31 julho 2013

-27

















Terça às 21h50, fim de mês, ingresso a R$ 40, jogo de Série B contra o Icasa/CE. Permitam-me dizer o seguinte: o público, pouco superior a 14 mil presentes, pode não ser assim grandioso, mas é meio o que poder-se-ia esperar em meio a este cenário.

E, ao contrário de 2003, quando se tinha uma disputa mais acirrada (conferir aqui), com uma única derrota podendo suplantar toda a campanha, agora tem-se a nítida sensação de contagem regressiva: 11 jogos já foram e outros 27 estão por vir. Convenhamos: não era para o Palmeiras estar onde está; uma vez estando, cabe a ele apenas e tão somente o papel de enfileirar vitórias atrás de vitórias para que o inferno tenha fim o quanto antes. Que isso aconteça preferencialmente com goleadas contundentes - e, ao contrário desta última, sem o sufoco ocasionado pela péssima fase do nosso camisa 3 e por um aparente descompasso entre os homens da defesa.

Faltam 27 longas e extenuantes jornadas. Sigamos na luta para, a partir da arquibancada, levar o Palmeiras de volta ao seu lugar.

###

_Não sei se é uma impressão particular, mas, olhando para a torcida na arquibancada, já consigo vislumbrar um público mais identificado com a casa que fomos obrigados a adotar. Ontem consegui sentir até um pouco do clima do Palestra na cancha municipal.

_A presepada envolvendo as duas principais organizadas do clube no sábado último em Guaratinguetá Americana Guaratinguetá é daquelas coisas completamente descabidas e inaceitáveis sob qualquer ponto de vista. A começar pelo motivo, mas essencialmente pelos efeitos que isso pode acarretar para o clube e para sua torcida. Causa tamanha indignação a situação toda que eu já nem consigo me revoltar com a decisão tomada pela FPF - sinceramente, acho até que desta vez ela acertou. E o ponto é o seguinte: se porventura essa situação protagonizada lá no Vale do Paraíba vier a ocasionar mais alguma punição ao clube, aí é o caso de o próprio Palmeiras tomar alguma medida prática. Porque ninguém aguenta mais isso.

_A foto que abre o post é, claro, do genial, imprescindível e incansável Gabriel Uchida, do Foto Torcida.

9 comentários:

joao luiz disse...

Barneschi , com a reforma do palestra itália você acha que o estádio corre o risco de ficar muito "europeu"? Se sim com qual estádio ou clube europeu podemos nos espelhar para termos um estádio moderno e ao mesmo tempo vibrante ?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Felipe Teodoro da Silva disse...

Barneschi,

Claro que a briga teve um motivo fútil, mas acho que esse tipo de punição a FPF só impõem ao nosso Palmeiras. Não aguento mais ver esse tipo de perseguição, pois, se outras torcidas fazem coisas piores e não são punidas. Por que a nossa tem de ser? Nossa política têm que ser de ampliar o poder fora do clube, porque como já disse somos perseguidos por juízes, desbargadores e outros gambas.

Luiz Fernando Sanchez disse...

Barneschi,parece que a punição da babaquice envolvendo membros da MV e da já foi dada,essas antas dão muita brecha para que esses vagabundos(PM e federações)façam suas palhaçadas.



Barneschi disse...

João Luiz
Acho que não, cara. Vão tentar fazer isso, mas o torcedor vai sempre prevalecer. Se você quiser considerar um modelo, eu pensaria no San Paolo (Napoli) ou nos clubes da Alemanha.

Felipe Teodoro da Silva
Estopim da Fiel e Pavilhão (se não me engano) foram punidas também. Sei bem que as nossas torcidas são perseguidas historicamente pela FPF, mas elas já passaram do limite do aceitável.

Luiz Fernando Sanchez
Sim, a punição já é oficial. Valeu ontem mesmo.

Anônimo disse...

Boa noite Barneschi, a idiota manifestação de agressão aos próprios Palmeirenses, foi sim uma atitude isolada de alguns membros da Mancha que sempre tiveram problemas de relacionamento racional com amigos da TUP, desta forma acredito que a punição que foi imposta pela FPF, é mais uma demonstração de sacanagem pura, sendo que ontem estive no municipal, próximo aos amigos da Mancha, acompanhado de um primo e seus dois filhos, além de três amigos de trabalho , presenciando o Kleina fazendo bobagens sem competência de montar uma equipe competitiva , mas vamos aguardar , já que este cara não é técnico para o Palmeiras!
Claudio Longo!

Luiz Fernando Sanchez disse...

Pois é,ontem não havia mais as faixas e a bateria da TUP e da MV,sem contar os coxinhas situados na grade entre a as cadeiras e a arquibancada amarela,essa punição é risivel,outra coisa risível é porra da barreira nas escadas de acesso ao estádio,se vc for pela rua de acesso aos visitantes(Paulo Passalacqua)dá pra passa com toda facilidade ao lado da barreira e descer a escada sem ser importunado,esse caras são tão debilitados mentalmente q não tem capacidade nem pra manter uma medida tacanha como essa.

Luiz Claudio disse...

Barneschi....
Perfeito seu comentario a respeito da briga entre Palmeirenses da MV e TUP, ja passou do limite, um absurdo isso.
Esta na hora dos diretores das Organizadas pensarem mais na UNIÃO delas, e assim bebeficiar o Palmeiras tanto dentro como fora de campo.

Raul Martins Dias disse...

Enquanto o Palestra não estiver pronto, nossa casa é o Pacaembu. FATO. Espero que tenham entendido isso de uma vez por todas.

E, de resto, confesso que não esperava tanta gente. Eu mesmo, ainda em recuperação de uma gripe que peguei em Florianópolis, durante o nosso jogo com o Figueirense, relutei um pouco em ir. O amor ao Palmeiras falou mais alto. E nem fez tanto frio assim.