16 agosto 2009

Empate inaceitável

É melhor não escrever muito agora, porque aí eu poderia deixar passar muito da minha revolta com o inaceitável empate de ontem - e talvez não seja ainda o momento disso. Deixemos desta forma: o empate de ontem, contra o fraco e pequeno Botafogo, foi inaceitável.

Tão inaceitável quanto o fato de o Palmeiras ser outra vez prejudicado dentro da sua casa, e novamente por um bandeirinha pilantra, a exemplo do que acontecera no duelo contra o Grêmio, duas rodadas atrás. Se Muricy ainda não aprendeu como funcionam as coisas por aqui, é bom que isso aconteça rapidamente. Nos tempos de Jd. Leonor, o assistente mandaria seguir o lance e aí viria o segundo gol bambi; no Palestra, o filho da puta ergue a porra da bandeirinha e tudo pára.

Voltarei ao tema, mas eu não quero falar de arbitragem agora. Um pouco por estar de saco cheio disso tudo já há tempos, outro tanto porque um gol como o perdido por Diego Souza ontem inviabiliza qualquer reclamação, mas especialmente porque precisamos mudar um pouco o tom da insatisfação.


Vamos lá: a queda de rendimento do time é incontestável, mas é fato também que continuamos na liderança e ainda com vantagem sobre um dos competidores diretos – são dois os que brigam com a gente. Não me parece, portanto, o melhor momento para entrar em pânico ou protestar contra quem quer que seja.

Muita coisa vai acontecer no segundo turno, mas é bom ficarmos preparados: os primeiros jogos serão decisivos. A seqüência Inter-SPFW é a melhor maneira de o Palmeiras mostrar que vai brigar por esse título. Vamos fazer a nossa parte, como sempre. O resto é com Muricy e os jogadores que nos representam lá dentro.
***

*Eu cresci me acostumando a encarar jogos contra o Botafogo como uma garantia de três pontos - aqui ou lá, tanto faz. Acontece que a coisa tomou um rumo preocupante agora: não vencemos os três últimos jogos em SP (dois empates por 1 a 1 e uma derrota por 1 a 0) e já somamos longos três anos sem vitórias (três empates e duas derrotas). É de se esperar que o confronto de 6 de dezembro representa a redenção.


*Bela vitória do Vasco na partida disputada sábado no Canindé. Tudo bem que não pudemos ver os gols da virada, pois tivemos de sair correndo rumo ao Palestra, mas o que vimos durante os 75 primeiros minutos mostrou que tudo caminha bem para o grande clube da Cruz de Malta voltar ao nosso convívio em 2010.

*Ainda sobre isso, destaque para a presença em peso da torcida vascaína: mais de cinco mil entre os 9,4 mil pagantes no Canindé.

14 comentários:

João Medeiros disse...

Barneschi,

Infelizmente não pude ir a São Paulo aproveitar a "rodada dupla", como você mesmo batizou os confrontos de VASCO e PALMEIRAS contra os insignificantes Botafogo e Portuguesa, respectivamente. Mas, no seu comentário, você confirmou o que eu já desconfiava pelas imagens da tevê: A Portuguesa posou de "visitante" dentro dos seus domínios. Porém, a maioria vascaína no Canindé foi solenemente ignorada pela mídia. Fico pensando se a façanha tivesse sido realizada pela torcida mulamba ou gambá, qual teria sido o comportamente dessa mesma mídia?

Melhor nem pensar nisso.

A arbitragem continua sacaneando o Verdão. Mas, convenhamos, contra o foguinho o ataque Palestrino abusou do direito de ser displicente. Mas continuo levando fé. Abraços.

João Medeiros disse...

Corrigindo:

VASCO E PALMEIRAS contra Portuguesa e Botafogo, respectivamente.

Danilo disse...

As reclamações da torcida do Palmeiras contra a arbitragem às vezes descambam para a demência.

Em primeiro lugar, não cabem desculpas para um empate com o Botafogo em casa.

Em segundo lugar, antes de falar de impedimento seria bom para a saúde mental lembrar o pênalti claro sofrido pelo Lúcio Flávio.

Em terceiro lugar, sinto que, entre os palmeirenses, há um prazer masoquista em se fazer de vítima.

