27 fevereiro 2012

Migalhas do Pantanal



Atenção, senhores, para a renda de Palmeiras 3-3 SPFW: R$ 556.265. Público pagante: 19.161.

R$ 556.265? Foi por essas migalhas que os imbecis Tirone e Frizzo fizeram o Palmeiras mandar mais um clássico na longínqua, inacessível e insuportável Presidente Prudente, na periferia do Pantanal Sul-mato-grossense. Foi mais um tapa na cara do palmeirense. Mais uma afronta à nossa história. Mais um desrespeito contra os que estamos sempre ao lado do time.

Tanta coisa em jogo por nada em troca. Isso tudo por um público irrisório, que serve apenas para desmontar o frágil discurso - visto em alguns comentários recentes neste mesmo blog - de que o povo do interior gosta de ir ao estádio etc. e tal. Que não me venham os caipiras com esse discurso, porque aí eu vou pisar na cabeça. Venham com outros argumentos, mas não com este. E todos os que vierem serão destroçados, uma vez que nada justifica uma partida de futebol entre dois clubes paulistanos no Mato Grosso do Sul. Nada!

19.161 pagantes? Pois o público do Pacaembu seria muito maior. Muito. Para uma renda ainda mais elevada. Sem prejuízo técnico. Sem o absurdo de dar aos bichas metade dos ingressos. Sem uma viagem desgastante. Sem o sol criminoso daquele fim de mundo. Sem a necessidade de usar o segundo uniforme. Sem correr riscos. Sem obrigar o palmeirense que se fez presente em todas as tranqueiras de quarta às 22h a enfrentar pelo menos 20 horas de estrada para defender o time na hora que mais importa.

Antes que apareça o primeiro idiota para dizer que Prudente fica em território paulista, eis aqui uma breve simulação do que representa o percurso SP-PP-SP:

A distância (560km) assusta, certo? Aí você cogita pegar um voo e vai conferir as opções. Para o pequeno aeroporto local, há dois ou três voos diários, saindo de CGH ou VCP. O problema começa com os horários desfavoráveis, que não permitem ao sujeito deixar SP na manhã do domingo e voltar na noite do mesmo dia. Como se não se bastasse isso, a pouca oferta faz com que as tarifas sejam proibitivas. Vai por mim: chega a ser mais barato voar para Recife ou Natal. Se for o caso de adquirir as passagens com milhas, a exigência é a mesma para o vilarejo do Pantanal ou para as praias do Nordeste.

Isso posto, você pode pensar nos ônibus de linha. Afinal, dizem os babacas de plantão que esta cidade de merda fica em SP e, portanto, não deveria ser tão complicado ir no esquema rodoviária, certo? Bom, o preço já se coloca como problema: R$ 115 a ida e mais R$ 115 a volta. São R$ 230 em ônibus convencional, não muito confortável. Que tal de pegar um ônibus leito então? Bom, aí pode considerar o dobro do valor: quase R$ 500 para ir e voltar.

Muito ruim? Pois eu digo que a coisa vai piorar. Ainda que você insista com o ônibus convencional, é preciso dizer que o primeiro veículo a deixar a rodoviária da Barra Funda em direção a Prudente/MS faz isso às 7h45 para só chegar ao destino às 17h! Como o jogo começa às 16h, isso significa que é impossível sair da capital de manhã cedo e chegar a tempo de ver o jogo. Se quiser contar com o transporte público, você é obrigado a pegar o último ônibus de sábado à noite e passar a madrugada na estrada para então desfrutar no domingo das maravilhosas atrações turísticas de Prudente/MS. Para voltar, o ônibus sai às 20h e você estará de volta à civilização às 5h de segunda-feira. Resumindo: se for de ônibus, o tempo mínimo exigido para o percurso SP-Prudente-SP gira em torno de 31 horas.

Claro que sempre existe a opção de pegar o carro e encarar a estrada por conta própria. Ao fazer isso, considere ao menos 15 horas dirigindo, além de um valor bastante relevante em combustível, pedágios etc.

É pouco provável que exista um lugar tão remoto e sem estrutura quanto Presidente Prudente/MS. Você desembolsa menos dinheiro e gasta menos tempo para chegar a qualquer capital das regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas os filhos da puta Tirone e Frizzo insistem em foder a vida do palmeirense em troca de migalhas, fazendo o time mandar os seus melhores e mais importantes jogos neste vilarejo perdido e inacessível do Mato Grosso do Sul. E a viagem de volta para a cidade onde o Palmeiras tem sede nunca foi tão longa e cansativa. O ódio é proporcional.

Espero, Tirone e Frizzo, que um dia, cedo ou tarde, vocês paguem por tudo o que estão fazendo contra o palmeirense e contra o Palmeiras.

