23 novembro 2011

Sobre o ex-camisa 30

Este blog, os senhores devem saber, não dá a mínima importância para vagabundos maus-caráteres, de tal modo que jogadores de futebol são normalmente lembrados apenas pelos números das camisas que vestem - porque só a camisa importa. Mas o vagabundo que vestia a 30 alviverde extrapolou todos os limites do que é ser um mau-caráter. É desnecessário expor aqui toda a cronologia que levou à situação que agora chegou ao fim, mas é válido um último pronunciamento.

O ex-30, em sua derradeira entrevista coletiva ainda como jogador do clube, evidenciou toda a podridão desta categoria de vagabundos que se deixam manipular por vagabundos ainda mais nocivos, os empresários. O ex-30 e o seu empresário se merecem. Cheguei a pensar lá atrás que era o sujo manipulando o inocente. Engano; eles são iguais, e o "atleta" fez de sua entrevista uma oportunidade para destilar ingratidão, indecência, canalhice e estupidez, tudo em doses acima do suportável.

As palavras do vagabundo merecem ser guardadas como um símbolo indelével de como a estrutura do futebol brasileiro está contaminada: depois de tanta besteira proferida por um único imbecil, há ainda quem queira tê-lo em suas fileiras. O ex-30 atacou a si próprio: expôs sua falta de profissionalismo (é engraçado como jogadores depõem contra o profissionalismo exatamente ao evocá-lo), sua personalidade frágil, seu caráter podre e tudo aquilo que viemos a conhecer de perto nesta temporada maldita. Ele não apenas atacou pessoas específicas ou uma única instituição (a S.E. Palmeiras); ele atacou potencialmente todos os clubes de futebol que vier a defender (?) e todos os seus superiores. Que façam bom proveito.

Temos aí uma parcela de culpa, porque fizemos força para repatriar este câncer que viria a nos corroer por dentro. Como culpa também têm aquele clube sujo da Gávea, o seu treinador viciado e a sua presidente-puta. Mas só nós pagamos a conta; é justo esperar que no futuro todos paguem pelo que fizeram. A começar pelo mau-caráter que vestia a camisa 30 e por seu empresário oportunista e presepeiro.

O futebol vai cobrar a fatura.

24 comentários:

Anônimo disse...

Foi nesse blog aqui que eu li o texto "O Gladiador e o moleque mimado".

O Kléber era o Gladiador e agora virou camisa 30.

Forza Palestra disse...

E...?

Filipe disse...

Vais tarde...
Saiu pela porta dos fundos em todos os clubes que passou. Isso é um pouco culpa nossa (ou de alguns dos nossos) de idolatrar um cara que não ganhou nada aqui. O meu consolo é que ele vai jogar cada vez menos e ser esquecido mais para frente em um time de Dubai. Porque além de tudo, é mais um mercenário nesse meio de tantos.

Rafael-DF disse...

Meu comentário não tem a ver com o judas safado mas sim com o resultado desse campeonato de pontos corridos.
Imaginem o seguinte cenário: os gambás serem campeões na próxima rodada e enfrentarem o Palmeiras na última rodada já campeões. Até os clássicos foram destruídos por essa fórmula do campeonato.

Casselli disse...

Barneschi.

Sua principal qualidade editorial é quando você é assertivo destilando o ódio pelos vagabundos que assolam a SEP.

Belo texto.

É uma pena ver o dpto de esportes da Band do jeito que está. Apodreceu. O Neto é o maior cafajeste de todos! Logo atrás vem o Quessada. Morram!

Venancio disse...

Na "novela" ronaldinho gaucho eu citei um rap pra alguns amigos...
Infelizmente não imaginei que um jogador com potencial pra ser ídolo dado a sua (então existente) identificação com a torcida precisaria ter ouvido também...

"Chega no sapato, sem causar problema,
Sem causar tumulto, honre nosso lema,
Não desonre a casa, não desande a cena,
A rua vai cobrar os cabeça pequena"

Contra-Fluxo

Bruno Prado disse...

Concordo com TUDO o q vc escreveu aí. Só acho q vc economizou nos xingamentos ao 30 e à ralé da Band. Se bem q talvez nao existam xingamentos suficientes pra gente dessa laia.

Rafael Kuvasney Marcolin disse...

