02 novembro 2009

PRUDENTE/MS NUNCA MAIS!


Talvez eu devesse começar o texto enaltecendo o espírito de luta de nossos atletas, o poder de superação e o empate conquistado sob um sol criminoso e com um homem a menos diante do nosso maior rival. Talvez fosse o tom mais correto, porque o grupo dá mostras uma vez mais de que está comprometido para nos levar ao título e porque o empate alcançado ontem apenas reforça o post anterior. Acontece que mesmo agora, de volta a SP, o calor brutal daquela cidade maldita parece ainda torrar os meus miolos, e é então que se faz necessário retomar um assunto que já foi debatido à exaustão.

Vejam os senhores que Palmeiras e SCCP, os dois grandes clubes do estado, foram obrigados a se enfrentar pela terceira vez neste ano em uma localidade que fica em outro estado que não o nosso. E foi assim pela ganância e pela falta de bom senso dos dirigentes das duas agremiações, que parecem por demais compromissados com o populismo idiota do pequeno prefeito local, o tal de Tupã.

Este blog já protestou veementemente três vezes, antes da confirmação de cada um dos jogos em Presidente Prudente/MS, mas parece que até agora a medida não surtiu efeito. E eu me sinto bem à vontade para escrever o que escrevo, porque fui de São Paulo até Prudente todas as três vezes e digo que já não agüento mais perder quase um dia inteiro e mais um bom dinheiro só para satisfazer os desejos megalômanos de um prefeitinho de merda.

Digo também que não sei se farei isso outra vez, porque esta última foi ainda mais cansativa do que todas as demais e porque a palhaçada atingiu níveis extremos entre nossos dirigentes, mas escrevo para que isso tudo fique registrado.

De cara, é preciso dizer que um jogo disputado às 15h em Presidente Prudente, sob um calor que chegava próximo dos 40º C, com sol incessante e sem qualquer sinal de vento, é um atentado à saúde dos jogadores, mais ainda em final de temporada, quando estão todos já exauridos. E é pior ainda que a diretoria do Palmeiras tenha submetido seus atletas a tais condições, porque tínhamos uma batalha acontecendo e porque outras cinco estão por vir.

O resultado pôde ser visto no campo de jogo, e não difere muito do que acontecia nas arquibancadas, com as duas torcidas um tanto quanto desmobilizadas, tamanho era o calor que afetava corpos e mentes no cimento do descampado em que se situa o estádio. Dadas as condições, não se pode cobrar muito das duas torcidas, que, de quando em quando, até faziam um esforço maior para superar a apatia diante do clima adverso.
Por sinal, a comparação é necessária:

08.03.2009: Palmeiras 1 x 1 SCCP – 44.479
26.07.2009: SCCP 0 x 3 Palmeiras – 29.777
01.11.2009: Palmeiras 2 x 2 SCCP – 18.752

Nota-se, portanto, que a caipirada de Prudente e região não agüentou o tranco: o público despencou jogo após jogo, dos quase 44,4 mil de março para os irrisórios 18,7 mil de ontem. Em parte, a culpa é da ganância do departamento financeiro da S.E. Palmeiras (que cobrou R$ 50 por uma arquibancada), mas cabe apontar também o desinteresse pelo clássico na cidade, um claro sinal de que a decisão de ir até Prudente, um erro desde o início, já se esgotou.

Dos 18,7 mil presentes ao estádio ontem, não é exagero supor que metade veio da capital paulista, distante quase 600km do Mato Grosso do Sul. Éramos nós, em um ônibus fretado, as organizadas dos dois clubes, gente que foi de carro, de avião, de ônibus, do que quer que seja. Éramos os "torcedores comuns", e o ‘comum’ aqui tem um sentido diametralmente oposto ao que se convencionou.

Ao apropriar-me agora da expressão "torcedor comum", faço referência àquele contigente de torcedores - do qual eu faço parte -
que está sempre ao lado do Palmeiras, esteja ele onde estiver. Refiro-me aos insanos que comparecem a todos os jogos aqui em SP e que viajam por todo o interior, para outros estados e para outros países para acompanharem o Palmeiras. Somos 'comuns' no sentido de 'rotineiros', pois estamos sempre presentes, bem ao contrário dos caipiras que vêem o futebol como festa e que somem assim quando a coisa deixa de ser novidade.

