16 julho 2008

Já passou do limite!

Caio Barbosa é o nome do cidadão. O figura trabalha na redação carioca do GloboEsporte.com e teve coragem de vincular seu nome a uma matéria que ultrapassa os limites do absurdo, mesmo em um jornalismo esportivo combalido e desacreditado como o nosso. Vejamos, na íntegra, a que ponto chega a imaginação doentia do infeliz jornalista:


Flu garante estar pronto para as artimanhas extracampo do Palmeiras
Fabinho e Fernando Henrique dizem que jogo se ganha no campo

Os jogadores do Fluminense
garantiram que o time está preparado para enfrentar não apenas os atletas do Palmeiras, mas as artimanhas extracampo que vêm fazendo parte da rotina quando se trata de jogo no Palestra Itália. Na semifinal do Paulistão, contra o São Paulo, os jogadores do Tricolor tiveram de voltar a campo no intervalo da partida, pois o vestiário estava impregnado de gás de pimenta. Outra estratégia do adversário é molhar o gramado pouco antes da partida, para prejudicar, especialmente, o goleiro visitante.

- A gente sabe que lá rolam essas coisas, mas estamos preparados. No último jogo, caiu um temporal e não tivemos problemas – lembra Fernando Henrique, que foi o melhor jogador em campo no último jogo entre os clubes, apesar de o Flu ter perdido por 1 a 0.

O volante Fabinho, que não foi bem naquela partida, concorda com o goleiro e diz que estas artimanhas não têm efeito prático.

- A meu ver, molhar campo não ganha jogo. Encaro como uma mania deles. E também não acho que o negócio do gás tenha sido determinante para a vitória no Paulista. Acho que ganha uma partida quem estiver mais determinado, mais concentrado, e não quem usa estes artifícios – diz Fabinho.

E para o Soldado tricolor, o que não vai faltar em campo é determinação.

- Todo mundo viu como é bom chegar a uma final de Libertadores. Agora, queremos chegar de novo, mas para ganhar. Então, temos de nos recuperar no Brasileiro e isso significa, também, passar pelo Palmeiras – completa.


Ainda vivos? Pois vamos destrinchar o que existe no texto acima, de uma precariedade que somente o tal Caio Barbosa - quem seria este coitado? - pode explicar. Ou nem ele.

Para começar, o sujeito parece não se constranger ao citar "as artimanhas extracampo que vêm fazendo parte da rotina quando se trata de jogo no Palestra Itália". Impressionante! Aí, claro, menciona o tal episódio do gás, já dissecado à exaustão por aqui.

Se ficasse por isso só, talvez sua matéria doentia não fizesse lógica, pois haveria um único artifício maligno. Para justificar o uso do plural, no entanto, o pobre jornalista vem falar em mais uma temível estratégia palestrina, a de molhar o gramado antes da partida para, vejam só, prejudicar o goleiro visitante.

Ora, ora, quer dizer então que a diretoria do Palmeiras manda molhar o gramado de um único lado, já sabendo que o time será vitorioso no sorteio do lado do campo e que o goleiro adversário terá contra si um gramado encharcado. Engenhoso, não?

Até seria, mas o que o energúmeno não leva em conta é que a tática de molhar o gramado era usual até o ano passado, antes da reforma. E não tinha o objetivo de prejudicar o goleiro adversário - até porque é impossível prever onde ele vai ficar -, mas sim de compensar as deficiências do antigo piso, que não permitia que a bola corresse de maneira adequada. Era, portanto, uma 'artimanha' (se é que o termo se aplica) em benefício do espetáculo - e dos dois times.

Fabinho, o Soldado tricolor - como define o repórter em questão -, nada disse de mais problemático. Mas aí vem Fernando Henrique, o goleiro dos caras, e lança o seguinte: "A gente sabe que lá rolam essas coisas, mas estamos preparados. No último jogo, caiu um temporal e não tivemos problemas".

Vejam só, meus caros, que o Palmeiras tem o poder até mesmo de fazer cair a tempestade do último jogo entre os dois clubes. Dá pra acreditar nisso?

Só sei que as coisas ultrapassaram o limite do aceitável. Das duas, uma: ou o Palmeiras toma medidas legais, que incluem processar imbecis como este Caio Barbosa, ou adota uma postura ditatorial, à Eurico Miranda, que inclui proibir a entrada no clube e no estádio de energúmenos que envergonham o jornalismo esportivo deste país.

