12 abril 2009

Até a volta

Não há motivo para pessimismo ou mesmo para buscar culpados, por mais que eles tenham existido na derrota de ontem para o Santos. Acontece que perder na Vila é um resultado bastante provável e aceitável e ele se deu na medida mínima, um 1 a 2 que é perfeitamente reversível no jogo de volta, na nossa casa.

Não se esqueçam disso: perdemos ontem, mas o duelo continua no nosso estádio. Aí é a nossa vez de fazer a diferença e empurrar o Palmeiras à classificação. Não será fácil, mas temos mais time, mais torcida e o peso do fator campo. Até a volta, portanto.

***


TEIXEIRA, O INIMIGO DA VEZ

Marcelo Teixeira, presidente do Santos FC, tem lá os seus momentos de fanfarronice, mas um episódio específico, aquele do chilique no Pacaembu, revela a sua verdadeira faceta
. Vejam aqui, por favor, o que disse Teixeira na ocasião em que os torcedores do seu time tiveram de ficar em um espaço reduzido do Pacaembu.

Três frases merecem destaque:

“Como presidente, não poderia me omitir diante da humilhação que a torcida do Santos sofreu no jogo.”

“Os dirigentes do Corinthians não quiseram falar, como eu estou falando. Mas deveriam ter pensado primeiramente na segurança e depois na arrecadação.”

“Nos jogos na Vila, a diretoria do Santos e as autoridades da região dão espetáculo de organização. E continuaremos assim, sem nenhum tipo de revanchismo.”
Pois bem, tudo isso saiu da boca de Marcelo Teixeira três semanas atrás. Eu já tinha rebatido cada frase no post linkado aqui, mas sou obrigado agora a retomar o assunto.

Vejam os senhores que Marcelo Teixeira, depois de tamanho chilique, decidiu reduzir, sem aviso prévio, a carga de ingressos para a torcida do Palmeiras no clássico de ontem. Pior: fez isso em desacordo com o que havia sido combinado com os dirigentes de todos os demais clubes em encontro na FPF.

Seriam 2.000 ingressos, mas tivemos, dizem, apenas 1.259. É difícil acreditar se considerarmos as condições em que os bilhetes foram supostamente vendidos e, mais que isso, o espaço que temos hoje na Vila - e que corresponde a menos de metade do que já tivemos.

A área anterior comportava, na base do empurra-empurra, cerca de 2.000 torcedores. A de hoje, com gente na escada, não deve receber mais do que 700 ou 800, que é exatamente o número de ingressos que efetivamente deve ter chegado às nossas mãos (e a R$ 40, sem bilhetes para estudantes).
Vejam a foto abaixo, feita ontem, pouco antes do jogo:

Aos que nunca foram à Vila Belmiro, esclareço que este pequeno espaço à direita é o local destinado às torcidas de Palmeiras, SCCP e SPFW, sem distinção. Não é preciso ter grande noção espacial para calcular o número de pessoas que cabem aí.

N
otem que existe uma grade improvisada lá no meio, coberta por tapumes de construção. Do outro lado, onde hoje fica a Sangue Jovem, ficavam, pelo menos até 2007 (vejam aqui), também os torcedores dos grandes da capital, totalizando 2.000 lugares (ou 10% da capacidade deste amontoado de laje). Não raro, ficávamos também com os dois setores inferiores, reduzindo um pouco o aperto.

Mas Marcelo Teixeira enfiou essa grade no meio, reduziu a 30% o espaço para os visitantes (observem que uma obra-prima da arquitetura moderna permite que o pedaço de arquibancada que nos foi tomado seja mais alto que a parte que restou)
e ficou tudo por isso mesmo.
Nenhum dos grandes aqui de SP reclamou, Teixeira passou a fraudar a venda de ingressos (com a alegação de que eles são vendidos na própria Vila) e as torcidas dos grandes da capital passaram a ser representadas por um público cada vez menor lá na Baixada. E o sujeito ainda se sente no direito de reclamar da maneira como foram tratados os santistas no Pacaembu.