As diretorias de Palmeiras e SCCP cometeram o mesmo erro três vezes no ano. Cederam às migalhas de um prefeitinho populista, cometeram seguidos atentados contra o clássico Palmeiras x Corinthians e nos submeteram a um sacrifício desnecessário. Mas nós não somos palhaços e não estamos aqui de brincadeira.

Ontem, enquanto deixava a arquibancada do Prudentão, ainda sob um calor infernal, tudo o que eu mais queria era nunca mais ter que colocar os pés naquela cidade de merda. Que tomem vergonha na cara os nossos dirigentes.

PRUDENTE/MS NUNCA MAIS!

***

Depois, com mais tempo e talvez com a cabeça mais fria, eu volto para falar do jogo, de Prudente e de outros assuntos. Mas o desabafo era mais do que necessário. Se alguém me obriga a ficar 24 horas na estrada e ainda me toma algumas centenas de reais no ano, é mais do que justo que eu não fique calado.

33 comentários:

nicfant09 disse...

DIRETORIA FILHA DA PUTA!

Além de mandarem o jogo pra puta que pariu, ainda tem a cara de pau de cobrarem R$50 pelo ingresso mais barato... Isso é um crime! Porra, assumam logo que não querem a torcida do lado do time, pronto.

Cabem 40mil no Pacaembu, caralho! Com esse mesmo preço, iria lotar... Em outros tempos, um jogo desse seria assistido por mais de 100mil pessoas no estádio. Não querem usar o Panetone beleza, mas precisavam levar o clássico pra essa merda de cidade? Três vezes??

rflclassic disse...

E a ganância dos FDPs foi punida:

Público: 18.752 pagantes
Renda: R$ 740.200,00

Com certeza estavam esperando uma renda de pelo menos 1,5 milhão, mas pelos motivos já citados no post, a grana foi bem menor do que em diversos jogos disputados no Palestra, mesmo este tendo uma capacidade de público consideravelmente menor.

* * *

E a elitização segue a passos largos. Agora é a vez da gambazada:
http://bit.ly/4B72xq

Isso certamente será usado pela diretoria do Palmeiras para fortalecer sua política de elevação dos preços de ingressos.

Giovanna Concilio disse...

Meu comentário no post anterior fica muito mais coerente aqui:

Presidente Prudente foi, sem dúvida, o mais perto que eu cheguei do inferno. E do Paraguai também.

Caipirada do caralho. Enchem tanto a porra do saco pra chegar lá e ficar atropelando as músicas da Mancha.

Tomara Deus que essa palhaçada tenha acabado e essa cidade volte para a sua insignificância no estado e no futebol paulista.

"50 graus na sombra, se houvesse sombra!"

Anônimo disse...

Clássico das COMADRES do futebol paulista

Marco Túlio disse...

Absurdo o preço dos ingressos, o local do jogo e o horario/calor do jogo. NUNCA mais mesmo deve haver um derby desses em PP. Por que nao pode ser no Palestra? Tem jogo na Vila... Ou então no Pacaembu, pq nao??

Claudio Yida Jr disse...

Aquilo não existe, cara. A cada jogo é uma irritação e uma indignação sem tamanho.

Diz o nosso tampão que ano que vem isso não acontece mais. É aguardar para ver, já entendendo que há o grande risco do arrendamento do panetone...

Ah, e o Dentinho lá no chão...

Gabriel Manetta disse...

UM CRIME

ao Futebol, aos torcedores, aos jogadores!!!