###

Belluzzo antes e agora Tirone e Frizzo já obrigaram o palmeirense a seguir rumo ao MS cinco vezes nos últimos três anos. Se somarmos o clássico com mando do Santos FC no começo do mês, são seis jogos neste período. Vocês podem me chamar de louco e tal, mas a verdade é que eu fui até lá todas essas vezes (quatro contra o gambás, uma contra os bichas e outra contra os pé-com-areia). No meu caso, não chega a ser uma opção, que fique claro. Em uma conta bem conservadora, quase R$ 1.500 se perderam nessa brincadeira. O dinheiro foi para o Governo do Estado (há dezenas de pedágios na ida e na volta), para a Ipiranga (a viagem pede dois tanques cheios), para o Graal ou para o Frango Assado, para empresas de locação de vans e, lá atrás, para as companhias aéreas Gol e Pantanal. Eu preferia que o dinheiro fosse para o Palmeiras.

###

Sobre o jogo:

_Sinto informar aos supersticiosos de plantão que o Palmeiras perdeu sua invencibilidade em clássicos jogados em Prudente. O 3-3 não foi um empate, mas uma derrota. Derrota esta que suplantou uma atuação acima da média de boa parte do time e que se deve especialmente à infantilidade grotesca e imperdoável do camisa 2.

_Quanto ao camisa 22: precisamos levar em conta que Marcos parou. Não diria que o goleiro atual falhou neste domingo, mas é evidente que um goleiro diferenciado poderia fazer aquelas defesas. Se fosse Marcos, provavelmente teríamos levado apenas dois gols (ou talvez só o de pênalti). Marcos foi um monstro debaixo das traves. O camisa 22 é um jogador comum. Não esperem nada além do que temos visto.

_Por outro lado, finalmente temos um camisa 9 (ou melhor, 29) de respeito. Atuação monstruosa do argentino. Classe, categoria, força, oportunismo, entrega, tudo de uma só vez. Há esperança.

_Podem reparar: o Palmeiras dominou todos os clássicos do último ano. Vou depois trazer todos os números, mas a verdade é que o time todo tem se portado muito bem nesse tipo de partida. Temos agora um atacante digno e dá para esperar algo de mais promissor na fase final do Paulistão.

_Assim como na Libertadores/2006, também contra os bichas, a Savóia se sacrificou pela Mancha. A lógica determina que vem punição pela frente. Entendo eu que era melhor esperar uma situação mais aguda para fazer o sacrifício.

_A Mancha continua proibida sem motivo, mas ao menos permitiram neste domingo a entrada da faixa "São Marcos Eterno".

_Sei que o setor amarelo é o do time mandante e tal, mas a gente se acostumou a ficar do outro lado, no azul. Tem mais a nossa cara.

_O desespero da Prefeitura de Prudente (ou do "Governo de Prudente", como descrito em enorme placa no estádio) é digno de registro. Os caras resolveram aproveitar o público de um Palmeiras-SPFW para divulgar, via sistema de som, o programa de sócio-torcedor do Grêmio Prudente! Mas, porra, esse time não terminou? Não voltou para Barueri? Quanto desespero para ter algo relevante no vilarejo perdido...

15 comentários:

Anônimo disse...

Diz a lenda que o Palmeiras recebe também um dinheiro da prefeitura de Prudente além da bilheteria, por isso a diretoria estaria mandando os jogos pra lá. Abraço e parabéns pelo blog.

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,Pra mim o 2 não fez pênalti ontem,este foi o segundo pênalti escuso em menos de uma semana,já to ficando preocupado com essa porra,contra as bichas eu até entendo pois é um time grande,agora aquele do Oeste na própria casa mostra q essa dupla de vagabundos Tirone-Frizzo não impõe respeito nenhum em ninguém,tirando isso axo o time muito melhor q o do ano passado,apesar das teimosias e excentricidades do Felipão,pois agora temos o Carvalho no lugar do Chileno(ou seria chinelo?) e o 29 q parece possuir a velha classe dos avantes do futebol portenho

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,Pra mim o 2 não fez pênalti ontem,este foi o segundo pênalti escuso em menos de uma semana,já to ficando preocupado com essa porra,contra as bichas eu até entendo pois é um time grande,agora aquele do Oeste na própria casa mostra q essa dupla de vagabundos Tirone-Frizzo não impõe respeito nenhum em ninguém,tirando isso axo o time muito melhor q o do ano passado,apesar das teimosias e excentricidades do Felipão,pois agora temos o Carvalho no lugar do Chileno(ou seria chinelo?) e o 29 q parece possuir a velha classe dos avantes do futebol portenho

Rafael disse...

Salve Barneschi, sempre ótimo nas palavras.

Pra mim o penalti de ontem foi mais um daqueles penaltis que só marcam contra o Palmeiras. Em situação contrária, o mais provável seria um cartão amarelo para nosso atacante por simulação... vai entender.

Pq o Assunção é intocável no time? Nâo jogou nada ontem! Nâo tá bem, tira!

Porque Pedro Carmona segue como espantalho no banco?

Abraços!

Daniel Moreira disse...