Cumpre dizer que o setor da torcida visitante recebeu ontem uma visita ilustre. Tivemos os palmeirenses a companhia do sempre combativo promotor público que segue os passos daquele primeiro, o que virou deputado. Aí o figura apareceu lá, olhou a situação, conversou com alguém e foi embora. Até o dia em que acontecer uma tragédia naquele amontoado de laje.
A verdade, provada na foto acima e nos fatos da última semana, é que Marcelo Teixeira, se tivesse um mínimo de vergonha na cara, estaria agora constrangido com o chilique que deu 20 dias atrás no Pacaembu.

***

PISANDO NA BOLA

Cerca de 3.000 palmeirenses enfrentaram sufoco para comprar o pacote para os três jogos da primeira fase da Libertadores e terão de pegar fila novamente para trocar os ingressos já adquiridos.

A tumultuada venda dos pacotes foi o último grande ato de incompetência da BWA no Palmeiras, e agora a diretoria do Palmeiras transfere para o seu torcedor a responsabilidade de trocar os bilhetes antigos, da BWA, pelos novos, da Outplan.

Está errado por definição, pois o torcedor já sofreu uma vez e não deve agora passar por apuros novamente, até porque a compra dos bilhetes para os três jogos era uma maneira de evitar filas.

Mas o problema maior é fazer isso apenas às vésperas do jogo contra o Ixpót e, pior, submeter o torcedor aos horários vagabundos que, disse Belluzzo, teriam fim. Vejam os senhores que o sujeito que comprou os ingressos antecipados terá de efetuar a troca dos mesmos apenas no Palestra Itália e no horário vagabundo das 11h às 17h durante a semana. Ou, se preferir, antes do jogo de quarta, mas logo um que tem início no absurdo horário das 19h30.

Vem confusão por aí. E a diretoria pisou feio na bola.

17 comentários:

Camila R disse...

1.259 nem nos sonhos... Não consegui ir assim que as bilheterias abriram, mas fui à Vila bem cedinho na quarta e sai frustrada... Não sei como funcionou, mas nos últimos clássicos você só comprava até 3 ingressos por pessoa. Os ingressos acabaram em 20 minutos. Os postos seriam tão ágeis para atender cerca de, no mínimo, 420 pessoas neste curto espaço de tempo? Houve a parte destinada às organizadas, que não sei como é vendida, mas a meu ver também tinha que ser explícita para que nenhum torcedor que não faça parte delas vá à toa atrás de ingressos... E mesmo assim não justificaria... 1.259 ingressos? É brincar com o bom senso... Como no final das contas não consegui ir, não falarei pelo o que não vi... Mas duvido que este número, mesmo que ridículo por si só, tenha sido cumprido.

Quanto aos ingressos para a Libertadores... A história é pior ainda! Não poderá ser feita a troca dos dois ingressos juntos, e sim, um de cada vez na semana que anteceder ao respectivo jogo... Não foram vendidos tantos pacotes assim, mas se a metade dos que compraram decidir fazer a troca pouco antes dos jogos, será o suficiente para trazer mais dor de cabeça... Fora que a “vantagem” se tornou um baita incômodo...

Nicola disse...

Já ia te pedir pra escrever algo sobre essa troca de ingressos... Porra, e nesse mesmo horário de merda, só vou ter como conseguir na quarta.

Quanto ao Paulista já escrevi no outro post, resultado normal e me traz bons pressentimentos, hehehe. Abs

don vitotti disse...

bom, eu já comentei com o rodrigo lá em santos sobre os ingressos.

mas eu acho q cada um tem o livre arbitrío de fazer o que qser...tá certo o marcelo teixeira, tem mais é q puxar a sardinha pro lado dele.

isso td é tão simples, é só fazermos o msm com eles aqui...a diferença é q a diretoria do PALMEIRAS sempre tratou a pão de ló os rivais.

Anderson Ugiette disse...

barney...
porra velho... não sei o que é o futebol desde terça da semana passada e pelo o que o medico disse, vou ter que passar mais 3 meses sem me estressar com futebol...
acabo de retornar pra minha casa depois de mais de uma semana de molho....
enfim,
queria dizer que fiquei satisfeito com a vitoria do PALESTRA contra o SPORT RECIFE, melhor assim... se precisar que eu explique, faço-o depois.

só passei pra avisar que to voltando a ativa do blog!!!

abraços!!

