20 julho 2009

O clássico no exílio

Eu cresci ouvindo que a cidade parava em dia de Palmeiras x Corinthians. Nada mais justo. Já com idade suficiente, passei a viver o clássico na sua plenitude e então percebi que ele realmente tinha o poder de parar a cidade. E não se trata de uma qualquer, mas logo desta metrópole sem limites em que vivemos. Não é pouca coisa, mas Palmeiras x Corinthians é grande assim e mais um pouco.

Acontece que a nossa cidade vai ficar sem parar por até dois anos, o exílio que será imposto pelos dirigentes de Palmeiras, SCCP e FPF, nesta ordem de contribuição efetiva. Dois anos! O que pára agora não é mais São Paulo, a terceira maior cidade do mundo. O que pára é uma cidadezinha de merda que sequer pertence ao nosso estado.

Sim, senhores, Presidente Prudente, no Mato Grosso do Sul, parece ser a nova sede do maior clássico do país. Sabe-se lá por que diabos existe um estádio de grandes proporções naquele fim de mundo, mas o fato é que a cidadezinha tem um prefeito mala e ele decidiu que pode comprar o clássico assim sem mais nem menos. Não uma, mas três vezes. Pior: nossos dirigentes aceitaram vender o clássico.

Numa boa: pro inferno com a cidade de Presidente Prudente, com a população local, com o prefeito, com os empresários, com os dirigentes dos dois clubes e com todos os demais responsáveis por terem novamente tirado o clássico da capital paulista! Pro inferno!


E não me venham dizer que temos torcida lá, que o povo do interior merece o clássico e o cazzo. Foda-se! Palmeiras e Corinthians têm suas casas e suas torcidas em São Paulo e isso deve ser respeitado. Se uma meia dúzia me obriga a perder um fim de semana e ainda mais dinheiro para fazer uma viagem estúpida até outro estado, é justo então que eu os mande para o inferno.

Sim, porque eu sou louco a ponto de fazer esta viagem imbecil novamente e mais quantas vezes forem necessárias para não perder um Palmeiras x Corinthians. Já são 12 anos indo a todos os clássicos e não vai ser por obra de certos dirigentes que eu vou deixar de incentivar o Palestra contra o maior rival.

Eu vou, eu fico um pouco mais pobre, eu perco grande parte do meu tempo livre. Isso tudo eu assumo. Mas eu espero também que todos os dirigentes assumam a responsabilidade por roubar da cidade de São Paulo um de seus maiores patrimônios.


Pro inferno com Presidente Prudente/MS!

***

*O Prudentão pode receber 45 mil pessoas. O Pacaembu, que já acomodou igual número – e até mais –, tem capacidade hoje para 37 mil. É uma diferença não tão relevante e que poderia ser compensada com o preço dos ingressos. Mas o principal é que o Pacaembu é o mais agradável campo do país e que o Prudentão é um estádio deslocado em uma cidade que sequer pertence ao mesmo estado que Palmeiras e Corinthians. Isso basta.

*Se é pra fazer o jogo fora do Estado, que seja no Maracanã. Pelo menos seria uma idéia nova e teríamos mais facilidade para chegar até lá, com avião barato, ônibus à vontade e boas estradas daqui até lá. Melhor: em vez do sertão de Prudente, teríamos praia, civilização e uma Cidade Maravilhosa para passar o fim de semana.

*Já que o jogo vai ser lá mesmo, seria bom que os organizadores providenciassem água para o público presente ao estádio. É claro que não teremos desta vez o calor do jogo do Paulista, mas não custa nada – e até rende uns trocados – oferecer água mineral aos caipiras e aos torcedores da capital.

*Eu posso ir para Prudente. Fui no jogo do Paulista, vou neste agora e também no jogo do segundo turno. Mas há milhares de palmeirenses e corintianos desta capital que gostariam de ir ao clássico e não podem devido ao exílio de quase dois anos que será imposto por nossos dirigentes. É um crime.

76 comentários:

Claudio Yida Jr disse...

À merda com essa terra esquecida por Deus! Pau no cu do interior! Filhos dumas putas esses dirigentes todos, daqui e daí.

Agora, o senhor ficará menos rico. buzinisman desprezível...

MANCHA IPIRANGA disse...

CIDADE DE MERDA!!!!!!!!
FALOU TUDO!!!!!!!!


EU QUERO PALMEIRAS X GAMBA DE VOLTA!

pedro disse...

porra...tinha q ser em sp mesmo ..
não tenho nada contra os q moram no interior e eles nao tem culpa pelos imbecis q marcam os jogos lá...a cidade pode ser ruim, mas pior são esses dirigentes de merda!!!a cidade nem tem nada av com isso...
mas é isso aiii..grande abraço...posts continuam legais..parabens!

claudinhopero disse...

