Palestra Itália!

CHEGA DESSA PORRA DE INTERIOR!

Craudio disse...

O que tinha que fazer é a torcida ir pra esses lugares e quebrar a cidade inteira...

Quero ver prefeitura convidar. A gente se livrou, mas não sei até que ponto é positivo jogar naquela porcaria de panetone.

De qualquer maneira, quem manda na coisa toda é a Globo. E ela tá pouco se fudendo pros clubes. Ah, mas tem gente que não acha assim...

vitor disse...

papelão o q a torcida de Rio Preto fez, mas não foi mto diferente do q faz a torcida em são paulo (com exceção das organizadas)...com um diferencial q pode não ser significante pra nós...mas acredito q o torcedor do interior por ver o time jogar no estádio 1 ou 2x por ano, qr q o time jogue bem nessas partidas, dê espetáculos, ganhe...e tds sabemos q não funciona assim.

como eu disse, repudio a manifestação da torcida q hj foi ao teixeirão, eu inclusive mandei um cara q xingou o Santo ir tomar no cu e só não fui alem pq a filha dele era mto gostosa.

ah, e tb acho q o PALMEIRAS tem q jogar em Sampa...mas sem xingar o interior e seu povo = o nosso amigo albanês fez.

vitor disse...

agora tem uma coisa q me preocupa mais do q as 3 derrotas seguidas e as intermináveis viagens ao interior...é o fato do mercenário estar calmo, feliz com o time...sei não, mto estranho, tá certo q o time tá jogando bem, mas não tá ganhando, não tá sabendo fazer gols, 3º jogo sem marcar...

o q os amigos PALESTRINOS acham dessa atitude do traíra???

Palmeiras em Foco disse...

Bom, concordo que faz falta a casa do Palmeiras, mas escutando o R. Dezembro na Mondo Palmeiras e lendo as notícias sobre a reforma no Palestra, não tem como antecipar a volta ao Palestra, não adianta fazer coisas precipitadas.

filipe disse...

O certo seria transferir a quebradeira no interior para dentro do coliseu da barbie.
Que é na verdade um estádio público, estadual, do povo paulista.
E tomar de volta o que é do povo.

Porque mesmo enganbelando a corja escrota que ali se assentou, pagando 30 mil por jogo, continuamos sendo roubados ao jogar lá.

Que, além do mais, é o estádio com a pior acessibilidade do mundo. Isso sem contar o trampo que é chegar lá, ou estacionar carro, etc etc. Me refiro ao acesso em si.

Enfim, tudo isso é pra tornar contentes os sentadores de almofadas.

Forza Palestra disse...

Craudio:
É o que eu disse: aquele antro está longe de ser a solução, mas na ausência de Palestra Itália, Pacaembu, Canindé, Anacleto Campanella e Ibirapuera, é o que resta por aqui. E vocês ao menos têm a torcida por perto, ficam na mesma cidade e já preparam para o time para os clássicos que virão.

Vitor:
Você sabe que eu me refiro a esta mania de os torcedores do interior pensarem que os jogos do Palmeiras são um circo. Porra, cara, ninguém está indo lá para dar espetáculo. Quem quer espetáculo, que vá ao teatro, porra! Trata-se de um jogo de futebol e é preciso encarar como tal. Mas a questão principal é: o Palmeiras é um clube paulistano e, como tal, deve jogar na sua cidade sempre!
Quanto ao albanês, você sabe que deve relevar certas exaltações dele, né?

Fernando (Palmeiras em Foco):
Eu entendo, cara. Mas poderia ser no dia 16 já sem problema algum. E, se não for lá, que seja em algum outro local aqui na Grande SP. Se é pra colocar 12 mil pessoas a R$ 20, por que não fazer isso em Santo André, aqui do lado?

Forza Palestra disse...

Vitor,
Faltou falar sobre o otimismo do Luxa. Também achei estranha a entrevista de ontem. Parecia que estava tudo bem, que o 0-3 estava dentro dos planos e que as coisas vão acontecer na hora certa. Nada disso; tem muita coisa errada. Ao que parece, ele quer evitar a eclosão de uma crise, algo que parece inevitável. Espero que consiga. E que os resultados venham logo, sob o risco de termos jogado no lixo mais um Paulistão.

Daniel disse...