eu nunca vi torcedors dentro do estádio deixar de ver o jogo por causa do calor, era de dar dó, nas poucas sombras que tinham na bancada, torcedores e torcedoras em estado deploravel, passando mal, literalmente, eu fui com a Pork's, e tive que abandona-los na bancada para poder ficar mais perto do banheiro, ja que a cada 10 min eu tinha que tomar um banho no mictorio para poder sobreviver...olha, eu ja enfrentei de tudo em arquibancadas, desde chuva pesada até pancadaria, e nada, NADA, foi tão desagradavel quanto ao sol desta merda de Cidade...nunca alguma dessas coisas citadas acima me impediu de assistir a um jogo em pé e cantando, mas ontem pela primeira vez na minha vida eu não aguentei, assisti a um Derby sentado, e com medo até de gritar na hora do gol, pois sabia que se eu gritasse eu desmaiaria, eu parecia um mendigo na arquibancada, sem camisa e sem tenis, com a camisa molhada sobre a minha pela ja vermelha/torresmo, um pedaço de papelão em minha mão para fazer sombra na minha cabeça, e um copo de gelo do isopor do ambulante de agua, gelo que hora eu passava no corpo hora eu "tomava", essa foi a maneira que eu encontrei para conseguir me concentrar no jogo, pena que isso ja estava no segundo tempo...

enfim, se a diretoria do Palmeiras ameaçar mandar mais algum jogo para aquela roça, será algo digno de um belo de um protesto!

Nathalia disse...

Ah sinceramente. Caipirada foi d+ pro meu gosto sou PRUDENTINA sim. estava SIM no estádio!!!
A gnt pode não ter lotado o estádio mais foi um dos clássicos mais tranquilos que existiu. Não é como na capital que sai tiros, mortes e coisas assim.
tá o calor foi insuportável e foi um absurdo um jogo nesse horario mais isso não quer dizer que não possa acontecer jogos aqui. Então por favor sejam IMPARCIAIS e respeitem tbm a torcida do verdão do interior. somo tão torcedores quanto vocês da capital e também merecemos a chance de ter oportunidade de assistir um bom jogo sem ter que viajar tanto.

Raissa disse...

por favor façam valer a pena as aulas de geografia que vocês deveria ter tido na escola. presidente prudente fica em SP .sim fazemos parte do mesmo estado que vocês então não tentem se sentir tão superiores

Paulo disse...

Com relação ao calor tem duas vertentes, primeira também não poderão haver mais jogos em Goiás (pois lá caso não saibam e bem mais quente que Prudente além do clima ser mais seco, coisa que fica provada pois o Palmeiras quase sempre perde jogos lá), segundo, a reclamação quanto ao horário deve ser feita a CBF, pois aqui e em qualquer outro lugar onde existe o horário de verão o jogo teve início as 15:00.
Desta forma nada justifica este monte de asneiras escritas, a vocês que vieram e reclamaram fiquem sabendo que a cidade estará sempre de braços abertos a recebe-los.
OBS: não esqueçam o protetor solar,rsrsrsrsrsrsrsrrsrsrssrr

Anônimo disse...

povo burro é foda né?! somos caipiras porém, nao confundimos estados e regiões! (por mais que isso foi uma 'sátira' que eu acredito que nao ocorreu).. calor?!e dai?! da um tempo na poluição ai que o efeito estufa diminui.. vcs nao sabem o que é ar puro, céu azul ;) água potável, rua sem transito, viver em paz resumidamente!

sou tão palmeirense qto quem mora em outra cidade..
capira é a mãe de vc's.. que ja moraram no interior ;)


_|_

Anônimo disse...

naum sei os moldes dos acordos entre as diretoria e o prefeito de PP Tupãnzinho(tento imaginar o tipo de auttidade que deve ser pela forma como deixa ser chamado) , mas acredito que com base nesse ultimo publico, as partes concluiram que o derby no interior , deixo de ser atrativo. Na torcida para isso!!!!
Apesar do calor infernale o horario da partida(um absurdo, ja que vi algumas pessoas passando mal , inclusive o meu irmao que estava junto comigo), foi uma grande partida , onde mais uma vez , o curinthia naum sabe o que eh vencer o verdao.

Rafael disse...

Completando meu comentário anterior, é preciso dar os parabéns ao Atlético-MG que ainda resiste e retribui o apoio de sua torcida. Os ingressos de arquibancada sairam a R$ 20 e geral a R$ 2(!).

Forza Palestra disse...

Nathalia e demais caipiras,

Qual é o problema de chamar quem mora em Prudente de caipira? Afinal, vocês moram no interior, certo? Qual é o problema então?

De resto, pessoas que não compreendem a ironia presente na associação entre Presidente Prudente e Mato Grosso do Sul não merecem respostas mais elaboradas.

