21 março 2012

Coincidências?

Ano par. Estreia na Copa do Brasil contra um time alagoano. Vitórias por 1-0 em Maceió e 3-0 em casa. Um time do Ceará na segunda fase. Luiz Felipe Scolari no banco. Um exímio cobrador de falta resolvendo os jogos mais indigestos. Um ataque formado por um ponta-de-lança veloz e um centroavante matador. Longa série invicta. Isso tudo, senhores, é 2012. E é 1998 também. A conferir.

###


Sobre a inaptidão de Tirone e o absurdo de se fazer um jogo desses fora da capital paulista, eu já escrevi além da conta. Deixe estar. Mas não posso deixar de registrar o crime por trás de um jogo como este sendo disputado às 19h30 de uma quarta-feira! Pior: em Jundiaí, a 60km da capital paulista. E logo na semana em que a maldita Rede Globo mostrou o quanto faz questão de atrapalhar a vida do palmeirense. Sair de SP em horário de pico e pegar a estrada nem foi problema, vejam os senhores. Problema mesmo aconteceu em Jundiaí, com o trânsito completamente parado na região central e no caminho até o estádio. Nada diferente do que acontece em TODOS os jogos marcados para este horário abjeto. Mas o fato de a partida acontecer em outra cidade transformou a vida do palmeirense da capital em um inferno.

De minha parte, consegui entrar no Jayme Cintra já com o jogo em andamento, lá pelos 20 minutos da etapa inicial. E tinha gente entrando até o intervalo.

Hoje foi o dia de pegar um jogo em Jundiaí às 19h30. Na próxima quarta, será a vez de pegar um jogo na mesma cidade às 22h. Dois horários obscenos e indecentes, cada qual a seu modo.

Vocês já sabem o que eu desejo aos responsáveis...

###

Os bravos, valorosos e destemidos homens da PM de Jundiaí estão entre os piores do país. Talvez porque próximos da capital, mas já no interior, são dotados de uma arrogância que só não é maior que o despreparo para trabalhar em um jogo de futebol. Em 2008, eu escrevi um post sobre o efetivo policial destacado para dar conta de um jogo absolutamente tranquilo. Mas hoje, sem o time da casa em campo, os bravos, valorosos e destemidos homens da PM foram além: resolveram que era o caso de separar as duas torcidas com aquela barreira de ferro que só se usa em grandes clássicos. Pena que não havia torcida do outro lado para justificar tamanha parafernália. Aquilo tudo só serviu mesmo para atrapalhar a vida de quem queria passar de um lado para o outro. E pensar que nós pagamos por isso tudo e pelo salário dessa gente...


###

Uma pergunta depois das duas fotos:


Ingresso a R$ 20 = arquibancada cheia


Ingresso a R$ 160 (!?) = numerada vazia

Deve haver um responsável pelo ingresso da cadeira custar oito vezes mais que o de arquibancada. Deve haver. E então eu pergunto a este sujeito, de maneira muito simplória: por quê?

16 comentários:

André / Americana disse...

Eu cansei de cambista fdp! Cansei de ver mancha e tup explorando um mte de gente, tentando inclusive me explorar. Identifiquei varios tup e mancha vendendo na cara dura, ingresso a 70 conto. Que morram todos! Mas sabemos q o buraco eh mais embaixo...a partir de hj, SOH pela internet.

André / Americana disse...

Eu cansei de cambista fdp! Cansei de ver mancha e tup explorando um mte de gente, tentando inclusive me explorar. Identifiquei varios tup e mancha vendendo na cara dura, ingresso a 70 conto. Que morram todos! Mas sabemos q o buraco eh mais embaixo...a partir de hj, SOH pela internet.

Luiz Fernando disse...

Barneschi,posso estar ficando louco,mas acho q o Ricardo Bueno foi fundamental pra vitória de hoje,ele tah bem melhor q ano passado,afinal de contas e jah fez 2 gols no ano,pra um reserva do reserva é até uma boa marca e sempre quando ele entra dá bons passes e demonstra raça,o 20 fez um Partidão,e o 29 mostrou a classe de sempre.

Renato Moreira disse...

Além de tudo, cometi o erro fatal de não comprar ingresso antecipadamente... Para não ficar como o amigo "André / Americana" ai de cima, fui pra cima dos ingressos do Coruripe, já sabendo das dificuldades.

Como atrasaram (propositalmente já que um agente e um gambé me informaram com prazer) a venda da carga deles, só consegui entrar no segundo tempo, depois de pular a grade que "separou" as torcidas, participei de uma cena que nunca tinha visto e vai de encontro com o comentário do post sobre a arrogância desses PM's de merda do interior.
Subi os lances da arquibancada e me "escorei" no corrimão da escada, já no seu fim. Eis que o PM me puxou, dizendo que eu estava atrapalhando o "fluxo" e "pediu delicadamente para sair".
Insisti que não estava atrapalhando ninguém no que ele insinuou alguma agressividade.
Retruquei dizendo que tudo bem e que para não atrapalhar, iria assistir o jogo ao seu lado...

