23 agosto 2009

Guerreiros do Palestra


Foi só uma vitória, e nada garante que será tão decisiva como parece ter sido aos olhos de todos os que fomos ao estádio Palestra Itália neste sábado à noite. Mas é inevitável imaginar que pode ter sido esta a noite em que o Palmeiras reencontrou o caminho vencedor que vinha sendo traçado até algumas rodadas atrás.

Assim parece porque batemos um adversário duro, seja pela história, pela qualidade técnica atual ou por ser um concorrente direto. Porque acabamos com um jejum que já se mostrava incômodo. Porque time e torcida mostraram a sintonia que se espera quando jogamos em casa. Porque Diego Souza voltou a ser o monstro que todos conhecemos.

Mais do que tudo, parece ser assim porque esses fatores todos se apresentaram no momento exato em que se evoca algo que é por demais caro a todo palmeirense: a nossa história.

Às vésperas do aniversário de 95 anos do clube, adidas e Samsung, duas patrocinadoras oficiais do Verdão, lançam uma campanha que explica um pouco porque somos o grande Palmeiras e porque algumas agremiações vivem ou de glórias efêmeras, ou de devaneios de uma grandeza que inexiste ou de uma ostentação vazia e oportunista.

Fato é que aqui se comemora o aniversário de fundação do clube. Aqui conhecemos a nossa história e a enaltecemos, porque ela muito nos orgulha e porque defendemos com honra tudo o que se relaciona às nossas origens. Aqui temos alma. E somos guerreiros, como guerreiros foram os jogadores que defenderam as nossas cores nesta primeira batalha decisiva pelo título.

Inspirado por esse clima histórico, o Palmeiras, de azul e tendo a Cruz de Savóia como escudo, entrou em campo para o que se insinuou como uma noite especial desde antes de a bola rolar. Foi assim desde os primeiros minutos e nem mesmo a saída de Cleiton Xavier, lesionado logo aos oito minutos, quebrou o ritmo de um time que se impôs para alcançar uma vitória significativa.

O Palestra Itália foi palco então um grande jogo, por qualquer que seja a ótica, mesmo a de alguém como eu, que pouca importância dá à qualidade do que se passa no gramado. O time demonstrou a intensidade de jogos anteriores, chances foram criadas, a finalização ainda precisa melhorar, mas saíram os dois gols e a vitória ficou com quem de fato mais batalhou por ela.

É tudo uma questão de alma, como sempre.
Nossos atletas foram guerreiros dentro de campo. Honraram a Cruz de Savóia estampada no peito e fizeram acender dentro de cada palestrino a certeza de que estamos todos juntos para a próxima batalha.



***

MUITAS NOTAS

A HORA DOS GUERREIROSSumiram os oportunistas que marcaram presença contra Grêmio e Botafogo. O público – 22.101 – foi um pouco menor, mas é melhor mesmo que seja assim. Foram, como conclamado por este blog e pelo presidente Belluzzo, apenas os guerreiros. Aos oportunistas, covardes e turistas, fica o apelo: por favor, continuem em casa!

É DIA 30!Domingo, 16h, Jd. Leonor. Vem aí mais um Clássico do Ódio. A semana será intensa, pois há sempre muito para dizer quando enfrentamos a sub-raça alienada.

DIEGO SOUZA, O MONSTRONão custa repetir: Diego Souza foi um monstro neste sábado. Sofreu o pênalti, armou todo o lance que rendeu o rebote para o segundo gol, fez duas belas jogadas que não terminaram em gol por pouco, aplicou chapéu em dose dupla nos adversários, brincou com a bola, respondeu com precisão às falácias do adversário. Como bem descrito pelos amigos Seo Cruz e Ademir, chega a lembrar o genial e inesquecível Edmundo, o ídolo anterior da camisa 7.

DIEGO SOUZA, O MONSTRO (2)Sendo o clássico contra os leonores o jogo seguinte, era de se esperar que o árbitro viria encomendado para tirar Diego Souza de campo - como já virou rotina. Eis então que, para nossa surpresa, após uma confusão provocada por algum atleta colorado, o árbitro apenas contemporizou. Justo. Mas eu não duvido nada que Paulo Schmitt, o vagabundo do STJD, volte a nos infernizar.
MAIS UM...
De modo geral, gostei do estilo do (desconhecido) árbitro, que marcou poucas faltas e não deixou espaço para firulas. Mas é necessário ressaltar que o Palmeiras teve um pênalti a seu favor não anotado pela arbitragem. De novo. Poderia ter custado mais dois pontos.VASCÃOFoi bonito ver o Maracanã cheio daquele jeito para mais uma vitória do Vasco. Por sinal, cabe aqui registrar o parabéns atrasado pelo 111º aniversário (comemorado na sexta) do glorioso clube da Cruz de Malta.

11 comentários:

Roberto Kamarad disse...

Fala mano!

Ontem, realmente, foi muito foda. Mas concordo com vc, devemos encarar a vitória como mais uma. Acredito que o jogo mais importante do campeonato, no qual não perderei, será dia 30.

Se entrarmos com essa entrega, com essa formação e com esse espírito. Tenho certeza que o resultado será a nosso favor.