***

*Quarta-feira, 21h50, frio, time em má fase. Se a nossa diretoria tivesse uma visão um pouco menos tacanha, teríamos algum tipo de promoção (ingressos a R$ 20?) e um público um pouco maior no Palestra. Mas não é o que eles querem...

*19h40 no lugar de sempre. Vamos acabar com os merdas do Fluzinho. É noite de jogar bola! É noite de Palmeiras!

25 comentários:

Caio Filardi disse...

Faço das palavras do Vicente do 3VV as minhas:

"Acho a Diretoria do Palmeiras responsável pela imprensa e um time de segunda categoria nos tratar assim.

Por mim era simples: a história do gás eu partia prá justiça comum. Se o Marcos fosse meu jogador e tivesse falado essa besteira eu iria na tv no dia seguinte e pediria pro São Paulo pedir desculpas pela baixaria.

Eles mordem e assopram. Na frente falam que querem paz e nas costas têm um projeto de nos enfraquecer. São sujos, são desleais...

Prá uns, falar no Mustafá faz o cara sair do sério; prá outros é o tal Piraci.

O que me tira do sério é esse clube social metido a besta que pensa que tem tradição de time de futebol. E o Fluminense está um degrau acima deles. Só isso."

Sem mais.

E já que estamos falando na bixarada, hj é dia de mostrar aos bixinhas cariocas o quão medíocres são, igual as coleguinhas paulistas. Se bem que as bixinhas paulistas são mais ordinárias...

Ulisses disse...

E ainda teve gente que declarou O GRANDE FLUMINENSE hauhauahuahau inesquecivel, deve e será relembrado sempre!! rsssss

DIRETORIA, o limite está sendo ultrapassado... não responder é uma coisa, deixar imundos falarem o que quiserem sujando o nome da mais linda das histórias é um ultraje!!

Abs!!

Irineu Constantino disse...

A democracia é tão nefastamente compreendida que permite que energúmenos, como esse tal de Caio "Pabosta", se apropriem de um espaço jornalístico e coloquem seus corações, ou seus ânus, numa matéria a respeito de futebol, aliás, sobre invenções caóticas e destemperadas que são propositadamente pagas pela sub-raça mais agourenta que existe na face da terra. Não conheço os corredores que administram o Palestra, mas, sinceramente, seria, no mínimo, de responsabilidade da Assessoria de Imprensa questionar o chefe de redação desses veículos de comunicação acerca dessas bestialidades publicadas. Pois bem, já que não sinto essa participação da nossa diretoria, uso o meu direito de não ler tais periódicos. Fico, exclusivamente, na mídia PALESTRINA. Parabéns pela fluência e caráter dos seus textos.
Irineu Curtulo, palmeirense "doente".

Ulisses disse...

Fonte: 3VV

A matéria do Globoesporte.com foi motivo de resposta da Assessoria de Imprensa do Palmeiras. Leia abaixo:

Caros amigos do Globo Esporte,

É com espanto que nós, do Palmeiras, interpretamos a reportagem
abaixo do repórter Caio Barbosa.

A matéria induz os entrevistados e os leitores e acreditarem que o
Palmeiras se utiliza de 'artimanhas', citando inclusive ser algo
rotineiro, o que é mentira.

Apenas para esclarecer, e como é de conhecimento público, o episódio
do gás não foi caracterizado culpa do Palmeiras, conforme resultado
do laudo pericial que está em julgamento e análise até o momento.

Além disso, a prática de molhar o gramado é usual em diferentes
clubes do Brasil, e vinha sendo adotado pelo Palmeiras antes da troca
do gramado. Com a troca da grama por uma mais moderna, o gramado vem
sendo molhado dependendo do clima do dia, e isso independe de ser
prejudicial aos clubes visitantes, como diz o próprio atleta do
Fluminense.

A forma como a reportagem foi conduzida é uma afronta com a grandeza
do Palmeiras e ao respeito que é dado aos profissionais dos times que
vem atuar no estádio Palestra Itália.

Sem mais,
Assessoria de Imprensa S.E.PALMEIRAS

Espero uma retratação desses imundos da Globo!!

Irineu Constantino disse...

Obrigado pelo esclarecimento quanto a resposta da Assessoria de Imprensa Palestrina.

Fabiano - Jundiaí disse...

Com resposta da diretoria ou não......... eu só tenho uma coisa a dizer ao senhor Caio zé ruela: INVEJA.....INVEJA.... MORRAM DE INVEJA.....

Donny disse...