O pior de tudo é que ate o Marcos entrou na onda Barneschi. Ja não tinha o otimismo q vc tem e, agora fiquei menos ainda. 10 pontos do lider??? To achando q o sonho vai ficar pra Copa do BR ou pro Brasileiro...

Anderson Mancha Verde disse...

VOLTA PALESTRA!!!!!!!!

darkness disse...

ta defendendo mando de jogo no Morumbi, Barney?

PARMERA disse...

EU AINDA ACHO QUE O LUXA TÁ ACHANDO QUE A GENTE É OTÁRIO...

Forza Palestra disse...

Não.

Pedro Pellegrino disse...

Barneschi, você acha mesmo que o campo é o principal culpado? O Palmeiras nesses últimos anos só perde no Palestra Itália. Eu acho vergonhoso começar uma campanha assim, pode ser até campeão, mas que é ridículo um time gastar num sei quantos milhões pra formar essa bosta?! Como você mesmo disse em um de seus posts , esse é o novo(?) time do Palmeiras,é a mesma merda do ano passado.Esse David é tão ruim que é titular, só no Palmeiras pra acontecer isso. O Rodrigão faz gol pra caralho, e mandam o cara embora, sempre no Palmeiras é assim... Lamentável. O Palmeiras no estado de SP só perde pro curintia, aqui na cidade é a terceira, não acho que o problema é o interior é sim os jogadores, a fase, podia estar jogando o Ademir da Guia agora que o time não ia ganhar uma. Espero que eu esteja enganado.Abraço.

Fernando disse...

Contra o Juventus tem um problema: se o jogo fosse no Palestra seria inversão de mando e isso tá no regulamento que não pode "em hipótese alguma" e blablabla. Então não teria como ser lá, por mais influente que seja esse seu amigo.

Forza Palestra disse...

Fernando:
Esse meu amigo influente, seu xará por sinal, garante que o jogo poderia acontecer no Palestra. E eu não entendo esse regulamento que já permitiu, por exemplo, que um Portuguesa x SCCP fosse disputado no Pacaembu. Tá certo isso? De qualquer maneira, se o regulamento prevê isso, temos então a certeza de que o Palmeiras x SPFC de 16/03 não será disputado naquele antro, né? Ou a FPF vai usar o argumento de que o mando é dela?

Pedro:
Longe de mim querer colocar a culpa apenas no fator campo. Há uma série de outros fatores, e o essencial em tudo isso é que o time precisa começar a jogar bola ontem. Não há mais tempo para experiências. Mas, em meio a tudo isso, a diretoria não está ajudando em nada com essa excursão pelo interior. Isso só está prejudicando o time, que não vai se acertar enquanto não tiver a sua casa.

Palmeiras Sempre disse...

Só discordo dos xingamentos ao interior, somos paulistas também, apesar de caipiras, e temos uma grande torcida palmeirense por aqui. Mas, compreendo a ira de vocês.
Eu mesmo prefiro ver o Palmeiras jogando no Palestra.
Quando vemos pela TV, isso quando não transmitem os gambás ou os bambis, é lindo ver como a torcida do Palmeiras apoia o time. Não existe coisa igual à torcida do Palmeiras. É de arrepiar! Como a bela foto do post demonstra.
Mas, seja o que for, perseguição da Federação ou incompetência da própria diretoria, acho que tá na hora de cobrar mais amor à camisa, pois o Palmeiras é grande e tem se apequenado. Isso não pode, tá na hora do gigante despertar e botar medo, ser imponente no gramado que for. O time e o técnico precisam cair na real e ter tanta sede de título quanto a torcida.
Parabéns pelo blog.

vitor disse...

o pessoal q mora na capital (onde hj me incluo) tem q xingar a diretoria de merda do clube q resolveu fazer excursão pelo exterior e não o interior e seu povo.

se o albanês e o mau carater dono do blog não pararem com a peseguição aos interioranos, vou levar 1 foto de cada na polícia rodoviária de Rio Preto e exigir q eles sejam proibidos de pisar em solo riopretense.

vitor disse...

**interior e não exterior.

se bem q conversando com o rodrigo cogitamos combinar com o prefeito de Roma pra mandarmos um jogo no olímpico, com passagens cedida pelo albanês.

Forza Palestra disse...

Concordo plenamente que não é o caso de xingar o povo do interior, que não tem culpa nenhuma nessa história toda. O Luydy, é claro, sempre exagera. Minha indignação é toda com a frágil diretoria do Palmeiras - pois comandada por um banana - e um pouco com os prefeitos de cada uma das cidades que resolvem encher o nosso saco.