Concordo que Palmeiras x Gambas tem que ser na capital. Mas ressalto que interior não é merda. Merda é você que ao invés de concentrar seus xingamentos aos responsáveis desse fato, xinga sem razão nenhuma uma cidade do interior e todo o interior. Vá pro inferno vc seu bosta se vc vai perder fds e dinheiro xingue os responsáveis por isso, que com certeza não é a população de Presidente Prudente nem a população interiorana os quais vc deve morder a sua lingua podre antes de ofende-los.

Roberto Kamarad disse...

Eu to putaço!

Não vou poder ir. To louco pra ver esse puta jogão!!! mas a grana para se deslocar até os quintos dos infernos é foda!

Represente-nos novamente, mano!

abs
Roberto Kamarad

luciano vicentin disse...

to achando q alguns blogs da midia palestrina não quer mais receber algumas visitas, to incluindo vc nessa tb!!!!! me desculpe mas.......bem chato esse seu post heim, q violencia gratuita!!!!!! qdo acho q descobri um blog com fundamentos dá de cara com isso, triste!!!!!!!!
PALMEIRAS E CORINTHIANS DEIXOU A MUITO DE SER PAULISTANO É DO MUNDO!
É BOM PARAR O CHORO
com esse post vai aumentar a audiencia do blog, vai é essa mesmo a intenção

luciano vicentin disse...

"mesma"

TOITATU disse...

Caralho,,, como vc fala merda...

Prudente ainda é SP.

Um time campeão do Mundo tem que jogar no mundo todo. E não só nesse Vietnã que é São Paulo.

Sempre admirei vc por ser um torcedor de verdade, mas hj veio sinto muito mas perdeu e muito.

Giovanna Concilio disse...

Nem me fala, Barneschi... não vou pq tmb não tenho $... e outra, viajar pelo menos 12h no domingo é de foder.
Os caras realmente estão de brincadeira, é cada uma que parece até DUAS!

PS: A quantidade de filhos da puta que continuam comentando aqui é impressionante... me deu uma vontade de mandar o luciano vicentim pra puta que o pariu e o TOITATU (?) dar meia hora de cu... mas não vou fazer isso! Rs

Beijos querido e dá-lhe Palestra

Claudio Yida Jr disse...

Barneschi, mais respeito com os caipiras desse grande pólo cultural, político e econômico do oeste paulista...

Raphael Leonessa disse...

Eu nunca vi isso...agora palmeirense ofendendo palmeirense.

Iniciar uma rixa capitalxinterior é totalmente ridículo, nao tem cabimento. Cada cidade tem seus pontos positivos e negativos.

Fazer essas excursões traz bons resultados (fortalecendo a torcida do interior), entretanto devem sim ser mantidos jogos na capital. Simples assim.

Só de não dar dinheiro para as bichas do panetone já é ótimo.

Minha sugestão é:

1ª Fase Paulista: Todos os jogos fora, no interior.
Finais: Palestra Itália

Libertadores/Sulamericana/Campeonato Brasileiro: Palestra Itália

luciano vicentin disse...

giovanna, como vc é tonta!!!!!!!!!
mulher maloqueira é uma bosta

TOITATU disse...

Blz Luciana...

Claudio Yida Jr, vc trabalha em uma empresa que foi sempre de São Paulo?

-------------

Acho que nao custa ter um pouquinho de humildade, tb quero o jogo aki na capital, o jogo lá é uma bosta mesmo, mas falar que a cidade é uma bosta, que as pessoas de lá são uma bosta.

Sou do interior e trabalho aki, sempre vou nos jogos e não tenho como ir pra lá.

Sou contra o jogo lá, mas ser contra as pessoas de lá ai é outra coisa.

Kaleb Forte Rodrigues disse...

Safadeza o que faz com a gente, concordo com o Barneschi mas tb concorco o TOITATU o Classico é de nivel mundial, por isso mesmo tem q ser desputado em SP CApital, afinal nos somos o centro da America Latina, e tb acharia legal a ideia de jogar no Maracá, é um templo do futebol que é digno desse classico, mas acho que por medidas de segurança fica meio inviável, teria que ter um grande trabalho tanto dos Gambé como dos 2 prefeitos...

abraço !!

Rafael disse...

Eu faria no Pacaembu e no Palestra Itália. E mandar 10% dos ingressos para a torcida visitante.

Mas antes no interior do que no Jd. Loenor.

Anônimo disse...

E ai GARNDE RODRIGO, BLZ!!!

CONCORDO EM NUMERO GENERO E GRAU!!

UM GRANDE ABRAÇO!!

ANDERSON LUIZ SAPONI

Luiz disse...

Algumas considerações sobre os comentários aqui:

1 - Palmeiras e mundiça TEM que ser na capital;

2 - Basta um pouco de inteligência para perceber que o problema do Rodrigo com o interior se refere unicamente ao fato do jogo ter sido transferido;

3 - Caipiras, entendam, vocês vão aos jogos para farrear e promover fanfarras, portanto, um Palmeiras e mundiça não é o tipo de jogo que vocês merecem sediar;

4 - É primordial que cada um se restrinja a fazer aquilo que sabe. Ou vocês já viram alguém aqui da capital querer promover um rodeio ou festival de alguma fruta??