Eis que ele repetiu a dose para "senhoras", "mulheres" e "CRIANÇAS", sempre tirando todo mundo e voltando ao meu lado com a cara de missão cumprida... Mas, com a casa cheia, ou quase, foi difícil, quando o lance de escadas virou arquibancada (pq todo mundo vai sentando de lado) ele olhou e resmungou um "palhaçada" e foi embora...

Imagino esse cara fazendo separação de torcidas em clássico, 50% a 50% que merda não ia dar.

Naquele clima "hostil" de ontem ele arranjo discussão com tanta gente de "alta periculosidade" que me imaginei na Grécia por alguns instantes,...
--
Ontem deu tudo errado, Bandeirantes parada, os acessos são um lixo e como consegui entrar só no 2º tempo, mais uma vez presenciei milhares do lado de fora.

Para um público de 11/12 mil com renda de R$ 250k, vou sugerir para nossa gloriosa Diretoria jogar no Pedro Benedetti, municipal da minha cidade em Mauá, se ta valendo qq coisa e até o ônibus da delegação, patrimônio do clube pode ficar na rua...

Anônimo disse...

Luiz Fernando,

O tal camisa 9 pode estar melhor do que ano passado, mas continua perdendo gols que um 9 jamais poderia perder!

Ontem foram dois gols que ele perdeu por total incompetência.

Se bem que com a entrada dele, ontem, o time melhorou consideravelmente, mas devemos levar em consideração que não tínhamos o 83 e o 11.

Barneschi,
O que você achou da torcida em Jundiaí? Ficam gritando:
1-"gol, gol, gol..." sempre que havia uma falta ou escanteio;
2- mandavam sentar;
3- não cantavam com a MV e qdo tentavam nem sabia (mtos não sabiam nem o Hino);
4- gritavam o nome do 20 sempre que havia falta, mesmo qdo o 21 foi bater.

Abraços,
Ana

Anônimo disse...

Grande Barneschi..

O Anônimo Jundiaiense é o Rafael B sou eu, faltou assinar ali.

O trânsito de Jundiaí tem se tornado uma vergonha, prefeitura local não dá a mínima, e ontem ficou claro que a situação tende a piorar. Trânsito nas redondezas de 6 8km do estádio (pra quem conhece, o viaduto da duratex, estava inteiro parado, com o trânsito chegando no vianelo, 2 ou 3 bairros "pra lá" do estádio).

Consegui sair de SP as 18h e cheguei com o jogo rolando aos 15 min do primeiro tempo.

Quanto a PM, em Jundiaí é uma piada, nem me surpreende. Talvez por isso a torcida da Ponte deita e rola quando tem jogo contra o Paulista de Jundiaí. Já ví cenas de terror assistidas de longe pela polícia, provocadas pela mesma.

Quanto as coincidências, tbm acho mto interessante. Que elas continuem, até o final!

Que venham os gambás!

[]s
Rafael B.

Anônimo disse...

PS: Ana, a torcida de Jundiaí não é assídua. Assistem o jogo no "conforto de sua casa", assistem a jogos do Paulista e Palmeiras e dizem ter "time da capital e time do interior". Isso já era esperado, rs!

Nego se incomodou até comigo assistindo jogo em pé ao lado da grade lateral, detalhe, lá em baixo...

Esse povo da minha cidade, me mata de orgulho (sic) hahaha!

Rafael B.

Anônimo disse...

Entre todas essas coisas que disseram da torcida de Jundiaí,a que me deixa com mais raiva eh essa porra de mandar sentar,PORRA,arquibancada é pra ficar de pé,bando de folgado,quanto as outras reclamações,acho super comum,infelizmente,não temos essa cultura de apoio inccondicional ao time,e mtos que vão ao estádio,acham q estão indo ver um espetáculo como cinema,teatro e afins,não é assim que funciona com futebol ou qualquer outro esporte

Anônimo disse...

Eu sou de Jundiaí mas nem por isso deixo de assistir jogos na capital... Aos jogos espalhados por ai vou sempre que posso!

Além disso, "eu 'só' tenho time da capital"! Eu sou Palmeirense e estou satisfeita assim!

Isso é uma das desculpas mais fracas. Não acredito que seja o esperado. Justamente pelo motivo de verem pouco o time, em um estádio, deveriam incentivar com mais empenho; incondicionalmente!

O mínimo é conhecer o Hino!


Mudando de assunto...
Barneschi, vc consegue localizar o seu post sobre a "marca" Palmeiras?? As pessoas estão utilizando muito esta expressão em virtude do boicote!