FORZA PALESTRA E PELO SPORT TUDO!

Forza Palestra disse...

Camila:
Você tem razão em tudo o que você diz. Sobre o incômodo em que se transformou a compra dos pacotes e especialmente sobre o absurdo de que somos vítimas nas vendas de ingresso para jogos na Vila Belmiro. Já faz tempo isso, por sinal.

Anderson:
Valeu, cara! Vi sua mensagem anterior só depois. Desejo melhoras por aí.
Abraços

Daniel disse...

mano e essa do cara dos gambas fazendo o nosso sinal contra os bichas?????

Forza Palestra disse...

Porra, sei lá o que se passou na cabeça do cara. Sem me alongar muito, deixo aqui o link de um texto escrito anteriormente sobre este assunto.

Filipe disse...

O Cristian respondeu à putinha que fez o gol impedido. Apenas isso.

viniciusfb0 disse...

Pior é que tem muito gambá falando que ele "representou", é pra rir.
Hahah.
Sobre os ingressos, acabei de voltar do Palestra, e vou te falar, se a OutPlan continuar assim vai ser muito bom.
Cheguei com a fila depois do ponto de onibus na Turiassu, fiquei no maximo 15 minutos até pegar o ingresso na mão.
Muito bom, pelo que vi quase todos os guiches de venda estavam abertos.
E o ingresso é show de bola, muito diferente daqueles desenhos ridiculos e totalmente sem noção da BWA.

Vinicius.

Rafael disse...

Vinicius,

Legal saber disso. Aos poucos a coisa vai melhorando.

Outra coisa boa foi que aumentaram bem o número de pontos de venda de ingressos. A lamentar que apenas 1 é na Zona Leste, e mesmo assim fica numa contramão para quem é da parte de cima da região. Porque não colocam nas MCS do Shopping Tatuapé, que têm metro perto e é perto da Radial Leste?

Os pontos de venda, acho que vai facilitar pra muita gente:

A Outplan, nova empresa responsável pela comercialização dos ingressos, colocou à disposição do torcedor outros novos 17 postos de venda, além do estádio Palestra Itália. Acompanhe os locais:

- MCS TIM Shopping Aricanduva - Av.Aricanduva, 5555, Arco 45 - SP
- MCS TIM Shopping Center Norte - Av.Otto Baumgart, s/n Loja 620 - SP
- MCS TIM Shoping Center Norte - Av.Otto Baumgart, s/n Loja 125 - SP
- MCS TIM Shopping Internacional de Guarulhos - Rodovia Presidente Dutra, Km230, Loja H15 e H16 - Piso Superior - Guarulhos
- MCS TIM Shopping Internacional de Guarulhos - Rodovia Presidente Dutra Km230, Loja E23 e E24 - Piso Inferior - Guarulhos
- MCS TIM Shopping Higienópolis - Av.Higienópolis, 618, Loja 231 - Piso Pacaembu - SP
- MCS TIM Shopping Interlagos - Av.Interlagos, 2255, Arco 24 - SP
- MCS TIM Shopping Metrópole - Pça.Samuel Sabatini, 200 - Loja 01/01A - São Bernardo do Campo
- MCS TIM Shopping Morumbi - Av.Roque Petronio Júnior, 1089 - Loja 17L Piso Lazer - SP
- MCS TIM Osasco Plaza Shopping - R.Antonio Agu, 300 - Loja 143 - Osasco
MCS TIM Avenida Paulista - Av.Paulista, 1027 - Loja 01 - SP
MCS TIM Avenida Paulista, 2300 - Av.Paulista, 2300 Loja 03 - SP
MCS TIM Shopping ABC, Av.Pereira Barreto, 42 - Loja 84/85 - Piso PB - Santo André
MCS TIM Shopping West Plaza - Av.Antártica, 380 - Loja 4120 - Bloco A - piso 3 - SP
MCS TIM Shopping West Plaza - Av.Antártica, 380 - Loja 1102 BL A PZ T - SP
MCS TIM Rua XV de Novembro - R.XV de Novembro, 307 - SP
MCS TIM Rua Direita - Rua Direita, 115 - SP.