Claudio Yida Jr disse...

Que coisa essa Lusa, hein? E não podíamos esperar outra coisa daquele time abjeto do norte, senão um comportamento submisso diante da mamãe.

wag disse...

pow dessa vez nem tem como reclamr de arbitragem, penlati no lucio flavio + presepada do diego souza mata qualquer reclamacao

eh mais facil aceitar q o palmeiras naum mereceu ganhar

e pela amor de deus, wendell naum da

vitor disse...

vdd...penalti clarissímo no lucio flávio.

rodrigo, agora serei um fiscal da corneta...e vc é a primeira vítima falando q empatar com o foguinho é inaceitável.

tá bom o empate, e tb estaria a derrota...o importante é jogar.

bela vitória do vaxcão, rumo a série A ano q vem, não q isso seja importante, o importante é jogar.

Saulo disse...

Não ganhar da BOSTA do Botafogo como muitos falam é brincadeira, heim.

Não podem esquecer que tivemos um pênalti claríssimo ao nosso favor e o árbitro não deu.

Mas, isso já estou acostumado.

Pedro Pellegrino disse...

Barneschi, vou mandar o mesmo comentário que fiz no Cruz de Savóia, são os dois únicos lugares que gosto de comentar:"Sinceramente gostaria de saber o que acontece com alguns palmeirenses? Se alguns tem problemas particulares, depressão, não estão contentes com a família, com as mulheres, são gays enrustidos, estádio de futebol não é o lugar de vocês. O que presenciei nas numeradas, ou melhor na turma do amendoim, sábado foi uma das coisas mais ridículas que já vi. Eu acho que de tanto a imprensa, ou nós mesmos ficarmos dizendo que a turma do amendoim é isso é aquilo, esses caras estão se achando, a ponto de um retardado mental ontem começar a berrar:”fora Muricy! Jorginho, Jorginho!”, me senti envergonhado, e com bastante vontade de arrebentar esse filho da puta. Se essas pessoas não querem pagar 120 reais, ou então se acham que futebol é igual a ir em um show, cinema, que o Palmeiras vai ganhar de qualquer jeito, que a época da Academia vai voltar, esses caras se esquecem que no futebol você pode perder. E fico pensando, imagina se o Palmeiras não estivesse em primeiro lugar?! Levem suas frustrações ao psicólogo, psicanalista, porque o que eu quero é ver o estádio inteiro cantando,a exemplo dos argentinos, duvido que lá eles queiram mandar um técnico embora sendo que esse técnico está em primeiro lugar na tabela. Ontem pela primeira vez meu padrasto foi no Palestra, o cara gostou pra caralho, mas disse que não gosta da torcida do Palmeiras, e ele é palmeirense, ele me perguntou por que só as organizadas cantam?! É foda. Bando de pau no cu! Antigamente o Palmeiras nem empatava os jogos, é a equipe que menos perdeu, somos líderes, é difícil entender isso?! Eu acho que jogamos mal ontem, assim como jogamos muito contra o Galo e merecíamos a vitória, mas o futebol é assim, não é justo. E vamos ser campeões porra! Abraços."

Forza Palestra disse...

Pênalti no Lúcio Flavio? Pô, tem nego aí de brincadeira...

vitor disse...

nossa rodrigo, no estádio e do outro lado do campo eu tb não vi, mas dpois no vt foi absurdo...se marcasse 2 penaltis não seria injusto.

e tava 1 x 0...

Danilo disse...

Na cabeça palmeirense, até o coitado do Botafogo vira grande beneficiado pela arbitragem. Assim não dá!

Forza Palestra disse...

Danilo,

Você tem problemas, cara? Queria ter um blog e não consegue?

Porra, falar que o Botafogo, cujo único título importante foi conquistado às custas de erros grosseiros de arbitragem, é um coitado, beira a irresponsabilidade.

***

De resto, o Vitor está se especializando na arte do derrotismo.

Danilo disse...

Irresponsabilidade é exercer a pouco nobre arte de tapar o sol com a peneira.

Forza Verde disse...

Kit oficial!

http://www.periquitoverde.com/saopaulo/tricolor-inicia-pre-venda-do-kit-gayson