Talvez seja um bom assunto para vc escrever: o "boicote rede globo", bem como para seus patrocinadores tais como coca-cola; ambev; chevrolet; sportv/pfc; canal combate;...

Anônimo disse...

TEM COMO IR NO JOGO CONTRA OS GAMBÁS SEM PRECISAR PEGAR AQUELE CAMINHO DA TURIASSU ATÉ O PACA,PODE IR DE METRÔ,NESSE CASO SEM USAR A CAMISA DO TIME,E CHEGAR LA DE BOA

ME AJUDEM

Barneschi disse...

Renato Moreira
Eu vi um monte de nego pulando aquela divisória entre as torcidas no segundo tempo. Um deles pode ter sido você então.

Ana
Olha, eu já até me acostumei a isso em jogos no interior. É sempre o mesmo comportamento de nego que vai no estádio uma vez a cada 10 anos. Uma coisa grotesca, mas não há muito a fazer a não ser evitar jogos no interior quando o mando é nosso. Simples assim.

Rafael B.
Valeu pelos comentários. Cara, o trânsito ontem foi terrível mesmo. Eu pensei que nunca chegaria no viaduto e o pior é que parece não haver outro caminho para chegar ao estádio, certo? Fiz o mesmo esquema que você: sai de SP às 18h e entrei no estádio com o jogo em andamento.

Anônima
Post sobre “marca Palmeiras”? Sobre o que falava exatamente? Eu sinceramente não me lembro de ter escrito algo especificamente sobre isso, até porque sou completamente contra a expressão. Mas se você lembrar de mais detalhes, posso fazer uma busca.

Anônimo
Você até pode ir de Metrô e tal, mas eu não recomendo. Até porque não vai ter ninguém do nosso lado (chegaremos todos juntos vindo da Turiassu) e o risco é bem considerável. Mas boa sorte.

Anônimo disse...

A melhor opção para quem vinha de SP era seguir na Anhanguera e não entrar sentido bairro, continuar sentido Itatiba, entrar na rodovia João Cereser, e ir pelo bairro da Colônia vindo do Caxambu.. é totalmente contra o fluxo, e apesar da volta maior, é muito mais rápido. Infelizmente não pude fazer isso pois precisava pegar mulher e baby no caminho... pra me deixarem no estádio e seguirem pra casa.

Consegui desviar um pouco indo pelo Centro, saindo do Vianelo (bairro onde tava tudo parado) e pegando outro viaduto (da Ponte São João), tbm contra fluxo, mas pra quem não conhece é mais complicado.

Acredito que no próximo jogo contra o Paulista não vai ter tanto trânsito, porém fica a dica quanto ir pela João Cereser...

Fica o link do Maps traçando a rota fazendo esse caminho sugerido.
Essa rota tem facilmente uns 10km a mais, mas é maior parte rodovia, fluxo bom. O que trava perto do estádio é a Av Imigrantes e as redondezas do Viaduto da Duratex, fica um inferno mesmo em dias sem jogo. Se tiver um GPS ajuda!

Mapa: http://g.co/maps/apu44

Abraços
Rafael B.

Barneschi disse...

Espetacular dica, Rafael. Valeu. Vou tentar isso na próxima quarta.
Abraços

Anônimo disse...

Esse caminho é muito mais longo e tem tanto trânsito quanto, principalmente no final do expediente. Ali pega o trevo de Itatiba, tanto o transito da estrada de Itatiba quanto o transito do Caxambu!
Demoro mais de hora para buscar minha priminha estuda no Caxambu!

Anônimo disse...

Trânsito do Caxambu? hahaha!
O de Itatiba concordo, é cheio de carros mas o fluxo anda BEM... se vc tivesse passado no caminho Vianelo > Duratex > Imigrantes saberia do que estou falando.

Moro no Caxambu, e passo por lá todo dia vindo de SP. Pra quem passa lá as 17h30 ~ 18h00 é realmente mais cheio, após isso, já diminui o fluxo de carros...

Não nego que é mais longe e deixei bem claro isso, porém é alternativa contra ficar 45 minutos parado para atravessar o maldito viaduto da duratex.

Abraços!
Rafael B.

Anônimo disse...

Bom, não concordo, moro aqui desde sempre!

Eu passei exatamente pelo caminho Vianelo- duratex... Sai de carro ali da altura da "nova" rodoviária às 18e50 e estava dentro do Jayme Cintra às 19e15 ( antes dos times entrarem!)
É que eu só peguei o começo da imigrantes e já peguei a paralela com ela ( onde mtos estacionaram!) à esquerda no sentido do estádio!

Semana que vem será mais fácil pq o jogo é as 22 e nao terá o transito do final do expediente!