Duvido que seria penalty se o lance em cima do Cortez tivesse sido na área do bambi, em cima do Maikon Leite.

Fora o MESMO lance no último gol das bichas, da Fernandinha em cima do Marcos Assunção.

Até aí novidade nenhuma: como bem diz o Conrado no Verdazzo, a arbitragem nos trata como se fôssemos o Engenheiro Beltrão.

E lá se foi o gambá, já 4 pontos na frente (não conseguimos mais tirar a diferença no confronto direto).

De qualquer maneira, fica uma coisa: o nosso time é muito difícil de ser batido. E num campeonato por ponto corridos (Paulista e CdB) isso tem muito valor...

Anônimo disse...

Ora bolas,caras...pra chamar P.P. de "merda" de cidade e ficar reclamando do preço das passagens,você me parece bem pobre...de espírito!!!!

Anônimo disse...

E o que o senhor acha da "vaquinha"?

Ivan disse...

Esse post foi o mais perfeito sobre a aberração humana chamada Presidente Prudente.
Você matou a pau qualquer discurso contrário à nossa posição com os argumentos de locomoção. Simples assim.

Me sinto tão ou ainda mais lesado com essas partidas no MS do que o pessoal da capital. Afinal, meu unico jeito de ir pra lá é com a Mancha (caravana sempre barata, porém muito mais cansativa), e para isso, necessito fazer viagem de ida e volta até a Barra Funda, resultando em menos 40 reais de ônibus rodoviário. É simplesmente impossível seguir à Prudente...

Caipira não gosta de ir em jogo. Eu sou da roça e sei o quanto é difícil achar um lazarento pra me acompanhar nas aventuras atrás do Palmeiras. É muita tolice acreditar que mandando o jogo numa cidade onde a torcida não tem a oportunidade de assistir sempre às partidas, irá alavancar um grande público. Mas essa nem é a desculpa. Público não gera renda...
O que torna isso tudo ainda mais grotesco.

Anônimo disse...

Qual foi o sacrificio da Savóia pela Mancha???

Morbera Flavio disse...

Arnaldo Tirone obrigado por banalizar a administração do maior campeão brasileiro com a campanha "Criança Esperança".

Manifesto que já contribuo financeiramente através do PFC-Sportv, Avanti - programa de sócio torcedor que sua administração exterminou no ano passado, com camisas oficiais fabricadas pela Adidas (a torcida AINDA aguarda as camisas da KIA!), além do valor do CARO ingresso, dada a estrutura precária que estão os estádios.

Torço pela DIRETAS JÁ e que seu nome seja cada vez mais parte do passado na Sociedade Esportiva Palmeiras.

Barneschi disse...

Uma coisa é certa: o pênalti não teria sido marcado se fosse para o nosso lado. Sabemos todos que o Palmeiras é prejudicado pela arbitragem de maneira descarada, de tal forma que os jogadores deveriam evitar todo e qualquer lance que permita ao juiz nos prejudicar. Portanto, era dever do Cicinho não deixar o braço na cara do adversário daquela maneira. O problema todo na sequência foi a falta de critério do Seneme ao não marcar falta do Fernandinho. Deu no que deu. Mais um roubo, de novo contra a gente e de novo contra as bichas.

Quanto à Savóia, o sacrifício foi emprestar a bateria para a Mancha. A Savóia foi punida em 2006 por causa disso e deve ser agora de novo.

Quanto à situação do possível reforço do time, respondo de duas maneiras diferentes:

-Eu gastei a fortuna que gastei em todas as viagens até Prudente. O dinheiro que poderia ter ido para o Palmeiras acabou indo para o Governo do Estado, para os postos Ipiranga, para o Graal etc.

-Se o Palmeiras quer que o seu torcedor participe da gestão do clube, que aceite as eleições diretas.

-Prudente é o caralho, seus putos!

gregory disse...

É foda isso da Savóia ser punida, também acho que essa punição virá mais cedo ou mais tarde. Vamos ver o tempo que durará.

Lembro de uma vez que fizemos voltar com algumas bexigas porque estavamos levando bexiga demais, e que era pra MV, até falaram "a gente não faz festa pra Mancha e sim pro Palmeiras", mas mesmo assim a PM mandou voltar hahahaha

É foda essa perseguição em cima da Mancha, mas não me estenderei no assunto.

No mais, acho que foi uma derrota também, era pra ter ganhado e com um placar até eslastico. Esse time é embaçado em classicos, gostei disso.

Abraços

Anônimo disse...

Não gosta de Prudente, acho longe, caro....
Boicota, não vai no jogo, protesta na frente do palestra.
Esse povo da mancha é foda!

Vitor dos Reis disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
JMSOLDERA disse...

Chega da maldita Presidente Prudente, apesar de morarmos perto, continua inaceitável jogarmos naquele inferno, num calor desumano!

EXTERMÍNIO AO GOVERNO DE PRESIDENTE PRUDENTE!

PORK'S ESTRELA D'OESTE
6 ANOS