Vamos a esclarecimentos pontuais:

Nathalia
1. Guarde para você a felicitação por ser um "clássico tranquilo". isso pra mim não é mérito algum; pelo contrário.

2. O clássico pertence à capital, pois é a sede dos dois clubes.

3. Eu respeito a torcida do interior. Mas aí vocês têm de vir à capital se quiserem ver os jogos, e não o contrário. Simples assim.

Quanto ao outro anônimo aí de cima, ele deve estar de brincadeira quando fala em "ar puro", "céu azul" e o escambau. Só pode... imbecil completo!

leonardo disse...

aew domingo vo ta no maracana queria saber se vc vai vim para o rio e se tem algum lugar de encontro entre palmeirenses que eu quero participar!! valeu abraços!
se possivel add meu email ai leoppaes@hotmail.com

Luciano Stinchi disse...

Seguindo o raciocínio da caipirada ai de cima, vamos marcar o próximo derby para Rio Branco/AC.

Com certeza deve ter palmeirenses e corinthianos ávidos pra ver um derby por lá.

Ah, eu adoro basquete, NBA e o Lakers. Acho que vou mandar um email pra NBA fazer um Lakers x Celtics no Ibirapuera...

Cada uma que sou obrigado a ler.

Caipirada, quer ver jogo do Verdão, pega a estrada porra.

Giovanna Concilio disse...

E sabe o que eu mais odeio? Ouvir "PORRRRRRRRRRRRRRRRRRRCO"!!!!

Vão se fuder com essa merda desse R, bando de caipira filho da puta!

R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Forza Palestra disse...

Perfeito o raciocínio do Luciano.

Danilo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
maradona disse...

o familia 6 tão pegando pesado com
nois caipira hein.
tirando alguns poucos q frequentão o blog do nosso amigo duvido q a grande maioria encararia 300km pra ver o verdão jogar jogos normais
fiz esta viajem muitas vezes com a mv de são carlos. classico tem q ser na capital mesmo tanto porque o mais gostoso é a pista só quem é sabe do q falo no mais acho q os caipira merecião um pouco mais d respeito principalmente quem sempre viajou indiferente da posição d nosso time.

Gabriel Manetta disse...

é impressinante

agora caipira também vai ter vergonha de ser chamado do que assim como outras pessoas que não vou citar para não mudar o assunto...meu pai é caipira, toda a familia dele é caipira, e ninguém nunca se encomodou com tal rotulo....

deveriam se envergonhar é de achar que clássico na Capital é sinonimo de tiroteio, ai sim voces demonstram a "alienação" que faz a imagem do caipira de ser uma pessoa que não sabe o que se passa fora de seu vilarejo...

e não venham com esse papo de que são tão torcedores quanto os da Capital...vocês não sabem o que é enfrentar todo final de semana uma fila gigante para comprar um ingresso a 40 reais, vocês não sabem o que é enfrentar um transito de 2 hrs para ver Palmeiras x Barueri, vocês tiveram a oportunidade de demonstrar todo esse tal fanatismo em um DERBY e foi vergonhoso o público....fora que destes 18mil COM CERTEZA 50% ERA DA CAPITAL....

não venham dizer que estamos sendo frescos com o calor da Cidade, o Palmeiras é um clube PAULISTANO, com torcedores na maioria PAULISTANOS, todos acostumados com o calor PAULISTANO, um DERBY PAULISTANO não precisa se transformar em um jogo a lá Libertadores onde até o clima joga contra....o que vimos domingo foi tudo contra todos, o Palmeiras enfrentou o calor infernal, enfrentou um estádio vazio em pleno Derby, enfrentou também o curinthia, seu arquirival, a torcida enfrentou 600km para ir parar na boca do inferno, enfrentou a falta de apoio caipira que aos 5 min ja estava impaciente porque o time não estava dando show, acabando com as expectativas dos que acham que só porque assistem o Palmeiras uma vez na vida acham o time tem que faze-los rir...

se a caipirada quer ver o Palmeiras, que venha ele, e não espere que ele va até voces, a não ser que seja uma turne pre temporada, ou em um campeonato Paulsita, como visitante obviamente

André Fix disse...

Na boa, confronto inútil entre palmeirenses. A argumentação perde o sentido se houver desrespeito ao sangue Caipira.