Fiquem tranqüilos, "Palmeiras sempre" e Vitor, além de todos os demais amigos do interior.

O palmeirense do interior, é bom ressaltar, não têm culpa alguma; só acho que ele deve se deslocar até a capital se quiser ver o Verdão jogar. Simples assim.

Palmeiras sempre:
Agradeço a visita e os elogios. Obrigado.

Vitor:
Eu não faço perseguição alguma. Note que todas as minhas críticas são dirigidas à diretoria. Espero ser bem recebido amanhã, aí no seu longínquo vilarejo. Sobre o jogo em Roma, sou favorável. E já deixo aqui meu agradecimento ao Luydy por conseguir as passagens aéreas para nós.

XADREZDERUA disse...

Sinto-me impelido a opinar.Devo, antes, declinar a minha posição sobre o momento atual.

Há muito tempo não tínhamos pessoas profissionais e competentes na administração do clube. Belluzzo, Cipullo e cia, são pessoas de outra qualidade comparadas aos de tempos próximos passados. Montaram um PROJETO que transcende meramente o time de futebol, porém, dá o devido valor ao futebol como óbvio carro chefe.
Nessa linha, temos a Arena, a reestruturação do Depto de Marketing, a administração financeira, etc.

Portanto, se não temos o nosso Templo para jogarmos, porque não angariar fundos em cidades do interior paulista ?? Por um acaso somos um time regional, restrito a uma torcida hermética e limitada ??? NUNCA.. O PALMEIRAS É MUNDIAL...

São centenas de milhares de palmeirenses no interior paulista. Nesse momento, não é lícito que eles tenham a oportunidade de mostrar aos seus familiares e descendentes o que é ver um jogo do Verdão ??? Salve a Festa do Interior Palestrino, sim... E repito: a relação custo-benefício não está sendo ruim aos cofres, salvo melhores informações.

Quanto ao time ter dificuldades em jogar nos campos interioranos, há controvérsia. Acredito que contra o Guarani já estaremos vencendo, e muito bem. Não se trata de campos de futebol. Portanto, a hora é da torcida que canta e vibra...

E nesse ponto, parece, sustentam-se as reclamações do competente e Nobre Barney, resumidas aqui em "e a torcida da Capital que está sempre com o time, porra??" Vislumbro esse momento como algum daqueles em que
somos obrigados a abrir mão de algum conforto em prol de um bem maior, nesse caso, o Palmeiras. É óbvio que sair de Sampa e viajar 500 km é lenha. Carvanas custam e são caras. Além dos inúmeros problemas no meio do caminho...

Mas, não se diga que a Diretoria está equivocada em mandar jogos no interior quando, além da falta de opção, está negociando bem com Prefeituras.

Para finalizar, deixo uma informação. Não sou mais, em meus 43 anos de idade, o mesmo rato de arquibancada que sempre fui, graças a Deus. Sei que o Barney, além de ser, é daqueles da melhor qualidade, dos que fazem parte da "torcida que canta e vibra", sempre. Respeito a sua indignação....

porco loco disse...

caipira nao sabe torcer porra

Forza Palestra disse...

Armando,

Sei de tudo isso e agradeço pela consideração.

E sei também que toda a minha indignação é bastante individual e baseada nos meus próprios interesses.

Acontece que os meus interesses são os mesmos dos milhões de palmeirenses que residem aqui na capital.

E não há quem agüente ver o time jogar 10 vezes fora de casa.

O dinheiro que vai numa viagem pra Rio Preto, por exemplo, não é brincadeira...

Abraços

luigi sep 1914 disse...

Se o jogo for no Stadio San Paolo di Napoli, com maior prazer fico a disposição para conseguir as pasasgens... Caso contrário, jamais, visto que o único romano que prestou foi Nero!

Pau no cu do interior, sempre!
Quer ver o Palmeiras? Vem até aqui!
E caipira é uma merda mesmo... Se é pra vaiar, fica em casa(ou melhor, na fazenda), bando de mastiga palha do caralho!

Amanhã estaremos aí, irmão...

Vai PALMEIRAS!

Loco Palmeirense disse...

do jeito que está,daqui a pouco acaba o ano e não jogamos no parque antartica

Loco Palmeirense disse...