O vagabundo do empresário dele está agora o chamando de Imortal. Se ele continuar com esse comportamento maldito e esse pensamento mesquinho, não vai durar nem como um mero mortal.

Aliás, o Ceará não está sozinho, O Fernando Fernandes é o maior câncer criador de novelas entre jogadores. O cara é um babaca que acha que tem moral.

Vinicius Toledo disse...

Engraçado que são 2 gambás assumidos e vira e mexe estão cobrindo o Palmeiras...

Anônimo disse...

Quanto palavrão e grosseira. Aqui é Palmeiras e não corinthians ,porra.

Vinicius Toledo disse...

Anônimo...

Quem se incomoda com palavrão e grosseria é são paulino...

Marcos disse...

É difícil achar um jornalista que preste na equipe da bandeirantes. O jornalismo que se faz ali é provavelmente o mais podre do Brasil.

Kleber já vai tarde e não vai deixar saudades. Mau-caráter.

Luan disse...

Muito bom o texto. O morfético jogou fora a idolatria de 15 milhões de torcedores, era capitão do maior time do brasil, nosso Palmeiras, tinha um contrato longo e a chance de conquistar muitos títulos no Verdão e ficar na história desse gigante. Mas não, pegou tudo isso e jogou no lixo por ser bandido mau-caráter e mercenário. E seu empresário desperta um asco incrível, só de olhar na cara dele dá nojo de ver como é safado e pilantra.

E desculpem minha ignorância, mas por favor alguém podia me dizer quem é o sujeito que cresceu roubando toca-fitas de carros?

Abraços Barneschi!

AVANTI PALESTRA!

Lucas disse...

Em pensar que eu já gritei tanto o nome desse filho da puta, e por várias vezes disse:'Esse é palmeirense demais!'.

É bom, assim aprendo a não idolatrar mais niguém nessa porra.

Todos passam, o Palmeiras fica!

Anônimo disse...

Mais um sem alma.

Em um "futebol profissional" isso é o que eles menos são... Nem isso conseguem...

Como 99% dos vagabundos chutadores de bola de hoje em dia...

Um merda, torço pra te encontrar na rua. Seu pilantra. Te desejo um futuro cheio de puta e a cara enfiada numa montanha de cocaína, e quando estiver com uma cirrose bem fudida que sofra por um bom tempo numa cama de hospital público, falido e abandonado pelos interesseiros que vão te cercar pela vida... VAGABUNDO, MAU-CARÁTER !!!!

Gabriel, verde até o osso.

Anônimo disse...

E desculpem minha ignorância, mas por favor alguém podia me dizer quem é o sujeito que cresceu roubando toca-fitas de carros? (2)

Forza Palestra disse...

Aos que não sabem ainda, informo que o ex-camisa 30 já teve passagem pela Febem e passou parte da adolescência furtando toca-fitas de carros nas ruas de São Paulo.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Pois é. Vcs amavam o Kléber. Enquanto isso nós da Gaviões já sabíamos a mil anos que ele era corintiano e sócio da torcida. Inclusive, ele foi preso uma vez numa treta contra a Bixarada lá no ABC. Vcs realmente acharam que ele era palmeirense?

Bom, além de não ser palmeirense, se mostrou um belo filho da puta. O que ele fez deve ser condenado.

Leonardo disse...

Os grandes culpados somos nós, palmeirenses, que idolatramos um jogador com 100 partidas pelo clube e uma única conquista estadual.

A torcida do Palmeiras permitiu que Kléber imaginasse ser maior do que o próprio time. Ele está errado, sim, certamente está, assim como nós estávamos algum tempo atrás.

Digo 'nós', mas o 'Gladiador' jamais foi meu ídolo.

Guilherme disse...

Esse Ceará é ridículo. Eu comecei a ler o blog do cara e em menos de um mês vi ele apagando posts em que ele estava errado. Coisa do tipo "Jogador Ciclano já está no time XXX.". Dois dias depois ele manda um "Ciclano é confirmado YYY." e apaga o post de quando falou que era no time XXX. Ridículo.

Anônimo disse...

Só para acrecentar.....
O tal Reporter de BAND,com sobrenome de Estado Brasileiro, teve um de seus filho prezo recentemente, por roubar rodas de carro em um Shopping Center de Piracicaba.
Com certeza aprendeu a ser bandido com seu pai.....