28 novembro 2010

Missão cumprida

Os vagabundos que tiraram de mim (e de muitos outros palestrinos) a viagem para Buenos Aires e uma final em Avellaneda ao menos cumpriram a missão que nos restava neste ano maldito. Fui a Barueri apenas para me certificar de que isso aconteceria e, embora preferindo uma derrota contundente, daquelas que eliminariam qualquer resquício de dúvida sobre o objetivo que tínhamos ao entrar em campo, volto aliviado por saber que estamos de férias e que finalmente terminou este maldito 2010.

É então que chego a uma discussão pertinente, sobre a ética de alguns babacas que ficam agora todos desesperados reclamando de uma suposta falta de comprometimento do Palmeiras. Há uma série de imbecis na crônica esportiva (e não só) versando sobre uma suposta imoralidade que estaríamos cometendo ao, digamos, não nos esforçarmos pela vitória.

O resultado que conseguimos hoje é dedicado a este pilantra, mestre na arte de manipular a opinião pública. É um resultado dedicado também a todos os que vêm cobrar ética, moral e comprometimento do Palmeiras, logo em um momento em que não temos nada a ver com o que está acontecendo.

Aos que vão a estádios de futebol, proponho a seguinte pergunta: Por que o Palmeiras deveria fazer algum esforço, o mínimo que fosse, para beneficiar diretamente o seu maior rival?

Imaginem os senhores se o Palmeiras arrancasse do Fluminense pontos que levassem o título do clube carioca para a zona leste de SP. Imaginaram? Pois então: por que cazzo torceria o palmeirense por algo que depois se viraria contra ele próprio? Por que desejaria um resultado que, nulo para a classificação do clube no BR-10, daria aos gambás motivos de sobra para infernizar a vida do palestrino para todo o sempre? Por quê?

Se alguém tiver uma resposta decente, eu prometo rever os meus conceitos. Enquanto isso, parabenizo a torcida por ter peitado o time. Era necessário.

O futebol, ao contrário do que tentam impor alguns canalhas, não obedece a supostas éticas puritanas. O futebol segue princípios próprios, e o Palmeiras, ao contrário do que dizem os babacas, não tem compromisso com a imprensa, com os outros clubes ou mesmo com qualquer conveniência moral que venha a pautar a vida de meia dúzia de boçais. Menos ainda teria o alviverde qualquer compromisso com a porra dos pontos corridos.

O Palmeiras tem um único compromisso a cumprir: é com a sua torcida. A missão está cumprida.

***

Foi uma tarde tensa em Barueri. Os visitantes eram pelo menos 85% do público presente, mas, ainda assim, apanharam na briga entre as organizadas, antes do jogo - pudera: o confronto seria inevitável tendo o estádio uma única via de acesso. Na avenida em frente, chamava a atenção a predominância de carros com placas do RJ.

Uma vez lá dentro, não houve ninguém do nosso lado que não exigisse a derrota. E o ódio indisfarçável pelo fracasso de quarta transformou esse desejo em truculência pura - e aqui está a explicação para a postura que alguns consideram exagerada. Os jogadores foram xingados desde o início e alertados de que uma eventual palhaçada em campo teria consequências: "Se o Fluminense não ganhar, olê, olê, olá, o pau vai quebrar" e "Perder, perder, é o melhor para sobreviver", entre outras coisas.

Durante todo o primeiro tempo, qualquer jogador que dificultasse a vida do adversário era ofendido de imediato. Deola, Marcio Araújo, Maurício Ramos, Gabriel, Luan, Dinei etc. Deola foi sem dúvida o mais ofendido, mais até que Dinei (eu sempre disse que um vagabundo com esse nome não poderia nunca jogar no Palmeiras): tomou copo de água na cabeça, revidou os xingamentos e aí virou o alvo principal, enquanto as defesas se acumulavam.

O clima ficou insustentável e a PM teve de agir. O empate e depois a virada do visitante trouxeram alívio e fizeram o silêncio imperar na arquibancada da Arena Barueri (até porque a torcida do Fluminense pouco se manifestava). Depois do jogo, o absurdo: os bravos e valorosos homens do 2º BP Choque seguraram a torcida da casa por quase uma hora no estádio. O que não faz a falta de estudo, não é?

44 comentários:

Luigi SEP 1914 disse...

Será que os filhos da puta gritaram de novo "PALMEIRAS" no Pacaembu hoje a tarde?

CHUPA gambazada! Voltem pro lixo de onde vieram!
Voces foram, são e sempre serão uma merda, bando de filhos da puta!

Bruno Pereira disse...

Sou corinthiano, e acho que por isso não consigo entender como é possível torcer contra o próprio time. Pelo menos a torcida verde foi mais homem e peitou o próprio time, ao contrário da torcida cor de rosa que pulava a cada gol sofrido.

Anônimo disse...

O PALMEIRAS É 10º E AS BICHAS ESTÃO EM 9º. OBRIGAÇÃO REVERTER ISSO.

PARMERA

Forza Palestra disse...

Bruno Pereira,

Eu não torci contra o Palmeiras. Eu torci contra o seu time, o SCCP. E peço, por favor, que você me explique a seguinte frase:

"Sou corinthiano, e acho que por isso não consigo entender como é possível torcer contra o próprio time."

Já até imagino a resposta, e então mando o seguinte: se fossem vocês na situação da gente, e a postura seria a mesma. Nada mais justo.

Anônimo disse...

Ei Bruno, por que vc não aproveita e vai tomar no meio do seu cu?
O que vc sabe sobre peitar o próprio time? seu comentário além de ser constrangedor, mostra que vc tem no mínimo uma memória seletiva, pois eu dúvido que vc não se lembre, da patética manifestação dos lixos que gritavam "palmeiras" no Pacaembú em 1988.
Novamente, vai tomar no seu cu, seu monte de merda.
Michel

Sergio Mendonça disse...

Estive em Barueri hoje como em outras tantas vezes que o PALMEIRAS jogou lá e vibrei com o gol do Dinei. Minha vibração e pelo fato que foi mais um gol do PALMEIRAS, clube que amo e que dedico parte da minha vida, respeito a opiniao daqueles que torceram para a derrota, mais eu torci como sempre pela nossa vitoria e tambem devo ser respeitado. Não quere saber o que passa nos outros times, quero é que o PALMEIRAS vença sempre e isto para mim o que importa. Devemos sim, todos e procurar soluções que levem ao PALMEIRAS a lutar por vitorias e titulos, e não se contentar com um decimo lugar no Paulista e BR.
Acredito na criação de um movimento PRO PALMEIRAS vindo de fora (torcida), para dentro (clube) para que ocorra transformações positivas urgentes dentro do PALMEIRAS ele volte a ser campeao.

Suardi disse...

O comentário mais lúcido que ouvi hoje foi do comentarista mauro César da ESPN, apesar de não concordar com ele em algumas pontos de vista, hoje ele acertou em cheio ao "soltar" esta: O Torcedor tem todo o direito de torcer contra o seu time para prejudicar o rival, desde que seja respeitada a integridade fisica do atleta. Muitos jogadores do Palmeiras não merecem vestir a nossa camisa, e deveriam ser vaiado deste o primeiro minuto de jogo, mas o que fizeram com o Deola hoje foi sacanagem. Ele não é um qualquer é merece o respeito de nós torcedores! Abraço

Geornalista disse...

Concordo com o Suardi. O que fizeram com o Deola foi sacanagem.
Se teve um jogador que teve comprometimento, foi ele. Lamentável!

Anônimo disse...

Ouvir um cara que se diz torcedor de arquibancada e o caral** a quatro. Torcer contra o próprio time é de uma cretinice sem tamanho. Você só se uniu a 'torcida' do São Paulo na rodada anterior. Que vibrava a cada gol do Fluflu. Torcida entre "", pq aqueles que estavam lá..não são torcedores de verdade. Um torcedor de verdade nunca toceria contra seu próprio time. Mais uma humilhação. Mais gols sofridos. Uma camisa e uma história ser defendida. E mais uma pérola neessa merda de post.
'daria aos gambás motivos de sobra para infernizar a vida do palestrino para todo o sempre?'
O time, se é grande como você mesmo tanto defende, tem que dar a volta por cima. Vencer a próxima, mostrar quem é maior.
Ofender um goleiro, que foi criado na academia?! Jogar objetos nele?! Um cara que defende a camisa?! Uma atitude ridícula, um post ridículo, uma torcida ridícula..na mais justo. Afinal esse time, está cada vez mais ridículo.
E lembrando, que por mais que vocês ofendam o bambis, eles tiveram mais respeito com o próprio time do que vocês. Pq alí...eles levaram como uma brincadeira. Uma festa..sem em nenhum momento ofender que defendia a camisa. Ou atacar obejetos nos próprios.

Zoinho M.V disse...

Puta babaquice o que fizeram com o Deola, é obvio que os caras iam ganhar de nós, ele estava só fazendo média.
E outra na real não acho que o Palmeiras entregou, acontece que o Florminense hoje tem um time muito melhor que o nosso e ganharia de qualquer jeito. Como os gambás tem um time melhor e ganhou.

Salve

Zoinho

Anônimo disse...

Palmeiras, bons tempos em que a felicidade para seus torcedores eram os títulos...Agora a única felicidade que sobra ao palmeirense é entregar jogos com a aprovação da sua torcida para prejudicar um Rival, só sobrou essa felicidade...Palmeiras cada vez mais se apequenando.

Marcos

Rafinha disse...

Papo hipócrita desses que não se dizem contentes com a "entrega". Pra mim foi pouco, deveria entregar na CARUDA.. ter vergonha na cara contra o que fizeram na quarta-feira e o mínimo seria chutar bolas longe... abrir a mão a cada defesa. Deola poderia se tornar herói e quis "se mostrar" num jogo que não precisava!

Medíocre opinião aqueles que acham válido jogar com a alma num jogo que pode beneficiar seu maior rival... rival este que fez a mesma coisa (descaradamente, diga-se de passagem) no ano anterior.

Acorda, torcida. Não temos menininhos bobinhos no elenco. Temos homens que precisam ter VERGONHA NA CARA pelo time que jogam e salário que recebem.

Era hora sim de entregar, discaradamente. O compromisso do jogador é com o torcedor e não com a hipocresia de jornalistas medíocres.

Forza Palestra disse...

Às respostas:

Sergio Mendonça
Beleza, meu caro. Seu direito deve ser respeitado sim. Fica tranquilo e parabéns por ter ido ao jogo.

Anônimo
Ah, então eu “me digo” torcedor de arquibancada e o caral** a quatro”, é isso? Ok, minhas atitudes e minha postura falam por mim, e eu não preciso da opinião de um fulano que sequer coloca o próprio nome aqui na postagem. Aos pontos que devem ser esclarecidos:
1. Nossa postura (e aqui eu falo da Mancha) foi bem diferente do que fizeram os bichas na semana passada. Houve até briga antes do jogo, nenhum tipo de congraçamento, e nós apenas lutamos pelo bem maior do Palmeiras, que era uma derrota que nada valia para evitar algo pior. Simples assim. Quem é você para falar de “torcedor de verdade”? Este aliás é um papinho bem furado e você parece até comprar os argumentos boçais da imprensa para querer caracterizar as pessoas. E aí, imbecil que é, vem querer desmerecer logo alguém que vai a todos os jogos do Palmeiras e que se mata por esse clube mais do que você sequer poderia imaginar. Aí encampa a hipocrisia da imprensa esportiva e vem falar que torcedor de verdade não torceria contra o próprio clube, é isso? Então, antes de mandar você tomar no meio do cu, eu pergunto: você iria aguentar sozinho depois a provocação dos gambás? Você iria assumir todo o ônus por um eventual título deles obtido com a nossa ajuda? Você iria fazer isso tudo e nos deixar em paz?
Aproveitando, peço que você me explique essa frase: ”O time, se é grande como você mesmo tanto defende, tem que dar a volta por cima. Vencer a próxima, mostrar quem é maior.”
Ah tá, você poderia pensar em algo menos frágil do que isso? Você poderia me dizer como iríamos provar alguma coisa depois de um título dos gambás com a nossa contribuição? Favor pensar e voltar com algo decente aqui.
Quanto à comparação que você faz entre nós e os bichas, ela não procede. Se você fosse torcedor de estádio, teria ido ao Pacaembu na quarta e saberia o que sofremos todos nós. Saberia o quanto dói ver uma derrota bizarra no estádio e o quanto a revolta três dias depois ainda está intacta na alma do torcedor. E aí, meu caro, o que aconteceu com o Deola foi apenas a resposta de uma torcida que estava ainda ferida pelo que fizeram esses filhos da puta na última quarta-feira. Foi apenas uma reação ao que aconteceu na quarta. Se eles não tivessem feito merda, não estariam em campo ontem e não sofreriam com nada. O Palmeiras é bem maior que qualquer jogador. E o Palmeiras é a sua torcida, nada além disso.
Ah, e vai tomar no seu cu!

Anônimo disse...

Esse Deola estava bem interessado na mala do gambá. Teve o que mereceu.

Suardi disse...

Só reiterando o que escrevi acima, segue o comentário do jornalista Antero Greco, que diga-se de passagem também é Palmeirense, a respeito do Deola.

http://blogs.estadao.com.br/antero-greco/2010/11/28/barueri-viu-a-afirmacao-de-um-jogador-de-carater-o-palmeirense-deola/

Rafinha, respeito sua opinião, entretanto torcer ou não torcer contra é escolha de cada um e ela deve ser respeitada. O que não pode é agredir jogador como alguns estúpidos costumam fazer. Se o cara não tem condições de vestir a camisa do Palmeiras não é dele a culpa, a culpa é dos diretores que o contrataram, e estes sim, devem ser cobrados veementemente pela nossa torcida. São eles quem enfraquecem a cada dia o nosso Palmeiras.

E sim, ontem fiquei feliz com a derrota do meu time de coração. A rivalidade nos proporciona estas situações. Nem por isto me sinto menos torcedor do que qualquer outro que torceu por uma vitória frente ao Fluminense.

Aos que dizem que o Palmeiras se apequenou com a derrota de ontem eu discordo. O Palmeiras se apequena a cada dia com os dirigentes que comandam o futebol de um dos clubes mais importantes do Brasil e do Mundo.

Rafael disse...

concordo com o Zoinho...
o Palmeiras ia perder de qualquer jeito...os caras fizeram média pra não ficar na cara

o Deola espalmou pro meio da área e nenhum zagueiro tirou a bola ou travo o chute no 2º gol...deixaram o cara chutar e fazer o gol...

agora crucificar o cara já é demais...

Sylvio Toshiro disse...

Barney.

Acho que ficou bem claro que o covarde anônimo que obrou aqui nesse espaço é gambá, não deve ser palmeirense.
Afinal, todo palmeirense sabe que em momento algum torcemos contra o Palmeiras, torcemos contra o gambá, que momentaneamente era representado em campo por alguns bostas que nos envergonharam na 4ª feira.

Vinicius disse...

O Antero Greco é CUrintiANUS...

valdemir disse...

Mais um grande post expressando o que a maioria pensa.
Só tenho uma coisa dizez é muito dificil torcer para seu time perder sei que todos fizemos isso com o coração partido mas era para evitar um mal pior.Só acho que pegaram pesado demais com o Deola mas estamos todos ainda com a raiva de quarta-feira na cabeça.E com certeza os poucos que estavam lá ontem era somente para protestar mais do que justo.Agora muitos vem com o discurso de comprometimento,descencia e outras palavras
Só digo uma coisa o Palmeiras tem que ter respeito,comprometimento e dar satisfação somente para sua torcida e não para a merda da imprensa que hoje jogou um monte de merda sobre o Palmeiras.Acho que o resultado de ontem esta de bom tamanho pelo menos diminui um pouco da dor que todos estamos passando.
Como voce mesmo disse torcemos não contra o Palmeiras e sim contra um adversário sujo e que não merece ser campeão.


FORZA PALESTRA!!!

Davi disse...

Prq ninguém fala do vasco que tirou o pé contra marias e gambás?

Anônimo disse...

Ter briga foi mais do que lamentável. É só pra isso que serve torcida organizada! Com relação ao resultado do jogo, é isso aí, tinha mais é que perder mesmo.

Paty disse...

Não senti incomodada em nenhum momento em torcer contra os gambás.
Esses anonimos que vem aqui aparecer, que chorem no blog do Kfouri, ou na gaviões.Quanto ao Deola, porque não ficou tão indignado e magoado na 4 feira?Queria elogios da imprensa ou a grana da mala?E bem feito q tomou gol do jeito que gosta e não aprende, rebatendo sempre prá frente.A minha dor ainda não passou e não vou defender nenhum desses mercenários.

Smart Mobiles disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Boesso disse...

Post ridículo.

O palmeiras é muito maior, a torcida tem que ser respeitada, mas existe algo chamado respeito.

Eu, como qualquer palmeirense, não engoli quarta-feira, estava no estádio, mas se for pra fazer o que vocês fizeram ontem, fiquem em casa e gastem seu tempo/dinheiro com algo que denigra menos a imagem do Palmeiras, que é maior que tudo, e a torcida, que é seu maior patrimonio, está acabando com ele, lamentável.

Anônimo disse...

Foi. Realmente foi muito diferente. Foi muito pior! Foi ridículo!
E é aí que você erra novamente. Bem maior do Palmeiras?! Perder mais uma? Ser motivo de piada? Ter o escudo com o símbolo do São Paulo e as cores do Fluflu? Isso é o bem maior para você? Então palmeirense, todo esse 'esforço' pelo clube vai para o lixo.
Não preciso comprar argumentos de ninguém. Muito menos de imprensa. Só tenho meus princípios. E todos eles vão contra essa palhaçada de ontem.
Então é isso seu covarde? Você está torcendo contra o clube que você vai em todos os jogos, por medo dos gambás? O Palmeiras não é o maior campeão do século?
Nossa ajuda?!! Vai a merda!
Não só fui como estava em Barueri torcendo pelo meu time! Você é ridículo.
A resposta com o cara errado! Mostra só a ignorância de certos torcedores.
Na próxima vocês podem ofender o técnico, que no começo da semana passada quando lhe foi perguntado se entraria com o time titular no jogo de ontem. Ele teve a cara de pau de responder isso: 'Mas vai ter jogo domingo?' Não só teve, como teve jogo quarta também. Então antes de qualquer coisa. Esse tido como técnico, deveria baixar a bola. E descer do salto. Por que depois de 2002, ele não fez absolutamente mais nada!
E quanto a comparação, com a torcida inimiga. Podem falar o que for, mas eles nunca ofenderam o goleiro deles. Independente de qualquer coisa. Falhando na Libertadores ou em qualquer outra situação. Já por essas bandas. Não podem falar a mesma coisa!
Sem mais!
Você tem muito o que aprender ainda.
Você e todos esses que insistem em elogiar seus textos.
Futebol é muito além dessa visão medíocre de vocês.
Rafael

Forza Palestra disse...

Rafael
Do que é que você está falando? “Escudo com símbolo do São Paulo e as cores do Fluflu”? Você tá louco? Eu estou falando sobre o que estava em jogo, que era a derrocada do maior rival. Em não tendo nada para fazer por seus próprios objetivos, o Palmeiras tinha a obrigação moral de não se esforçar pelos gambás. Simples assim. E torcer pelo fracasso do rival é torcer pelo Palmeiras. No dia em que isso não acontecer, aí é sinal de que teremos perdido o respeito pela rivalidade e o respeito pelo próprio Palmeiras.
Os meus princípios são bem distintos do seu. Os meus princípios estão todos expostos em quase oito anos de blog e não é um imbecil anônimo como você que vai contestar ou desmerecer isso. Os que estavam presentes ontem ao jogo – e eu vi a maioria ali atrás do gol – eram os torcedores que estão sempre ao lado do Palmeiras, e nós sabíamos o que precisava acontecer ontem pelo bem do clube. A missão foi cumprida e eu espero mais é que você enfie seus princípios puritanos no meio do cu.
Eu não tenho medo de gambá nenhum; eu tenho respeito pela rivalidade que temos com eles, e é isso que prevalece.
Quanto aos seus comentários sobre Felipão, eles resumem a sua visão tosca sobre o futebol, que mais parece a visão de um desses tantos comentaristas esportivos que não colocam os pés no estádio – e até incentivam o contrário.
Mais uma coisa, caro babaca puritano: peço a você que se lembre do jogo entre Palmeiras e SPFW pelo Brasileiro/2004, no Pacaembu. E peço que você me diga qual foi a torcida que xingou o ídolo maior do time naquela ocasião? Não fale merda, portanto!
Por fim, quem é você, seu escroto, para falar que eu tenho que aprender alguma coisa? Se não gosta do blog, faça bom proveito das merdas escritas por Juca Kfouri e tantos outros imbecis que escrevem na nossa imprensa esportiva. Eles são a sua cara.

Anônimo que falou sobre as torcidas organizadas
Não se deixe levar pelos discursos de crápulas como Flavio Prado, Paulo Castilho e que tais. Quero ver quem mais seria capaz de fazer uma festa como a que fizemos na última quarta. E quero ver quem é que acompanharia o time a todos os cantos como nós fazemos.

João Boesso
O seu comentário é tão cretino que você o encerra dizendo que a torcida está acabando com o Palmeiras. Pois é exatamente o contrário disso: o Palmeiras só continua grande por causa de sua torcida. A culpa pelo que acontece com o Palmeiras é de muita gente lá dentro, menos da torcida. Se não fosse por nós, a coisa estaria ainda pior.

Forza Palestra disse...

A todos os hipócritas, repito a pergunta: vocês assumiriam a responsabilidade por um título dos gambás com a nossa contribuição? Vocês aguentariam a encheção de saco sozinhos?

Não?

Então vão tomar no meio do cu. Não encham o saco de quem foi ao estádio garantir que o Palmeiras cumpriria a sua missão e enfiem os pontos corridos no cu.

AQUI É PALMEIRAS!

Daniel Modernel Junqueira disse...

Falei de manha isso no meu blogue se me permite a postagem :

www.ilpalestra.blogspot.com

e re-afirmo

Não temos torcida pequena porque adimitimos que torcemos contra e não somos hipócritas.

Nada como 1 dia após o outro!!!

Nicola disse...

Quem defende os pontos corridos tem merda na cabeça. Porra, como um time que NÃO ESTÁ DISPUTANDO TÍTULO, pode decidir o mesmo? Isso não é futebol e ponto final.

"Ah que não sei o que, não se pode torcer contra o próprio time", como não, caralho? O Palmeiras, se vencesse esse jogo, obteria o que? Nada, pois não disputa título, nem vaga na Libertadores, nem porra nenhuma. Pelo contrário, muito provavelmente ajudaria seu maior rival. Então quem solta uma dessas, também tem merda na cabeça. O problema é o lixo da fórmula de disputa desse campeonato.

E outra, os mesmos 3 pontos disputados nos jogos de ontem, também foram disputados nas rodadas iniciais do campeonato, onde, por exemplo, SPFW e Inter entraram com time reserva. E aí, por que ninguém chiou?

Não fui ao jogo, primeiro porque já encheu o saco ir até essa merda de estádio em Barueri, ainda pra torcer por uma derrota nossa, era demais pra mim, vou ao estádio pra empurrar o time, ontem o Palmeiras simplesmente não precisava de mim, e depois do que aconteceu na quarta, sinceramente, fica a sensação de total impotência, pois quero ver o Palmeiras vencer, mas quem comanda o clube de fato não quer, quer mais é que o Palmeiras se foda. Tanto é que a atual diretoria vem fazendo de tudo pra ferrar o Palmeiras, já que nas eleições devem perder... Esse vagabundo de merda do Pescarmona por exemplo, onde já se viu falar aquilo pro Kléber, sendo que a MERDA da diretoria inteira foi tão incompetente quanto os jogadores, senão mais, afinal são eles que contratam..? Vai tomar no cu! O que fizeram com o Palmeiras??? Puta que pariu!

Anônimo disse...

http://2.bp.blogspot.com/_MKeJIulZUtE/TNkLCsnc9DI/AAAAAAAAQD4/zAUo0zbvfXc/s400/1%2BENTREGA%2BPARA%2BO%2BFLU.jpg

Isso me revolta seu merda!!!

Oito anos de pura asneira.
Tem que ter respeito pelo próprio time. Não pela rivalidade.

Visão tosca sobre o Felipão? Jura? Então qual é a realidade?! É que ele fez um excelente trabalho? Que ele veio por amor? Ou pelos 700 paus que eles está recebendo. Que técnico ganha jogo. E que ele está fazendo jus ao esforço que o clube teve para traze-lo. Ou pela confiança da torcida que ele jogou nos entulhos do Palestra.

Esse comentário sobre a torcida bambi, ofender o Rogério só coloca vocês ao lado deles. Uma torcida que você tanto cornetam. E outra coisa, quem ofendeu naquela ocasião foram a escória que é aquela torcida independente.
Mas já que você colocou eles como exemplo. Então tudo bem. Vocês vão ser tratados como iguais.

Lixos humanos.

Forza Palestra disse...

Anônimo de merda,
Qualquer imbecil da sua laia pode inventar um logo desses. Qualquer imbecil. O direito a manipular softwares de edição de imagem é facultado a qualquer cretino, mesmo a algum como você. Portanto, isso de nada importa, a não ser para mentes doentias como a tua.
Quem respeita o Palmeiras faria questão da derrota ontem.
Quanto ao comentário sobre os bambis, eu quero que eles se fodam. Apenas procurei derrubar o seu argumento equivocado. Só isso.
Tá revoltadinho, é? Então vai lá fazer companhia pro Juca Kfouri.

Tio Randas disse...

Sou palmeirense e tenho um filho. Eu sinto que teria muito menos dificuldade em explicar a ele que ao vencermos o rival foi campeão do que explicar que entregar um jogo seria a coisa CERTA.

Mas esse é só o meu posicionamento. Quero que o meu filho cresça sabendo claramente o que é certo e o que é errado. O que pode e o que não pode.

Isso de mandar jogador entregar jogo, torcer contra o time, não entra na minha cabeça de torcedor de sofá, como poderão querer me ofender. Acho isso coisa de canalha e gostaria que não fosse assim.

Forza Palestra disse...

Tio Randas,
Entendo e respeito sua argumentação. Mas te digo que “a coisa certa” não é assim tão fácil de definir como parece. O futebol é movido pela paixão e a paixão pede certas coisas que não necessariamente atendem à ética que vale para outros aspectos da vida. Meus princípios de torcedor incluem a certeza de que um clube nunca poderá se esforçar para beneficiar o maior rival. Isso sim é que não entra na minha cabeça. Considerando ainda o fracasso de quarta e a soma de todos os outros fracassos da última década, seria inconcebível o Palmeiras dar ao seu maior rival um título nacional; seria uma ofensa à torcida. A derrota era mais do que necessária.
Abraços

luigi.mv disse...

Sobre o "grandíssimo" deola, o povo esqueceu que ele disse, quando ainda estava emprestado pro guarani, que preferia jogar em qualquer clube, mesmo pequeno, do Brasil do que voltar pro PALMEIRAS.

Cade o amor dele pelo PALMEIRAS? Cade o seu carater? E o filho da puta, antes mesmo do jogo começar, virou e xingou os torcedores que estavam atras do gol!
Então ele que se foda! Nunca foi ninguém!

E sobre xingar ídolos, só quero lembrar uma coisa aqui. Assim que o PALMEIRAS voltou de Tóquio jogou a semi da Mercosul contra o san lorenzo no PALESTRA e a torcida gritou o nome do Santo, mesmo depois da falha que nos custou o título... E ele ainda pegou penalti naquele jogo!

Então vão tomar no cu, seus bostas que nem conhecem a história do VERDÃO!
Ah...
Ae gambazada que le o blog...

... CHUPA, bando de filhos da puta!

Luigi SEP 1914
(não tô conseguindo assinar embaixo)

Tio Randas disse...

Eu sigo discordando, mas acho bacana a educação e fineza com que você manteve o seu ponto de vista.

Abraços!

Forza Palestra disse...

Obrigado. Eu até gosto que as pessoas discordem do meu ponto de vista, porque às vezes posso rever minhas posições. E o respeito é mútuo.
Abraços

Rafael ϟ disse...

Uma torcida que não tem time | UGO GIORGETTI

http://www.estadao.com.br/estadaodehoje/20101128/not_imp646338,0.php

Thiago disse...

Gostaria de saber como é essa história. você viaja o país torcendo pro Palmeiras, ou contra o Corinthians?

Foda-se todo esse falso moralismo mesmo, mas daí a TORCER contra...

Já voltou o Felipão. Notícias da Parmalat?

abs.

Forza Palestra disse...

Thiago,

Sua tentativa de ser irônico não rendeu o esperado. De toda forma, eu viajo até onde for para torcer pelo Palmeiras. E no domingo era preciso torcer contra o SCCP para o bem do Palmeiras. Entende isso quem tem o mínimo de noção de futebol. Os demais ficarão presos a um moralismo barato que eventualmente nos levaria a, veja só você, conquistar mais um ou dois pontos que sequer mudariam a 10ª colocação atual.

Thiago disse...

Então, só acho que o Palmeiras tinha que ter ganhado do Corinthians, e não fazer o seu pior para que o Corinthians não alcance um objetivo....

Desse modo, espero que seja essa a tônica do ano que vêm.

Anônimo disse...

CHUPEM MAIS UM ANO SEM NADA

Forza Verde disse...

Deixarei minha honestissima opiniao. Bem simples e facil de ser compreendida:

VAO TOMAR NO CU, VAO PRA PUTA QUE LHES PARIU, FODAM-SE TODOS OS GAMBAS, BAMBIS E PALMEIRENSES DE MERDA QUE TORCERAM PRO PALMEIRAS NESTE ULTIMO JOGO.

QUEREM FALAR DE MORAL E ETICA? POIS PEGUEM UM LIVRO E ENFIEM NO MEIO DO CU DE VCS. AI COMECAMOS A FALAR A RESPEITO.

VAO A MERDA TODOS VCS.

PS.: Desculpe Barneschi, mas nao da pra ter paciencia com essa BANDO DE OTARIO BUNDA MOLE.

Cesar disse...

Thiago, todo Palmeirense torce pelo Palmeiras e contra o Corínthians ao mesmo tempo!!

Não dá pra fazer uma coisa sem a outra, ou vc é Palmeiras ou vc é Corínthians, se vc escolhe um lado tem que estar sempre contra o outro...

Anônimo disse...

O unico aqui que tem cabeça no lugar é o Sergio Mendonça e dá pra saber que é um torcedor de verdade do Palmeiras,que os outros são somente uns otários que pensam que são torcedores.Vcs não gostam dos comentários esportista,não assistam,porque ficar sofrendo de frente a tv.Só uma coisinha não sou torcedor nem do Goias,nem corintins, nem Flumunense.Mas torci muito pro GOIAS.