"Há muito espero esta partida. Se puder fazer um golzinho para calar o Palestra eu vou fazer". Essas são as palavras do imbecil e safado do Thiago Neves no site do Terra. O cara faz a maior sacanagem com o Palmeiras, assina um pré-contrato, pega dinheiro e sai falando horrores do time q queria contratá-lo??? CRETINO, essa é a definição para esse maldito q vai jogar somente nesse time de terceira divisão.
Força Palmeiras, acabem com esse timinho de merda!!!

rod disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Raphaello disse...

Barneschi, você disse uma verdade acima das outras, nisso tudo:

como seria bom ter um Eurico pra por no cú dessa gente...

Forza Palestra disse...

Caio:
Concordo com você e com o TVV. A diretoria do Palmeiras é a culpada. E eu entendo que a resposta da assessoria de imprensa foi por demais comportada. Chega! Já passou da hora de dar um murro na mesa. Faz falta um Eurico Miranda nessas horas.

Ulisses:
Desculpe, mas uma coisa nada tem a ver com a outra. O Fluminense é grande sim. É o menor dos grandes, ao lado do Botafogo, mas é grande. E o grande problema aqui é a matéria má intencionada.

Irineu:
Obrigado, cara.

Rafael Let's Gol! disse...

E sobre essa resposta do Palmeiras, nem no site do clube ela foi publicada. E nos emails que recebo da assessoria de imprensa, ainda não chegou nada. O único lugar que vi foi no 3VV.

Ulisses disse...

O Fluminense NUNCA será grande!!

Atens deve passar pela Terceira e pela segunda divisão...mas ok, não vamos discutir... mas que você escreveu Fluzinho escreveu rsssss

Abs!!

Luan disse...

Artimanhas são o que essa imprensa podre utiliza para denegrir a imagem do Palmeiras. Tudo isso é medo, pois um gigante está despertando, e a bola no pé vence qualquer apito, qualquer coisa que fizerem injustamente para derrubar nosso time.

Avante Palestra!!
Abraços!

Forza Palestra disse...

Confronto direto entre Palmeiras e Fluminense:

86 jogos
49 vitórias do Palmeiras
14 empates
23 vitórias do Fluminense
160 gols do Palmeiras
125 gols do Fluminense

É isso!

ROD T.T.I APOIO A IMPRENSA disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Craudio disse...

Cheguei tarde e o Ulisses já disse tudo o que eu ia falar.

Chupa Barneschi!

Forza Palestra disse...

Ulisses e Claudio são amiguinhos agora?

Catedraldeluz disse...

Alguns membros da "mídia oficial" (ora carioca) devem respeitar nossa história.

A quem possa interessar, é bom lembrar que, não estamos na Série A porque entramos pela "porta dos fundos", como alguns clubes "pó de arroz".

"Construir para poder conquistar! Acreditar sempre!"

Forza Palestra disse...

A matéria continua, mas foi tirada da home do Fluminense. Você só consegue acessar agora pelo link aqui do blog.

ClaudioYidaJr disse...

Eu sou amigo de todos, mas odeio o Fluminense...

Rafael disse...

Ai Barneschi...

Não esquece da foto das pedras naquela merda de estadio....
quero ver qual jornal vai ter a moral de publicar...

abs

Raphaello disse...

Nda a ver: mas alguém pode me explicar essa postura do blog "Coisa Verde", que está negando acesso para quem não é "convidado"? Vai meio na contramão do que penso, tudo isso... Mas enfim, se alguém puder me contar o que se passa, agradeço. Fiquei boiando nessa.

Daniel disse...

Se não ação de indenização por danos morais, o Palmeiras deveria ingressar com pedido de explicações na esfera criminal contra o imbecil que se diz repórter... Mídia comprada...

SAUDAÇÕES ACADÊMICAS ALVIVERDES
CAMPEÃO DO SÉCULO, AQUI É PALMEIRAS!

Lucas disse...

sempre tem uns fdp gambaticos ou bambis pra atormentar a vida do palmeiras cricando essas merdas todos os dias nos noticiarios. como se palmeiras tivesse usando a estrategia de usar gas pra ganhar jogos ou molhar o campo so pra o adversario escorregar e palmeiras n pq tem uma super chuteira q nunca derrapa

conheca tb meu blog http://jornaldopalmeiras.blogspot.com/

se quiser trocar de link, estamos ai

Forza Palestra disse...

Raphael,

Eu entrei agora no Coisa Verde. Eles mudaram o visual, mas o acesso está normal para mim.

Abraços