Filipe disse...

É pra rir como tem anticorintiano preocupado com isso. O cara empatou um jogo de semifinal, e você não quer que digam que o cara representou?
Vai entender. Quem se preocupa com o Corinthians sem ter nada a ver é que é risível, meu caro.
"hahah"...

Forza Verde disse...

Barneschi, essa aqui é pra comprovar td o que eu falo dessa sub-raça de merda:

http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Futebol/Campeonato_Paulista/0,,MUL1082399-9839,00-MIRANDA+SOBRE+GOL+IRREGULAR+DO+TRICOLOR+SE+O+JUIZ+NAO+APITOU+NAO+FOI+NADA.html

Pra quem não sabe o que eu falo, eu falo questão de repeitir:

Essa sub-raça é formada por bandidos da pior espécie, por canalhas, por jogadores carniceiros, por filhos da puta, por cafajestes, por td que é de mais sujo que exista.

viniciusfb0 disse...

Meu caro, eu não me preocupo mas nem um pouco mesmo com os lixos da marginal sem número.
Apenas comentei o fato que o cara fez um gesto querendo ou não da torcida rival.
Ele pode ter feito apenas para zuar as bibinhas sim, mas que não deixa de ser uma gafe, não deixa não.
Alias, nem sei porque estou extendendo esse assunto.
 
*********************************
 
Voltando novamente ao assunto dos ingressos, ouvi gente falando que no ponto de venda do Center Norte teve cara comprando 25 ingressos de uma vez.
Se o sistema for falho assim nessas lojas MCS TIM vai facilitar muito o trabalho de alguns cambistas por ai.
Que convenhamos, quem compra 25 ingressos de uma vez concerteza não está comprando para amigos/familiares.
 
Vinicius.

Forza Palestra disse...

Filipe:
Eu entendi o comentário do Vinicius. E entendo também o desabafo do jogador de vocês, mas é inegável que ele fez o gesto da nossa torcida, e aquilo ficou bem estranho. Na hora, não me senti ofendido nem nada, mas apenas estranho. Sei lá o que se passou na cabeça dele...
Abraços

Vinicius:
Se isso se confirmar, tá tudo errado. É o que eu sempre disse: o problema não são os pontos de venda, mas os horários de vagabundo.
Abraços

Filipe disse...

Mas se até a fúria, o Roger Chinelinho, e muitos outros fazem esse gesto, como é que reivindicam pra vocês? O gesto é circunstancial e necessário. É como gritar "filho da puta".

O que passou pela cabeça dele foi que no gol das putinhas houve a comemoração com o bracinho cruzado. Em resposta, o gesto circunstancial foi feito. Nada mais que isso. Não há 'gafe' ou 'estranheza'.

Diria que há, sim, uma certa neurose da parte de vocês em querer para si um gesto tão tosco, que é nada mais que uma resposta a um gesto ainda mais tosco - e que nem das bixas é. Perdão pela franqueza.

Aliás, ele não empatou o jogo, devo essa retificação...

Abraço

Forza Palestra disse...

Não, Filipe, não se trata de reinvidicar. Como eu disse, é um gesto feito pelas torcidas de, entre outros, Palmeiras, Vasco, Atlético/MG e Grêmio. E é uma oposição ao gesto das torcidas imediatamente inimigas: SPFW, Flamengo, Cruzeiro e Inter.

É no mínimo estranho, portanto, que um jogador de vocês faça o mesmo sinal, que é logo a identificação adotada pela torcida de um clube rival.

E eu não estou reclamando, criticando ou qualquer coisa do tipo. É só uma constatação.

Filipe disse...

Mas é isso que estou dizendo.
A identificação, no caso, é como o xingamento de "filho da puta".
Ele não estava 'usando o gesto dos rivais'. Ele estava mandando um recado às bixas, tão somente.
Circunstancialmente.
Pois a bixa havia feito o gol impedido com falta no nosso zagueiro e saiu fazendo bracinho cruzado para a prateleira das bonecas.
Se ele tivesse feito aquela clássica "banana", ou só erguido o dedo médio, teria sido a mesma merda, só que sem o requinte circunstancial. Foi mera resposta à bichinha.

Abraço