Anônimo disse...

...desde quando Presidente Prudente é em outro estado...??
...e desde quando voces da Capital são mais torcedores do que eu que sou do interior...
...eu que me mato pra comprar uma camisa oficial do Palmeiras todo semestre...
...se voces consideram que só a Capital tem torcedores do Palmeiras então os 15.000.000 de torcedores alvi-verdes cai pela metade...
...não estou defendendo o jogo em PP...tbm acho que o classico deve ser ou no Palestra ou no Pacaembú...
...só peço para nos respeitarem como torcedores do interior...

...abraço...

Anônimo disse...

...perdão...
...meu nome é Alex Amaro

MarcosHulk disse...

Vc é o primeiro palmeirense com conhecimento corintiano q eu conheço, Prudente é SP, seu burro.

Roberto disse...

Ô pessoal, acordem! É óbvio que o Barneschi sabe que PP é em SP. Isso se chama ironia...

Pelo amor de deus, hein. Um pouquinho de inteligência faz bem aos leitores.

Anônimo disse...

...nossa...
...to rindo até agora da ironia dele...
...façamos assim então...

...o estado de São Paulo se restringe somente até os dominios da "grande"...
...só os moradores da "grande" é que são palmeirenses...
...e eu não comento mais nada nessa bosta de blog que até uns 30 minutos atrás era um dos meus favoritos...
...e vc Giovana, vai vc dár o cu que vc tem cara disso mesmo...

Anônimo disse...

...o anonimo sem nome ai chama-se Alex Amaro...

Roberto disse...

Alex, se a ironia é boa ou não são outros quinhentos. O fato é que supor que o Barneschi achava que PP não é em SP é de uma ingenuidade (pra não dizer outra coisa) a toda prova.

Quanto à PP, eu não acho que ela seja uma cidade de merda, mas nem por isso acho que ela tenha a menor condição moral para ser palco de um Palmeiras x escória.

Pra mim, seria o equivalente a fazer uma partida de playoff dos Lakers contra os Celtics no Ibirapuera. E eu não ficaria ofendido se algum torcedor de Los Angeles, por conta disso, chamasse a cidade de São Paulo de merda. É tudo uma questão de contexto.

s.e.p trinca disse...

Agora os "caipiras" são culpados do jogo não ser realizado na capital? Fiquei decepcionado com a opinião do blogueiro à respeito dos torcedores Palmeirenses do interior.Cara, você desrespeitou seus leitores caipiras. Que pena... eu gostava desse blog.

Giovanna Concilio disse...

E digo mais...

Presidente Prudente é quase Paraguai!

Tá loco!

Anônimo disse...

Caralho se continuar assim o próximo passo é jogar na Palestina.
Lucas

Kaleb Forte Rodrigues disse...

UUHHU.
Giovanna concordo com vc!

O S>E>P Trinca...

O blog não está respeitando o torcedor do interior...

è bem legal o Palmeiras jogar ai, um classico como esse é muito grande e merece ficar aqui na cidada, mas esse nem é o pior, o pior foi ter vendido o classico em troca de $$$, não tem problema o interior receber esse jogo, uma vez, 2 no MAXIMO, mas agora durante 2 anos vai ter ficar indo pra muuuito longe... assim nao dá !!!

dedos disse...

esse foi o post mais bambi que eu já vi na mídia palestrina. decepcionante, eu que gostava tanto desse blog.
é lamentável ver aqui tamanha bambinagem. desprezar o interior, maldizer os caipiras e tudo o mais. é ridícula essa postura paulistana de renegar o interior, sendo que em SP é tudo longe, caro, barulhento, sujo, amontoado, destrambelhado, violento. o paulistano bambi não sabe o que é qualidade de vida e fica cuspindo no que desconhece.
saiba que existem milhões de palmeirenses interioranos, visite a cidade de São Carlos, Limeira, Descalvado e outras regiões ricas em descendentes de imigrantes italianos pra você ver o que é paixão alviverde.
e é claro que você pode usar a desculpa "o blog é meu e eu escrevo o que quiser", mas no fundo você sabe que isso também é tão bambi quanto o seu post.
e tragam o derby de volta para a capital pelamordedeus.

Giovanna Concilio disse...

Gente, mas qq acontece?
Abriram as porteiras?
Disseram que aqui estavam distribuindo ingressos pra Festa da Uva? Fichas grátis pro boi no rolete?

Kaleb Forte Rodrigues disse...

rsrsrs....

Calma gente... o Rodrigo ajuda ai mano, os cara querem te pegar !!!

O Dedos esse não é a questão cara, ninguem ta desmerecendo o Publico o poder a riqueza a bonança que ai tb tem !!!

Estamos apenas querendo falar (de uma forma um pouco rispida talvez) que essa merda não pode sair daqui, e muito menos vender a alma pra jogar a uma disttttaaaaaaannnnnccccciiiaaa desgraçada, só isso !!

Marco Gianini disse...

kkkkkkkkkkkkk... Tem que se fude mesmo!!!
Pelo mesmo aqui no interior 90 % das cidades tem mais Palmeirense que bambi!!
Ao contrário dessa cidade de merda!!
Viva o clássico no interior!! O MAIOR reduto PALESTRINO do Brasil!

Nicola disse...

Puta que pariu, é tão difícil assim interpretar um texto?

Roberto: Pra mim, seria o equivalente a fazer uma partida de playoff dos Lakers contra os Celtics no Ibirapuera. E eu não ficaria ofendido se algum torcedor de Los Angeles, por conta disso, chamasse a cidade de São Paulo de merda. É tudo uma questão de contexto.

Exatamente...

Não faz o menor sentido colocar PALMEIRAS x CORINTHIANS numa cidade tão distante, nos 3 confrontos que irão acontecer neste ano! Porra, há quanto tempo não tem o maior clássico da cidade (de São Paulo) na cidade (de São Paulo, porra!)?

Que tal ano que vem mandar os jogos no interior do Amapá? Em 2011 em Miami, em 2012 em Dubai... Um belo Tour para o clássico, imagina a grana que não ia dar com os patrocínios das prefeituras locais... É a marca Palmeiras x Corinthians!

E a minha revolta pelo menos, é por tratarem o clássico dessa maneira, e acredito que de muitos aqui também...

Anônimo disse...

meirellez:

É essa parada aí mesmo!

VAMO PRO MARACA PORRA!!!

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Luiz disse...

Mostra a cara aí anonimo.

Gabriel disse...

HAHAHAH Prudente não é em SP?? É onde então espertão?? Na China??

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Claudio Yida Jr disse...

O analfabetismo, de fato, é um dos grandes problemas brasileiros...

Luiz disse...

hahaha!

Boa Claudio! Impressionante, realmente impressionante!!!

TOITATU disse...

Pessoal sabemos que foi ironia a história de PP ser no MS, mas nós não conhecemos ele a ponto de saber que foi ironia. E por isso podemos nos dar o direito de falar que ele errou.

Da mesma forma que ele nao conhece quem mora no interior pra falar o que disse.

Lucas disse...

Coisa mais ridicula do mundo eh palmeirense brigando com palmeirense. Isso eh coisa de Sao Paulino.

Palmeiras x Corinthians tem que ser na capital. Ponto. Agora, pra mim, o blogueiro errou e essa galera toda dos comentarios botando lenha na fogueira soh pioram a situacao.

Na hora que o time eh lider em vespera de classico que a torcida tem que se unir, neguinho fica de viadagem.

Giovanna Concilio disse...

Rô, sugestão de pop-up quando novos leitores acessarem o blog.
Algo do tipo:

"Este blog pode conter ironias, sarcamos, tiradas e uma boa dose de humor negro. Caso não tenha capacidade intelectual suficiente para a correta interpretação de textos, feche a tela imediatamente. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência."

Sabe?!

Roberto disse...

A mensagem do TOITATU das 18:26 de 21/07 é totalmente contraditória.

Ele começa afirmando que "sabemos que foi ironia a história de PP ser no MS", para, logo em seguida, dizer que o fato de nós não conhecermos o autor do blog impossibilita que saibamos se foi ou não uma ironia...
Bem, pela qualidade do raciocínio, já dá pra imaginar a qualidade da interpretação de textos...

Contradições, à parte, obviamente o argumento é totalmente furado. Eu não conheço o Barneschi, mas sei que era uma ironia. Como? Oras, quem acompanha o blog regularmente e tem um QI maior que o de um chimpanzé (isso é importante) consegue facilmente perceber não só o estilo literário, como também, o nível intelectual e cultural do autor do blog.

E o histórico das mensagens do blog estão aí. Disponíveis para todos. Inclusive para os analfabetos funcionais... O problema é que aqui tem gente que lê (e não entende) e tem gente que nem lê e se acha no direito de falar que alguém está errado.

Claudio Yida Jr disse...

Pô, o juquinha, pai do Barneschi, faz ironia e todo mundo entende. Sacanagem!

Vinicius (Belo Horizonte) disse...

hhahahhaha Mato grosso do sul foi comédia!!

Concordo plenamente.. o classico tem que ser em São Paulo! não tem nada a ver ser em qualquer outra cidade...

Se o jumar.. depois que tiver uns 2 a zero pra gente, manda ele quebrar a perna do ronaldo!! ai eu viro fã!! nunca mais falo mal do jumar!! vai virar Ju-bão!

Nicola disse...

Este blog pode conter ironias, sarcamos, tiradas e uma boa dose de humor negro. Caso não tenha capacidade intelectual suficiente para a correta interpretação de textos, feche a tela imediatamente. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência.

Daqui a pouco Giovanna, vãO começar a te chamar de racista, preconceituosa etc, por defender o humor negro.

Nicola disse...

Pô, o juquinha, pai do Barneschi, faz ironia e todo mundo entende. Sacanagem!

HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

TOITATU disse...

Roberto,

Acho que vc não entendeu, ser ou nao ironia depende muito de como a pessoa fala, por isso disse que eu achei que fosse ironia, mas por não conhecer a pessoa em si, tomei o direito de querer corrigir visto que estava com dúvidas sobre o fato de ser ou nao ironia e a prova disso é que somente disse que PP era em SP, e não fiz nenhuma piadinha sobre isso, qdo disse que ele falou merda nao foi sobre PP ser no MS ou na pqp e sim de como ele tratou as pessoas que são de lá e de todo o resto do interior.

Mas pelo menos num ponto concordamos o maior de todos tem que ser em Sampa. Jogos lá tem que ser contra times pequenos.

Eu vou continuar acompanhando o blog independente do a Giovanna acha ou o proprio dono do blog, acompanho o blog pelo simples fato do dono ter a mesma visão do futebol que eu tenho. Mas que ele perdeu pontos comigo perdeu. Sei tb que isso pouco importa.

Anônimo disse...

Uma coisa, aqui no interior o Parmera (é assim que se fala por aqui, caipira com orgulho, se tem filho da puta que comenta aqui que ser maloqueiro é orgulho) é a segunda maior torcida e em muitas cidades a primeira até, e aí na capital teorias da conspiração a parte, é menor que a dos bambis sim, infelizmente...
Outra coisa, o Barney tá desculpado, pois o cara falou em metáfora, em momento de fúria justificada e extremamente razoável.
E a última, os caras de Presidente Prudente tem todo o direito de mandar o Barney tomar no cu, depois de um post desses.
Abraços a todos, menos a gambazada de merda que andou por aqui, e quanto aos bambis, esses não se comunicam quando estão na merda, logo não existem no momento.
Arrigo
Parmera

Forza Palestra disse...

Senhores,

Não entendo tamanha revolta. Passei um dia offline e lá se vão mais de 50 comentários, muitos raivosos, alguns ingênuos e outros tantos que ficam entre a incoerência e a burrice mesmo. Isso inspira um texto mais amplo e que talvez cumpra o papel de esclarecer as mentes menos brilhantes, mas respostas pontuais se fazem necessárias. Vamos lá:

Claudinhopero
Os responsáveis foram xingados. Se os caipiras querem ver um Palmeiras x Corinthians, que venham até SP e não o contrário. Repito o que diz o post: enquanto acontecer a inversão, tenho direito de colocar a minha opinião sobre esta cidade.

Luciano Vicentin:
Eu leio dezenas de blogs. Leio inclusive alguns com os quais não concordo. Às vezes discordo da opinião de blogueiros com os quais concordo quase sempre. É natural, e não é por não concordar com uma opinião que vou deixar de ler o que a pessoa escreve. Se, no entanto, você prefere não ler o que eu escrevo, sinta-se à vontade. Só te digo que meu objetivo não é ter mais audiência ou o que quer que seja. Eu escrevo como torcedor de arquibancada, e é só isso que me importa.
De resto, ajudaria bastante se você fosse respeitoso com as mulheres.

Toitatu:
Você pensou antes de escrever algumas mensagens? Esta do Vietnã, por exemplo? De toda forma, obrigado pela audiência. Bom saber que você vê o futebol como eu vejo. Mas volto a reiterar que meu texto não traz nenhuma ofensa às pessoas que moram no interior. Se você enxerga assim, eu lamento.

Raphael Leonessa:
Eu não iniciei rixa nenhuma, cara. Vamos ser diretos: Palmeiras e Corinthians devem jogar na capital paulista, que é a cidade dos dois. Ponto. Não tenho nada contra esta cidade ou qualquer outra do interior – eu pouco me importo. Elas apenas não podem receber um jogo como este. Quanto à sua sugestão, digo apenas que ela beira a cretinice. O Palmeiras, caso você não saiba, tem casa.

Alex Amaro:
Você também deveria ser mais respeitoso com as mulheres. Já que não é, seu comentário fica aí para sua exposição pública. E eu não estou preocupado em ser mais ou menos torcedor que ninguém – e impressiona a preocupação de vocês com isso. Eu apenas faço a minha parte indo a todos os jogos e empurrando o time em qualquer situação e em qualquer lugar. E que se foda o resto. Se vocês querem ver o Palmeiras jogar, que venham até a casa dele. Quanto ao fato de você não mais deixar seus comentários por aqui, eu não me lembro de qualquer comentário anterior feito por você.

Marcos Hulk:
Boa, cara. Você consegue mostrar toda a sua ignorância em uma só frase.

Roberto:
Gostei da comparação. E obrigado pelos elogios e pela defesa que foi feita neste período em que eu estive offline.

s.e.p. trinca:
Beleza, cara. Vale o mesmo que eu disse para o Luciano Vicentin.

dedos:
Observe, meu caro, que eu estou pouco me lixando para o interior e para suas qualidades ou mesmo para os problemas de SP. Pouco importa, e isso não está em discussão. O ponto é simples: Palmeiras e Corinthians devem jogar em São Paulo. Não importa mais nada, e os seus comentários sobre qualidade de vida são no mínimo impertinentes. Nada contra, mas não faz sentido.

Marco Gianini:
Cara, você já pensou em torcer para o Ituano? Ou para o Rio Branco? Ou para qualquer time que não seja desta "cidade de merda" que é a sede do Palmeiras?

Gabriel:
É, talvez seja. Mas você já pensou em fazer um curso de interpretação de textos? Isso, é claro, se você já tiver idade para isso...

Lucas:
É a sua primeira visita?

Gi:
Valeu, querida! Excelente sugestão. E seu texto foi aprovado na íntegra... Beijos

Parmera:
Seja bem-vindo, meu caro. Mas discordo de você: eu não fiz nada pros caipiras de Prudente. Eles é que estão enchendo o saco. Portanto, se eu vou perder tempo e dinheiro para ir à cidade deles, tenho todo o direito de deixar aqui o desabafo. E cada um entende como quiser.

Forza Palestra disse...

Para sintetizar algumas informações que são de difícil compreensão para uns e outros:

Eu não tenho nada contra o interior paulista. Costumo viajar por aí, acompanho o Palmeiras em todos os estádios, sei que temos uma grande torcida em qualquer canto do estado.

Acontece que a distância que separa São Paulo, a capital, de Presidente Prudente me permite dizer, ainda que em tom irônico, que a referida cidade pertence não a este estado, mas ao fronteiriço Mato Grosso do Sul.

Reitero ainda que este blog não prima por uma postura politicamente correta. Não existe aqui compromisso com nada ou ninguém, a não ser com a minha opinião e com o meu amor pelo Palmeiras. O comentário feito acima pela Giovanna poderia substituir todo esse meu texto de agora, mas eu insisto em deixar as coisas um pouco mais explícitas.

Não estou preocupado com nada do que os senhores possam dizer sobre o interior de SP. Respeito cada uma das cidades, entendo que há palmeirenses por aí, que a qualidade de vida de vocês é melhor (e o que isso tem a ver?) e o cazzo. Entendo tudo isso, de verdade. Mas o Palmeiras tem sede em SP, o Corinthians também, e esta cidade não pode ficar sem um de seus patrimônios por tanto tempo assim.

É indecente que isso aconteça, mais ainda se for para uma cidade tão inexpressiva quanto Presidente Prudente. Fica no meio do nada, o acesso é complicado (a não ser para os sul-matogrossensses) e tem um aeroporto que não chega aos pés de muita rodoviária vagabunda por aí. Para complicar, não tem sequer um time de futebol decente.

A princípio, eu não tenho nada a ver com os problemas de Prudente. Mas se a porra do prefeito desta cidade resolve querer comprar o clássico mais importante do futebol brasileiro, aí as coisas mudam de figura.

O ponto central é: se os caipiras querem ver o Palmeiras, que venham até SP. É a ordem natural das coisas.

Por fim: este blog (o seu autor, na verdade) não está preocupado com audiência ou em agradar ninguém. Não há discursos politicamente corretos aqui, as coisas são tratadas sem meias palavras e o Palmeiras está acima de tudo.

O que conta é a visão da arquibancada. Os senhores não encontrarão discursos vazios por aqui, nem posts que nada dizem. Não encontrarão textos para cumprir tabela, nem análises táticas idiotas, nem entrevistas cretinas, nem notícias bombásticas, tampouco tentativas amadoras de se fazer jornalismo (ainda que eu seja jornalista formado e que exerça a profissão). É um blog opinativo e voltado à minha realização pessoal. Nada além disso.

Boa noite a todos.


P.S.: Os comentários ofensivos ou ininteligíveis foram deletados.

Forza Palestra disse...

Senhores,

Vejam só o nível das pessoas que chegam até aqui:

http://forum.jogos.uol.com.br/Parmerista-manjando-%20Geografia_t_332776

Zoinho centro/sul disse...

Cara a caipirada esta fora de si.
Vamos aos fatos.
Presidente Prudente é na casa do caralho e não é justo que tenhamos que atrravessar o estado para ir para uma cidade que naum tem a menor condição de receber um evento desse tamanho.
A culpa naum é dos caipiras, até pq eles não teriam a menor condição de fazer isso, o que eles poderiam fazer, pegar as enxadas e sair as ruas pedindo jogos ??
A culpa é unica dos dirigentes, o pior é ver o povo de PP gostando da ideia do prefeito de gastar um rio de dinheiro para levar o classico para lá.
O Classico deve acontecer sempre na cidade de São Paulo, e se algum caipira quiser sair da roça e visitar a cidade para ver um jogo, que o faça e será até bem recebido.
No mais concordo com o Luis, caipira que vá fazer rodeio ( que eu adoro)e deixe o futebol para a capital.
Caipiras mão fiquem bravos com o dono do blog, o inteiror é muito bom, mas não para o classico, vc naum tem ideia da raiva que dá de ver um mongol caipira xingar o juiz de morfetico e achar isso engraçado.
Para concluir, acho que o que o Rodrigo tentou passar é que esse dia para nós é um dia de guerra, é o dia de rever nosso rival e odialo mais um pouco, não a festa imbecil que é feita no interior. com direito a dança country.

Abraços

E para os caipira, aproveitem. e torçam para que o pior não aconteça, pq como eu muitos da capital querem mais é que exploda uma guerra de torcida e vcs aprendam que futebol não é oba oba.

Zoinho centro/sul

Filipe disse...

Um crime, Palestrino. Um crime.

No Maracanã não seria crime.

max disse...

Que lixo de texto, francamente.

Giovanna Concilio disse...

Pra mim, se fica a 2h do Paraguai, é quase Paraguai, porra! Hahahahaha

Mais uma vez arrasou no texto, Rô. Sou sua fã. Beijos.

Anônimo disse...

Zoinho, obrigado por me "explicar" o que significa um clássico dessa natureza. Totalmente dispensável seu comentário. Faço parte da MV Piracicaba há mais de 12 anos (sub sede maior e mais considerada que muitas da grande SP) e já acompanhei muito o Palestra na capital ou interior. Pelo teor do seu cometário dá pra imaginar seu nível intelectual.

Cada um que aparece. De qual caverna você saiu ?

Galba - Piracicaba SP

TOITATU disse...

A questão não é onde fica PP e sim como é PP.

Giovanna, vc mora na Baixada Santista?

Ao blogueiro, melhorou e muito o seu contexto agora.

Ah!!! e Vietnã, é como eu e uns amigos que moram aki na capital chamamos a cidade de São Paulo, pra demonstrar como é uma loucura de cidade pra quem não mora aki, por tudo aqui ser levado ao extremo talvez pela qtde de habitantes não sei, por isso comparamos a uma cidade em guerra ou que já teve uma guerra, aliás guerra é o que nao falta: guerra no transito, guerra no futebol, guerra na politica dentre outras.

E acho que já deveria ter acabado e muito a discussão... por isso digo esse é o meu último post nesse tópico...

Abraços...

E parabéns pelo blog, é um dos melhores... apesar de termos algumas opniões bem diferentes.

Forza Palestra disse...

Beleza, Toitatu. Sinta-se à vontade para escrever aqui. Como eu sempre digo, é essencial que as pessoas discordem de mim e coloquem suas opiniões. Foi o que você fez, depois eu e agora você. Ficou tudo mais claro.

Ressalto apenas que importa sim onde é Presidente Prudente. Não pode haver jogo em um lugar tão inóspito. Numa boa e com todo o respeito.

TOITATU disse...

Acho que não pode ter um Derby, mas jogos contra outras agremiações menores sim, e com certeza isso iria aumentar e muito a nossa torcida, o que acarretaria aumento também de verba.

Irineu Constantino disse...

Boa tarde!
As lutas dos "italianinhos" da capital paulista é sem dúvida a razão do Palmeiras existir. Isso é reconhecer o passado. No interior paulista a luta não fora diferente. Nossos antepassados "italianinhos" foram marginalizados e tratados como escravos por um grande período da história. Os "italianinhos" da capital e do interior venceram bravamente as lutas e souberam exigir o respeito devido. A sede do Palmeiras é na capital, mas os "italianinhos", e aí cito meu pai, Irineu Curtulo, do interior resolveram abraçar o Palestra como se fosse a Bandeira que lhes faltava. Desrespeitar o interior paulista é não saber exatamente o que é a cidadania. Sempre respeitamos o fato do Palmeiras jogar na capital. É claro que não achamos certo a atitude das diretorias, mas daí a avacalhar com algo que você nunca participou, é algo infame. Se você foi aos jogos do Palmeiras, nós lhe agradecemos pela força com que defende as nossas, sim, nossas cores. Me emociono com seus artigos, pois são repletos de vida. Meu caro, não se sinta no direito de menosprezar aqueles que estão distantes, mas que ajudam também de uma forma direta - comprando camisas, sendo sócios sem ao menos poder ir ao Palestra Itália - a fazer o nosso, sim, o nosso Palmeiras sempre grande. Não crie uma guerra civil apenas por estar rancoroso com a decisão da diretoria. Não merecemos esse tratamento, ou você se acha dono do Palmeiras?
Irineu Constantino Curtulo Junior - Araras - SP

Nicola disse...

Irineu, leia o texto novamente e as explicações dadas pelo Barneschi aqui nos comentários, acho que é o suficiente para entender que ele não desrespeitou o interior paulista e a torcida do Palmeiras nas cidades do interior... É tudo uma questão de contexto, como bem colocou o Roberto.

Anônimo disse...

Nicola, quanto à contextualização é evidente que não há qualquer fundamento. Quando queremos dizer o que pensamos, e isso se dá sem a mínima noção de racionalidade, não existe interpretação de texto. É a mesma coisa que eu dizer que todos vocês, palmeirenses e paulistanos são neuróticos e uns FDP. Será que isso é contextualização? Não, não é, pois eu jamais me referiria a um irmão de Palmeiras com esse nível de, segundo você, contextulização. Sim, vocês se acham donos da Nação Palmeirense, e talvez sejam mesmo, da Nação Mancha-Verde que vocês criaram.
Irineu Constantino Curtulo Junior - Araras - SP

claudinhopero disse...

Por mim todo Palmeiras e Gambas seriam no Palestra Itália, depois era só mandar esterilizar as cadeiras que os gambas usaram. O problema não é esse, o problema é um dono de um veiculo de comunicação ser tão desinformado a ponto de xingar uma cidade e sua população por isso, e de ainda xingar toda uma região[interior sp](que é a região com maior indice de qualidade de vida do Brasil)por causa disso. Mas tudo bem nem todos reconhecem que tem responsabilidades antes de falar, lamento que tenha sido um palestrino que tenha esse desconhecimento. Sem mais, boa sorte ao blog, não virei mais aqui já que um interiorano como eu aqui não é bem vindo.

Giovanna Concilio disse...

Tenho nem forças pra comentar nesse post mais de tão cansativo que já tá esse discurso de "interioranos renegados". Ah, façam-me o favor!
Que preguiça!

Rô, Deus te abençoe por manter esse blog atualizado, polêmico, ler os comentários e rebater UM a UM! Amém!

Irineu Constantino disse...

Com certeza essa tal de Giovanna é uma menina mimada e sem a mínima noção de escrúpulo. Quer porque quer audiência, atenção, como é típico dos mimados. E agora, Giovanna, está satisfeita com a sua pseudo-audiência? Respeito, e muito, os textos do dono do blog, inclusive o tenho nos meus Favoritos. Não discordo em hipótese alguma da sua tese em relação ao local do clássico, mas é ridículo alguém que teve apenas a oportunidade de ler um ou dois livros se sentir intelectualizada. Giovanna, você se coloca de uma maneira tão ridícula como o mais imbecíl dos mimados. Você tem certeza que é palmeirense? Você não é uma daquelas que ainda sonha com o Raí?
Voto de confiança ao blog. Quero deixar claro que por respito aos textos e ao seu amor incondicional ao Palmeiras continuarei, sim, a tê-lo nos meus "Favoritos"
Irineu Constantino Curtulo Junior - Araras - SP

Giovanna Concilio disse...

Ai, Irineu.
Seu nome dá umas rimas tão legais!
Hahahahaha.

Giovanna Concilio disse...

PS: Seu comentário me deu mais preguiça. Vou tirar um cochilo.

ZzzZzzzZzz

Forza Palestra disse...

Isso tudo está ficando meio cansativo, mas eu não deixo ninguém sem resposta. Portanto, vamos lá.

Irineu:
Admiro a luta do seu pai, tão palestrino quanto o meu avô por aqui. Todos, cada qual a seu modo, contribuíram para que o Palmeiras fosse grande como é hoje. Mas o que está em jogo é o fato de o nosso time ter uma casa. Simples assim. O Palmeiras tem estádio e deve jogar lá sempre. Se os torcedores do interior querem ver o time, é justo, mas eles devem vir até SP para isso. Não tem desrespeito ou menosprezo nas minhas afirmações. Apenas digo e reitero que os jogos devem acontecer em SP.
De resto, obrigado pela audiência, pelo respeito ao que eu faço pelo Palmeiras e por concordar com a maioria das opiniões.
Abraços

claudinhopero:
Cumpre esclarecer que este blog não é um veículo de comunicação. É tudo, menos isso. E tampouco importa qual região tem melhor qualidade de vida. Se for assim, vamos jogar na Suíça ou em qualquer país da Europa.
Abraços

Anônimo disse...

Me desculpe a ignorancia de vossa senhoria, mas acho que o senhor fugiu da aula de geografia, pois Presidente Prudente, nao se localiza no Mato Grosso do Sul, e sim no Estado de São Paula, acho que antes do senhor fazer qualquer comentario analise suas palavras, uma outra coisa o estadio de Presidente Prudentes ele nao só é Grande, como é o 5 maior estadio do Brasil, então fica as minha boas vindas aos senhores.
Abraços

MarcosHulk disse...

desculpe, eu nao entendi a ironia.

Forza Palestra disse...

É, anônimo... se eu fugi da aula de Geografia, você fugiu de todas as outras disciplinas...

claudinhopero disse...

Cumpre esclarecer que qualquer blog, jornal, revista, monólogo ou dialogo, bom ou ruim, decente ou indecente, é SIM um veículo de comunicação, queira o seu dono ou não. quanto a questão da qualidade de vida foi só para dissipar a impressão deixada por vc ao mandar os interioranos para o inferno sem ao menos conhecer as cidades do interior paulista.

Forza Palestra disse...

Claudinho:

1. Logo se vê que você não entende porra nenhuma de 'veículos de comunicação'. Não é sua obrigação, é bem verdade, mas você perdeu agora uma boa chance de ficar calado.

2. Eu conheço dezenas (talvez até uma centena) de cidades do interior paulista. E a qualidade de vida delas não está em discussão aqui.