Tudo família Palmeirense. Certo?

Claudio Yida Jr disse...

Vai tudo tomar no cu, caipirada do caralho! Bando de filhos da puta!

E, para evitar problemas ao Barneschi - há jurisprudência para se processar um blogue por conta dos comentários - assumo aqui a responsabilidade por este comentário.

Aliás, esqueci de mencionar: a torcida corinthiana quebrou duas caixas d'água e alguns canos naquela bosta de lugar. Põe na conta, seus pé-vermeio!

PRUDENTE NUNCA MAIS!

moizeis disse...

Palmeiras x Corinthians: em 2010, no Pacaembu

Presidente do Verdão quer que os clássicos sejam na capital paulista

O público de 18.752 pagantes no clássico do último domingo, entre Palmeiras e Corinthians (empate em 2 a 2), em Presidente Prudente, decepcionou a diretoria alviverde, que já repensa a ideia de levar jogos para o interior. O presidente Luiz Gonzaga Belluzzo deseja que os clássicos do próximo ano sejam realizados no Pacaembu.

– Levar jogo para o interior é uma situação excepcional, não deve ser uma prática comum. Para mim, os dois jogos do Brasileiro do ano que vem podem ser no Pacaembu. Não tenho objeção em jogar lá. O Pacaembu não é do Corinthians, é municipal. O Palmeiras está acostumado a jogar lá, a torcida gosta – disse.

– A torcida do Palmeiras, por exemplo, vai ao Pacaembu, mas não vai ao Morumbi, que é um estádio rejeitado pelos torcedores palmeirenses, não sei por quê – completou o presidente palmeirense.

Na temporada de 2009, as três partidas entre os rivais foram disputadas em Presidente Prudente, no interior de São Paulo. No Paulistão, o jogo terminou empatado em 1 a 1. Pelo Brasileirão, dois jogos: vitória do Palmeiras por 3 a 0, no primeiro turno e empate em 2 a 2 no segundo.

Rafael disse...

http://br.esportes.yahoo.com/noticias/esportes-clubes-acertam-pre-acordo-voltar-02112009-25.html

Palestra e Pacaembu, como deve ser.

Se quiserem vender menos ingressos, é só fechar o setor Visa, que não faz falta.

E que não venham com historinha de Jd. Leonor...

Rafael disse...

Sanchez explicou a Belluzzo que o clássico contra o Palmeiras é um dos mais aguardados pelos torcedores e privar seu associado de assistir ao duelo é prejudicial ao programa. Ouviu de Belluzzo que o palmeirense concorda, desde que o time alviverde jogue no Palestra Itália.

moizeis,

O Belluzzo está mudando rápido de opinião. hehehe

Mas que sejam os dois no Pacaembu por enquanto, já que em alguns anos o Palestra estará ampliado. E aí não terá desculpa para tirar qualquer jogo de lá. (espero que projetem bem esse setor de visitantes para não dar chances a promotores, PM, imprensa e todos que sejam contra nosso estádio).

Mas mesmo que fosse no Palestra atual, não vejo problema algum de fazer o clássico lá. Se já tem contra o SPFW e está funcionando bem, acho que poderia ter contra o Curintia também.

moizeis disse...

acho q vai ser no pacaumbu....
pq provalemente o palestra vai estar em reforma a partir de junho...

moizeis disse...

em reforma....
em construção da arena!!!!!!!!

Giovanna Concilio disse...

Deus te abençoe, Belluzzo!

Rafael disse...

Giovanna, nessa vou ter que discordar.

Sanches e Belluzzo foram os que criaram (ou no mínimo aceitaram) essa situação.

Ao que tudo indica, só estão trazendo de volta para a capital devido aos prejuízos que não estavam nos planos.

Gabriel Manetta disse...

sim foram eles que criaram, mas ver dois presidentes de dois clubes gigantes do Brasil, assumirem um erro desses é de se respeitar...

Anônimo disse...

A verdade é que vcs estão parecendo uma turma de bambi, isto sim ... Se é Jogador com J maiusculo, joga em qualquer hora e em qualquer ... Se é uma turma de bambi, vai comer panettone, vai ... (de frutas). Parecem que torcem pro São Paulo!