O joguinho de quarta-feira dos gambás perderam feio para aquela novelinha imbecil da bispord no IBOPE....hahahahaha....é globosta seu reinado está acabando,pena que estamos mal servidos de emissoras nesse País

Luiz disse...

Luydy, cade o seu amigo Parmera?

MV Z/N disse...

de que ano eh essa foto cara???

Forza Palestra disse...

Muito provavelmente é de 1993. No máximo 1994.

Craudio disse...

Luydy, vai comer com o Vitor...

Danilo disse...

Vitor,

Entregue a foto para o Tenente Pavan no Batalhão em frente ao recinto de exposições. O mesmo é meu primo e já está orientado a prender, espancar e mutilar o Sr. Taddei e cia... ehehehe

Interior é FODAAAAAAAAA!!!!

vitor disse...

tá entregue já a foto dos 2 miliantes...da polícia rodoviária eles não passam.

mau carater, vilarejo é o seu ânus...420 mil habitantes e com a vantagem d não tá infestado de baianos e favelas = são paulo. 3ª mehor cidade pra se viver no estado seguindo as conidções básicas de educação, saúde, segurança, saneamento básico...

luydy, eu até prefiro q o PALMEIRAS jogue em napoli, pelo menos não precisa de cidadania pra entrar, já q a áfrica é uma zona, kkkkkkkkkk.

Ludson Aiello disse...

Cara, muito interessante sua análise, mas descordo de muitos pontos apresentados por você.
É obvio que jogar em casa reflete e muito dentro de campo, simplesmente por dois fatores: Torcida e Conhecer os "atalhos" do campo.
Mas jogar no interior tem sido hábito no campeonado paulista e não é de agora. Aqui em ribeirão preto ja tivemos clássicos como: Palmeiras e São Paulo, São Paulo e Gambás, inclusive recebendo uma final de campeonado paulista entre Palmeiras e Gambás, quando infelizmente perdemos o titulo para eles.
Mas uma cidade que gera a maior renda do campeonato com apenas 36 mil torcedores é de se respeitar não acredita? sem falar que nós do interior merecemos ver nosso time jogando, já que ir à capital para ver jogos é muito complicado.
O Interior não é um caralho, o time que ainda está se encontrando dentro de campo e tem tido melhoras nesses ultimos jogos. eu vou estar lá torcendo pelo verdão no sábado contra o Juventus e vou ver de perto mais uma vitória Alvi-verde!!
um abraço!

Ludson Aiello disse...

Cara, muito interessante sua análise, mas descordo de muitos pontos apresentados por você.
É obvio que jogar em casa reflete e muito dentro de campo, simplesmente por dois fatores: Torcida e Conhecer os "atalhos" do campo.
Mas jogar no interior tem sido hábito no campeonado paulista e não é de agora. Aqui em ribeirão preto ja tivemos clássicos como: Palmeiras e São Paulo, São Paulo e Gambás, inclusive recebendo uma final de campeonado paulista entre Palmeiras e Gambás, quando infelizmente perdemos o titulo para eles.
Mas uma cidade que gera a maior renda do campeonato com apenas 36 mil torcedores é de se respeitar não acredita? sem falar que nós do interior merecemos ver nosso time jogando, já que ir à capital para ver jogos é muito complicado.
O Interior não é um caralho, o time que ainda está se encontrando dentro de campo e tem tido melhoras nesses ultimos jogos. eu vou estar lá torcendo pelo verdão no sábado contra o Juventus e vou ver de perto mais uma vitória Alvi-verde!!
um abraço!

Forza Palestra disse...

Ludson,

Agradeço a opinião e a presença por aqui. Entendo o seu posicionamento e te digo que o jogo do último sábado, lá em Rio Preto, me fez entender um pouco tudo isso.

Mas continuo com a minha posição bem definida: o Palmeira tem casa e deve jogar sempre na sua cidade.

No caso específico de Rio Preto, o objetivo de "fazer dinheiro" foi por água abaixo. Veja você que tivemos 12,5 mil pessoas em um jogo e 13 mil no outro. Com ingresso a R$ 20. É muito pouco para um estádio que comporta 35 mil, não acha?

Vamos aguardar para ver o que acontece neste jogo de Ribeirão - que pelo menos é bem mai próxima de SP do que Rio Preto.

A gente se vê no Santa Cruz.

Abraços