Sobre o Diego, não o comparo com ninguém. Só espero que ele chame a responsabilidade para ele, pois quando o fez, saimos vitoriosos. Falta nele um empurrão, ou um tapa na cara e dizer: "mano, vc é o cara dessa porra. chama a responsabilidade" rs

Sobre o árbitro, não concordo com vc. achei q ele inverteu várias faltas. deu poucos cartões às bichas sulistas e ainda causou uma tensão desnecessária à nossa torcida ao marcar 4 minutos de acréscimos sendo que no primeiro tempo, quando tivemos mais paralisações, ele deu apenas 2.

A campanha do 3° uniforme está sensacional. Parabéns à Adidas e Sansang pelo vídeo que ficou sensacional.

Quantos assuntos hein!

Abraços, mano!

João Medeiros disse...

Barneschi,

Foi uma semana realmente muito especial. Começou com a derrota dos bambis cariocas e do foguinho, que voltou a fazer o que dele se espera, ou seja, nada. Na quinta foi a vez dos mulambos aumentarem a nossa alegria. Sexta foi dia de comemorações por mais um aniversário. Uma das coisas que mais me emocionou foi um tópico na maior comunidade do Palmeiras no orkut, em alusão aos 111 anos, que ficou no alto por quase todo o dia, onde vários palmeirenses, numa demonstração inequívoca dessa amizade sem precedentes no futebol brasileiro, parabenizaram o VASCÃO pelo aniversário. Claro que dia 26, o outro dia muito especial de Agosto, o tópico do VERDÃO na nossa comunidade está garantido. Já no sábado, vimos aquela festa no Maracanã, digna da grandeza do Gigante da Colina, onde o recorde de público de todas as divisões foi batido e o VASCO fez o que dele se espera dentro de campo. Para fechar a semana com chave de ouro, o Palmeiras, no Palestra, lembrando suas origens, com essa belíssima camisa azul adornada com a Cruz de Savóia, venceu um dos seus adversários diretos na luta pelo título. Essa vitória representa mais que os três pontos. Dá ao VERDÃO a confiança necessária para encarar e trucidar a corja do Jd. Leonor. E essa foi a semana do vascaíno. Quer melhor?

Obrigado pela lembrança do nosso aniversário, no seu post. E mais uma vez, parabéns pelo seu trabalho. É, para mim, um dos melhores blogs de futebol. Abração.

Daniel disse...

aewwww mano grande vitoria!!!
e ois ingressos pro morumbi no domingo? vende onde?

Forza Palestra disse...

Cara, deve vender no Palestra mesmo. Devemos ter 3,5 mil ingressos de arquibancada, naquele canto entre o vermelho e o laranja, e mais uns 2 mil do Visa.

As arquibancadas devem ser vendidas no Palestra mesmo. Se bobear, o Visa já está à venda, mas tem que ver no site da FutebolCard/Outplan.

Trimundial disse...

JASON VEM AI PORCADA

Forza Palestra disse...

É...

Só espero que já estejam arrumando um lugar pra enfiar as máscaras.

Fernando disse...

Rabo de porquinho é que não vai faltar...
Mas vai ser um bom jogo, clássico como sempre! Os dois times vivem um bom momento!
Além da rivalidade de sempre, vai ter um 'q' de provação esse jogo! De um lado do muro, um técnico que conhece tudo do lado adversário, querendo provar que o bom era ele. Do outro lado, jogadores querendo provar que não precisam do técnico para serem campeões!
Vamos torcer para o bom futebol!
Abs

Forza Palestra disse...

Os bambis são vocês, o viadinho joga no time de vocês e a máscara é idéia de vocês. Façam bom proveito.

De resto, se você torce para o bom futebol, o problema é seu. Eu torço pelo Palmeiras.

Fernando disse...

Primeiro vocês aderem ao apelido de porco, apelido dado pelos gambás! Achando que deram a volta por cima! Ridículo. Agora aderem ao apelido que um gambá de merda deu aos São Paulinos. Ridiculos! Vocês vivem a sombra deles? Se você não sabe, o seu time de merda tem muito viadinho enrustido! Se você realmente manja o que acontece lá dentro, além do futebol, sabe disso! Você deve ter algum problema de sexualidade. Só falou sobre isso na sua resposta.
Se prepara pra chorar seu merda! O Tricolor vai passar como um rolo compressor por isso que você chama de time!
Entrei aqui pra falar numa boa, sobre um fator extra campo! Aqui não é pra discutir!? Eu quero que seu time se foda!
AQUI É TRICOLOR PORRA!!!
Te encontro dia 30..
ah..torcer para o bom futebol, é torcer pelo SPFC!

Forza Palestra disse...

O engraçado dos comentários leonores é que você consegue extrair vários pontos dessa genética oportunista e alienada em poucas linhas.

Vejamos:

1. O babaca vem no meu blog e começa com uma piadinha babaca. Vai tomar porrada, é claro, e depois não adianta reclamar.

2. Quanto a dizer que o apelido de “bambi” foi dado por um gambá (imagino que ele esteja se referindo ao Vampeta), fica evidente toda a ignorância do cidadão.

3. Esse papo de viado enrustido ta muito estranho. Não sei qual é o interesse do sujeito, mas vai parar por aqui, já que o tema único deste blog é futebol. Todo o resto deixa de fazer sentido.

4. De resto, comentários como o que encerra a tentativa de argumentação do bambi demonstram que ele caiu no estelionato do Casares e de toda aquela corja.

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu