05 novembro 2010

Obrigação moral

A acontecer o pior no dia 5 de dezembro, os palmeirenses sequer poderemos reclamar dos rivais e inimigos. Não poderemos culpar a incompetência congênita do Cruzeiro (alguém aí consegue acreditar nos marias? E quem aí sente vergonha alheia ao ver a desprezível torcida dos caras ser calada por visitantes inexpressivos?), o esforço leonor em péssima hora, tampouco as presepadas dos pés-com-areia. Afinal, foi o próprio Palmeiras, no confronto direto, que permitiu aos gambás voltarem à disputa do título. E aí não dá pra reclamar de porra nenhuma, nem mesmo da arbitragem, ela que atuou de maneira bem articulada nesta última rodada, com erros (?) grotescos no Pacaembu e em MG. Pouco importa; a responsabilidade, de novo, é toda do Palmeiras.

Há, no entanto, em nome da história alviverde e da decência e dignidade que nos precedem, ao menos um objetivo a cumprir. Ou melhor, dois: as rodadas 37 e 38 deste maldito campeonato por pontos corridos. Porque o Palmeiras, seja qual for o cenário desta semana derradeira, tem a obrigação moral de perder descaradamente para Fluminense e Cruzeiro, os últimos adversários no BR e os únicos que podem impedir a tragédia. Não é pra disfarçar nada; é pra perder com vontade de perder, se for o caso até para elevar o saldo de gols dessas duas tranqueiras. É obrigação. Pela nossa história, pela rivalidade e para que os defensores dos pontos corridos enfiem no meio do cu esse sistema covarde e que nos tirou o direito de ver os títulos decididos no mata-mata.

20 comentários:

Anônimo disse...

Da mesma forma que eles entregaram pro flamengo ano passado.

Marcelo

Paty disse...

Concordo plenamente.E que seja mesmo de forma descarada.

Vivi Prataviera disse...

Concordo com você Rodrigo. É o mínimo que podemos fazer para tirar esse título do Corinthians. Ainda mais que o Brasileirão foi "deixado de lado" por "nós" mesmos a um bom tempo.

valdemir disse...

Descordo um pouco de voce temos sim que perder estes dois últimos jogos mas não entregar os jogos somente para tirar a chance do time de comedores de lixo o título.Acho que se entregarmos os jogos descaradamente somente iria mancha a nossa bela história na qual nos orgulhamos muito como em 1942 onde mostramos nossa força.
Tem sim é que entrar com um time totalmente de reservas,deixando para nossos adversários Marias e Pé de areia a responsabilidade de ganhar.`
É meu ponto de vista acho que entregar jogos ja mais não podemos descer ao nivel deles entregando jogos somente com a disculpa de serem nosso maior rival.Não podemos jamais perder nossa dignidade muito bem cantada em nosso Hino.


FORZA PALESTRA!!!

Luiz disse...

Tem que ser descarado. Defendo que joguemos com o time misto do sub-11.

Nicola disse...

Nada mais justo, tem que entregar na cara dura mesmo...

vitor disse...

falou td.
a culpa é só nossa pelo título dos gambás.

pior q confiar na merda dos marias, é confiar no cuca ou no time da série C q só tem um jogador e outro técnico bundão.

e discordo do Luiz, o amigo escravo...acho q nas 2 ultimas rodadas, o PALMEIRAS podia sortear 11 torcedores com histórico de churrasco, feijoada, mta cerveja e 20kg acima do peso pra jogar.

vitor disse...

ah, e a tal torcida maravilhosa do seu time na argentina, parece q já não acompanha mais o time/empresa.

Rojo, el tercer más grande! Capo de Avellaneda!

http://www.ole.com.ar/river-plate/mitad-mil_0_365963424.html

André Fix disse...

aprovado, com alguma sugestões:

1- atletas e comissão tecnica com narizes de palhaço.

2- hidratação dos atletas antes e durante a partida com cerveja (não dá dopping, certo?).

victor disse...

Uma breve analise, apenas:

Até 1998 o Palmeiras tinha 4 brasileiros conquistados e o Corinthians apenas 1. Doze anos se passaram e esse time pode nos ultrapassar em numeros de brasileirões. Até 2001, Palmeiras e Corinthians estavam empatados em numero de titulos(1x1)de Copa do Brasil sendo que,quase dez anos se passaram e esse time ja tem 3 e o nosso ''estacionou'' no 1.
O que eu quero dizer com isso é que,o Palmeiras parou no tempo(não quero atentar aos motivos ,pois são muitos),assistindo outros rivais(estaduais e tambem de outros estados)levarem campeonatos,alguns nos ultrapassando, é mais do mesmo falar nisso não?dói na alma!!!.Mas voltando ao rival Corinthians, este nesses ultimos doze anos , eles ganharam 3 brasileiros(com grande probabilidade de ganhar o 4°)e 2 Copas do Brasil,contabilizando 5 titulos de nivel nacional.O que o nosso amado clube ganhou nesses ultimos 12 anos a nivel nacional? apenas 1 Copa do Brasil(1998)e 1 Copa dos Campeões(2000, que alias a maioria dos palmeirenses nem se lembram desse campeonato,e que não se compara em termos de relevancia com o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil),pois ser ultrapassado pelo Corinthians é ''dose pra leão''.Mas daí vai aparecer um aqui no blog e escrever:''Ah mas o Palmeiras no geral é o time com maior conquistas nacionais,conquistou a Taça Brasil etc etc etc''.Pô, nesses ultimos anos nós estamos vivendo só do nosso passado,comemorando feitos la da década de 50,60,70.
Sei que a história do nosso grande Palmeiras é linda, maravilhosa mas, até quando vamos ficar vivendo de glórias passadas?
Se os nossos queridos,comprometidos,amados,idolatrados salve salve dirigentes num abrirem os olhos e não despertar o grande Palmeiras, talvez o Botafogo nos ultrapasse em numero de titulos nacionais.

Vsmos de Sulamericana mesmo.....

Forza Palestra disse...

Aproveitando uma ideia do Sylvio Mukai, eu entendo que o Palmeiras deveria entrar nesses dois jogos com os irmãos Pacifico no time: Giovanni na lateral-esquerda (ele avança no primeiro ataque e não volta nunca mais) e Luydy com a camisa 9.

Forza Palestra disse...

Quanto ao comentário do Vitor: porra, você tá comemorando uma vantagem de 2 mil pagantes (não na média, mas no total)? Ainda mais numa temporada em que o mando do clássico foi de vocês? O senhor tá de brincadeira, né?

Luiz disse...

O River é foda!

Luiz disse...

Barneschi,

Essa música do River diz muita coisa:

Soy de river y lo sigo a todos lados
donde juegue siempre te voy a alentar
con los bombos, la bandera el redoblante
esta banda caminando siempre va
no me importan esos malos resultados
porque a river yo lo quiero de verdad
nunca vas a ver una bandera negra esta banda nunca te va a abandonar
por este amor
yo te aliento de la cuna hasta el cajon...
porque yo...
dejo todo por verte salir campeon
y al jugador
que deje la vida por esos colores
estos son
como siempre los borrachos del tablon

Essa música é linda: http://bit.ly/bEo2kS

Luigi SEP 1914 disse...

Eu acho que o PALMEIRAS deve entrar com o time títular e deve fazer gol contra a cada saida de bola... os maria e as flores só deverão tocar na bola na saída de jogo deles... Seria demais um time ganhar por 90x0 tocando na bola uma vez só...

Vai tomar no cu, gambazada de merda!

Ah, eu não posso jamais jogar um jogo oficial e com testemunhas... Seria preso na hora... Quem me conhece, sabe...

"...morre de inveja, eu sou PALESTRA!
Libertadores não é pra gambá! FdP!!!

Forza Verde disse...

Deola em entrevista a Radio Band na ultima semana:

"Eu jamais entregaria um jogo seja para atrapalhar ou beneficiar alguém. Sou profissional. Mas...NAO ME RESPONSABILISO PELO TIME SUB-15 QUE MANDARIAMOS A CAMPO."

Hahaha...SENSACIONAL Deola!

Anônimo disse...

ENTREGA SEM CHORO NEM VELA. VTNC IMPRENSSINHA.

Concordo com tudo. Tem que perder de 5 a zero ou mais pra ajudar no saldo de gols.

Aragonez

Anônimo disse...

isso deve ser lido em alto e bom som a todo elenco, comissão técnica e direção, acatar a voz da torcida é obrigação.

Time de traveco, gambá imundo, vai pagar esse ano a putaria de Campinas, o lazarento do goleirinho mal caráter já está pagando em terras luzitanas, a paga será com juros.

Parmera

Sylvio Toshiro disse...

A questão é a seguinte, se não fizemos por nós, vamos fazer pelos outros? Os outros que se fodam!!!
Depois o nosso interesse também esta em jogo, pois precisamos vencer a Sulamericana! Vamos entrar com a nossa força máxima para ajudar os outros e depois nos ferrar só por causa do hipócrita "espírito esportivo"? Por causa dos Quesadas, Juquinhas, e outros merdas da imprensa escrotiva? É óbvio que não!!!

vladimir rizzetto disse...

Apoiadíssimo!
Inimigos devem ser tratados como tal. Chega de ser a madre Tereza de Calcutá do futebol brasileiro.